Capa do livro: VIDAS QUE IMPORTAM:<br> narrativas de meninas em busca de liberdade

VIDAS QUE IMPORTAM:
narrativas de meninas em busca de liberdade

Autores: Maria Ignez Costa Moreira - Michele Castro Caldeira (Orgs.)

livro impresso
de R$ 57,80 por
livro digital
de R$ 57,80 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

*Frete com desconto será enviado pela modalidade impresso normal

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Essa coletânea é fruto da tese de doutorado “Xia Xia Liberdade: uma abordagem sócio-histórica dos processos de subjetivação de meninas em cumprimento de medida socioeducativa de internação em Belo Horizonte (MG), elaborada por Michele Castro Caleira com a orientação de Maria Ignez Costa Moreira, no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da PUC Minas, concluída em 2020. Desde os primeiros contornos da pesquisa, apostamos na ideia de que o melhor caminho para conhecer os sentidos da medida socioeducativa de privação de liberdade destinada às adolescentes seria pela escuta delas próprias, assim buscamos desenhar estratégias capazes de promover a expressão e o compartilhamento de suas vivências. O desenvolvimento da pesquisa possibilitou o rompimento do silêncio e a escuta de suas narrativas. Propusemos a escrita dos diários produzidos pelas meninas, elas registraram em seus cadernos as suas histórias singulares, de suas famílias, do seu contexto social. Compartilharam seus sonhos e projetos de futuro, refletiram sobre os acontecimentos vividos, expressaram os seus sentimentos de tristeza e de alegria. Falaram de seus amores e da saudade. Refletiram sobre o sofrimento, as injustiças, o medo do “mundão” lá fora. Reafirmaram suas esperanças e a busca de liberdade.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-1715-7
ISBN DIGITAL:978-65-251-1716-4
DOI: 10.24824/978652511715.7
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 204
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

VIDAS QUE IMPORTAM:<br> narrativas de meninas em busca de liberdade

Autores

ADÉLIA AUGUSTA SOUTO DE OLIVEIRA
Professora Doutora Associada, IV da Universidade Federal de Alagoas e docente pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da mesma universidade. Mestre e Doutora em Psicologia Social (PUC-SP). Realizou pós-doutoramento, em Psicologia, na Universidade de Barcelona e em Educação, na Universidade do Minho. Integrante do Grupo de Trabalho da ANPEPP “A psicologia sócio-histórica no contexto de desigualdade brasileiro”.

ANA FLÁVIA DE SALES COSTA
Formada em Psicologia pela UFMG, Doutora e Mestre em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da PUC Minas, pós-graduada em Política da Assistência Social e Gestão do Sistema Único de Assistência Social e em Psicologia Clínica, Especialista em Psicologia Social pelo CRP/MG. Atua na política pública de assistência social, com os temas juventudes, participação política, psicologia no SUAS. Professora do Centro Universitário UNA.

BADER B. SAWAIA
Socióloga, Doutora em Psicologia Social. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da PUC SP. Professora titular do Departamento de Sociologia da PUC SP. Coordenadora do Núcleo de Pesquisa: A dimensão psicossocial da dialética exclusão/inclusão social (NEXIN/PUC SP). Membro do GT ANPEPP: A Psicologia Sócio-Histórica e o contexto brasileiro de desigualdade social. Líder do GT/CNPq: Afeto na análise e intervenção em questões sociais. Organizadora do livro, dentre outros: “As artimanhas da Exclusão Social” e autora do texto: “O sofrimento ético-político como categoria de análise da dialética exclusão/inclusão”.

BIANCA FERREIRA RODRIGUES
Psicóloga e Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de São João del-Rei. Doutoranda em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Bolsista CAPES.

CYNTHIA MARIA SANTOS ÁGUIDO
Graduada em Direito (UFMG) e em Serviço Social (PUC Minas), Mestre e Doutora em Ciências Sociais pela PUC Minas. Servidora pública do Estado de Minas Gerais desde 2008, com atuação na política de atendimento ao adolescente autor de ato infracional em cumprimento de medidas socioeducativas.

DANIELA TIFFANY PRADO DE CARVALHO
Mestra em Psicologia Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Especialista em Segurança Pública e Justiça Criminal pela Fundação João Pinheiro e Psicóloga (UFMG).

DIVINO DE JESUS DA SILVA RODRIGUES
Doutor em Psicologia Social pela PUC Goiás. Pós-Doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras/Ribeirão Preto. Docente da Pontifícia Universidade Católica de Goiás: Escola de Ciências Sociais e da Saúde (Curso de Psicologia e Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia) e Escola de Formação de Professores e Humanidades (Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação). Integrante dos grupos de pesquisa: “Juventude e Educação”; “Infância, Família e Sociedade (GIFS)” e Grupo de Trabalho da ANPEPP “A psicologia sócio-histórica e o contexto brasileiro de desigualdade social”.

DORIAN MÔNICA ARPINI
Professora Titular da Universidade Federal de Santa Maria. Docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia e Tutora da Residência Multiprofissional Integrada em Sistema Público de Saúde. Doutorado em Psicologia Social pela PUC São Paulo e Pós-Doutorado pela Universidade de Lisboa. Membro do GT da Anpepp: A psicologia Sócio-Histórica e o contexto de desigualdade social. Membro do Grupo de Pesquisa Cnpq: Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Saúde. Coordena o Núcleo de Pesquisa em Infância Adolescência e Família (NEIAF). Pesquisa os seguintes temas: psicologia e políticas públicas, relações familiares e violência contra crianças e adolescentes.

ELIANI DE FÁTIMA COVEM QUEIROZ
Doutora em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás. Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás. Docente da Pontifícia Universidade Católica de Goiás: Escola de Comunicação (Curso de Jornalismo). Coordena o grupo de pesquisa: Communitas: Comunicação e Humanidades. Assessora de Comunicação e Gestora do Site e das Mídias Sociais da Pró-Reitoria de Extensão e Apoio Estudantil da Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

HEBE SIGNORINI GONÇALVES
Doutora pela PUC-RJ, professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Direitos Humanos da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

JACQUELINE DE OLIVEIRA MOREIRA
Doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) com foco em estudos sobre o problema da alteridade na teoria freudiana. Realizou um estágio Pós-Doutoral na Faculdade Jesuíta de Teologia e Filosofia (2007), estudando o problema da subjetividade e alteridade em Lévinas. Mestre em filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996) e graduada em psicologia pela UFMG (1992). Atualmente é professora adjunta IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, integrando o corpo docente do mestrado e doutorado em Psicologia desta instituição (Conceito 5 CAPES). Pesquisadora CNPq.

JULIANA MORGANTI
Mestre em Psicologia (2021) pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), na linha de pesquisa Processos Psicossociais. Bacharel em Psicologia - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG/2018), com ênfase em Psicologia, Organizações e Sociedade. Graduada em Letras - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/2000). Psicóloga com atuação clínica e em intervenções psicossociais. Professora com atuação no ensino de línguas portuguesa e inglesa e suas literaturas, nas redes pública e privada de ensino de BH/MG.

LÍVIA MARIA CAMILO DOS SANTOS
É professora substituta do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Doutora em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo com período sanduíche na Universidade de Lisboa (2018-2019). Mestra em Psicologia Social pela PUC SP (2015). Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL, 2008). Pós-Graduação lato sensu em Psicologia e Ação Social pela Faculdade São Bento da Bahia (2013). Participou do Grupo de Estudos Espinosanos da Universidade de São Paulo (2016).

LUCIANO DOMINGUES BUENO
Psicólogo, graduado pela Universidade Federal de Alagoas. Especialização em saúde do adulto e do idoso pelo Programa de Residência Multiprofissional (HUPAA/UFAL) 2018 - 2020. Mestrando na linha “Subjetividades, Políticas e Processos Psicossociais” do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Alagoas. Participante do Grupo de Pesquisa “Epistemologia e Ciência Psicológica”, desde 2014. Interessado na investigação, intervenção e promoção de saúde a partir dos seguintes temas: Vigotski, Clínica Sócio-histórica, Saúde Mental, Humanização, iconografia, imaginação, criação e arte, em contexto psicossocial.

MARIA DE FÁTIMA PEREIRA ALBERTO
Doutora em Sociologia, Professora Titular do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da Universidade Federal da Paraíba, Coordenadora do Núcleo de Pesquisas e Estudos sobre o Desenvolvimento da Infância e Adolescência (NUPEDIA), Membro do GT Juventude e Resiliência da ANPEPP, integrante do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Defesa ao Trabalhador Adolescente (FEPETI).

MARIA IGNEZ COSTA MOREIRA
Graduação em Psicologia (UFMG/1981); Mestrado em Psicologia Social (UFMG/1994); Doutorado em Psicologia Social (PUC SP/2001). Professora da Faculdade de Psicologia/Programa de Pós-Graduação em Psicologia PUC Minas. Linha de Pesquisa: Intervenções Clínicas e Sociais. Membro do GT Psicologia Sócio- histórica e o Contexto Brasileiro de Desigualdade Social - ANPEPP - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia. Membro da Comitê Editorial de Psicologia em Revista/PUC Minas. Pesquisadora do CNPq e FAPEMIG.

MARIA LAURA BARROS DA ROCHA
Psicóloga, com graduação e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Participante do Grupo de Pesquisa “Epistemologia e Ciência Psicológica”, desde 2015. Possui interesse na investigação e intervenção a partir dos seguintes temas: intersexualidade, gênero, sexualidade, infância, iconografia, mídia, arte, cinema e literatura.

MICHELE CASTRO CALDEIRA
Psicóloga, Doutora pela PUC Minas (Bolsista CAPES), Mestre em Psicanálise pela FAFICH - UFMG. Especializou-se em Psicanálise nas Instituições de Saúde na PUC-MG, obtendo o título de Psicóloga Clínica pelo Conselho Federal de Psicologia. Membro da Comissão de Psicologia e Juventudes. Atualmente exerce a função de Superintendente de Assistência Social em Contagem e Vice-presidente do Conselho Municipal de Assistência Social. Membro da Comissão Psicologia e Juventude no CRP-MG.

NÁDIA LAGUÁRDIA DE LIMA
Psicóloga (UFMG), Doutora e Mestre em Educação (UFMG), Professora Associada do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFMG.

NATÁLIA MARTINO
Doutoranda em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Mestre em Sociologia e Jornalista pela mesma universidade.

ROBERTA CARVALHO ROMAGNOLI
Psicóloga e Mestre em Psicologia (UFMG), Doutora em Psicologia pela PUC-SP. Professora da Faculdade de Psicologia/Programa de Pós-Graduação em Psicologia PUC Minas. Linha de Pesquisa: Intervenções Clínicas e Sociais. Pesquisadora do CNPq e FAPEMIG.

SOFIA UCHÔA CAVALCANTI PACHECO
Psicóloga, formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Especialização em Saúde da Família pelo programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Faculdade Pequeno Príncipe (FPP). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Participante do Grupo de Pesquisa “Epistemologia e Ciência Psicológica”.

SÔNIA M. GOMES SOUSA
Psicóloga pela Universidade Católica de Goiás, Mestre e Doutora em Psicologia Social pela PUC-SP. É professora titular da PUC Goiás (Escola de Ciências Sociais e da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Psicologia e Curso de Psicologia). Foi diretora do Instituto Dom Fernando, especializado nas temáticas da infância, adolescência, juventude e família e Pró-Reitora de Extensão e Apoio Estudantil. Atualmente é Pró-Reitora de Graduação. Pesquisa os seguintes temas: aspectos psicossociais da infância, adolescência, juventude e família; psicologia social crítica; educação infantil; dialética exclusão/inclusão social e psicologia sócio-histórica.

VANESSA ANDRADE DE BARROS
Doutora em Sociologia, Professora do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais, líder do grupo de pesquisa Trabalho, Cárcere e Direitos Humanos (CNPq) e secretária da Associação Brasileira de Psicologia Política.