Capa do livro: A IMPORTÂNCIA DA LINGUAGEM NO ENSINO DE CIÊNCIAS:<br>experiências e reflexões

A IMPORTÂNCIA DA LINGUAGEM NO ENSINO DE CIÊNCIAS:
experiências e reflexões

Autores: Rita de Cassia da Luz Stadler

livro impresso
de R$ 53,63 por
livro digital
de R$ 53,63 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Muitas vezes, ao nos referirmos à sala de aula, pensamos apenas na aprendizagem que ocorre com o discente. Todavia, nesse contexto, todos estão a se construir. O professor, sendo também um ser incompleto, está aí em processo de construção de sua subjetividade, ou seja, aprendendo a arte de se relacionar e se tornar, a cada interação, mais humano. Homem e linguagem são realidades inseparáveis. Essa cumplicidade justifica-se pelo fato de que, ao mesmo tempo em que o homem se utiliza de sua linguagem para se fazer “homem”, no sentido de construção do “eu”, construindo assim sua história, sua identidade, interage com outros indivíduos dando-lhes e recebendo visões de mundo. São essas características do homem que o qualificam como ser social. Um ser em constante busca de si mesmo. Isto justifica seu gosto pela aventura e seu fascínio pelo desconhecido. Desconhecido desvendado por meio da intervenção realizada pela linguagem. Logo, o que se busca em cada aula é a compreensão, por essa ser dialógica, ou seja, uma relação de sujeitos na qual há desejo não apenas de conhecer quem é o outro, mas, principalmente, compreendê-lo, pois, o ato pedagógico é um ato dialógico. É necessário deslocar o foco apenas direcionado ao professor, ou apenas ao aluno, pois no contexto escolar o que nos faz sujeitos históricos e sociais é a intercalação de vozes produzidas aí, não importando quem apenas fala, mas todos que participam desse ato dialógico. Essa atitude possibilitará ao educador não apenas verificar sua prática, mas analisar os problemas que ocorrem na relação pedagógica e verificar se os objetivos propostos estão sendo atingidos. Tal constatação servirá de alerta ao professor e ao aluno e, ambos, responsáveis pelo processo de ensino e de aprendizagem, poderão elaborar um projeto para resolução do problema encontrado. Assim, tendo como pano de fundo esse panorama ideológico, que os autores produziram os textos presentes neste livro. Eles são frutos de experiências e reflexões de educadores que ainda acreditam que, por meio da linguagem e do respeito ao outro, poderemos ter a escola desejada por todos.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-569-7
DOI: 10.24824/978858042569.7
Ano de edição: 2012
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 214
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

A IMPORTÂNCIA DA LINGUAGEM NO ENSINO DE CIÊNCIAS:<br>experiências e reflexões

Autores

Nilcéia Ap. Maciel Pinheiro

Graduação em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Especialização em Fundamentos para o Ensino de Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG);  Mestrado em Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Doutorado em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é professora da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, atuando nas seguintes áreas: 1) Cálculo, Álgebra Linear e Geometria Analítica, nas coordenações de Engenharia Mecânica e de Produção; 2) Orientações e pesquisas em Ensino de Matemática e Educação Científica e Tecnológica, junto ao Mestrado Profissional em Ensino de Ciência e Tecnologia. Faz parte do corpo editorial da RBECT (Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. 

Sandra Mara Soares Ferreira

Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Especialização em Educação para alunos com Deficiência Intelectual pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP); Especialização em Educação Especial: Atendimento Educacional Especializado, pela Universidade Federal do Ceará (UFC); Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Professora concursada das redes estadual e municipal de ensino de Ponta Grossa/PR. Tem experiência na área de Educação e Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: atendimento educacional especializado, formação docente, adequação de recursos didáticos, tecnologia assistiva.

Elizabeth Macedo Fagundes

Graduada em Orientação Educacional - OE, e Administração Escolar - AE pelo curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Centro-Oeste (1999, 2002); Especialização em Psicopedagogia e em Supervisão Escolar: Planejamento, Ensino e Avaliação pela Universidade Estadual do Centro Oeste - UNICENTRO (2001, 2002); Mestranda em Ensino de Ciência e Tecnologia pela UTFPR- Ponta Grossa. Possui experiência em Gestão Escolar, Educação Infantil, Educação de Jovens e Adultos - EJA Fase I. É professora da Rede Municipal de Ensino de Guarapuava/PR. No Ensino Superior é professora da Faculdade Guairacá, atuando nas disciplinas de Estágio de Educação Infantil e das Matérias Pedagógicas do Ensino Médio e também na disciplina Estrutura e organização da Escola Básica.  É membro titular da Comissão Própria de Avaliação - CPA da Faculdade Guairacá. É membro Integrante do NDE do curso de Pedagogia - Faculdade Guairacá. Vice-presidente do Conselho Municipal de Educação (CMEG) de Guarapuava, Paraná. Atua na linha de pesquisa de Fundamentos e metodologias para o ensino de ciências e matemática.

Raquel Cristina Serafin Menegazzo

Professora de Ciências da Prefeitura Municipal de Araucária, e Professora de Matemática da Prefeitura Municipal de Curitiba. Possui Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Especialização em Ensino de Física, Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET); Especialização em Metodologia no Ensino de Ciências, Faculdades São Luis. Graduada em Ciências: habilitação em Biologia, pelas Faculdades Reunidas de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas de Palmas (FACEPAL). 

Giovani Fernandes Galvão

Técnico em Eletrônica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná; Licenciado em Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa; Especialista em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal Tecnológica do Paraná e em Engenharia de Sistemas pela Escola Superior Aberta do Brasil. Mestre em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Trabalha atualmente na COPEL Distribuição S.A. e é professor voluntário de ciências e informática educacional. Desenvolve projetos voltados ao desenvolvimento sustentável e voluntariado. Realiza pesquisas com base na utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação por professores de ciências das Séries Iniciais, utilizando as redes sociais da internet e recursos multimídia. 

Angelita Skora

Graduada em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com especialização em Educação Matemática pela mesma instituição; Mestranda em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Professora concursada da rede municipal de ensino de Ponta Grossa. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação docente na área de metodologia do ensino de matemática e anos iniciais do Ensino Fundamental. 

Denise do Carmo Farago Zanotto

Graduação em Ciências - Habilitação em Biologia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Especialização em Educação Ambiental pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Guarapuava (FAFIG); Especialização Técnica em Florais pela Universidade Federal do Paraná (UFPR); Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Professora PDE da rede estadual de ensino, no município de Ponta Grossa - PR, atuando como docente nas disciplinas de Ciências no Ensino Fundamental e Biologia no Ensino Médio. 

Danieli Walichinski

Graduação em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Especialização em Educação Especial pela Faculdade Internacional de Curitiba (FACINTER); mestranda em Ensino de Ciência de Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Professora concursada da rede estadual de ensino do Estado do Paraná. 

Simone Moraes Stange

Possui graduação em Ciências - Licenciatura 1º Grau pela Faculdade de Ciências e Letras de Mafra (1982); graduação em Ciências - Licenciatura Plena - Habilitação em Química - Faculdades Integradas de Santa Cruz do Sul (1992); graduação com “Diploma Superior de Español - Universidad de Salamanca (2002)”; graduação com “Diploma Básico de Español - Universidad de Salamanca (1996)”; especialização em Metodologia da Ciência na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas de Curitiba (1996); Mestrado em “Ciencias de la Educación con énfasis em Gestión Educacional” pela “Universidad Autónoma de Asunción – UAA”, Paraguai (2003) e Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia - UTFPR - Campus Ponta Grossa (2012). Professora titular na disciplina de Química - Estado de Santa Catarina - Secretaria de Educação e Inovação, Brasil. Presta serviços como perita e tradutora intérprete (língua espanhola), com cadastro no Poder Judiciário de Santa Catarina, Corregedoria Geral da Justiça. Tem experiência nas áreas de: Química, atuando principalmente nos seguintes temas: química geral, química inorgânica, química orgânica; Educação, pesquisa e abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade; no entorno das perícias, com cartas rogatórias nos idiomas espanhol e português. 

Marcia Regina Carletto

Possui graduação em Biologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, mestrado em Tecnologia com ênfase em Educação pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná e doutorado em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é docente e vice-coordenadora do Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciência e Tecnologia. Atua nas áreas de Ensino de Ciências, Ciências para os Anos Iniciais, Ensino de Biologia, CTS - Ciência, Tecnologia e Sociedade, Formação de Professores e Educação Ambiental. 

Arilson Sartorelli Ribas

Graduado em Engenharia Química pela UFPR (1994); especialista em metodologia do ensino e aprendizagem pela UP (1999); MBA em Instituições Educacionais pela UP (2005); licenciado em Física pela UNIANDRADE (2009), e mestre em Ensino de Ciência e Tecnologia pela UTFPR, campus Ponta Grossa. Atualmente é coordenadora de Ciências da Natureza pela Editora Positivo, onde atua há 13 anos com formação de professores, ensino de Ciências. Autor de materiais instrucionais para o ensino médio e 9º ano do ensino fundamental.  

Siumara Aparecida de Lima

Possui graduação em Licenciatura em Letras pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1987), Mestrado (2001) e Doutorado (2008) em Letras pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professora de língua portuguesa da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Ponta Grossa, onde ministra disciplinas nos cursos Técnicos integrados, na Graduação em Engenharia Química e no Programa de Mestrado Profissional em Ensino de Ciência e Tecnologia. É professora colaboradora no programa de Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade (UEPG), onde ministra a disciplina “Leitura e ensino: a questão dos gêneros”. Tem experiência na área de Linguística e formação docente. Interessa-se por pesquisas sobre: gêneros textuais, ensino, formação docente, aprendizagem docente, emprego de tecnologias no ensino. 

Antonio Carlos de Francisco

É graduado em Educação Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1984), Mestre em Tecnologia, com área de concentração em Inovação Tecnológica, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (1999) e doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Atualmente é professor do ensino básico, técnico e tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e professor dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (Mestrado e Doutorado) e de Ensino de Ciência e Tecnologia (Mestrado Profissional) da UTFPR, Campus Ponta Grossa. 

Guataçara Santos Júnior

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1993), Especialização em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1998), Mestrado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (2001) e Doutorado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (2005). Atualmente é professor na Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Ponta Grossa. Atua na Graduação com a disciplina Probabilidade e estatística para cursos de engenharia. Também atua no Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (orienta e trabalha com disciplina Métodos Estatísticos) e no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia (orienta e trabalha com a disciplina Tópicos de Estatística Aplicada). Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia no período de 09-07-2009 a 10-04-2012. 

Julio Cesar Stiirmer

Possui graduação em Química pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, mestrado em Síntese Orgânica de Cristais Líquidos pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Síntese de Orgânica Hormônios vegetais pela Universidade Federal do Paraná. É professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia da UTFPR Campus Ponta Grossa. Atua nas áreas de Ensino de Ciências, Química Orgânica e Gerenciamento de Resíduos. 

Sani de Carvalho Rutz da Silva

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1993), mestrado em Matemática Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998) e doutorado em Ciência dos Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003). Atualmente é professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná atuando na graduação e na Coordenação do programa de Mestrado Profissional em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECT. Tem experiência na área de Ensino de Matemática e Matemática com ênfase em Modelagem Matemática. 

Priscila Meier de Andrade Tribeck

Mestre em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Atua como professora dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental na rede municipal de Ponta Grossa e das disciplinas pedagógicas do Curso de Formação de Docentes do Colégio Sagrada Família. É coordenadora de Estágios do Colégio e da Faculdade Sagrada Família – Ponta Grossa/PR. Trabalha nas linhas de pesquisa de ensino de Ciências e Ciência, Tecnologia e Sociedade. 

Ana Cristina Schirlo

Possui Graduação e Especialização em Matemática pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Professora da rede estadual de ensino. Tem experiência na área de Matemática, Física e Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: geometria, formação docente e metodologia de pesquisa.

 José Ricardo Galvão

Possui graduação em Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1997), Mestrado em Física pela Universidade Estadual de Londrina (2001) e Doutorado em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007). Tem experiência na área de Física, com ênfase em crescimento e caracterização de nanofios semicondutores. Atua, principalmente, nos seguintes temas: Irradiação iônica, análise por feixe de íons, nanolitografia, propriedades mecânicas de filmes finos e sistemas a base de carbono. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.  

André Koscianski

Graduado em Ciência da Computação pela UEM, Universidade Estadual de Maringá. Mestrado em Informática Industrial na UTFPR, Curitiba. Doutorado em Simulação em Tempo Real pelo INSA de Rouen. Professor do PPGECT-UTFPR, atuando em temas relacionados com computação, videogames e multimídia. 

Rita de Cassia da Luz Stadler

Possui graduação em Letras (Português/Inglês) pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1984), mestrado em Educação pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (1997) e doutorado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003). Atualmente é docente da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Ministra a disciplina Tópicos de Linguagem Acadêmica no programa de Mestrado Profissional em Ensino de Ciência e Tecnologia na UTFPR, câmpus Ponta Grossa. Ministra cursos e palestras relatando suas experiências significativas em todos os níveis de ensino. Temas de interesse: formação docente; relação professor&aluno; construção de identidades; produção, leitura e compreensão textuais; linguagem, ciência e cognição.