Capa do livro: O AFETO QUE NÃO SE ENCERRA:<br>contribuições teóricas, metodológicas, éticas e políticas sobre os processos afetivos

O AFETO QUE NÃO SE ENCERRA:
contribuições teóricas, metodológicas, éticas e políticas sobre os processos afetivos

Autores: Tomanik, Eduardo Augusto (Organizador)

A construção deste livro teve, como seu ponto de partida, o desafio de elaborar um conjunto de textos que trouxessem aprimoramentos, detalhamentos e avanços teóricos, práticos, metodológicos e ético-políticos para uma teoria sobre os afetos conjugada a uma Psicologia Social capaz de considerar os sujeitos humanos como seres em (auto)construção.
Afetos (ou, como também costumam ser denominados, sentimentos e emoções) são vivenciados e, normalmente, considerados como se fossem eventos individuais, localizados e espontâneos. No entanto, todos eles são processos relacionais: envolvem continuidade e ramificações; aprendizagem, desenvolvimento, interpretação, interações sociais e intenções pessoais e coletivas. São decorrentes, mas também estão na base de tudo o que pensamos, fazemos e pretendemos. Isoladamente ou em grupos. Para o bem ou para o mal.
Por isso é importante entendê-los ou, pelo menos, começar a refletir sobre eles.
Juntem-se a nós e sejam bem-vindas(os)!




Disponibilidade: 0 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-4732-1
ISBN DIGITAL:978-65-251-4733-8
DOI: 10.24824/978652514732.1
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 248
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

 1. UM POUCO SOBRE OS AFETOS...........................................................17
Eduardo Augusto Tomanik

2. APRENDENDO A SENTIR: refl exões acerca dos repertórios afetivos..........................................................................................39
Eduardo Augusto Tomanik
Laura Ferreira Lago

3. A ATUAÇÃO SOCIAL DOS AFETOS NA CONSTRUÇÃO DE VÍNCULOS...............................................................................................57
Mariana Hauser de Castilho

4. LIÇÕES DO MEDO....................................................................................75
Thiago Ohara
Eduardo Augusto Tomanik

5. “EU NÃO PRETENDIA TER FEITO O QUE FIZ”: os afetos na construção das opções morais contemporâneas............................................95
Bethânia Cabrera de Souza Bortolato
Eduardo Augusto Tomanik

6. IDENTIDADES, AFETOS, MEMÓRIA: registros de nós e de nossas construções....................................................................................... 115
Ana Céli Pavão Guerchmann
Eduardo Augusto Tomanik

7. A PARTICIPAÇÃO DOS AFETOS NAS VIOLÊNCIAS DOMÉSTICAS VIVIDAS POR MULHERES ..............................................135
Aline Daniele Hoepers
Eduardo Augusto Tomanik

8. PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO: um pouco do campo de atuação e muito dos afetos...........................................149
Ana Céli Pavão Guerchmann
Regiane Cristina de Souza Fukui

9. LIÇÕES DO CAMPO DE ESTUDOS: os afetos nos artigos nacionais da Psicologia.................................................................................165
Ana Céli Pavão Guerchmann
Letícia Bottura Calvoso
Eduardo Augusto Tomanik

10. TRANSGREDIR A CIÊNCIA, TRANSGREDIR NA CIÊNCIA: articulando feminismos, afetos e decolonialidade.........................................187
Letícia Bottura Calvoso

11. SOBRE AFETOS, COM AFETO: manifesto por uma ciência afetiva................................................................................................221
Karen Eduarda Alves Venâncio

12. NAS TESSITURAS RELACIONAIS: os afetos em sua dimensão ético-política..................................................................................229
Aline Daniele Hoepers

ÍNDICE REMISSIVO ...................................................................................239

SOBRE OS AUTORES................................................................................243

ALINE DANIELE HOEPERS
Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestra e Doutora em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da mesma Universidade (UEM), na área de concentração Constituição do Sujeito e Historicidade e na linha de pesquisa Subjetividade e Práticas Sociais na Contemporaneidade. Possui Especialização lato sensu em Proteção Social pela Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí (FAFIPA/UNESPAR). Exerce função de psicóloga judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP). Docente no curso de Psicologia da Toledo Prudente Centro Universitário, onde também coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Psicologia Social. Foi professora substituta no Departamento de Psicologia Social da UNESP, Campus Assis (2021). Possui histórico de atuação profissional no Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e na Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR). Associada da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO). Membro do grupo de pesquisa Psicologia Social dos Afetos, vinculado ao Departamento de Psicologia (UEM). Atua como parecerista “ad hoc” em periódicos científicos. Dedica-se a pesquisas relacionadas a violências domésticas, psicologia social, afetos, gênero e interseccionalidade. Atualmente, realiza estágio pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação em Psicologia (UEM), onde desenvolve a pesquisa intitulada “Confluências utópico-insurgentes: do universo dos sistemas opressivos que perpetuam violências domésticas vividas por mulheres a um pluriverso comprometido com a justiça social”.

ANA CÉLI PAVÃO GUERCHMANN
Doutora em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá/PR - UEM (2020). Mestre em Psicologia pela mesma instituição (2015). Especialista em Gestão e Práticas de Recursos Humanos pela Pontifícia Universidade Católica de Londrina/PR – PUC (2009). Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário Filadélfia de Londrina/PR - UNIFIL (2004). Atua como Docente da Kroton Educacional, na Universidade Pitágoras UNOPAR de Londrina/PR, e na Anhanguera Educacional, ambas nas modalidades Ensino à Distância e presencial. Atualmente, está como Professora Colaboradora na Universidade Estadual de Londrina – UEL, alocada no departamento de Psicologia Social e Institucional, supervisionando estudantes dos últimos anos do curso no estágio com ênfase em institucional, voltado à Psicologia Organizacional e do Trabalho. Participa como Professora convidada do projeto Perspectivação – modelo educacional do Instituto Superior de Administração e Economia –ISAE de Londrina/PR, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas – FGV. Atuou como Docente do Instituto de Ensino Superior de Londrina/PR – INESUL, onde ministrou aulas para o curso de MBA em Gestão de Pessoas, bem como exerceu a função de coordenadora do curso em determinado período. Atualmente é convidada a ministrar treinamentos organizacionais. Atuou na área de Gestão de Pessoas em organizações. Apresenta experiência e interesse na área acadêmica, com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional, Psicologia Social, Gestão de Pessoas, Comportamento Organizacional. Apresenta interesse de pesquisa em Psicologia do Trabalho e em Organizações, Psicologia Social, Identidade, Subjetividade, Trabalho e Afetos.

BETHÂNIA CABRERA DE SOUZA BORTOLATO
Possui Graduação em Tecnologia em Gestão Estratégica de Organizações pela Universidade Paranaense (2008) com Pós-Graduação em Administração com Ênfase em Marketing e Finanças pela Universidade Paranaense (2010) e Graduação em Psicologia pela Universidade Paranaense (2014) em Umuarama/PR. Atualmente é Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Estadual de Maringá – UEM, na área de Psicologia Social das Emoções.

EDUARDO AUGUSTO TOMANIK
Licenciado e Bacharel em Psicologia, Mestre em Psicologia Comunitária e Doutor em Psicologia Social. Foi professor associado da Universidade Estadual de Maringá, atuando no curso de Graduação em Psicologia e nos Programas de Pós-Graduação em Administração, Enfermagem e Psicologia (Mestrados) e Ecologia (Mestrado e Doutorado). Atuou principalmente nas áreas de Psicologia Social e de Metodologia Científica e com temas como Representações Sociais, Ambiente e Processos Sociais. Aposentou-se em outubro de 2011. Atualmente é Professor Voluntário no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Estadual de Maringá (Mestrado e Doutorado), desenvolvendo estudos e orientando trabalhos na área da Psicologia Social dos Afetos.

KAREN EDUARDA ALVES VENÂNCIO
Doutoranda e Mestra em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá, linha de pesquisa Subjetividade e Práticas Sociais na Contemporaneidade. Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. Coordenadora e docente do curso de Psicologia da UMFG (antes denominada FACEC – Faculdade de Administração e Ciências Econômicas). Membra do grupo de pesquisa Hera: grupo de estudos em Psicologia Social dos Afetos. Atuou como representante suplente do Conselho Regional de Psicologia/PR no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Paraná (2019-2021), Coordenadora da Diretoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres no município de Paiçandu/PR (2020-2021) e docente no curso de graduação em Psicologia na Faculdade de Tecnologia e Ciências do Norte do Paraná – UniFatecie (2020-2023). Realiza pesquisas que abarcam as temáticas da Psicologia Social do Afetos, Violências contra mulheres, Gênero, Raça e Trabalho Doméstico.

LAURA FERREIRA LAGO
Mestre em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá, possui graduação em psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (2008). É especialista em Gestão de Políticas Públicas para criança e adolescente e em Psicanálise. Atua profissionalmente como psicóloga no Tribunal de Justiça do Paraná no Núcleo de Atendimento Especializado à Criança e ao Adolescente. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social. Trabalha com teatro e outros fazeres culturais.

LETÍCIA BOTTURA CALVOSO
Doutoranda e Mestra em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá, área de concentração: Constituição do Sujeito e historicidade. Pós-graduada em Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional pela UniFCV (Faculdade Cidade Verde) e graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. Coordenadora e docente do curso de Psicologia da Faculdade UMFG (antes denominada FACEC – Faculdade de Administração e Ciências Econômicas), em Cianorte-PR. Coordenadora do Núcleo Regional Noroeste Paraná da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO). Membra do grupo de pesquisa Hera: grupo de estudos em Psicologia Social dos Afetos. Membra da Comissão de Saúde Mental e do Conselho de Promoção da Igualdade Racial do município de Cianorte-PR. Atuou como docente no curso de Psicologia da Faculdade de Presidente Prudente (FAPEPE) entre 2020 e 2021. Atuou no ano de 2020 como membra da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia – Maringá/PR. Trabalha com temas relacionados à Psicologia Social, Psicologia Social dos Afetos, Metodologia e Epistemologia da Psicologia, Feminismos e Estudos Decoloniais.

MARIANA HAUSER DE CASTILHO
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (2009), Pós-Graduação em Gestão de Pessoas pela Faculdade Cidade Verde (2012), Mestrado em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (2019). Atualmente é Psicóloga clínica – M. V. H. F. Clínica de Psicologia e Psicóloga judiciária – Tribunal de Justiça de São Paulo.

REGIANE CRISTINA DE SOUZA FUKUI
Doutora pelo programa de Pós-Graduação em Psicologia (UEM) com estágio de Doutorado no exterior (viabilizado pela CAPES), na Università Degli Studi di Ferrara, Ferrara – Emilia Romagna – Itália. Mestre e Graduada em Psicologia. Professora Adjunta do Departamento de Psicologia - DPI - UEM; orientadora de Estágio em Formação Profissional, Práticas de Pesquisa em Psicologia I e II, projetos de iniciação científica – PIC, PIBIC e PIBIC – EM. Líder do Grupo de Pesquisa GERS – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre as Representações Sociais: teoria, método(s) e práticas; devidamente inscrito no CNPq e certificado pela UEM. Pesquisadora do GIPEEF – Grupo Interdisciplinar de Pesquisa sobre Saúde, Educação e Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco – UNIVASF. Membro do comitê gestor da UEM sobre a política institucional para refugiados e imigrantes. Autora de capítulos de livros e artigos científicos em periódicos especializados. Atualmente os temas de pesquisa e interesse são: movimentos migratórios; políticas públicas e institucionais sobre migrações e refúgio; representações sociais, cultura e migrações; psicologia e trabalho.

THIAGO OHARA
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (2010). Pós-graduado em Psicanálise pela Unicesumar (2011) e em Proteção Social pela UNESPAR (2013). Mestrado em Psicologia Social pela Universidade Estadual de Maringá (2017). Doutorando do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Estadual de Maringá. Pesquisa principalmente os seguintes temas: representações sociais – emoções – medo – pós-modernidade. Atua como psicólogo da Prefeitura Municipal de Londrina no cargo de promotor de saúde pública.