Capa do livro: TRABALHO E REALIDADE DOCENTE<br>As muitas facetas da atuação profissional

TRABALHO E REALIDADE DOCENTE
As muitas facetas da atuação profissional

Autores: Claudia Gomes

livro impresso
de R$ 43,57 por
livro digital
de R$ 43,57 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Firmando o compromisso da Universidade Federal de Alfenas na produção e divulgação do conhecimento científico, com base no contexto social e educacional, este livro desenvolvido com o objetivo mapear as condições do trabalho docente nas escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental da Rede Municipal da cidade de Alfenas/MG, contempla o compromisso e a preocupação de seus autores com as ações de qualificação do trabalho docente na atualidade. 

Mais do que simplesmente denunciar uma situação claudicante que assola a educação nos mais variados rincões deste país, o livro procura apresentar ao leitor um panorama das condições sob as quais os/as professores/as desenvolvem suas práticas. Para tanto, toma como ponto de partida questões de diferentes matizes, desde as concepções docentes até as condições em que esses sujeitos percebem desenvolver seu trabalho.

Entendemos que os resultados obtidos e analisados nos diferentes capítulos que compõem a obra favorecem a compreensão de algumas facetas da situação educacional do município, e assim possibilita estratégias e ações interventivas focadas na formação inicial e continuada de professores. 


Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-879-7
DOI: 10.24824/978858042879.7
Ano de edição: 2013
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 162
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

TRABALHO E REALIDADE DOCENTE<br>As muitas facetas da atuação profissional

Autores

Amanda Silva Bernardes 

Acadêmica do Curso de Pedagogia da Universidade de Alfe¬nas. Integrante do grupo de pesquisa Grupo de Pesquisa Filosofia e História da Educação, GT/HISTEDBR, linha de pesquisa Teorias Pedagógicas, Trabalho e Sociedade, com interesse nos seguintes temas: Psicologia Histórico-Cultural; Desenvolvimento Infantil e Educação Infantil. 

Ana Paula Petroni 

Doutora em Psicologia como Profissão e Ciência do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu da Pontifícia Universidade Católica de Campinas com estágio de doutoramento sanduíche na Universi¬dade de Aveiro - Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Mestre em Psicologia como Profissão e Ciência pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2008) - Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Possui graduação em Psicologia pelo Centro Universitá¬rio Herminio Ometto - UNIARARAS (2006). Tem experiência na área da Educação, com ênfase em Psicologia Escolar/Educacional, atuando junto a professores e gestores. Pesquisadora do grupo Pro¬cessos de Constituição do Sujeito em Práticas Educativas da linha de pesquisa Prevenção e Intervenção Psicológica. 

André Luiz Sena Mariano 

Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Campus de Araraquara), Mestre e Doutor em Educação ambos pela Universidade Federal de São Carlos. Atualmente, é Pro¬fessor Adjunto do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL) da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL/MG). É Pesquisador Associado ao GEPCIE - Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Cultura e Instituições Educacionais, sediado na Unesp/Araraquara e lide¬ra, na UNIFAL-MG, o Grupo de Pesquisa Filosofia e História da Educação, GT/HISTEDBR.Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Sociologia e História da Educação, atuando prin¬cipalmente nos seguintes temas: relações entre cultura e educação, história do currículo, coeducação dos sexos, relações de gênero, formação de professores e trabalho docente. 

Claudia Gomes 

Professora na Universidade Federal de Alfenas, lecionando e pesquisando nos cursos de graduação na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Inclusiva, Psicologia da Educação, Didática; Desenvolvimento Humano, Subjetividade e for¬mação de professores. Possui graduação em Psicologia (2003), Mes¬trado (2005) e Doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2010), período este em que desenvolveu progra¬ma de estágio e aprimoramento na Escola da Ponte (Portugal), quanto a elaboração e desenvolvimento de estratégias de ensino-aprendizagem para a inclusão escolar de alunos com necessidades educacionais es¬peciais. Pesquisadora do grupo Processos de Constituição do Sujeito em Práticas Educativas da linha de pesquisa Prevenção e Intervenção Psicológica (PUCCAMP), e Grupo de Pesquisa Filosofia e História da Educação, GT/HISTEDBR, linha de pesquisa Teorias Pedagógicas, Trabalho e Sociedade (UNIFAL-MG). 

Daniela Aparecida Eufrásio 

Possui bacharelado e licenciatura plena em Letras, nas habi¬litações Linguística e Português, pela Universidade de São Pau¬lo. É mestre em Educação e doutoranda em Filologia e Língua Portuguesa, pela mesma instituição. É Professora da Universidade Federal de Alfenas, em que atua no ensino, na pesquisa e na exten¬são focalizando os seguintes temas: produção no ensino superior, leitura e produção textual, ensino de língua materna, ensino de literatura infantil e formação docente. 

Fernanda Vilhena Mafra Bazon 

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000), mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2005) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2009). Tem experiência na área de Psicologia e Educação, com ên¬fase em Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: inclusão, deficiência visual, desenvolvimento infantil, edu¬cação especial, relação familiar, relação fraterna. Atualmente é do¬cente da Universidade Federal de São Carlos. 

Helena Maria dos Santos Felício 

Graduada em Pedagogia, Mestre e Doutora em Educação: Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Pós-Doutoranda em Educação pela Universidade do Minho (Portugal). Professora do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL) da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL¬-MG), onde desenvolve atividades de ensino, pesquisa e exten¬são na área de Currículo, Formação de Professores e Didática. 

Luciana Resende Allain 

Licenciada em Ciências Biológicas, Mestre e Doutoranda em Educação pela UFMG; foi professora do Instituto de Ciências Hu¬manas e Letras da Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG) e atualmente é professora do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Atua na formação de professores de Ciências e Biologia. 

Maria Emília Almeida da Cruz Tôrres 

Graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ - mestra e doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, e docente da Universidade Federal de Alfenas, onde atua nas áreas de ensino de ensino de língua materna, formação de professores, letramento e letramento acadêmico. 

Vanessa Girotto 

Professora de 3 grau, classe adjunto, nível 1, da Universida¬de Federal de Alfenas-MG. Atuou como profa. Tutora do curso de Especialização Ética, Saúde e Valores na Escola, da Universidade de São Paulo (2011). Exerceu trabalhos como tutora virtual de ma¬térias do curso de Pedagogia da UFSCar (desde 2008). Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos - Departa¬mento de Metodologia de Ensino (2011) (DME/UFSCar). Possui graduação em Licenciatura plena em Pedagogia (2004) e mestrado em Educação (2007), pela Universidade Federal de São Carlos. Desde 2004 é membro do Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE), desenvolvendo atividade de pesquisa em extensão. Tem experiência na área de Educação, com trabalhos desenvolvidos na área de alfabetização e leitura com crianças e também na Educação de pessoas Jovens e Adultas. Atua principal¬mente nos seguintes temas: ensino e aprendizagem, alfabetização, ações comunicativas, aprendizagem dialógica, comunidades de aprendizagem e leitura dialógica. 

Vera Lucia Trevisan de Souza 

Docente e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação Stric¬to Sensu em Psicologia e do curso de graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Possui graduação em Psicologia (1985), mestrado (1998) e doutorado (2004) em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998). Atua na área da Psicologia Escolar¬-Educacional, com interesse no desenvolvimento humano e nos processos educativos, desenvolvendo pesquisas sobre os temas: relações professor-aluno-gestores-comunidade; inclusão escolar; formação docente; valores na escola; desenvolvimento da adoles¬cência; desenvolvimento infantil; aspectos afetivos nas práticas pe¬dagógicas; o papel da linguagem no desenvolvimento e aprendiza¬gem e psicologia da arte. A psicologia Histórico-Cultural é o aporte teórico adotado para as análises realizadas pelo grupo de pesquisa que coordena: Processos de constituição do sujeito em práticas edu¬cativas. Tem experiência na área da educação, em que atua como assessora de redes públicas municipais e estaduais. Líder do grupo de pesquisa CNPq Processos de Constituição do Sujeito em Práticas Educativas, bolsista produtividade CNPq nível 2.