Capa do livro: SER PROFESSOR NA CONTEMPORANEIDADE<br>Desafios, ludicidade e protagonismo<br>2ª Edição

SER PROFESSOR NA CONTEMPORANEIDADE
Desafios, ludicidade e protagonismo
2ª Edição

Autores: Cristina Maria D’Ávila - Bernard Charlot - Cipriano Luckes - José Carlos Libâneo - Jacques Julles Sonnevile - Roberto Sanches Rabelo - Eric Maheu - Daniela Vasconcelos Gomes - Disalda Teixeira Leite

livro impresso
de R$ 44,69 por
livro digital
de R$ 44,69 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

 SER PROFESSOR NA CONTEMPORANEIDADE: desafios, ludicidade e protagonismo chega a sua 2ª edição e se apresenta como uma contribuição inovadora para a reflexão contemporânea sobre a prática docente, a construção da identidade profissional docente e a formação de professores. Críticos da postura pedagógica tradicional inspirada pelo positivismo mecanicista, os nove autores oferecem perspectivas de formação mais atentas a um sujeito dotado de subjetividade, situado em um contexto sociocultural singular e veículo de uma cognição incorporada. Nove autores procuram mostrar caminhos alternativos para uma práxis pedagógica protagônica, valorizando uma postura crítica, consciente e criativa. Na primeira parte, intitulada Desafios na formação e no trabalho docente, Bernard Charlot, Cipriano Carlos Luckesi, Cristina d’Ávila e José Carlos Libâneo procuram situar o docente brasileiro no contexto das numerosas contradições e especificidades do mundo contemporâneo. Os autores trazem reflexões sobre como os professores podem pensar sobre si e agir no mundo e na profissão frente aos numerosos desafios da contemporaneidade. Na segunda parte, intitulada Protagonismo e ludicidade no trabalho docente, Jacques Sonneville, Roberto Sanches Rabello, Eric Maheu, Daniela Gomes e Disalda Leite articulam reflexões com práticas específicas de ensino e procuram resgatar, na formação do professor, a importância do prazer, do bom humor, da ludicidade, da criatividade e do percurso biográfico. Os cinco autores oferecem várias propostas de ensino inovador, para a ressignificação de práticas de ensino, de avaliação e de aprendizagem. Todos os autores, com vários enfoques, oferecem um olhar atualizado sobre o trabalho docente que pode ajudar os professores a renovar seu trabalho, inspirados por novas concepções teóricas e epistemológicas, assim como por experiências docentes baseadas nessas novas concepções.

 

 

 

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-662-5
DOI: 10.24824/978858042662.5
Ano de edição: 2013
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 148
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

SER PROFESSOR NA CONTEMPORANEIDADE<br>Desafios, ludicidade e protagonismo<br>2ª Edição

Autores

Cristina Maria D'Ávila

Licenciada em Pedagogia, Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pós-doutora na área de Formação de professores pela Universidade de Montréal, Canadá. É professora Associada da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia e Professora Titular do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia. Possui vários artigos publicados em revistas especializadas na área da educação e  capítulos de livros . É autora de cinco livros, dentre os quais destacam-se: Decifra-me ou te devorarei: o que pode o professor frente ao livro didático? (EDUNEB/EDUFBA em 2008);  Profissão docente: novos sentidos, novas perspectivas, organizado em parceria com Ilma Passos Veiga (Ed. Papirus, 2008); Didática e Docência na Educação Superior, também em parceria com Ilma Passos Alencastro Veiga, editado pela Ed. Papirus, 2012 . Organizou outras três coletâneas (2007, 2008 e 2009). Atua nas áreas de formação de professores, didática e ludicidade. Líder de dois grupos no CNPq (GEPEL – Educação e ludicidade  e PROFORME – Professores em formação). 

 

Bernard Charlot

Graduado em Filosofia, Doutor e livre-docente em Educação da Universidade de Paris X. Professor emérito em Ciências da Educação da Universidade de Paris 8, onde foi Professor Titular. Atualmente Professor Visitante Nacional Sênior da CAPES na Universidade Federal de Sergipe. Na UFS, lidera o Grupo de pesquisa CNPq/UFS Arte, Diversidade e Contemporaneidade (ARDICO) e participa no Grupo de pesquisa CNPq/UFS Educação  e Contemporaneidade (EDUCON). Escreveu 14 livros, organizou mais 8, publicou 54 capítulos em outros livros, mais numerosos artigos e relatórios de pesquisa. Os seus livros e artigos foram publicados ou traduzidos em 17 países. Seu principal tema de pesquisa é a questão da relação com o saber. Foi Consultor da UNESCO-Brasil. Foi Presidente da Associação Francesa dos Professores e Pesquisadores em Educação (1990-1996); é membro do Comitê Internacional do Fórum Mundial da Educação de Porto Alegre, do qual é um dos fundadores e membro de numerosos conselhos de revistas especializadas em vários paises.

  

José Carlos Libâneo

Graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 1966. Mestre e Doutor em Filosofia e História da Educação pela mesma Universidade. Pós-doutorado pela Universidad de Valladolid, Espanha. Professor Titular aposentado da Universidade Federal de Goiás. Atualmente, Professor Titular da Universidade Católica de Goiás, no Programa de Pós-Graduação em Educação. Foi diretor de escola de ensino fundamental durante 12 anos, coordenador de Centro de Formação de Professores, membro do GT-Didática da Anped, consultor da CAPES e do CNPq por vários anos e organizador e coordenador de dois Encontros Nacionais de Didática e Práticas de Ensino. É autor de vários livros, entre eles: Didática, Pedagogia e pedagogos para quê? (Editora Cortez), Organização e Gestão da Escola (Editora Alternativa). Escreveu diversos artigos em revistas especializadas brasileiras e estrangeiras. Realiza pesquisas sobre temas de Teoria da Educação, Didática e Organização Escolar, além de ministrar conferências em congressos e encontros em diversas instituições universitárias e de pesquisa do país e do exterior.

 

Cipriano Carlos Luckesi

Licenciado em Filosofia, pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, da Universidade Católica do Salvador, Salvador, Bahia, 1970; (3). Mestre em Ciências Sociais, pela Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, 1976; (4). Doutor em Educação: Filosofia e História da Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 1992. Psicoterapeuta Corporal em Biossíntese, 1996. Terapeuta em Dinâmica Energética do Psiquismo, 1997. Professor aposentado da Universidade Federal da Bahia, 1971-2002. Autor de numerosos artigos em revistas especializadas sobre filosofia, filosofia da educação, didática, ensino, avaliação da aprendizagem e ludicidade; palestrante e conferencista nessas áreas. Publicou vários livros, cabendo destacar: Fazer Universidade: uma proposta metodológica, Cortez Editora, São Paulo, 2011 (17ª edição) – obra em colaboração; Introdução à filosofia: aprendendo a pensar, São Paulo, Cortez Editora, 2012 (7ª edição) – em colaboração; Filosofia da Educação, Cortez Editora, 2011 (2ª Edição, após 25 reimpressões da 1ª edição); Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições, Cortez Editora, São Paulo, 2011 (22ª edição, revista). Organizador da coletânea Educação e Ludicidade dentro da Série “Ensaios de Ludopedagogia”, publicação do GEPEL, 2000, grupo fundado pelo autor, na UFBA; Avaliação da aprendizagem: componente do ato pedagógico, Cortez Editora, São Paulo, 2011 (1ª edição).

 

Jacques Sonneville

Possui graduação em Licenciatura em Filosofia - Katholieke Universiteit Leuven - Bélgica (1958), Mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (1983) e Doutorado em Teologia - Katholieke Universiteit Leuven - Bélgica (1965). É professor aposentado da Universidade do Estado da Bahia, no PPGEduC - Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Metodologia da Pesquisa Educacional, atuando atualmente na área de Educação e Formação do educador. Foi fundador e editor executivo da Revista da FAEEBA (1992-2010).

 

Roberto Sanches Rabêllo

Licenciado em História, Bacharel em Artes Cênicas, Mestre em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo  (USP). É professor adjunto da Faculdade de Educação (FACED) e do Programa de Pós-graduação em Educação da FACED/UFBA; leciona as disciplinas Dimensão Estética da Educação e Arte, Ludicidade e Formação do(a) Educador(a).  Possui vários artigos publicados em revistas especializadas na área da educação e três capítulos de livros. Autor do livro Teatro-Educação: uma experiência com adolescentes com deficiência visual, editado pela EDUFBA, 2012.

 

Eric Maheu

Antropólogo (Université de Laval e Université de Montréal) e Net-trainer (Toulouse, France). Mestre e doutorando em Antropologia (Université de Montréal). De origem canadense, é professor de Metodologia da Pesquisa na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Paralelamente, atua como tradutor no campo da educação e da literatura e lida com educação a distância. Seus eixos principais de pesquisa atuais são a pluralidade cultural em educação, a interdisciplinaridade na formação docente, a metacognição e a antropoentomofagia. Suas publicações recentes incluem Réflexion autour d'une catégorie intermédiaire, le mixed-learning no numero 12 de Enta Newsletter e Interdisciplinaridade na formação inicial de professores (in Profissão docente: Novos sentidos, Novas Perspectivas (Ilma Passos Veiga e Cristina d'Avila orgs ).

 

Daniela Gomes

Mestre em Educação na área de formação lúdica de educadores - UFBA. Especialista em Educação Lúdica em ambientes educacionais formais, não-formais e corporativos – ISE Vera Cruz –SP. Pesquisadora e Empreendedora no campo lúdico-criativo. Co-fundadora da Transludus - Ludicidade e Desenvolvimento Criativo. Autora e coordenadora da Pós-graduação em Ludicidade e Desenvolvimento Criativo de Pessoas. 

 

Disalda Leite 

Arte educadora, especialista em Metodologia do Ensino Superior e em Desenvolvimento de Recursos Humanos. Mestre em Gestão Integrada de Organizações pela Universidade do Estado da Bahia e Doutora em Educação na Universidade Federal da Bahia. É professora de Metodologia e Prática de Ensino de Desenho e Plástica da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia. Possui um livro publicado: Pedagogia do Brincar – Jogos, Brinquedos e Brincadeiras da Cultura Lúdica Infantil.