Capa do livro: Água:<br> Abordagens interdisciplinares sobre fontes, usos, reusos, aproveitamentos e cenários

Água:
Abordagens interdisciplinares sobre fontes, usos, reusos, aproveitamentos e cenários

Autores: Queiroz, Tadeu Miranda de (Org.)

Com um olhar interdisciplinar para a questão da água no Centro Oeste do Brasil, esta obra lhe permitirá conhecer aspectos da disponibilidade e qualidade da água em Mato Grosso, abordando um amplo espectro de sua utilização.
Além de informações sobre a composição física, química e microbiológica de fontes naturais e alternativas de água para diversos usos, entre eles o abastecimento público urbano e rural, agricultura e pecuária, o leitor poderá utilizar esse livro para consulta de diversas informações relevantes para a gestão, regulação e planejamento do recurso hídrico.
O livro também traz aspectos do reuso de esgoto tratado na irrigação como alternativa de oferta de água para a produção agrícola e a visão da sociedade sobre o tema e suas impressões sobre a aceitação ou rejeição dessa técnica de produção de alimentos. Na linha do aproveitamento alternativo, o livro aborda técnicas de captação de água de chuva e os critérios normativos.
Por fim, é apresentado um cenário de disponibilidade de água obtido por simulação de modelos de mudanças climáticas e uma simulação do custo energético para bombeamento de água em longas distâncias.

Impresso
de R$ 101,00 por
R$ 89,00
Digital
de R$ 101,00 por
R$ 70,70

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-4818-2
ISBN DIGITAL:978-65-251-4819-9
DOI: 10.24824/978652514818.2
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 402
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

  • APRESENTAÇÃO - 11
  • CAPÍTULO 1 QUALIDADE AMBIENTAL E INFLUÊNCIAS DO LANÇAMENTO DE EFLUENTE TRATADO NAS ÁGUAS DO CÓRREGO ARARÃO EM TANGARÁ DA SERRA, MT - 15
  • CAPÍTULO 2 PERCEPÇÃO DE PRODUTORES RURAIS SOBRE O REÚSO DE ÁGUAS DE ESGOTO PARA FINS DE IRRIGAÇÃO EM TANGARÁ DA SERRA, MT - 39
  • CAPÍTULO 3 QUALIDADE DO EFLUENTE TRATADO PELO MUNICÍPIO DE TANGARÁ DA SERRA, MT, PARA O USO NA IRRIGAÇÃO AGRÍCOLA - 61
  • CAPÍTULO 4 CARACTERIZAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO EM AFLUENTES DO RIO ARARÃO NO MUNICÍPIO DE TANGARÁ DA SERRA, MT, BRASIL - 85
  • CAPÍTULO 5 POTENCIAL PARA ECONOMIA DE ÁGUA POTÁVEL PELO USO DA ÁGUA PLUVIAL PARA IRRIGAÇÃO DA AGRICULTURA URBANA EM TANGARÁ DA SERRA, MT - 99
  • CAPÍTULO 6 ANÁLISE DO BHC PARA DIMENSIONAR RESERVATÓRIO DE CAPTAÇÃO, ARMAZENAMENTO E USO DA ÁGUA PLUVIAL NA IRRIGAÇÃO DA AGRICULTURA URBANA - 123
  • CAPÍTULO 7 DESENVOLVIMENTO DE UMA MINI CISTERNA PARA A CIDADE DE TANGARÁ DA SERRA: uma alternativa para auxiliar no problema da crise hídrica - 141
  • CAPÍTULO 8 ANÁLISE DA VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DO APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS: um estudo de caso - 163
  • CAPÍTULO 9 CONCENTRAÇÃO DE COBRE (CU) EM ÁGUA DE CONDENSAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO E SEU POTENCIAL DE CONTAMINAÇÃO - 191
  • CAPÍTULO 10 AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DE ABASTECIMENTO DE ESCOLA E COMUNIDADE RURAL EM ROSÁRIO OESTE, MT, BRASIL - 205
  • CAPÍTULO 11 AVALIAÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DE ÁGUA DE MINA UTILIZADA PARA O ABASTECIMENTO DE COMUNIDADES TRADICIONAIS REMANESCENTES DE QUILOMBOS, MATO GROSSO, BRASIL - 223
  • CAPÍTULO 12 QUALIDADE QUÍMICA DA ÁGUA DO RIO JAUQUARA NOS PERÍODOS DE SECA E CHUVA: uma abordagem focada na dessedentação de bovinos - 245
  • CAPÍTULO 13 ANÁLISE MORFOMÉTRICA DA BACIA DO RIO BUGRES, MT, AFLUENTE DO RIO PARAGUAI SUPERIOR, NO CENTRO OESTE BRASILEIRO - 261
  • CAPÍTULO 14 ANÁLISE MORFOMÉTRICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO BRANCO, MT NA CABECEIRA DAS ÁGUAS DO PANTANAL - 281
  • CAPÍTULO 15 CARACTERIZAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA E HORTALIÇAS FOLHOSAS: um estudo de caso em sistemas de cultivo solo e hidropônico - 303
  • CAPÍTULO 16 CENÁRIOS DE TEMPERATURA E CHUVA PARA MICRORREGIÃO DE TANGARÁ DA SERRA, MATO GROSSO, BRASIL - 353
  • CAPÍTULO 17 ESTIMATIVA DO CUSTO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA O BOMBEAMENTO DE ÁGUA: o caso da transposição do rio Sepotuba até a ETA Queima-Pé em Tangará da Serra, Mato Grosso, Brasil - 371
  • ÍNDICE REMISSIVO - 391
  • SOBRE OS AUTORES - 397
ANA CLARA BRITO DE FIGUEIREDO

Técnica em Análises Químicas formada pelo SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Engenheira de Produção Agroindustrial formada pela UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso. Atualmente cursa MBA em liderança, inovação e gestão 4.0 pela PUCRS – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Trabalha como supervisora de Operações na empresa Raízen S/A em um terminal de distribuição de combustível.

CARINE SCHMITT GREGOLIN CALOI


Bacharela em Administração e com mestrado em Ambiente e Sistemas de produção agrícola (PPGASP), ambos pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Atuou como docente na UNEMAT nos cursos de bacharelado em administração e engenharia de produção e foi membra do grupo de pesquisa do LaQua - Laboratório de Qualidade da Água do Campus de Barra do Bugres, MT (UNEMAT).

CLECI GRZEBIELUCKAS

Bacharel em Ciências Contábeis – Universidade do Estado de Mato Grosso; Mestre em Administração - Universidade do Vale do Itajaí; Doutora em Engenharia de Produção - Universidade Federal de Santa Catarina; Professora adjunta na Universidade do Estado de Mato Grosso - Campus de Tangará da Serra, atua no Programa de Mestrado em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola e nos cursos de Ciências Contábeis e Administração em Agronegócio.

CLEIDIANE MORAES NOVAIS MARQUEZIN

Graduada em Engenharia Civil pela Universidade do Estado de Mato Grosso, especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes - Instituto Prominas e mestrado em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola pela Universidade do Estado do Mato Grosso, atua na área de ensino e pesquisa, como professora em cursos de Engenharia Civil e na área da construção civil, com experiência em elaboração de projetos, execução e fiscalização de obras civis, públicas e privadas.

DAYANE FRANCO DE MOURA

Zootecnista formada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), mestra em ambiente e sistemas de produção agrícola pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), professora da Escola Técnica Estadual de Tangará da Serra pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI).

EDILAINE ALVARENGA GONÇALVES

Engenheira de Produção Agroindustrial, pós-graduada em MBA Contabilidade, Auditoria e Controladoria, atualmente atua como Auditora Contábil na empresa KPMG Auditores Independentes. Durante a graduação participou de bolsas de Iniciação Científica CNPQ, e publicou um artigo em periódico.

GICELLY MARIA LORENZI ZANATTA SOUSA

Graduada em Fisioterapia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2002), pós-graduada em Fisioterapia Hospitalar pela Universidade Católica de Goiás e Centro de Estudos Avançados em Fisioterapia (2005) e em Gestão Pública pela Faculdade UNICEN (2008). Mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola pela UNEMAT (2022). Fisioterapeuta do município de Tangará da Serra (desde 2007) e docente da Faculdade FAEST (desde 2017).

IARA OLIVEIRA GARCIA

Graduada em Engenharia Civil e mestra em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT. Especialista em Desenvolvimento Urbano pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Mato Grosso - IFMT campus Várzea Grande. Possui grande conhecimento em licenciamento e fiscalização ambiental.

ISABELA CAROLINE SANCHES MIGUEL FERRARI

Enfermeira graduada pela Universidade do Estado de Mato Grosso- UNEMAT, mestrado em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola-UNEMAT, atua na Atenção Primária à Saúde em Tangará da Serra, MT e como preceptora de acadêmicos do curso de enfermagem da UNEMAT.

JÉSSICA RAMOS BORTOLUZZI

Analista Ambiental na usina de etanol de milho ALD Bioenergia. Mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Graduada em Engenharia de Produção Agroindustrial pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Pesquisa na área de qualidade de recursos hídricos com interferências industriais e agropecuárias e seus possíveis usos.

JHEINY RAIANY DOS SANTOS FERREIRA

Graduada em Engenharia de Produção Agroindustrial pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Foi voluntária no projeto de extensão da mesma instituição voltado para a reciclagem de óleo vegetais. Trabalhou com Projeto de Extensão e Pesquisa voltado para a qualidade de água em comunidades, fomentado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

JONATAS PRATES LIMA

Bacharel em Ciências Contábeis (UNEMAT - 2013), pós-graduado em Contabilidade e Planejamento Tributário (UNIC - 2015) e Mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola (UNEMAT - 2021), com experiência na área contábil seja pública ou privada, atuando em diversas áreas contábil. Atualmente contador da Câmara municipal de Nova Marilândia e de empresas e produtores rurais de pequeno e médio porte.

JULI VICTORIA ROCHA LIMA

Engenheira Civil pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), durante a graduação atuou como bolsista de iniciação científica pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT). Atualmente é pós-graduanda em Engenharia Ferroviária pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e atua como profissional de engenharia na área de infraestrutura urbana.

PATRÍCIA FERREIRA DA SILVA

Possui graduação em AGRONOMIA pela Universidade Federal de Alagoas (2011) e mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Campina Grande na área de concentração de Irrigação e Drenagem (2014), doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Campina Grande, na área de concentração de Irrigação e Drenagem (2017) e Pós-Doutorado em Recursos Naturais (2017-2022). Atua principalmente nas áreas de irrigação e drenagem.

PATRÍCIA GURALSKI DAMASCENO

Mestranda do PROFAGUA-UNEMAT 2021-22 e Pós-Graduada em Metodologia do Ensino na Educação Superior (UNINTER/2018) e Graduada em Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) pela Universidade Estadual do Mato Grosso (UNEMAT). Docente na área da Educação, com experiência em Curso Técnico em Agropecuária (IFMT), Educação Básica em Escolas Estaduais de MT e Cursos Profissionalizante (Sete Treinamentos e Lar Maria de Lourdes).

RAIMUNDO NONATO CUNHA DE FRANÇA

Graduado em Ciência Política (Universidade Federal do Acre-UFAC) e em Direito (Universidade Cuiabá-UNIC). Doutor em Ciências Sociais (Política) (Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN). Líder do Grupo de Pesquisa: Constitucionalismos, Democracias e Políticas Públicas - CONDEPPU-UNEMAT-CNPq. Prof. Mestrado em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT).

RITIELLI BERTICELLI

Engenheira Ambiental, Doutora em Engenharia. Desenvolve pesquisas relacionadas principalmente aos seguintes temas: gestão de projetos de infraestrutura, gestão integrada de resíduos sólidos urbanos, avaliação da sustentabilidade do ciclo de vida, análise de viabilidade de econômica de projetos, indicadores de sustentabilidade, gestão ambiental e saneamento básico.

RIVANILDO DALLACORT

Engenheiro Agrícola, mestre e doutor, Prof. da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT); pesquisador bolsista de produtividade CNPq; Prof. do Mestrado em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola-PPGASP; professor do Mestrado em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos-PPGBioAgro; avaliador do INEP/MEC; atua em Agrometeorologia, Recursos Hídricos, Modelagem, Meio Ambiente, Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto.

TADEU MIRANDA DE QUEIROZ

Engenheiro Agrícola, com mestrado e doutorado, professor da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), é pesquisador e orientador no mestrado profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) e do mestrado acadêmico em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola (PPGASP). Atua em diversos projetos de pesquisa, inovação tecnológica e extensão, tem dezenas de artigos científicos publicados em periódicos de circulação internacional. Orienta estágios de pós-doutorado.

WILSON PEREIRA DE JESUS JUNIOR

Engenheiro civil formado pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT. Ele possui contribuições na área de Engenharia Civil por meio de publicações acadêmicas e também é reconhecido como bi medalhista das Olimpíadas Brasileiras de Matemática - OBMEP. Sua habilidade com resolução de problemas complexos, aliada a uma comunicação eficaz, o torna um colaborador valorizado em projetos multidisciplinares.