Capa do livro: EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA PARA SURDOS NO SÉCULO XXI:<br> trajetórias e contextos formativos

EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA PARA SURDOS NO SÉCULO XXI:
trajetórias e contextos formativos

Autores: Nanci Araújo Bento - Luciane Ferreira Bomfim - Guilhermina Elisa Bessa da Costa (Orgs.)

livro impresso
de R$ 49,00 por
livro digital
de R$ 49,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

*Frete com desconto será enviado pela modalidade impresso normal

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Na perspectiva de valorizar as singularidades das comunidades surdas, nos diferentes espaços e processos educacionais, a proposta dessa publicação tem o objetivo de ressaltar a educação bilíngue para surdos. O livro reflete sobre as encruzilhadas e atravessamentos sobre aquisição, ensino de português, interface entre teatro e literatura para surdos, memórias narrativas em Línguas de Sinais, escrita da língua de sinais, formação de professores. Socializa a multiplicidade de elementos que estão embricados no contexto formativo de surdos e ouvintes e nas inter-relações que se estabelecem nos espaços formais e informais em que os surdos estão inseridos.
Apresenta os elementos dos estudos culturais frente aos desafios do seu cotidiano, em casa, no trabalho, na comunidade, no lazer, dentre outros. Diante da necessidade da difusão da Língua Brasileira de Sinais em nossa sociedade, foram convidados educadores, educadoras que desenvolvem pesquisas na área dos Estudos Surdos, português como segunda língua para surdos, ensino e aprendizagem do sistema signwriting, identidade e cultura surda, práticas pedagógicas e metodologias para o ensino da LIBRAS e as múltiplas interações relacionadas aos diversos processos educativos, no intuito de socializar diferentes experiências relacionadas a temática da educação de surdos no século XXI.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-1888-8
ISBN DIGITAL:978-65-251-1889-5
DOI: 10.24824/978652511888.8
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 168
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA PARA SURDOS NO SÉCULO XXI:<br> trajetórias e contextos formativos

Autores

ALESSANDRA DE AZEVEDO COSTA CALIXTO
Possui Licenciatura em Letras com Inglês e em Pedagogia e Especialização em Gramática e Texto da Língua Portuguesa, em Libras e em Educação Inclusiva. É tradutora, intérprete e instrutora de Libras. Docente de Língua Portuguesa como segunda língua para Surdos no Instituto Federal da Bahia (IFBA). Mestranda em Língua e Cultura pela UFBA. Foi professora da União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME), com atuação nos cursos de Letras, Pedagogia, Fonoaudiologia, Serviço Social e Radiologia, já ministrando as disciplinas Libras, Sintaxe, Linguística, Morfologia, Linguística Textual, Inglês Instrumental e Metodologia Científica. Foi também professora da Universidade Salvador (UNIFACS), lecionando as disciplinas Introdução ao Trabalho Científico/Metodologia Científica, Educação e Tecnologias, Libras, Arte e Cultura, Comunicação Profissional e Projeto Integrador I e II.

ALINE LIMA DA SILVEIRA LAGE
Possui graduação em Psicologia (1999) e mestrado em Ciência Ambiental (2003) pela Universidade Federal Fluminense e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2019). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia e Educação, Formação de professores, surdez, Medicalização, políticas públicas, produção de subjetividade e movimentos sociais. É Professora de Psicologia do Departamento de Ensino Superior do Instituto Nacional de Educação de Surdos (DESU-INES), membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Surdez (GEPESS-UFRJ) e coordena, com o Professor Maurício Rocha Cruz, o Grupo de Pesquisas Formação de Professores (de) Surdos (GPFPS-INES).

CLÁUDIA PARANHOS DE JESUS PORTELA
Pós-Doutora em Educação pelo Programa de Educação da Faculdade de Educação FACED/UFBA (2019), doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade, PPGEduC/UNEB (2014) com doutorado sanduíche pela Universidade de Lisboa, UL/PT (2013); mestre em Educação na área de Educação Especial pelo Centro de Referência Latino Americano de Educação Especial - CELAEE/Cuba e a Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS (1999-2002).; Especialista em Supervisão Escolar pela Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS (1996), e em Educação a Distância pela AVM Faculdades Integradas (2015); graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS (1994). Também, possui cursos de aperfeiçoamento em Gestão Educacional e em Educação a Distância. Autora de livro, capítulos de livros, artigos publicados em periódicos e anais de eventos nacionais e internacionais. Atualmente é professora adjunto do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia/UNEB, atua como professora pesquisadora permanente no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Tecnologias aplicadas à Educação – GESTEC, é coordenadora de área do Programa Institucional de Bolsas de Incentivo à Docência (PIBID/CAPES). Coordena o grupo de pesquisa Educação Inclusiva e Diversidade (EDUCID), compõe o Grupo de Pesquisa Educação Inclusiva e Necessidades Educacionais Especiais (GEINE)/Universidade Federal da Bahia. É membro do Fórum Estadual de Educação da Bahia e compõe o Comitê Gestor Institucional de Formação Docente da UNEB. É membro do Colegiado da Rede Baiana de Educação Inclusiva e compõe o Banco de Avaliadores do MEC/INEP/BASIS, onde atua como avaliadora do curso de Pedagogia nas modalidades presencial e a distância. Coordenou a Comissão Setorial de Avaliação do DEDC I. Atuou de 2008 a 2009 como coordenadora do curso de Pedagogia do Programa Rede UNEB/2000. Foi colaboradora do Ministério da Educação de 2007 a 2010 através do Curso de Formação de professores na área da Deficiência Visual – SECADI/CAPES//FNDE. Acumula experiência docente na Gestão da Educação Superior e da Educação Básica, Coordenação Pedagógica da Educação Superior e da Educação Básica, Autorização e Reconhecimento de cursos nas modalidades presencial e a distância, e em ensino, pesquisa e extensão nas seguintes áreas: Educação Especial/Educação Inclusiva, Família de Pessoas com Deficiência, Educação a Distância, Pesquisa e Prática Educativa, Pesquisa e Estágio Supervisionado, Avaliação Educacional, Gestão Educacional, Formação de Professores e na Educação Básica. Atuou como docente e coordenadora nos diferentes segmentos da Educação Básica.

DAYANE VERAS DOS SANTOS
Possui Licenciatura em Letras: Língua Portuguesa/Libras pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB e Especialização em Letras/Libras pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Foi bolsista do subprojeto Letras-Português do Programa Institucional de bolsas de Iniciação à Docência-PIBID da UFRB. Docente de Língua Portuguesa como segunda língua para surdos e Libras como primeira e segunda na educação básica.

EMILIANA FARIA ROSA
Professora Adjunta do Departamento de Estudos Especializados da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestra em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina. Pós-doutorado em Linguística pela Universidade de São Paulo. Professora de Libras desde 2009. Autora do livro de poesias intitulado “Borboletas Poéticas”, publicado em 2017.

EMMANUELLE FÉLIX DOS SANTOS
Doutoranda em Linguística pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Mestra em Educação pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Especialista em Educação Especial (FTC). Graduada em Pedagogia (UESB) e em Letras Libras (UFPB). Professora Adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Coordena o grupo de pesquisa Análise e Aprendizagem da Língua de Sinais (AnALiSi) da UFRB-CNPq e é membro do Grupo de Pesquisa da Estruturas Gramaticais e de Aquisição da Linguagem (GPEGAL) vinculado ao Centro de Estudo de Linguística (CPELin) da UESB. Tem experiência docente na área de Libras.

FABÍOLA MORAIS BARBOSA
Mestra em Ensino pela Universidade Estadual do Sudeste da Bahia (UESB). Especialista em Libras (UNIDOMPEDRO). Graduação em Letras-LIBRAS (UFSC). Atualmente é Professora assistente da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Atua também como coordenadora do projeto de Extensão Universitária DiCaLibras, na vice coordenação do grupo de Pesquisa Análise e Aprendizagem de Língua de Sinais (AnALiSi) da UFRB – CNPq e Pesquisadora de Grupo de Pesquisa em Ensino e Aprendizagem em Letramento, Leitura, Escrita e Reescrita de textos (GPELLER/UESB). Possui experiência na área de Letras, com ênfase em Linguística da Libras, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Libras para Surdos como primeira língua (L1), Ensino de Libras para ouvintes como segunda língua (L2), Escrita de Sinais (SignWriting) e Documentação da Libras.

GUILHERMINA ELISA BESSA DA COSTA
Mestre em Gestão de Tecnologias aplicadas à Educação-GESTEC/UNEB. Pós-Graduada em Psicopedagogia pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Pós-Graduada em Docência do ensino Superior e História do Brasil. Graduada em Pedagogia (UNEB). Professora assistente do Departamento de Educação – Campus X –Teixeira de Freitas na Universidade do Estado da Bahia. Coordenadora do Curso de licenciatura em História. Professora de Estágio supervisionado, educação especial/Inclusiva, orientação de Trabalho de Conclusão de curso. Membro do grupo de pesquisa: Desenvolvimento social.

KLEBER MARTINIANO COSTA
Graduou-se em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC) no ano de 2005. Atuou durante muitos anos na área de implantação de software e consultoria em gestão. Pós-graduação em Libras com ênfase em docência e tradução/interpretação no ano de 2020. Mestrando pelo programa de pós-graduação em linguagens pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB) onde pesquisa literatura em Libras. Atua como professor na Universidade Federal da Bahia lecionando Libras além de desenvolver o trabalho de tutor acadêmico em diversos cursos da área de Libras e Direitos Humanos. Integrante do Projeto Entre Vistas que é voltado ao desenvolvimento de materiais bilíngue/bicultural/bimodal Libras/português.

LUCIANE FERREIRA BOMFIM
Mestra pelo Programa de Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação- GESTEC, Especialista em LIBRAS e em Atendimento Educacional Especializado, graduada em Pedagogia, Professora de Libras pela Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Inclusiva. Cofundadora da empresa – Você Pode Trabalhos acadêmicos, cujas atividades são de orientação e assessoria em trabalhos acadêmicos. Pesquisadora do TIPEMSE – Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Inovação Pedagógica e Mobilização Social pela Educação da UNEB e o do EDUCID – Educação, Inclusão e Diversidade (UNEB). As principais publicações concentram-se nas áreas de formação de professores, educação e surdez.

MARIA APARECIDA PACHECO GUSMÃO
Possui licenciatura em Letras (UESB), Especialização em Alfabetização (PUC-MG) e doutorado em Educação (UFRN). Professora, grau pleno, do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários e do Programa de Pós-Graduação em Ensino da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Leciona nos cursos de Letras, Pedagogia e Psicologia: Metodologia da Língua Portuguesa, anos iniciais, ensino fundamental e médio, Oralidade e ensino, Leitura e ensino, Letramento e ensino Pesquisa e Ensino Linguística Aplicada à Alfabetização. No Mestrado Acadêmico leciona: Letramento e Ensino, Língua Portuguesa e Ensino e Org. do Trabalho Pedagógico na Escola. Coordena a pesquisa “Ensino e aprendizagem da leitura, produção textual e reescrita no ensino básico: estudos bakhtinianos, vygotskyanos e do letramento” e também o Grupo de Pesquisa em Ensino e Aprendizagem em Letramento, Leitura, escrita e Reescrita textual (GPELLER/UESB).

MAURÍCIO ROCHA CRUZ
Graduado em Pedagogia (UERJ/FEBF, 2001). Mestrado em Educação (UFF/Faced, 2006). Doutorado em Educação (UFF/Faced, 2016). Professor Associado I do INES/DESU. Atuou em capacitações técnicas, em comissões diversas, como professor da graduação e da pós-graduação, em orientações de TCC, em Colegiado, em GT’s, como Procurador Institucional (INES-MEC), como Pesquisador Institucional (INES-INEP), como coordenador de pesquisas, em coordenações ligadas à oferta de EaD, como desenvolvedor do AVA do DESU, como coordenador de projeto de extensão. Atua como professor na graduação do INES, em orientações de TCC, na Comissão Permanente de Estágio, na oferta de extensões, como líder do Grupo de Pesquisa Formação de Professores (de) Surdos junto com a Prof.ª Aline Lima da Silveira Lage, no NDE do Curso de Pedagogia presencial e no Colegiado Departamental.

NANCI ARAÚJO BENTO
Professora Adjunta do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia (UFBA) desde 2013. Mestre e Doutora pela Universidade Federal da Bahia. Professora de Língua Portuguesa para Surdos pela Secretaria Estadual da Bahia (2001). Leciona a disciplina de Língua Portuguesa como segunda língua para surdos há mais de dez anos. Coordenadora do Curso de Extensão “Em Pretas Mãos” e Projeto Entre Vistas: a navegação híbrida bilíngue/bicultural/bimodal nas múltiplas linguagens para o ensino da Língua Portuguesa como segunda língua para surdos (UFBA). É pesquisadora do Grupo de Pesquisa Formação de Professores (de) Surdos (GPFPS/INES). Suas pesquisas estão voltadas para o estudo das Línguas Sinalizadas, Português como Língua Estrangeira/Segunda Língua; Literaturas e Culturas Contemporâneas nos Estudos Surdos, Interseccionalidade entre raça e surdez. Coordenadora do Curso de Extensão “Em Pretas Mãos: a constituição dos sinais e o contexto étnico racial brasileiro”.

ROSENILDE OLIVEIRA PEREIRA
Mestranda em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Especialista em Libras (CAIRU). Graduação em Licenciatura em Teatro (UFBA). Atualmente é Professora da Rede Pública Municipal de Educação de Salvador. É professora de teatro para/com estudantes surdas e surdos e é mediadora de processos de investigação de práticas teatrais acessíveis, atuando também à frente do Grupo de Teatro Perspectivas Sinalizadas criado desde 2010. Possui experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial. Atua com seguintes temas: pedagogia do teatro, Libras, práticas teatrais acessíveis, educação para as relações étnico-raciais e diversidade.

SANDRA REGINA LEITE DE CAMPOS
Doutora pela Universidade de São Paulo – USP, Faculdade de Educação – Área de Pesquisa Sociologia e Educação. Mestre em Educação pela Universidade de São Paulo – USP, Faculdade de Educação Área Psicologia e Educação, Graduada em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal de São Paulo- Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – Departamento de Letras – Disciplina Libras – Experiência na Aquisição de Língua de Sinais de Bebês Surdos e Educação Bilíngue para Surdos. Coordena o GEICS- Grupo de Estudo Identidade Cultura Surda- CNPq. Atua principalmente nos seguintes temas: Educação para Surdos, Libras, Educação Bilíngue para Surdos e Linguagem.