Capa do livro: A ANTERIORIDADE DOS PROCESSOS EMOCIONAIS NA ESTRUTURAÇÃO DO JUÍZO MORAL

A ANTERIORIDADE DOS PROCESSOS EMOCIONAIS NA ESTRUTURAÇÃO DO JUÍZO MORAL

Autores: Johnny Clayton Cardoso Teles

livro impresso
de R$ 41,88 por
livro digital
de R$ 41,88 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)
 
Consultar frete e prazo de entrega

Sinopse

“Temos controle sobre nossas emoções ou elas é que tem controle sobre nós”? (LEDOUX, 1996, p. 12).
Termos como “razão”, “emoção” e “sentimento”, embora figurem em nosso vocabulário cotidiano, são geralmente compreendidos pelo uso da chamada “psicologia popular” e, em função disto, mal compreendidos.
Historicamente, sempre houve discordância sobre se julgamentos morais são produtos de processos emocionais não-racionais ou de raciocínio. Recentemente, no entanto, a neurociência começou a convergir para a seguinte resposta: emoções e raciocínio são importantes, mas são os processos emocionais automáticos que tendem a dominar.
Com as emoções mapeadas através de técnicas de neuroimagem funcional, uma riqueza de informações sobre a neuroanatomia da emoção, cognição social e outros processos neurais estão sendo obtidos.
De maneira geral, autores como Damásio, Greene, Panksepp e Haidt, entre outras, seguem e apoiam a afirmação de que a razão não é causa suficiente para o juízo ou comportamento moral - a emoção jaz na estrutura.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-2328-8
ISBN DIGITAL:978-65-251-2329-5
DOI: 10.24824/978652512328.8
Ano de edição: 2022
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 110
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

A ANTERIORIDADE DOS PROCESSOS EMOCIONAIS NA ESTRUTURAÇÃO DO JUÍZO MORAL

Autores

JOHNNY CLAYTON CARDOSO TELES
É bacharel em Teologia, pós-graduado em Psicopedagogia e mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), tendo se dedicado as áreas de Filosofia da Mente, Filosofia das Neurociências e Ética. Membro da Associação Brasileira de Filosofia (ABF) e pastor ordenado pela Igreja Presbiteriana do Brasil desde 1999.