Capa do livro: PSICOLOGIA SOCIAL DO RECONHECIMENTO <br>Coleção Psicologia

PSICOLOGIA SOCIAL DO RECONHECIMENTO
Coleção Psicologia

Autores: Vinicius Furlan - Alfredo César da Veiga (Organizadores)

Na história da Psicologia Social, George Herbert Mead, no início do século XX, sistematiza um debate sobre reconhecimento cuja recuperação resultou central a atual Teoria do Reconhecimento. O reconhecimento conforma uma das categorias clássicas da Psicologia Social e que retorna às suas preocupações nos 1990, na medida em que passou a ocupar lugar central enquanto chave de leitura nos debates em torno das demandas políticas e dos conflitos sociais no interior da teoria social e política, na busca por capturar o caráter distintivo da atual gramática das lutas sociais. A presente obra busca oferecer a multiplicidade de perspectivas e contornos que o reconhecimento tem ocupado no trabalho de diferentes autoras(es) na Psicologia Social da América Latina.

Impresso
de R$ 79,00 por
R$ 68,00
Digital
R$ 0,00

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-3591-5
ISBN DIGITAL:978-65-251-3592-2
DOI: 10.24824/978652513591.5
Ano de edição: 2022
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 224
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

PSICOLOGIA SOCIAL DO RECONHECIMENTO <br>Coleção Psicologia
VINICIUS FURLAN (ORGANIZADOR)
Psicólogo com Pós-doutorado em Estudos Culturais pela USP-SP, Pós-doutorado e doutorado em Psicologia Social pela PUC-SP. Mestre em Psicologia pela UFC e especialista em Epistemologias do Sul pela CLACSO. Professor visitante e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidad Nacional de San Luis - Argentina. Professor do Pós-Graduação em Psicologia Social e Comunidades da UniFatec-PR e do Curso de Psicologia da CEUNSP. Pesquisador-colaborador do Grupo de Pesquisa em Psicologia Política, Políticas Públicas e Multiculturalismo (GEPSIPOLIM/USP), do Grupo Interdisciplinar de Estudos, Pesquisas e Intervenções em Psicologia Social Crítica (o “PARALAXE” /UFC) e Núcleo de Estudos e Pesquisas em Identidade-Metamorfose (NEPIM / PUC-SP). Recebeu o Prêmio “Psicologia e Direitos Humanos” do Conselho Federal de Psicologia. Membro do Grupo de Trabalho (GT) em Psicologia Política da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP).

ALFREDO CÉSAR DA VEIGA (ORGANIZADOR)
Doutor em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutor em História Social pela Universidade de São Paulo. Mestre em Estética e História pela USP. Graduado em Filosofia, Psicologia, Teologia e História.

ALUÍSIO FERREIRA DE LIMA
Psicólogo com Pós-Doutorado, Doutorado e Mestrado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), Especialista em Saúde Mental pela Universidade de São Paulo (USP) e Especialista em Psicologia Clínica pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP/11). É Professor Associado III do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Ceará/UFC, credenciado como Professor Permanente (M/D) do Programa de Pós-Graduação em Psicologia. É atualmente Bolsista de Produtividade em Pesquisa (PQ-1D) do CNPq. Coordena o GT Psicologia Política da ANPEPP. Foi presidente da Associação Brasileira de Psicologia Social - ABRAPSO (gestão 2014/2015) e presidente do Conselho Regional de Psicologia 11ª Região - CRP11 (Gestão 2013-2016).

CARLOS CÉSAR BARROS
Psicólogo, Mestre em Educação e Doutor em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP-SP). Professor Adjunto da Área de Psicologia do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Coordenador do Grupo de Pesquisa Psicologia e Teoria Crítica (Feirafurt-UEFS).

CECÍLIA PESCATORE ALVES
Psicóloga com mestrado (1990) e doutorado (1997) em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professora aposentada da Universidade de Taubaté (desde 2011) e professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no Departamento de Psicologia Social no curso de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social. Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisa de Identidade- Metamorfose (NEPIM) e Vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social. Sócia da Associação Brasileira de Psicologia Social-ABRAPSO, presidente da entidade na gestão: 2000-2001 e vice presidente coordenando a Regional São Paulo por três gestões (1993 - 1994; 1995 -1996; 2010 - 2011).

JOSÉ FERNANDO ANDRADE COSTA
Professor de Psicologia Social Comunitária na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Mestre e Doutor em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (USP-SP). Membro do grupo de pesquisa Psicologia e Teoria Crítica (Feirafurt-UEFS).

LUIS GUSTAVO CUNHA SOUZA
Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Possui Mestrado e Doutorado em Sociologia pela mesma universidade e Pós-Doutorado pelo Institut für Sozialforschung an der Johann Wolfgang Universität (Alemanha). É professor de Sociologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Ciência Política da UFSC e foi pesquisador visitante Institut für Sozialforschung em Frankfurt (Alemanha).

MÓNICA OLAZA
Doutora, mestre e licenciada en Sociología pela Universidad de La República (UDELAR) - Uruguai. Professora de História egresada do Instituto de Profesores Artigas (IPA), docente en regime de dedicação total da Facultad de Psicología da UDELAR, e investigadora nivel I do Sistema Nacional de Investigadores do Uruguay en temas de sujeito e sociedade, interculturalidade e políticas públicas. Obtive o Premio Nacional de Literatura a la Obra Édita em Ciências Socias 2019.

NATHÁRA VIEIRA GONZAGA
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e especialização em Sócio-Psicologia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Atuou como psicóloga na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Bahia.

PEDRO RENAN SANTOS DE OLIVEIRA
Doutor em Psicologia (Social) pela Universidade Federal do Ceará (UFC) – com “doutorado sanduíche” na Universidad Complutense de Madrid (UCM), Espanha. Mestre em Saúde também pela UFC. Especialista com Residência em Saúde da Família e Comunidade pela UECE. Formação e Bacharelado em Psicologia pela UFPE. Atua na docência universitária no campo da Psicologia Social e Política. Quanto às Linhas de Pesquisas tem realizado estudos na interface entre Teorias Críticas da Sociedade, Estudos sobre Colonialidade do Poder e as Racionalidades e Intersubjetividade sobre as relações (e políticas) de Cuidado. É pesquisador-colaborador do Paralaxe/ UFC e Membro do GT Psicologia Política da ANPEPP.

SYLVIA MONTAÑEZ FIERRO
Professora da Facultad de Psicología Universidad de la República - Udelar, Uruguai. Mestre em Ciências Humanas e licenciada em Psicologia e em Filosofia pela Universidad de la República - Uruguai.