Capa do livro: CEARÁ DE NORTE A SUL<br> culturas e sujeitos na História <br>VOLUME 2

CEARÁ DE NORTE A SUL
culturas e sujeitos na História
VOLUME 2

Autores: Viana, José Italo Bezerra - Santos, Joaquim dos - (Organizadores)

Este segundo volume da Coleção Ceará de Norte a Sul apresenta fragmentos da História do Ceará a partir das reflexões sobre diferentes sujeitos históricos, individuais, institucionais e coletivos, lançando problemáticas diversas e desnudando procedimentos teóricos-metodológicos igualmente plurais. Com o recorte Culturas e Sujeitos na História, o livro está dividido em duas partes, a saber: 1. Sujeitos e práticas culturais; 2. Instituições e sujeitos coletivos. A variedade de sujeitos que se cruzam neste volume aponta também para a pluralidade de formas de exercer o ofício da história, contemplando a polifonia enunciativa que alude ao potencial dos textos de cada capítulo de se opor às narrativas monológicas. São histórias diversas e plurais, emolduradas num conjunto de “vozes” e “trajetórias” dos e sobre os sujeitos históricos que se tornam instrumentos para construção de outras leituras para a História do Ceará, a fim de que diversos sujeitos por muito tempo emudecidos tenham suas narrativas ecoadas e ressoadas pelos ventos do conhecimento histórico.

Impresso
de R$ 85,00 por
R$ 74,00
Digital
de R$ 85,00 por
R$ 59,50

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-5149-6
ISBN DIGITAL:978-65-251-5150-2
DOI: 10.24824/978652515149.6
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 294
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

APRESENTAÇÃO  - 11

ENTRE A ESPADA E A CRUZ: os nativos na conformação sócio cultural nas freguesias de Aracati e Russas, Ceará – 1720 a 1820 - 15

TRAÇOS DO “PANCULTURALISMO KARIRI” NO CARIRI CEARENSE - 29

VESTÍGIOS HISTÓRICOS DA PRESENÇA INDÍGENA EM TRAIRI, LITORAL OESTE CEARENSE - 47

MASCULINIDADES E RELAÇÕES DE GÊNERO EM SOBRAL: reflexões sobre a pesquisa histórica com processos judiciais - 61

“A GENTE JÁ CRESCEU FOI TRABALHANDO”: cultura e trabalho das camponesas do Movimento do Dia do Senhor, em Sobral, CE - 81

“VARRER E ACENDER VELA QUANDO PEDIR PRA ACENDER”: as zeladoras da Cruz de Maria das Quengas - 95

UM ESTUDO SOBRE O FEMININO A PARTIR DO ROMANCE O PADRE CÍCERO E O ROMEIRO - 109

“UM SACERDOTE INTELIGENTE, MODESTO E VIRTUOSO”: Padre Cícero antes dos milagres do Juazeiro (1870-1889) - 125

“A CHAMA NATIVISTA CONTRA O DOMÍNIO LUSO”: narrativas sobre sujeitos da emancipação política do Brasil no Ceará - 141

OS NEABI’S, A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E A FORMAÇÃO DOCENTE NO INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ - 149

“MIOLAR” E CUIDAR DE GENTE: a experiência do Grupo de Valorização Negra do Cariri - 161

O INSTITUTO DA MEMÓRIA DO POVO CEARENSE: Patrimônio cultural e ação coletiva (1988-2015) - 175

O VAQUEIRO NA POÉTICA MUSEAL: Reflexões sobre o ensino de história na Casa da Memória de Porteiras - 185

A SECULT-CE E O PATRIMÔNIO CULTURAL: um estudo sobre a legislação dos “Mestres da Cultura/Tesouros Vivos” (2003-2016) - 199

TRABALHADORES ENTRE REVOLTA, SUOR E AMIZADE: CFTED, IFOOD, RIPPER, UBER - 215

SOBRE AS MUITAS FORMAS DE TORNAR-SE MULHER: Filhas de Maria, Igreja, corpo e sociedade no Ceará das primeiras décadas do século XX - 227

A VOZ DO CARIRI TAMBÉM É FEMINISTA: militância e interseccionalidade da Frente de Mulheres dos Movimentos do Cariri (2014-2020) - 243

HISTÓRIA DA FUNDAÇÃO DO HOSPITAL DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE FORTALEZA, 1861 - 257

SUJEITOS DA CIDADE OU A CIDADE COMO SUJEITO: Cococi-CE - 271

ÍNDICE REMISSIVO  - 285

SOBRE OS AUTORES E AUTORAS  - 289

ALEX ALVES DE OLIVEIRA
Doutorando em História pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Graduado em História pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Mestre em História pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). É professor efetivo do Curso de História da Faculdade de Formação de Professores de Serra Talhada – FAFOPST/AESET. Tem experiência na área de História, com ênfase em ensino de História, História do Brasil e da América, História da África e História Contemporânea.

ANA CRISTINA DE SALES
Doutoranda em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Bolsista pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. Mestre em História (UFCG). Graduada em História (URCA). Pesquisadora do Núcleo de História Oral, Memória e Diversidades (NHISTAL).

ANTONIO JOSÉ DE OLIVEIRA
Doutor em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professor Adjunto do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (CERES/UFRN). Docente do Mestrado em História dos Sertões. Atua na área de História, com ênfase em história regional; história do Brasil colonial, da América Pré-colombiana e colonial, bem como indígena e africana. É líder do grupo de pesquisa Sociedade e Cultura em Sertões Coloniais: história e historiografia (SERCOL).

ANTONIO JUSCELINO BARBOSA DOS SANTOS
Mestre em Ensino de História pela Universidade Regional do Cariri (URCA). É professor de História e Geografia da Rede Municipal de Trairi- CE. Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), e em História e Geografia (UVA). Pesquisador na área de Ensino de História, Relações Étnicas-raciais, Memória, Prática de Ensino e Didática. Atualmente é Secretário da Cultura do Município de Trairi, CE.

CÍCERA NUNES
Doutora e Mestra em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Pedagoga e Especialista em Arte-Educação pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Realizou estágio de pós-doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Museologia da Universidade Federal da Bahia – (UFBA). Atualmente é Professora Adjunta, vinculada ao Departamento de Educação da URCA. Docente do Mestrado Profissional em Educação e do Prof. História (URCA). Líder do Núcleo de Estudos em Educação, Gênero e Relações Étnico-Raciais (NEGRER/URCA).

CRISTINA LOPES DA SILVA
Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS/UFRJ, 2006) e especialização em História da África e do Negro no Brasil, pelo Centro de Estudos Afro-Asiáticos da Universidade Candido Mendes (2008). Mestranda em Desenvolvimento Regional Sustentável (PRODER) pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Atualmente pesquisa organizações do movimento social negro, bem viver e produção de saberes emancipatórios. É integrante do Grupo de Pesquisa: Constelar-i, Observatório do Bem Viver da Universidade Regional do Cariri (URCA).

ELISGARDÊNIA DE OLIVEIRA CHAVES
Professora do curso de História da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos – (FAFIDAM/UECE). Graduada em História pela FAFIDAM/UECE. Mestre em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Doutora em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atua principalmente nos seguintes temas: miscigenação, população, família livre e escrava, secas, doenças e ritos fúnebres, formação de professor.

FÁBIA JANAÍNA MARCIEL DA SILVA
Mestre em Ensino de História (URCA/UFRJ). Graduada em História (URCA). Integrante do Núcleo de História Oral, Memória e Diversidades (NHISTAL) e do Núcleo de Pesquisa em Ensino, História e Cidadania – (NUPHISC). É coordenadora pedagógica da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco e professora da Rede Estadual de ensino de Pernambuco. Desenvolve pesquisas com ênfase nas seguintes temáticas: Ensino de História, Relações étnico-raciais, História oral, Narrativas históricas, Saberes históricos no espaço escolar.

GLEIDIANE DE SOUSA FERREIRA
Professora do Curso de História da Universidade Estadual vale do Acaraú (UVA). É Graduada em História pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2010), Mestrado (2014) e Doutorado (2019) em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua principalmente nos seguintes temas: História das Mulheres, Feminismos, Relações de Gênero, Sexualidade, América Latina e Movimentos Sociais. Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa História, Gênero e América Latina (GEHGAL/UVA).

HILDEBRANDO MACIEL ALVES
Graduado em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutorando em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC) – bolsista FUNCAP/CE. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio e Memória (GEPPM/CNPq/UFC). Tem experiências nas seguintes áreas: Patrimônio Cultural, Cultura Popular, Teoria da História, História da Historiografia.

JANE SEMEÃO
Professora adjunta do Departamento de História da Universidade Regional do Cariri (URCA). Docente do Mestrado Profissional em Ensino de História (Prof. História/URCA). Doutora em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente coordena o Laboratório de Pesquisa em História Cultural (LAPEHC), orienta e desenvolve trabalhos em torno das temáticas: história das mulheres, ensino de história, história e natureza.

JOAQUIM DOS SANTOS
Professor do Núcleo de Prática de Ensino do Departamento de História da Universidade Regional do Cariri (URCA). Docente do Mestrado Profissional em Ensino de História – Prof. História (URCA) e do Mestrado Profissional em Educação – PMPEDU (URCA). Possui Pós-Doutorado em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Doutor em História pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2017). É líder do Núcleo de História Oral, Memória e Diversidades – NHISTAL (URCA/CNPq). Desenvolve estudos com ênfase em: História da morte e sensibilidades; Formação de professores e ensino de história; Educação patrimonial; Memória oral e religiosidade; Gênero e sexualidade. Tem experiência no ensino de história na educação básica; Organização, gestão e ação educativa em museus; Formação inicial e continuada de professores; Organizações não Governamentais em defesa do patrimônio cultural.

JOSÉ ITALO BEZERRA VIANA
Doutor em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Ceará – UFC, linha de pesquisa “Memória e Temporalidade”, defendendo tese sobre as relações entre turismo e patrimônio cultural na configuração de discursos sobre o tempo. Mestre em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Ceará (UFC), linha de pesquisa “Cultura e Poder”, com pesquisa sobre atuação intelectual nas representações sobre identidades culturais. Membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Patrimônio e Memória-GEPPM/UFC/CNPq e do Grupo de Estudos e Pesquisa História, Gênero e América Latina – GEHGAL/UVA/CNPq.

LUCIANA DE MOURA FERREIRA
Pós-doutora em Educação pela Universidade Estadual do Ceará – UECE; Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC); Mestre em História pela Universidade Estadual do Ceará – (UECE); Graduada em História pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Membro do grupo de estudos Práticas Educativas Memória e Oralidade. Docente do Centro Universitário Inta – UNINTA.

LUISA AMANDA SANTOS BRITO
Técnica em Educação na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2008). Com Especialização em História e Sociologia pela Universidade Regional do Cariri – URCA (2007) e Graduação em História pela Universidade Regional do Cariri – URCA (2006).

MARIA DE FÁTIMA MORAIS PINHO
Professora Associada do Departamento de História da Universidade Regional do Cariri (URCA). Docente do Prof. História. Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Mestre em Desenvolvimento Regional (URCA/2002). Graduação em História (URCA/1992). Desenvolve pesquisas com ênfase nos seguintes temas: Representação Social, História e Imprensa, Imaginário, Cultura e Religiosidade popular; Ensino de História.

MARIA LUCÉLIA DE ANDRADE
Professora Adjunta da Universidade Regional do Cariri (URCA). Licenciada em História pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestre e doutora em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Trabalha com temas relacionados à Igreja Católica, Religião e religiosidade, História das Mulheres, gênero. É membro do Laboratório de Pesquisas em História Cultural – LAPEHC.

NATANAELY NUNES DA SILVA
Graduada em História pela Universidade Regional do Cariri. Possui como temáticas de pesquisa: história das mulheres, interseccionalidade e feminismo.

PAULA CRISTIANE DE LYRA SANTOS
Professora do Departamento de História da Universidade Regional do Cariri (URCA). Docente do Prof. História. Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Graduada em História (UFPE). Mestra em Ciência Política (UFPE). Tem experiência na área de Ensino de História e formação de professores, atuando principalmente nos seguintes temas: história, educação, ensino, ensino de história, história da América e do Brasil colonial.

PAULO TIAGO OLIVEIRA ALVES
Mestre em Educação pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Membro do Núcleo de Estudos Afro brasileiros e Indígenas (NEABI/IFCE/Boa Viagem). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física Escolar e Relações com os Saberes (GEPEFERS). Membro do Núcleo de Estudos em Educação, Gênero e Relações Étnico-Raciais (NEGRER /URCA).

RUAN CARLOS MENDES
Doutorando em História Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestre em História e Letras pela Universidade Estadual do Ceará (MIHL/FECLESC/UECE). Graduado em História pela Universidade Estadual do Ceará (FAFIDAM/UECE). Tem experiência em pesquisa em História, atuando principalmente nos seguintes temas: história e memória, história oral, devoções, história e literatura.

TELMA BESSA SALES
Possui graduação em História, mestrado em História e doutorado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Pós-doutorado na Universidade de Èvora Portugal (2015). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Social, atuando principalmente nos seguintes temas: Brasil, experiências sociais, memória, cultura, história oral, patrimônio industrial e reestruturação produtiva.

THIAGO FLORENCIO
Professor Adjunto do Departamento de História da Universidade Regional do Cariri (URCA), e do Mestrado Profissional em Ensino de História – Prof. História. Possui Graduação em História (2003), Mestrado em História (2007) e Doutorado em Literatura, Cultura e Contemporaneidade (2014) pela PUC-RIO. Líder do Núcleo de Estudos de Descolonização do Saber (NESESA). Desenvolve atividades de pesquisa, ensino e extensão sobre crítica ao colonialismo, epistemologias descoloniais, identidades étnicas e raciais.

VANESSA MARIA SANTOS SILVA
Graduada em História pela Universidade Regional do Cariri (URCA).

VIVIANE PRADO BEZERRA
Doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense (DINTER UFF/URCA). É professora adjunta do Curso de História da Universidade Estadual do Vale do Acaraú – UVA, vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas em História Oral (UVA), atuando nas áreas de Pesquisa em História, com ênfase em Movimentos Sociais, Camponeses, História das Mulheres, História Oral e História da Educação.