Capa do livro: O DIREITO GRECO-ROMANO EM DIMENSÕES GLOBAIS

O DIREITO GRECO-ROMANO EM DIMENSÕES GLOBAIS

Autores: João Vicente Gomes de Alvarenga

Os antigos afirmavam que suas leis eram oriundas dos deuses. Os cretenses deviam as suas leis não a Minas, mas a Júpiter; os lacedemônios acreditavam que seu legislador não era Licurgo, mas Apolo. Os Romanos diziam que Numa escreverá o que fora ditado por uma das divindades mais poderosas da Itália antiga, a deusa Egéria. Os etruscos haviam recebido suas leis do Deus Tagés. Encontramos verdade em todas essas tradições. O verdadeiro legislador entre os antigos não foi o homem e sim a crença religiosa que o homem possuía em si.. (COULANGES, 2009, p. 155).

Impresso
de R$ 48,36 por
R$ 37,20
Digital
de R$ 48,36 por
R$ 33,85

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-1421-7
ISBN DIGITAL:978-65-251-1417-0
DOI: 10.24824/978652511421.7
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 106
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

O DIREITO GRECO-ROMANO EM DIMENSÕES GLOBAIS
JOÃO VICENTE GOMES DE ALVARENGA
Mestre em Filosofia pela UFRJ, Especialista em Metodologia do Ensino Superior (FAFIC), Especialista em Filologia Espanhola, pela Universidade de Madrid e Instituto de Cooperação Ibero-americana, Especialista em Teoria da Literatura (FAFIC), Licenciado em Letras (Português-Espanhol), leciona Língua Espanhola no Centro Universitário Fluminense / FAFIC desde 1980. Desde 1973 milita no movimento de teatro amador do Município de Campos dos Goytacazes, tendo participado de várias montagens e projetos de interiorização do teatro; organizador do acervo do Museu do Teatro em Campos; ministrou Cursos de Teatro há várias décadas juntamente com o Grupo de Teatro do SESC, com o objetivo de renovação da cena teatral campista; diretor premiado em Festival de Teatro Universitário; foi Diretor do Teatro de Bolso "Procópio Ferreira"; foi Presidente da Fundação Cultural Jornalista "Oswaldo Lima"; Diretor da Casa de Cultura Villa Maria; Foi Presidente da Fundação Teatro Municipal Trianon; é ator, escritor, tendo publicado um livro de poemas Ato 5, com outros poetas, e um livro sobre a história do teatro em Campos, em sua segunda edição, Três Atos da História do Teatro em Campos. Articulista do Jornal O Diário desde 2009 e do Jornal Multimídia em 2013.