Capa do livro: IMPLICAÇÕES POLÍTICAS DA PSICOLOGIA

IMPLICAÇÕES POLÍTICAS DA PSICOLOGIA

Autores: Bruno Carvalho Pereira - Daniela Bezerra Rodrigues - Anuska Irene de Alencar (Organizadores)

Esta obra se propõe a discutir Psicologia, como ciência e profissão, e suas interfaces com a política. Tal tema, podemos dizer, ocupa uma posição secundária na representação social do que é ser psicólogo, que, de acordo com essa imagem limitada, teria sua prática focada sobre o sofrimento individual. Contudo, principalmente após os anos 2000, a psicologia brasileira aumentou sensivelmente sua participação nas políticas públicas nacionais, especialmente por meio da inserção no SUS e SUAS, ampliando a necessidade de adequação das práticas psi às exigências desses novos contextos. Além disso, a última década no país tem sido marcada por uma sequência de acirramento de conflitos eminentemente políticos; das marchas de junho de 2013, passando pelo impeachment de 2016, ao ressurgimento de uma extrema direita militarista, conservadora e antidemocrática. Assim, na esteira dos acontecimentos deste início do século XXI, o Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Norte publica neste livro um recorte em oito capítulos das reverberações, interligações e implicações entre Psicologia e Política.



Digital
R$ 0,00

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-3968-5
ISBN DIGITAL:978-65-251-3969-2
DOI: 10.24824/978652513968.5
Ano de edição: 2023
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 154
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

IMPLICAÇÕES POLÍTICAS DA PSICOLOGIA
ANUSKA IRENE DE ALENCAR
Possui graduação em Psicologia, mestrado e doutorado em Psicobiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente é psicóloga da UFRN. Foi docente em cursos de psicologia, nutrição e enfermagem. Foi psicóloga da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS – Natal), foi conselheira do CRP 17 de 2013 a 2016.

BRUNO CARVALHO PEREIRA
Psicólogo pela Universidade de Passo Fundo. Mestre em psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atuou como acompanhante terapêutico de em Passo Fundo/ RS e região pela Clínica Recupperar, no atendimento à dependência química. Trabalhou durante um semestre como psicólogo social para empresa Comunicarte Marketing Cultural e Social, atuando junto à comunidades pesqueiras no litoral do Ceará, pelo Plano de Compensação da Atividade Pesqueira. Foi conselheiro do CRP de 2013 a 2016. Atualmente é tutor de práticas na área da saúde do curso de psicologia na Universidade Potiguar.

DANIELA BEZERRA RODRIGUES
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Mestranda do Programa de Pós-graduação em Psicologia da UFRN. Membro do Grupo de Pesquisa Marxismo & educação e do Observatório da População Infantojuvenil em Contextos de Violência da UFRN (OBIJUV). Com experiência em direitos humanos, contextos de atendimento à vítima de violência e violação de direitos; adolescentes em conflito com a lei; metodologias participativas de diagnóstico comunitário; geração de renda em comunidades urbana e rural. Atualmente é Presidente do Conselho Regional de Psicologia 17ª região onde é conselheira desde 2013.

ANA ANDRÉA BARBOSA MAUX
Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Psicóloga na 2ª Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Natal/RN e docente da UniFACEX.

ANA CLAUDIA NERY CAMURI NUNES
Doutora em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Mestre em Psicologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e graduada em Psicologia pela mesma instituição. Atualmente coordena o eixo Violência de Estado da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia representando este órgão no Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Tortura da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Lecionou como professora convidada na UERJ e na Universidade Santa Úrsula (USU). Já esteve como docente convidada na PUC-Rio e na UNAMA/PA, onde ministrou módulos em especializações lato sensu de Psicologia da Saúde e de Psicologia Jurídica respectivamente. Atuou como consultora de pesquisa para Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e como Acompanhante Terapêutico para o Grupo Tortura Nunca Mais/RJ. Prestou serviços como Psicóloga-Pesquisadora para a ONG Médicos Sem Fronteiras. Na área de pesquisa seus temas de interesse são: a genealogia das praticas psi no campo social com ênfase nas áreas da saúde e no campo jurídico, assim como na execução penal e na execução de medidas socioeducativas. Tortura. Direitos humanos.

ANA LUDMILA FREIRE COSTA
Graduada, mestrado e doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Realizou estágio pós-doutoral na mesma instituição. Atualmente é professora adjunta da UFRN.

ANNA CAROLINA VIDAL MATOS
Psicóloga. Doutoranda em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atuou como colaboradora do CRDH/UFRN e, atualmente, é psicóloga do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) no município de Natal/RN e psicóloga do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel do estado do Rio Grande do Norte.

BRUNO SIMÕES GONÇALVES
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, desenvolveu projetos na área de Ciências da Religião, nos quais pesquisou novos paradigmas religiosos e zen-budismo, obtendo prêmio de melhor pesquisa nos anos de 2002 e 2003. Possui mestrado com a questão da identidade e resistência de caipiras na cidade de São Luis do Paraitinga, é doutor estudando o pensamento crítico Latino Americano com especial ênfase nos pensadores José Carlos Mariátegui (1894-1930) e Anibal Quijano (1928-), ambos na Faculdade de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Realizou trabalhos na área de Cooperativismo e Economia Solidária relacionados à saúde mental e geração de renda junto a coletivos de mulheres. Atualmente realiza trabalho de extensão e pesquisa junto a movimentos de luta por território, indígenas e ao movimento negro. É conselheiro do Conselho Regional de Psicologia do Estado de São Paulo, onde coordena o núcleo Questões da Terra, Raça e Etnia. Membro da Associação Brasileira de Psicologia Social, núcleo São Paulo.

CARLOS EDUARDO MENDES
Doutorando em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo, Mestre em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo e graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Desenvolve pesquisa com jovens negras da periferia, em comunidades tradicionais (indígenas e quilombolas) na Ilha do Bananal, no Mato Grosso e Goiás. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social.

ÉDIO RANIERE DA SILVA
Pós-Doutorado em Filosofia pela Université Paris-Nanterre. Doutor em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais – PPGAVI – e professor Adjunto do Curso de Psicologia da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, onde coordena o Laboratório de Arte e Psicologia Social: LAPSO. Encontra na Ecologia das Imagens de Anne Sauvagnargues e na Filosofia da Diferença de Gilles Deleuze importantes intercessores. Suas pesquisas mais recentes concentram-se em dois eixos temáticos: 1) Ressonâncias entre processos de criação e processos de subjetivação; 2) Medidas Socioeducativas.

FERNANDA CAVALCANTI DE MEDEIROS
Psicóloga. Doutora em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Atuou durante três anos como profissional de Psicologia do Centro de Referência em Direitos Humanos da UFRN (CRDH/UFRN).

IONARA DANTAS ESTEVAM
Possui Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba, Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba, Especialização em Desenvolvimento Infantil e seus Desvios pela Universidade Federal da Paraíba, Especialista em Psicologia Clínica pelo Conselho Federal de Psicologia, Graduação em Psicologia pelo Centro Universitário de João Pessoa – UNIPÊ, Graduação em Licenciatura em Psicologia pelo Centro Universitário de João Pessoa-UNIPÊ (1989). Professora Titular da Universidade Potiguar. Tem experiência na área de Psicologia Clínica, Jurídica e Avaliação Psicológica.

ISABEL FERNANDES DE OLIVEIRA
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo e doutorado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora Associada I da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFRN e membro da Diretoria da ANPEPP gestão 2010-2012. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: Teoria Social Marxiana, Políticas sociais, Políticas da Saúde e Assistência Social, formação e atuação de psicólogos.

IVANI FRANCISCO DE OLIVEIRA
Psicóloga, integrante do subnúcleo de Psicologia e Relações Raciais do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP) e membro da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO) núcleo grande ABC.

JOSÉ VANILSON TORRES DA SILVA
Coordenador do Movimento Nacional da População de Rua no Rio Grande do Norte (MNPR/RN). Conselheiro Nacional de Saúde representando o MNPR

KWAME YONATAN POLI DOS SANTOS
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010), no campus de Assis-SP. Mestrado do Programa de Pós-graduação em Psicologia na mesma instituição, Unesp – Assis, na área de Psicologia e Sociedade, na linha de Subjetividade e Saúde coletiva (2014). Foi bolsista Capes/CNPQ e Fapesp. Possui dois livros publicados, “Transversos” e “Feliz para sempre?”.Tem experiência profissional na área de psicologia clínica e com ênfase em psicanálise, atuando principalmente no seguintes temas: saúde mental, relações raciais, medicalização, psicofármacos e sexualidades.

LIDIANE APARECIDA DE ARAÚJO E SILVA
Psicóloga, especializada em Saúde Pública e Estratégia Saúde da Família. Faculdade Santa Marcelina. Participa do sub núcleo de psicologia e relações raciais do CRP-SP.

MAITÊ LOURENÇO RAIMUNDO
Psicóloga, especializanda em Neuropsicologia. Centro Diagnóstico Neuropsicológico. Participa do sub núcleo de psicologia e relações raciais do CRP-SP.

OSWALDO HAJIME YAMAMOTO
Professor Titular do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo; mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte; graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Representante da área da Psicologia da CAPES (2005-2008); Representante Adjunto da área da Psicologia da CAPES (2002-2005); membro do Conselho Técnico Científico da CAPES (2005-2008); Membro do Comitê de Assessoramento da área da Psicologia do CNPq (2009-2012); Pró-Reitor de Planejamento e Coordenação Geral da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2003-2007). Fundador e editor da revista Estudos de Psicologia? Natal (ISSN1413-294X; 1996-2003). Diretor da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia – ANPEPP (2000-2002). Diretor e Membro do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Editores Científicos – ABEC (2002-2007). Tem experiência nas áreas da Psicologia e da Educação, investigando temas relacionados às políticas sociais e a teoria social marxiana. Universidade Federal do Rio Grande do Norte

PEDRO PAULO GASTALHO DE BICALHO
Psicólogo, especialista em Psicologia Jurídica, mestre e doutor em Psicologia. Professor Associado do Instituto de Psicologia, do Programa de Pós-graduação em Psicologia e do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanosda Universidade Federal do Rio de Janeiro. Bolsista de produtividade em pesquisa (CNPq).

SILVIO JOSÉ BENELLI
Professor Associado do Departamento de Psicologia Clínica do curso de graduação em Psicologia e do Programa de Pós Graduação em Psicologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Assis, SP, linha de pesquisa Políticas públicas e produção de subjetividades: processos clínicos e institucionais. Livre Docente em Psicologia Clínica pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Doutor em Psicologia Social pelo IP/USP, São Paulo, SP.

THIAGO COLMENERO CUNHA
Possui graduação em Psicologia (UFRJ), graduação em Pedagogia (UNIRIO), mestrado em Psicologia (UFRJ). Discente do curso de Doutorado do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (bolsista CNPq). Atualmente é supervisor técnico e teórico do projeto de extensão “Construindo um processo de escolhas mesmo quando ‘escolher’ não é um verbo disponível”, do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Vem realizando sua pesquisa de campo do doutorado em duas escolas públicas através de grupo de reflexão com jovens. Tem experiência prática-teórica na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: escola; juventudes; segurança pública; criminalização da pobreza; análise institucional; esquizoanális.

VERIDIANA SILVA MACHADO
Graduada em Psicologia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública; Especialista em Psicoterapia Analítica pelo Instituto Junguiano da Bahia; Mestre em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto – FFCLRP/USP. Atua principalmente nos seguintes temas: Psicologia Social, Psicologia e Cultura, Etnopsicologia, Psicologia e Religião, Cultura afro-brasileira e Relações Étnico-Raciais.