Capa do livro: Manoel Bomfim e Manuel de Oliveira Lima:<br> Bolivarismo, monroismo e américa latina

Manoel Bomfim e Manuel de Oliveira Lima:
Bolivarismo, monroismo e américa latina

Autores: José Geraldo dos Santos

Se o historiador José Geraldo dos Santos, com O Brasil indígena e mestiço de Manoel Bomfim (2020), já revelara a importância da obra de Manoel Bomfim para o debate sobre a luta antirracista e anti-imperialista, no Brasil do século XXI, agora, amplifica suas reflexões bomfinianas em um sofisticado estudo comparativo das concepções historiográficas de M. Bomfim e M. Oliveira Lima em torno do pan-americanismo e de suas relações com a América Latina.
Ao analisar as duas vertentes interpretativas conflitantes sobre a formação das suas nacionalidades e constituição racial da América Latina, o pesquisador reafirma que Manoel Bomfim compreendia que o meio natural e a presença de índios, negros e mestiços nos países sul-americanos não podem ser entendidos como obstáculos ao progresso, em contraposição à obra de Oliveira Lima que, tributário da doutrina da desigualdade das raças, posicionava-se contrário às mesclas raciais que envolviam os elementos humanos “inferiores”.
Entretanto, mesmo díspares nas análises sobre aspectos raciais e sociais, suas historiografias confluíram na crítica ao pan-americanismo estadunidense, especialmente a Doutrina Monroe, e na aproximação com a proposta bolivariana de integração dos países da América Latina.
Consolidando-se como um dos principais intérpretes da obra bomfiniana, o autor, com este livro, possibilita-nos reflexões relevantes para a superação dos ranços coloniais e racistas no Brasil contemporâneo, em direção a um país antirracista e com uma política externa independente no concerto das nações.
 
Antônio Fernando de Araújo Sá
Professor Titular do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História, da Universidade Federal de Sergipe

Impresso
de R$ 90,00 por
R$ 78,00
Digital
de R$ 90,00 por
R$ 63,00

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-4893-9
ISBN DIGITAL:978-65-251-4891-5
DOI: 10.24824/978652514893.9
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 336
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

  • PREFÁCIO - 15
  • INTRODUÇÃO - 17
  • CAPÍTULO 1 MANOEL BOMFIM, UM INTELECTUAL NUNCA ESQUECIDO E MANUEL DE OLIVEIRA LIMA, O DIPLOMATA E HISTORIADOR QUE ZIGUEZAGUEOU ENTRE O AMERICANISMO E O ANTIAMERICANISMO - 31
  • CAPÍTULO 2 AS CONCEPÇÕES HISTORIOGRÁFICAS DE MANOEL BOMFIM E MANUEL DE OLIVEIRA LIMA SOBRE O BOLIVARISMO E A DOUTRINA MONROE EM SUA FASE INICIAL - 75
  • CAPÍTULO 3 A REINTERPRETAÇÃO DA DOUTRINA MONROE A PARTIR DOS COROLÁRIOS POLK, OLNEY E ROOSEVELT E AS CONFERÊNCIA PAN-AMERICANAS E AS CONCEPÇÕES HISTORIOGRÁFICAS DE MANOEL BOMFIM E MANUEL DE OLIVEIRA LIMA ACERCA DESTAS QUESTÕES - 131
  • CAPÍTULO 4 A AMÉRICA LATINA VISTA A PARTIR DOS PARADIGMAS RACIAIS DE MANOEL BOMFIM - 203
  • CAPÍTULO 5 MANUEL DE OLIVEIRA LIMA E SUA CONCEPÇÃO HISTORIOGRÁFICA SOBRE A AMÉRICA LATINA A PARTIR DO SEU REFERENCIAL RACIALISTA BASEADO NA TEORIA DA DESIGUALDADE DAS RAÇAS E NO DETERMINISMO GEOGRÁFICO DE THOMAS HENRY BUCKLE - 253
  • CONCLUSÃO - 303
  • REFERÊNCIAS - 313
  • ÍNDICE REMISSIVO - 329
JOSÉ GERALDO DOS SANTOS

Nasceu em 19 de dezembro de 1960, na cidade de Guiricema, Minas Gerais. É Licenciado e Bacharel em Ciências Sociais pelo IFCH-UERJ, possui Especialização em Ensino de Sociologia pela FE-UFRJ (2013), Mestre e Doutor em História pelo PPGH-UNIVERSO (2017-2022). É Professor Aposentado de Sociologia da SEEDUC-RJ e de História da SEMEC-Itaboraí-RJ. É Diretor da Associação Profissional dos Sociólogos do Estado do Rio de Janeiro (APSERJ).