Capa do livro: Os sentidos da formação: <BR>Festschrift para Scarlett Marton

Os sentidos da formação:
Festschrift para Scarlett Marton

Autores: Vânia Dutra de Azeredo - Ivo da Silva Júnior

Considerando a importância de Scarlett Marton na pesquisa e na formação em filosofia, notadamente a de Nietzsche, este livro visa a homenagear a professora a partir de leituras que tomam por base a interpretação da obra do pensador alemão por ela introduzida em variados livros, desde Nietzsche, das forças cósmicas aos valores humanos, que teve sua primeira edição em 1990, até Nietzsche, o “Bom Europeu” e Nietzsche e as mulheres, publicados em 2022. Professora titular da USP, Scarlett Marton dedicou-se à pesquisa e à formação, à arte de compreender tanto os textos quanto o mundo circundante. Os sentidos da formação procuram mostrar como a intérprete de Nietzsche compreende o trato com o texto do filósofo a partir do tempo de cada conceito e da interligação existente entre eles no contexto da obra para, por um lado, apreender a correlação de sentidos que permitem situar um tema central no conjunto da filosofia de Nietzsche e, por outro, para assentar a trama conceitual nietzschiana na relação com outros autores, seja em termos de aproximação ou de distanciamento. Nos dois casos, o ponto de partida da investigadora e a base a partir da qual se constitui a interpretação por ela proposta se encontra em uma leitura imanente do texto, que este Festschrift procura retraçar considerando a formação de leitores e de leituras que atravessam o Brasil e o exterior desde o envolvimento com a escrita que percorre e define a obra de Scarlett Marton.

Impresso
de R$ 30,99 por
R$ 26,99
Digital
de R$ 30,99 por
R$ 21,69

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-5528-9
ISBN DIGITAL:978-65-251-5529-6
DOI: 10.24824/978652515528.9
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 142
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

  • APRESENTAÇÃO SCARLETT MARTON, PENSADORA E FORMADORA NIETZSCHIANA - 9
  • SOBRE A HOMENAGEADA - 15
  • SCARLETT MARTON E A IRRECUSÁVEL BUSCA DE SENTIDO - 17
  • O ETERNO RETORNO SEGUNDO SCARLETT MARTON - 25
  • O CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DAS AVALIAÇÕES: um exemplo de finesse na análise filosófica - 33
  • A FACE OCULTA DA MOEDA: a política na filosofia de Nietzsche nos comentários de Scarlett Marton - 43
  • SCARLETT MARTON E O “FILÓSOFO DA SUSPEITA” - 51
  • COSMOPOLITISMO CULTURAL E NACIONALISMOS MUSICAIS EM NIETZSCHE: a propósito de uma leitura de Scarlett Marton - 57
  • PARA TRANSVALORAR OS VALORES HUMANOS, FEZ-SE NECESSÁRIO UM DISCURSO ACERCA DAS FORÇAS CÓSMICAS - 65
  • A CRÍTICA DE NIETZSCHE AO UTILITARISMO E SUAS CONSEQUÊNCIAS PARA A ÉTICA ANIMAL CONTEMPORÂNEA - 73
  • NIETZSCHE E O MECANISMO DAS AVALIAÇÕES - 81
  • UMA NOTA SCHUBERTIANA SOBRE O ZARATUSTRA DE NIETZSCHE - 89
  • DA POSSIBILIDADE DE SE EXTRAIR UMA NOÇÃO PROPOSITIVA DE HUMANO NA PRIMEIRA SEÇÃO DE PARA ALÉM DE BEM E MAL - 97
  • SCARLETT MARTON E A RECEPÇÃO DE NIETZSCHE NA CENA BRASILEIRA - 105
  • NOS DOMÍNIOS DA FELICIDADE – AS PERSPECTIVAS DE HADOT E FOUCAULT, VIS-À-VIS O PENSAMENTO DE NIETZSCHE - 111
  • SCARLETT MARTON E OS ESTUDOS DE RECEPÇÃO DE NIETZSCHE NO BRASIL: (como tudo começou: com anarquistas ou germanistas?) - 119
  • SAUDAÇÃO A SCARLETT MARTON - 129
  • SAUDAÇÃO A SCARLETT MARTON II - 131
  • ÍNDICE REMISSIVO - 133
  • SOBRE OS AUTORES - 135
MÓNICA B. CRAGNOLINI

É professora da Faculdade de Filosofia e Letras, da Universidade de Buenos Aires (UBA). Investigadora principal do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas (CONICET), publicou uma vasta obra sobre a filosofia de Nietzsche, dentre os títulos: Nietzsche: camino y demora (1ª ed. 1998; 2ª ed. 2003), Modos de lo extraño. Alteridad y subjetividad en el pensamiento postnietzscheano (2005). É uma das fundadoras da Sociedad Iberoamericana Nietzsche, presidindo-a momento. Dirigiu a revista Perspectivas Nietzscheanas e dirige Instantes y azares. Escrituras nietzscheanas. É codiretora da coleção Nietzsche actual e inactual.

VÂNIA DUTRA DE AZEREDO

É Professora Adjunta da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). É membro do GEN - Grupo de Estudos Nietzsche, do GIRN – Groupe International de Recherches sur Nietzsche e do GT Nietzsche da ANPOF. Publicou Nietzsche e a condição pós-moderna: a extemporaneidade de um discurso (FAPESP/Humanitas, 2013); Nietzsche e a dissolução da moral (2000; 2003 Coleção Sendas e Veredas/Discurso); Nietzsche e a aurora de uma nova ética (FAPESP/Humanitas, 2008; 2021). Organizou Nietzsche: Filosofia e Educação. Ijuí: Unijuí, 2008; Falando de Nietzsche. Ijuí: UNIJUÍ, 2005; Caminhos Percorridos e Terras incógnitas. Ijuí: Unijuí, 2004; Encontros Nietzsche. Ijuí: Unijuí, 2003; juntamente com SILVA JUNIOR, I. Nietzsche e a Interpretação.  Curitiba; São Paulo: CRV; Humanitas, 2012; juntamente com CARVALHO, A. F. Filosofia e Educação no Mundo Contemporâneo. São Paulo: Humanitas & Fapesp, 2016; e com FREZZATTI, Wilson. Nietzsche e seus intérpretes. Curitiba: CRV, 2020. (Coleção Nietzsche em Perspectiva). Atua na área de Filosofia com ênfase em filosofia contemporânea, ensino de filosofia e ética.

ANDRÉ LUÍS MOTA ITAPARICA

É professor associado da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), professor permanente do programa de pós-graduação em filosofia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e membro do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN). Doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), publicou, dentre os livros, Estilo e moral em Nietzsche (2001) e Idealismo e realismo na filosofia de Nietzsche (2019).

WILSON ANTONIO FREZZATTI JUNIOR

É professor associado dos cursos de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado) em Filosofia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). É igualmente professor do Mestrado em Filosofia da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Coordena o Grupo de Estudos Nietzsche (GEN) e é membro do Grupo Internacional HyperNietzsche e do GT-Nietzsche (ANPOF). É autor dos livros: Nietzsche contra Darwin (1ª ed. 2001; 2ª ed. 2014; 3ª ed. 2022); A Fisiologia de Nietzsche: a Superação da Dualidade Cultura/Biologia (1a ed. 2006; 2a. 2022); e Nietzsche e a psicofisiologia francesa do século XIX (2019).

IVO DA SILVA JÚNIOR

É professor da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e do Programa de Pós-graduação em Filosofia, da EFLCH/UNIFESP. Dirige o Centro de Estudos Nietzsche – recepção no Brasil (CENBRA) e é membro do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN), Grupo Internacional HyperNietzsche e do GT-Nietzsche (ANPOF). É autor de Em busca de um lugar ao sol. Nietzsche e a cultura alemã (2007).

LUÍS RUBIRA

É Professor Associado do Departamento e de Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Pelotas. Doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo (2009) e membro do Grupo de Estudos Nietzsche (desde 1999), foi vice coordenador do GT-Nietzsche da ANPOF (2016-2022). É autor de Nietzsche: do eterno retorno do mesmo à transvaloração de todos os valores. São Paulo: Discurso Editorial/Editora Barcarolla, 2010), bem como de artigos publicados em periódicos especializados no Brasil e no exterior.

MÁRCIO JOSÉ SILVEIRA LIMA

É professor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Graduado, licenciado, Mestre e Doutor em filosofia pela USP. Publicou os livros: As máscaras de Dioniso. Filosofia e tragédia em Nietzsche (2006) e As artes de Proteu: Perspectivismo e verdade em Nietzsche (2018). Tem artigos e capítulos de livros sobre Nietzsche publicados no Brasil e no exterior. É editor responsável dos Cadernos Nietzsche.

JOÃO EVANGELISTA TUDE DE MELO NETO

É Professor do Departamento de Ciências Sociais da UFRPE e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFPE. Integra o Grupo de Estudos Nietzsche (GEN), coordenando o núcleo da UFRPE. Também é membro do GT-Nietzsche da Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia (ANPOF). Doutorou-se em Filosofia pela USP sob a orientação da Profa. Dra. Scarlett Marton.

ALEXANDER GONÇALVES

É professor adjunto do curso de filosofia da UENP. Professor do PGF-UEM e Membro do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN). Tem trabalhos publicados sobre Nietzsche em periódicos especializados.

EDER CORBANEZI

É professor substituto no Departamento de Filosofia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e pós-doutorando em Filosofia na UNIFESP com bolsa da CNPq. Possui graduação em Filosofia (2009) e mestrado em Filosofia (2013) pela Universidade de São Paulo. Realizou doutorado em Filosofia em cotutela pela Universidade de São Paulo e pela Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne (2019). É membro do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN/USP), do GT-Nietzsche (ANPOF), do Groupe International de Recherches sur Nietzsche (GIRN) e do HyperNietzsche. Publicou o livro Perspectivismo e relativismo na filosofia de Nietzsche, além de artigos e capítulos de livro sobre a filosofia nietzschiana no Brasil, na França, na Bélgica e na Itália.

STEFANO BUSELLATO

É professor da Universidade da Integração Latino-Americana – UNILA. É membro do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN) e do Grupo Internacional HyperNietzsche. Publicou, dentre outro, Sujeitos a determinar (2021), Nietzsche e lo scetticismo (2012), Tra la torre e i cammelli. Nietzsche a Pisa (2013). Organizou Nietzsche dal Brasile. Contributi ala ricerca contemporana (2014). Tem inúmeros artigos publicados no Brasil e no exterior, assim como capítulos de livros em coletâneas sobre o pensamento de Nietzsche.

MÁRCIA REZENDE DE OLIVEIRA

É professora pesquisadora do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), onde fundou e dirigiu o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidades do IFES-NEPGENS, coordenou o programa de Pós-Graduação em Práticas Educacionais IFES – São Mateus. Possui estágio de pesquisa em Ernst Moritz Arndt Universität Greifswald, Alemanha, mestre em Filosofia pela Universidade de São Paulo, membro GEN, graduada em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto. Ministrou aulas em instituições como o Instituto Federal de São Paulo – IFSP e Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP.

TIAGO LEMES PANTUZZI

É doutor pela Universidade Federal de São Paulo e mestre pela Universidade da São Paulo. Trabalha com ênfase em estudos sobre a recepção brasileira de Nietzsche. Membro do Grupo de Estudos Nietzsche (GEN), da comissão editorial dos Cadernos Nietzsche, e do Centro de Estudos Nietzsche: recepção no Brasil (CENBRA).

MARCELO JOSÉ DAS NEVES

É mestre e bacharel em Direito. Graduado em Engenharia de Produção. Graduando em Filosofia e pós-graduado em Administração Pública. Membro honorário do Instituto dos Advogados Brasileiros.

GERALDO DIAS

É professor do Instituto Federal da Paraíba. Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de São Paulo, com estágio pela Université Paris I Panthéon-Sorbonne, publicou diversos dossiês e artigos sobre a filosofia de Nietzsche e a respeito de sua recepção no Brasil. É autor do livro Nietzsche no Brasil (1922-1945): Modernistas e Intérpretes do País (Ed. UNIFESP, 2022).

ROSA MARIA DIAS

É professora na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Tem uma vasta publicação sobre a filosofia de Nietzsche, dentre os livros: Amizade Estelar Schopenhauer, Wagner e Nietzsche (2009), Nietzsche e a música (2005), Nietzsche educador (3ª ed. 2003), assim como inúmeros capítulos de livros e artigos publicados no Brasil e no exterior.

OLÍMPIO PIMENTA

É professor na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Publicou Razão e conhecimento em Descartes e Nietzsche (2000), A invenção da verdade (1999), Livro de Filosofia: ensaios (2006), (et alii Filosofia como esclarecimento (2014). Tem igualmente inúmeros artigos sobre a filosofia nietzschiana publicados em revistas especializadas e como capítulos de livros, no Brasil e no exterior.