Capa do livro: A PRODUÇÃO DO TERRITÓRIO E DA MORADIA NO QUILOMBO BOM JARDIM DA PRATA

A PRODUÇÃO DO TERRITÓRIO E DA MORADIA NO QUILOMBO BOM JARDIM DA PRATA

Autores: Marques, Amaro Sérgio

A zona rural do município de São Francisco, norte de Minas Gerais, entre os rios Acari e Pardo, desde o período da colonização, serviu de uma espécie de refúgio e de resistência ao sistema escravocrata com a formação do quilombo de Bom Jardim da Prata. O presente trabalho espera analisar o processo de formação dessa comunidade quilombola, bem como a produção do espaço, da moradia e suas territorialidades. Para tanto utilizou-se do método etnográfico e da história oral para a coleta de dados com os moradores da comunidade. Não existem até o presente momento dados estatísticos sobre essa comunidade, todavia estima-se a presença de 630 famílias que vivem em pequenos sítios dispersos ou em três vilas mais adensadas no território. Não obstante, sempre existiram, além dos negros, outros moradores como índios e brancos, que percorriam essa região e fundaram, desde os primórdios fazendas para a criação de gado e núcleos urbanos. No entanto, a partir da década de 1950, novos arranjos econômicos mudaram a forma de apropriação do território, gerando novas territorialidades, principalmente com o processo de cercamento promovido pelos grandes fazendeiros. Parte dos antigos moradores do quilombo ficou ilhada em meio a médias e grandes propriedades rurais, muitas vezes, sem condições de continuar utilizando as áreas anteriormente ocupadas de forma coletiva pelos seus ancestrais.

Impresso
de R$ 105,39 por
R$ 91,03
Digital
de R$ 105,39 por
R$ 73,77

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-4847-2
ISBN DIGITAL:978-65-251-4848-9
DOI: 10.24824/978652514847.2
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 178
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

  • PREFÁCIO - 17
  • INTRODUÇÃO  - 19
  • FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO E DE SEUS CONFLITOS - 33
  • ESTRUTURA ATUAL DO TERRITÓRIO QUILOMBOLA - 49
  • ESPAÇOS E NARRATIVAS COMPARTILHADOS - 87
  • ORGANIZAÇÃO POLÍTICA E COMUNITÁRIA - 101
  • MORADIAS E SUA PRODUÇÃO - 115
  • ENTRE O PROJETO DE AUTONOMIA E A DETERMINAÇÃO EXTERNA - 139
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS - 153
  • REFERÊNCIAS DAS ENTREVISTAS - 157
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS - 159
  • ÍNDICE REMISSIVO - 175

AMARO SÉRGIO MARQUES

Natural de Montes Claros, vive na cidade do Rio de Janeiro, onde atua como professor do quadro permanente da PUC Rio. Mestre em Desenvolvimento Social pela Unimontes, MG e Doutor em Arquitetura e Urbanismo pela UFMG, o professor e arquiteto, desenvolve pesquisas sobre Territórios e Territorialidades Negras. Ainda, têm atuado no apoio às lideranças quilombolas e ao movimento negro, bem como no combate ao racismo e a quaisquer formas de discriminação.