Capa do livro: ARROZ NAS TERRAS DO MARANHÃO <br> variedades tradicionais cultivadas por agricultores familiares

ARROZ NAS TERRAS DO MARANHÃO
variedades tradicionais cultivadas por agricultores familiares

Autores: CARLOS MAGNO DOS ANJOS VERAS

O cultivo de variedades tradicionais de arroz, por comunidades quilombolas como cultura de subsistência, consorciado com mandioca, feijão e abóbora teve início com a decadência da agricultura patronal de exportação ainda no período imperial, quando foram promulgadas a Lei Eusébio de Queirós, em 1831, que extinguiu o tráfico negreiro, a Lei do Ventre Livre, em 1871, que dava liberdade aos nascituros, a Lei do Sexagenário, que dava liberdade aos idosos, e finalmente a Lei Áurea, de 1888, extinguindo a escravatura no Brasil. Essas leis promoveram uma crise sem precedentes para uma província iminentemente agrícola e escravocrata, que era a base do seu desenvolvimento econômico e social.

Impresso
de R$ 100,00 por
R$ 86,00
Digital
de R$ 100,00 por
R$ 70,00

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 0 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-3560-1
ISBN DIGITAL:978-65-251-3561-8
DOI: 10.24824/978652513560.1
Ano de edição: 2022
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 132
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

ARROZ NAS TERRAS DO MARANHÃO <br> variedades tradicionais cultivadas por agricultores familiares
CARLOS MAGNO DOS ANJOS VERAS
Doutorado em Agronomia (UNESP, 2015). Especialização em Educação Ambiental, Gestão Participativa de Recursos Hídricos pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Maranhão (2009). Mestrado em Agroecologia pela Universidade Estadual do Maranhão (2005). Especialização em Metodologia do Ensino pela Universidade Federal do Maranhão (1981). Possui graduação em Agronomia pela Universidade Estadual do Maranhão (1977). Atualmente é professor titular do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, atuando principalmente nos seguintes temas: administração, agroecologia, agricultura familiar e meio ambiente. Desenvolve atividades no Centro de Referência em Ciências Ambientais Itapiracó, órgão vinculado à Reitoria do Instituto Federal do Maranhão.