Capa do livro: DESCOLONIZAÇÃO E EDUCAÇÃO<BR>Diálogos e proposições metodológicas

DESCOLONIZAÇÃO E EDUCAÇÃO
Diálogos e proposições metodológicas

Autores: Narcimária Correia do Patrocínio Luz (Org)

livro impresso
de R$ 50,29 por
livro digital
de R$ 50,29 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Descolonização e Educação: diálogos e proposições metodológicas é um livro que pretende compartilhar alguns frutos viçosos e saborosos, que colhemos durante a trajetória do grupo de pesquisa do Programa Descolonização e Educação (PRODESE). É um livro dedicado aos educadores que precisam acreditar na vida, e na maturidade que a acompanha, a partir dos seus solos de origem, do que somos como povo com características pluriculturais. As frutas que caem lentamente (parafraseando o Mestre João Grande) já anunciam o ciclo da vida. Se assumimos o compromisso de sermos educadores, que seja reconhecendo o mistério que nos transforma em sementes, anunciando e promovendo um futuro pleno.

É assim que a equipe de pesquisadores do PRODESE se sente no contexto científico-acadêmico, ou seja, reconhece nas crianças e jovens brasileiros as sementes do amanhã, metaforicamente, frutos que podem dar continuidade a outras sementes que gerem vida, descendência e dignidade, assegurando o direito à alteridade civilizatória às gerações sucessoras.


 

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-666-3
DOI: 10.24824/978858042666.3
Ano de edição: 2013
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 248
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

DESCOLONIZAÇÃO E EDUCAÇÃO<BR>Diálogos e proposições metodológicas

Autores

ANA RITA SANTIAGO

Doutora em Letras (UFBA). Mestre em Educação e Contemporaneidade da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). É especialista em Língua e Literatura (UFBA- 1997) e em Metodologia do Ensino Superior (UNEB-2003). Professora Adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).  Atualmente é Pró-reitora de Extensão e professora adjunta do Centro de Formação de Professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. É presidente da Associação de Pesquisadoras Negras da Bahia.

 

 

HENRIQUE CUNHA JÚNIOR

Estudou Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1979) e engenharia elétrica na Escola de Engenharia de São Carlos - Universidade de São Paulo (1975). Realizou mestrado em Engenharia Elétrica (1980) e mestrado em Historia - Universite de Nancy I (1981) e Doutoramento em Engenharia Elétrica pelo Instituto Politécnico de Loraine (1983). Realizou especialização em Economia na Escola de Arte e Metiers de Nancy (1983). Prestou concurso de professor efetivo na USP em 1990. Apresentou tese de Livre Docência na EESC - USP em 1993. É Professor Titular da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica em máquinas elétricas, sistemas de controle, automação industrial, tração elétrica e ensino de engenharia elétrica. Trabalha em pós-graduação e pesquisa em Educação Brasileira, na Universidade Federal do Ceará.

 

 JACKELINE PINTO AMOR DIVINO

Mestra em Educação e Contemporaneidade pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Coordenadora Pedagógica da Associação Crianças Raízes do Abaeté. Pesquisadora pelo Programa Descolonização e Educação – PRODESE desde 1997. Coordenadora do projeto Dayó: compartilhando a alegria socioexistencial em comunalidades afro-brasileiras no âmbito da Associação Crianças Raízes do Abaeté-Acra(2010-2012)

 

JANICE DE SENA NICOLIN

Doutoranda e Mestra em Educação e Contemporaneidade (UNEB); Licenciada em Letras Vernáculas com Francês (UFBA); Especialização em Educação Infantil (UNEB); Pesquisadora colaboradora do Programa Descolonização e Educação UNEB/CNPQ; Professora de Língua Portuguesa do Estado da Bahia; Escritora; Teatróloga e fundadora do Grupo Teatral Artebagaço e da Associação Artístico-Cultural Odeart; Coordenadora dos projetos de artístico-culturais de educação da Odeart; Professora da Faculdade Montessoriano de Salvador nas disciplinas Currículo e Programa, Fundamentos e Metodologias dos anos iniciais em Língua Portuguesa.

 

JANUÁRIA AVELINA CORREIA DO PATROCÍNIO

Pintora e poetisa. Nos anos 1940 realizou cursos livres na Escola de Belas Artes na Universidade Federal da Bahia, Graduada em Geografia pela Universidade Católica de Salvador, Especialização em Psicopedagogia pela Universidade Federal da Bahia. Professora de Geografia na graduação da Universidade Católica de Salvador (1976-1978), coautora do livro Identidade Negra e Educação. Salvador: Ianamá,1990,autora do livro Mil Cores, Mil Folhas. Salvador: EDUNEB, 2009. Já realizou três exposições individuais em Salvador, em espaços organizados pelo PRODESE em (2005 e 2009) e suas pinturas integram acervos particulares no Brasil e exterior.

 

MILLE CAROLINE RODRIGUES FERNANDES

Pedagoga/Psicopedagoga. Mestra em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB Campus I. Pesquisadora do Grupo PRODESE/UNEB/CNPQ – Programa Descolonização e Educação; Pesquisadora de Comunidades Quilombolas pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia/ Coordenação de Educação para as Relações Ético-raciais e Diversidade.

 

MAGNALDO OLIVEIRA DOS SANTOS

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade – PPGEDC – Linha de Pesquisa I – Processos Civilizatórios, Educação, Memória e Pluralidade Cultural – Universidade do Estado da Bahia – UNEB; Pesquisador do Programa Descolonização e Educação – PRODESE; Especialista em História e Cultura Africana e Afro-brasileira pela Fundação Visconde de Cairu; Especialista em Consciência e Educação pela Fundação Ocidemnte - ISEO; Consultor pela Secretaria Municipal de Educação de Salvador (SMEC) – CRE – Liberdade em Africanidades e Lei 10.639/03. Professor Convidado da Faculdade D. Pedro II na disciplina História e Cultura Africana no Curso de Pedagogia.

 

MARCO AURÉLIO LUZ

 Possui os títulos de Elebogi na Comunidade terreiro Ile Asipá e de Oju Oba no Ilê Ase Opô Afonjá. É cofundador da comunidade-terreiro e da Sociedade civil, acompanhando o Alapini Mestre Didi, desde quando se conheceram em 1974. Além dessa participação e compromisso comunitário,o Elebogi estende sua atuação em atividades acadêmicas e socioculturais, a saber: escultor da arte sacra afro-brasileira,Filósofo, Doutor em Comunicação; Pós-Doutorado em Ciências Sociais Paris V-Sorbonne-CEAQ-Centre D’Etudes sur L’actuel du Quotidien. Foi professor da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, do Instituto de Artes e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense-UFF e da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia onde criou na Pós-Graduação e Graduação a Linha de Pesquisa Educação e Pluralidade Cultural, de onde se desdobra o PRODESE.

 

MÁRCIO NERY DE ALMEIDA

Mestre em Educação e Contemporaneidade pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade – PPGEDC – Linha de Pesquisa I – Processos Civilizatórios, Educação, Memória e Pluralidade Cultural – Universidade do Estado da Bahia – UNEB. Pedagogo, Professor da Rede Municipal de Ensino de Salvador, Vice-Diretor do Segmento de Educação de Jovens e Adultos (SEJA) na Escola Municipal Profª Maria José Fonseca, em Sussuarana.

 

NAIÁRA DOS SANTOS BITTENCOURT

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia, pesquisadora do Programa de Descolonização e Educação (PRODESE) que faz parte do diretório de grupos de pesquisa do Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPQ e integrante do Núcleo de Tecnologia Educacional- NUTE do Instituto Steve Biko. Atualmente é auxiliar de coordenação do Instituto Cultural Steve Biko e educadora social na Associação Crianças Raízes do Abaeté-ACRA, onde desenvolve novas perspectivas de linguagens através do legado afro-brasileiro.

 

NARCIMÁRIA CORREIA DO PATROCÍNIO LUZ

Graduada em Pedagogia, Mestrado em Educação (UFBa), Doutorado em Educação(UFBA), Pós-Doutorado em Comunicação e Cultura/UFRJ; Estudou  aspectos da Sociologia do Cotidiano com o professor Michel Maffesoli no Centre d'Etude sur l'Actuel et le Quotidien-Paris V Sorbonne, CEAQ na Sorbonne(1990-1991). Professora Titular Plena do Departamento de Educação do Campus I da Universidade do Estado da Bahia-UNEB. Desenvolveu pesquisas com incentivo do Instituo Nacional de Estudos e Pesquisas-INEP(1987-1990), Conselho Nacional de desenvolvimento Científico e tecnológico-CNPq(2006-2008), Fundação Biblioteca Nacional-FBN(2008-2009). Coordenadora do PRODESE - Programa Descolonização e Educação grupo de pesquisa que integra o Diretório de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Concebeu e coordenou  a publicação SEMENTES Caderno de Pesquisa (2000-2005) espaço de publicação visando a divulgação das pesquisas do PRODESE.

 

RONALDO MARTINS DOS SANTOS

Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Licenciado em Desenho e Artes Plásticas pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, pesquisador do PRODESE – Programa de Descolonização e Educação da UNEB/CNPq, professor de Artes da Secretaria de Educação do Estado da Bahia. Há mais de vinte anos Ronaldo Martins vem desenvolvendo estudos e exposições sobre arte e cultura afro-brasileira. Algumas imagens de quadros, esculturas, desenhos, catálogos de exposições de Ronaldo Martins, apresentados no Brasil, Alemanha e França, podem ser vistas em: http://ronaldomartinss.blogspot.com.br. Entre as realizações de Ronaldo Martins destaca-se o livro AGBON: arte, beleza e sabedoria ancestral africana. Educação e Pluralidade Cultural, fruto da sua vivencia como educador em uma escola pública e como pesquisador do PRODESE no Mestrado em Educação e Contemporaneidade, obra com 194 páginas, publicada pela Editora da Universidade do Estado da Bahia – EDUNEB em 2008.

 

ROSÂNGELA ACCIOLY LINS CORREIA

Graduada em Pedagogia com habilitação em Educação Infantil pela Universidade do Estado da Bahia, Mestranda do Programa de Pós-graduação em Educação e Contemporaneidade da Universidade do Estado da Bahia-UNEB; pesquisadora do Programa Descolonização e Educação-PRODESE Professora no município de Lauro de Freitas. Autora do projeto Akpalô Nossa História, 2011 no município de Lauro de Freitas na Bahia, selecionado para o Prêmio Nacional Arte Na Escola Cidadã, entre os cinco a Área de Educação e finalista do XIII Prêmio Arte na Escola Cidadã(2012).O projeto Akpalô também recebeu o Prêmio “Orirerê – Cabeças Iluminadas 2012”, uma promoção da Secretaria  da Educação do Paraná, Secretaria Municipal de Educação de Curitiba, Fórum Permanente de Educação para as Relações Étnico-Raciais, Conselho Municipal e Estadual de Educação de Curitiba no Paraná.

 

SÉRGIO RICARDO SANTOS DA SILVA - BAHIALISTA

Mestre em Educação e Contemporaneidade do Programa de Pós Graduação em Educação e Contemporaneidade da Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (2006) e especialização em Psicopedagogia Escolar e Clínica (2009). Atualmente é Coordenador Pedagógico de Educação de Jovens e Adultos (EJA) ensino fundamental I, pelo Programa SESI Educação do Trabalhador - Serviço Social da Industria - BA, pesquisador do PRODESE - Programa Descolonização e Educação CNPQ/UNEB, Coordenador Pedagógico do Projeto Cordel na Boca, na comunalidade da Boca do Rio - Salvador/BA, músico e cordelista. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação para cidadania, Literatura de Cordel na educação, arte educação, produção cultural, alfabetização de EJA e rap nordestino; pesquisador do Programa Descolonização e Educação – PRODESE; integrante da Rede de Arte-Educação Ser-tão Brasil e Bumbá Formação Artística - Coordenador Pedagógico Projeto Cordel na Boca – Ministério da Cultura.

 

VALDÉLIO SANTOS SILVA

É graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia, Mestrado em Sociologia e Doutorado em Estudos Étnicos e Africanos. Professor Adjunto da Universidade do Estado da Bahia. Participou da concepção e execução dos seguintes  projetos: Mapeamento de Sítios e Monumentos Religiosos Negros da Bahia; Campos Negros - Identificação e Cadastramento das Comunidades Negras Rurais da Bahia; Políticas de Cotas e Ações Afirmativas na Universidade do Estado da Bahia. Membro do Movimento Negro Unificado – MNU desde 1987. Presidente da Sociedade Civil do Terreiro do Cobre. Recebeu da Câmara de Vereadores de Salvador em 2012 a Medalha Zumbi dos Palmares.