Capa do livro: Abordagens interpretativas da música sinfônica de Beethoven sob o prisma da música antiga

Abordagens interpretativas da música sinfônica de Beethoven sob o prisma da música antiga

Autores: William Coelho de Oliveira

Com um estilo claro e fluente, este livro apresenta uma análise detalhada dos elementos interpretativos e expressivos das sinfonias de Beethoven no contexto da tradição musical do século XVIII. Ao investigar o uso da retórica musical pelo compositor, o livro se distingue de abordagens anacrônicas da obra de Beethoven, fortemente influenciadas pelos ideais estéticos do Romantismo, e propõe novas perspectivas sobre suas práticas de performance. Através dos códigos e preceptivas que regeram a poética musical do século XVIII – presentes nos manuais clássicos e nos tratados dos teóricos musicais do referido período – e considerando questões como tempo, articulação, ornamentação, dinâmica, entre outros aspectos expressivos, o autor fornece uma valiosa fonte de referência para regentes, musicólogos, intérpretes, bem como para todos os interessados em aprimorar sua compreensão e apreciação das obras de Beethoven.



Digital
R$ 0,00

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 0 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-4456-6
ISBN DIGITAL:978-65-251-4457-3
DOI: 10.24824/978652514456.6
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 194
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

  • PREFÁCIO - 9
  • INTRODUÇÃO - 13
  • CONCEITOS-CHAVE PARA A PERFORMANCE DA MÚSICA ANTIGA - 17
  • A PRÁTICA DA MÚSICA ANTIGA NA ORQUESTRA - 35
  • POÉTICA MUSICAL DE BEETHOVEN - 83
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS - 181
  • ÍNDICE REMISSIVO - 191
WILLIAM COELHO DE OLIVEIRA

Doutor em musicologia e bacharel em regência pela USP, é maestro preparador do Coro da Osesp e regente titular da Eos Música Antiga USP, orquestra especializada no repertório dos séculos XVII e XVIII, e da Orquestra Joseense. Foi professor de regência coral na pós-graduação da Faculdade Paulista de Artes; de Harmonia, Contraponto e Percepção da Universidade Federal de Juiz de Fora; e professor de Canto Coral da UNESP. É regente convidado de orquestras como a Osesp, a Sinfônica da USP e a Sinfônica de Piracicaba.