Capa do livro: POPULAÇÕES DA PESCA ARTESANAL:<br> práticas, metodologias e experiências<br><br> Coleção Redes de Cidadania – Volume 1

POPULAÇÕES DA PESCA ARTESANAL:
práticas, metodologias e experiências

Coleção Redes de Cidadania – Volume 1

Autores: Lucia Maria Machado Bógus - Augusto Cesar Salomão Mozine - Viviane Mozine Rodrigues (Orgs.)

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

*Frete com desconto será enviado pela modalidade impresso normal

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O debate sobre “POPULAÇÕES DA PESCA ARTESANAL: PRÁTICAS, METODOLOGIAS E EXPERIÊNCIAS” propõe abordar práticas e metodologias utilizadas em trabalhos com comunidades pesqueiras, particularmente no que tange aos aspectos participativos e etnográficos. As contribuições desta obra correlacionam, assim, discussões propostas pelos autores com os objetivos do projeto Redes de Cidadania, particularmente a promoção, junto das comunidades pesqueiras artesanais do litoral centro-norte do Espírito Santo, do exercício da cidadania em processos de licenciamento ambiental, a partir de uma consciência crítica e da ação cidadã dos sujeitos destas comunidades. Neste contexto, esta obra apresenta um panorama do Estado da Arte do debate contemporâneo sobre pesca artesanal, suas populações e territorialidades.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-1645-7
DOI: 10.24824/978652511645.7
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 236
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

POPULAÇÕES DA PESCA ARTESANAL:<br> práticas, metodologias e experiências<br><br> Coleção Redes de Cidadania – Volume 1

Autores

ADRIAN RIBARIC – UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Nascido em Buenos Aires em sete de fevereiro de 1962, doutor em Ciências Sociais com ênfase em Antropologia, pelo Programa de Estudos Pós-Graduados da PUC-SP, onde lecionei entre 1996 e 2007 e fui editor da Revista Margem publicado pela Faculdade de Ciências Sociais e o Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, História, Relações Internacionais e Geografia entre 1999 e 2007. Pesquisador Associado ao NUPAUB-USP, onde desenvolvo estágio pós-doutoral desde 2014, venho atuando coordenando estudos e pesquisas desenvolvidas por instituições governamentais como Ministérios da Cultura e do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, INCRA e IPHAN, principalmente nos temas relacionados a direitos sociais e fundiários, cultura tradicional e popular, populações tradicionais, meio ambiente, patrimônio cultural e identidade. Além destes, atuo assessorando movimentos sociais e associações locais em ações voltadas ao reconhecimento de direitos étnicos, direito à cidade, regularização fundiária, gestão coletiva e promoção social e cultural.

ALIKE DA SILVA ALVES – UNIVERSIDADE VILA VELHA
Graduada em Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Vila Velha (2018). Participou do programa institucional de iniciação cientifica da Universidade Vila Velha no projeto de pesquisa intitulado “Educação Cidadã e Empreendedorismo Socioambiental”. Mestre em Sociologia Política pela Universidade Vila Velha, com bolsa pelo Projeto Redes de Cidadania (Petrobras/UVV). Atualmente está cursando Pós-Graduação pela Universidade Cândido Mendes em Educação Infantil e Séries Iniciais do Ensino Fundamental I.

ANTONIO CARLOS SANT’ANA DIEGUES – UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1969), mestrado em Ciências Sociais (Sociologia) pela Universidade de São Paulo (1973) e doutorado em Ciências Sociais (Sociologia) pela Universidade de São Paulo (1979). Atualmente é professor doutor – PROCAM-USP – da Universidade de São Paulo. Tem experiência em Ciências Humanas, atuando principalmente nos seguintes temas: meio ambiente, conhecimento tradicional, comunidades caiçaras, comunidades tradicionais e cultura caiçara.

AUGUSTO CESAR SALOMÃO MOZINE – UNIVERSIDADE VILA VELHA
Doutor em Ciências Sociais – área de concentração em Sociologia – pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Possui graduação em Relações Internacionais (2003) e em Direito (2006) pela Universidade Vila Velha. Mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Visiting Fellow no Brazil Institute do King’s College London (2011-2012). É pesquisador de temas relacionados a Meio Ambiente, Políticas Urbanas e Regulação. Atua como professor no Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política e no Curso de Graduação em Direito da Universidade Vila Velha. Líder do Grupo de Pesquisa em Ecologia Política e Governança Ambiental – EcoPol.

CAMILAH ANTUNES ZAPPES – UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Doutora em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2011). Possui mestrado em Ciências Biológicas Comportamento e Biologia Animal pela Universidade Federal de Juiz de Fora, MG (2007), Bacharel e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Vale do Rio Doce (2003). Entre 2011-2013 realizou o pós-doutorado no Laboratório de Ciências Ambientais na área da Ecologia Humana da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro. Atualmente é Professora Adjunto C nível 2 da Universidade Federal Fluminense lotada no Departamento de Geografia de Campos (GRC). Tem experiência na área de Ecologia, Etnobiologia, Etnoecologia, Zoologia com ênfase em Ecologia Humana atuando principalmente nos seguintes temas: Etnobiologia de mamíferos aquáticos, conflitos ambientais em comunidades tradicionais e impacto de megaempreendimentos portuários sobre comunidades de pesca artesanal e agricultura familiar.

CRISTIANO DAS NEVES BODART – UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo/USP, mestre em Planejamento Regional e Gestão de Cidades pela Universidade Candido Mendes (UCAM), especialista em Geografia do Brasil (FJP), especialista em Ciências Sociais e Religião (FAFIA) e licenciado em Ciências Sociais (USC). Atua na formação de professores de Sociologia na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e em cursos de formação continuada. Nessa mesma universidade faz parte do corpo de docentes do Centro de Educação (CEDU) e do Programa de Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS-ICS). Pesquisador da temática ensino de Sociologia. Integra o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Ensino de Ciências Sociais do Instituto de Ciências Sociais (ICS-Ufal). É vice-presidente da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais (ABECS). Coordenador do Setor de Ensino de Ciências Humanas e Sociais do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas. É editor do Blog Café com Sociologia, referência para muitos professores do Ensino Médio. É também editor chefe da Revista Café com Sociologia, dos Cadernos da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais (CABECS) e da revista Latitude (ICS-Ufal), vinculada a Pós-Graduação em Sociologia da Ufal.

DANIELLE SEQUEIRA GARCEZ – UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
Graduada em Ciências Biológicas (Modalidade Biologia Marinha) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997), Mestre em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (2000) e Doutora em Ciências (Geografia) pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Experiência voltada à área de meio ambiente e pesca, com ênfase em ecologia de peixes e etnoecologia, incluindo diagnósticos participativos em comunidades tradicionais, mapeamento e mediação de conflitos, manejo de recursos de uso comum, divulgação científica e educação ambiental. Professora Associada do Instituto de Ciências do Mar – LABOMAR, Universidade Federal do Ceará; coordenadora do Laboratório de Ecologia Pesqueira, desenvolvendo pesquisas em ecologia de organismos aquáticos e aspectos das atividades de pesca em ecossistemas aquáticos continentais, estuarinos e marinhos do Estado do Ceará. Coordenadora do Curso de Graduação em Ciências Ambientais da UFC (Gestão 2015-2017). Orientadora permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciências Marinhas Tropicais/LABOMAR – UFC.

FABIANE REGINA CARVALHO DE ANDRADE IBRAHIN – PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
Doutoranda em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC. Pesquisadora bolsista CAPES. Mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004). Mestre em Direito pela UNIFIEO (2005). Especialista em Direito do Trabalho pela UNIFIEO (2000). Graduada em Direito pela Instituição Toledo de Ensino/Araçatuba (1988). Professora convidada no curso de MBA em Recursos Humanos e Gestão Hospitalar na Faculdade Oswaldo Cruz. Professora na graduação das Faculdades Mário Schenberg e FIP – Faculdades Integradas Potencial. Avaliadora Institucional do INEP/MEC. Pesquisadora no grupo de pesquisa Grupo de Estudos de Direito Contemporâneo do Trabalho e da Seguridade Social da Universidade de São Paulo (GETRAB-USP), da Universidade de São Paulo – USP.

GERALDO MÁRCIO TIMÓTEO – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE
Professor Associado da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), no Laboratório de Estudos do Espaço Antrópico (LEEA); Editor Chefe da Revista Eletrônica Agenda Social; Coordenador do Programa de Educação Ambiental (PEA) Pescarte. Possui experiência em estatística aplicada as ciências sociais e como coordenador de equipes sociais multidisciplinares, tendo conduzido trabalhos de intervenção social junto à famílias residentes em aglomerados urbanos de baixa-renda e em situação de rua, com vistas à produção de assentamentos e reassentamentos dessas famílias; e com populações tradicionais, na mitigação dos efeitos do desenvolvimento econômico em seus territórios. É professor de metodologia e sociologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Teoria Sociológica, atuando principalmente nos seguintes temas: segregação espacial, mercado de trabalho, sociologia do trabalho, aglomerados urbanos de baixa-renda e desenvolvimento de comunidades.

JOELSON MUSIELLO FERNANDES – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Doutor em Oceanografia Ambiental pela Universidade Federal do Espírito Santo (2018). O título de Mestre foi obtido no Instituto de Pesca – SP (2010-2012), e a graduação em Ciências Biológicas (2002-2005). Atualmente, realiza o Pós-Doutoramento na Universidade Federal do Espírito Santo (tutora: Dra Camilah A. Zappes). Atua na área de Biologia pesqueira, Oceanografia Socioambiental, Etnoecologia, Etnobiologia, Ecologia Marinha, com ênfase em Ecologia Humana, com foco em comunidades tradicionais de pescadores, pesca artesanal, conflitos socioambientais e gestão pesqueira. Ministrou palestras e minicursos em eventos especializados. Possui experiencia em docência em curso superior e no ensino fundamental. Possui artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais.

KARINA RITTER MANHÃES – UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE FLUMINENSE
Graduanda em Bacharelado em Direito na UCAM (Campos dos Goytacazes/RJ), com experiência em Administração de Empresa Privada, atualmente atua como Funcionária Regida pela CLT, no Projeto Pescarte (UENF/PETROBRÁS), como Secretária e Assistente do Coordenador Técnico Professor Doutor Geraldo Timóteo, após ter sido convocada em maio de 2014 como Técnica Social II, no campo de mobilização e censo nas Comunidades Pesqueiras da Bacia de Campos.

LUCIA MARIA MACHADO BÓGUS – PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
Graduada em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1970), é mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1981) e doutora em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (1988). Coordena o Observatório das Metrópoles São Paulo. Professora titular do Departamento de Sociologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, atua nas áreas de Sociologia Urbana e Demografia, com ênfase em Política Pública e População, analisando principalmente os seguintes temas: cidade, desigualdade social, urbanismo, metropolização e migração. É coordenadora, desde 1999, do Núcleo São Paulo do Observatório das Metrópoles, rede de pesquisa vinculada ao Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, INCT-CNPQ-MCTI. Editora dos Cadernos Metrópole.

MÁRCIO DE PAULA FILGUEIRAS – INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Bacharel e Licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Espírito Santo (2005). Mestre em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense (2008). Doutor em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense (2012). Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em grupos tradicionais, sensibilidades jurídicas e meio ambiente em perspectiva comparada. Atualmente é Professor do Instituto Federal do Espírito Santo na área de Ciências Sociais e Humanas.

MARCOS DA CUNHA TEIXEIRA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (1997), mestrado e Doutorado em Entomologia/Ecologia pela Universidade Federal de Viçosa (1999 e 2007, respectivamente). Atua no ensino superior desde 2001 e entre 2009 e 2013 atuou como professor adjunto no Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) onde desempenhou as seguintes funções: – Autor e foi tutor do Programa Educação Tutorial Conexões de Saberes Socioambientais; – Orientador no Programa de mestrado em Gestão de Políticas Públicas; – Assessor de meio ambiente e sustentabilidade do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas; Atualmente, é professor adjunto do Departamento de Ciências Agrárias e Biológicas (DCAB) da Universidade Federal do Espírito Santo – Campus São Mateus, onde desempenha as seguintes funções: – Coordenador do Laboratório de Educação Ambiental/Núcleo de Pesquisas e Práticas Pedagógicas em Biologia; – Coordenador e orientador no Programa de Mestrado Profissional em Rede Nacional em Ensino de Biologia (PROFBIO – Nucleado na UFMG); – Professor e orientador no Programa de Pós-graduação em Gestão pública. Desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão nas seguintes áreas: – Educação ambiental; – Ecologia e conservação da biodiversidade; – Ensino de ciências e Biologia.

MAURICIO HOSTIM SILVA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Doutor em ecologia e recursos naturais pela Universidade Federal de São Carlos. Atualmente é professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), orientador de mestrado e doutorado nos programas de pós-graduação em oceanografia ambiental, pós-graduação em biodiversidade tropical e pós-graduação em ciências biológicas (biologia a animal) da Ufes. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical – Ceunes/Ufes. coordenador do programa estatística pesqueira do estado do Espírito Santo (MPA/Ufes). Pesquisador integrante do programa CNPQ/Peld – sítio 26 (ES) e membro do Grouper and Wrasse Specialist Group – IUCN. Atua na área de recursos pesqueiros e oceanografia biológica, com ênfase em biologia e conservação de recursos pesqueiros marinhos. Líder do grupo de pesquisa CNPQ “Meros do Brasil: pesquisa e conservação de ambientes costeiros e marinhos”. Foi pesquisador capixaba pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Espírito Santo (Fapes).

PETER SANTOS NÉMETH – UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Pesquisador associado ao NUPAUB-USP, com mestrado em Ciência Ambiental – PROCAM/USP vinculado ao Instituto de Energia e Ambiente – IEE-USP, foi diretor presidente da Associação Pescadores da Enseada (ONG). Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Paulista (2001). Tem experiência na área de comunicação social, cultura tradicional caiçara, pesca artesanal e gerenciamento socioambiental costeiro. Possui larga experiencia em maricultura, legislação pesqueira, regularização de cultivos marinhos e regularização de ranchos de canoa para pescadores tradicionais. Atualmente, dedica-se às seguintes áreas e temas vinculados à: socioantropologia marítima, etnociência para a conservação costeira sustentável, conhecimentos haliêuticos tradicionais, extensão pesqueira participativa e gestão sustentável de ecossistemas marítimos costeiros.

SOLER GONZALEZ – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Doutor em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Professor Adjunto do Centro de Educação (Ufes). Professor permanente do Programa de pós-graduação do mestrado profissional em Educação (PPGME/Ufes). Líder do Grupo de Pesquisa Territórios de aprendizagens autopoiéticas. Coordenador do projeto de ensino, pesquisa e extensão Narradores da Maré.

TATIANA WALTER – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE
Possui graduação em Oceanologia pela FURG (1997), Mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo – USP (2000) e Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ (2010). Desde 2011 é docente do Instituto de Oceanografia da FURG. Integra o Laboratório Interdisciplinar MARéSS – Mapeamento em Ambientes, Resistência, Sociedade e Solidariedade onde realiza pesquisa e extensão junto aos pescadores e pescadoras artesanais.

THAYANA CAUS WANDERLEY – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Doutoranda, Mestrado (2012), bacharelado (2009) e Licenciatura (2007) em Geografia pela Universidade Federal do Espírito Santo. Coordenadora de tutoria no Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) e professora do curso de Gestão Ambiental e Geografia da Faculdade FABRA. Vasta experiência na docência – Ensino Superior e Educação Básica. Professora concursada da rede municipal de educação no município de Cariacica/ES. Atuou como Coordenadora de Educação Ambiental e como coordenadora da formação de professores de Geografia na Secretaria de Educação/PMC. Foi membro do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Cariacica/CONSEMAC e membro da Comissão Municipal de Elaboração e Implementação da Política de Educação Ambiental de Cariacica/CEIPEA. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geomorfologia Costeira e Biogeografia, estudos socioambientais, licenciamento e vulnerabilidade ambiental. Experiência em mapeamento de áreas impactadas com SIG, projetos socioambientais, pesquisas com comunidades tradicionais e mediação de conflitos.

THIAGO HOLANDA BASILIO – INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Graduado em Engenharia de Pesca, Bacharel (2008) e Licenciatura (2009), e Mestre em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca pelo departamento de Engenharia de Pesca da Universidade Federal do Ceará (2011). Concluiu Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA – UFC). É Professor da área de gestão ambiental na atividade pesqueira do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (IFES), no Campus de Piúma. Coordenou o Núcleo de Educação Ambiental (NEA) do Ifes Piúma no período de 2012 a 2018. Atua principalmente nos seguintes temas: extensão pesqueira e aquícola, etnoecologia, saberes tradicionais, gestão compartilhada, educação ambiental, biologia e ecologia de organismos aquáticos marinhos e estuarinos, unidades geoecológicas costeiras e diagnósticos pesqueiros integrados.

VICTOR HUGO DA SILVA VALÉRIO – INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Professor Efetivo do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação do Espírito Santo-IFES Campus Piúma. Jornada de Trabalho: Dedicação Exclusiva (DE). Possui Graduação em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal do Pará – UFPA (2011). Mestrado em Educação em Ciências e Matemática – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo. Tem experiência na área de Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, com ênfase nos seguintes temas: Cadeias Produtivas, Ensino Aquaviário, Pesca e Educação Profissional com diálogos entre espaços de educação formal e não formal, todos com enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (CTS/CTSA). Participou na elaboração e implementação do Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre a Marinha do Brasil (MB) e o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) para a Acreditação do IFES Campus Piúma para ministrar cursos do Ensino Profissional Marítimo (EPM) para Aquaviários do 3º Grupo-Pescadores. Atualmente é responsável pelo Ensino Profissional Marítimo no Campus.

VINICIUS FRANCISCO MARCHESE – UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Possui graduação em Licenciatura Plena Geografia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) (2010) e Mestrado pela mesma instituição (2017) como bolsista CAPES, onde pesquisou temas voltados à formação territorial do Espírito Santo e seu desenvolvimento geográfico desigual. Atualmente é doutorando pela UFES e pesquisa temas relativos à atuação do poder estatal na produção socioespacial frente aos interesses de Comunidades Tradicionais e setores relacionados ao Neoextrativismo. Foi professor voluntário na UFES lecionando a disciplina Biogeografia e Meio Ambiente no período 2016/01. Ministrou aulas para Ensino Médio e Pré-Vestibular, possuindo prática e habilidade nos três principais campos de ensino da Geografia: Física, Geral e específica do Brasil. Já atuou coordenando projetos pedagógicos voltados ao conhecimento geográfico, apresentando um trabalho focado no desenvolvimento das Habilidades e Competências abarcadas pela Matriz Curricular do ENEM, na Aprendizagem Cooperativa, por meio do uso de novas tecnologias, e na Aprendizagem Significativa. Atualmente é Coordenador Pedagógico do Projeto “Redes de Cidadania” pertencente a Universidade Vila Velha (UVV), além de integrar os seguintes grupos de pesquisa: NUARES (Núcleo de Apoio aos Refugiados no Espírito Santo) e LABURP (Laboratório de Estudos Urbano-Regionais, das Paisagens e dos Territórios).