Capa do livro: RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS: <br>conceitos, saberes, práticas e narrativas

RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS:
conceitos, saberes, práticas e narrativas

Autores: Ana Célia Barbosa Guedes - Hericley Serejo Santos - Netanias Mateus de Souza Castro (Orgs.)

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 0 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

As instituições de ensino são espaços de convívio social que proporcionam aos/às discentes uma gama de relações sociais com seus pares e com profissionais da educação, que, por sua vez, possuem distintas subjetividades, etnias, gêneros e identidades. Tais relações influenciam na formação da identidade e autoimagem do/a educando/a. Desse modo, é de suma importância a implementação de uma educação antirracista, que valorize a história, a cultura, a identidade e a ancestralidade dos povos africanos, afro-brasileiros e indígenas, que durante séculos foram silenciados pela historiografia brasileira.
É dentro deste contexto que este livro foi elaborado, no qual os/as autores/as tratam de temas como racismo, raça, quilombo, sociedades indígenas, religião de matriz africana, mulheres negras, entre outros. Em quinze capítulos curtos e contundentes, apontam caminhos e reflexões que nos permitem pensar numa educação antirracista e, assim, assumir a responsabilidade e compromisso por mudanças de atitudes e comportamento na Educação, sobretudo na Educação Básica.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-1502-3
ISBN DIGITAL:978-65-251-1499-6
DOI: 10.24824/978652511502.3
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 116
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS: <br>conceitos, saberes, práticas e narrativas

Autores

ORGANIZADORES/A
ANA CÉLIA BARBOSA GUEDES
Mestra em Desenvolvimento do Planejamento pelo Núcleo de Altos Estudos da Amazônia (NAEA/ UFPA). Coordenadora do Neabi/Breves. Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Campus Breves. É coordenadora do projeto de extensão educando pelos rios marajoaras: ações e estratégias para promoção da equidade racial durante a pandemia (covid-19). Desenvolve Pesquisas sobre os seguintes temas: Ensino de História, gênero, raça, comunidades quilombolas, memória, povos tradicionais, educação para relações étnico-raciais, educação antirracista, história/natureza e educação ambiental.

HERICLEY SEREJO SANTOS
Mestre em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT/IFPA). MBA em Marketing, Propaganda e Comunicação Integrada (UGF-SP). Especialista em Gerenciamento de Projetos – Práticas do PMI (Senac-SP). Relações Públicas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Campus Breves. Pesquisador membro da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (ABPEducom). Desenvolve pesquisas sobre: Educação Profissional e Tecnológica; Educomunicação; ensino de linguagens midiáticas; mediações em práticas educativas; práticas educomunicativas inter-transdisciplinares em interface com temáticas como gênero e diversidade, e sociobiodiversidade.

NETANIAS MATEUS DE SOUZA CASTRO
Doutor em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Integrante do Neabi/Breves. Professor de Língua Portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Campus Breves.

AUTORES/AS
ADRIANA CORRÊA DE OLIVEIRA
Mestra em Educação Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Graduada em Licenciatura Plena em Educação Artística/Habilitação em Música pela Universidade Estadual do Pará (UEPA). Especialista em Métodos e Técnicas de Ensino pela Universidade Salgado de Oliveira/Universo. Professora do IFPA – Campus Breves. É colaboradora do projeto de extensão educando pelos rios marajoaras: ações e estratégias para promoção da equidade racial durante a pandemia (covid-19). Coordenadora do Núcleo de Arte e Cultura (NAC) do IFPA – Campus Breves.

BENEDITO CARLOS COSTA BARBOSA
Doutor em História das Ciências e da Saúde pela Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz). Mestre em História Social pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Especialista em História Social da Amazônia (UFPA) e Graduado em História (UFPA). Tem experiência em História da Amazônia Colonial, especialmente nos seguintes temas: escravidão, tráfico negreiro, epidemias de bexigas (varíola) e práticas de curas. Também já desenvolveu pesquisas acerca das comunidades remanescentes de quilombos do município de Inhangapi, no Estado do Pará. Participante do Grupo de Estudos e Pesquisas da Escravidão e Abolicionismo na Amazônia-Gepeam.

CLAUDIANE DA SILVA LADISLAU
Especialista em Gestão e Docência no Ensino Superior pela Fatual-AP; Licenciada em Letras Português e Espanhol pelas faculdades UFPA e Uniube. Atuou como Coordenadora de Ensino e como bolsista docente do Pronatec do IFPA Campus Breves. Possui experiência na docência nas áreas de Português e Espanhol nas instituições IFPA Campus Abaetetuba, onde colaborou nos Núcleos NAPNE, NEABI, CENI e Coordenou o Núcleo de Arte e Cultura (NAC), e no IFPA- Campus Breves; onde atua em Projetos de Pesquisa e Extensão voltados para temáticas raciais; é colaboradora do projeto de extensão Educando pelos rios marajoaras: ações e estratégias para promoção da equidade racial durante a pandemia (covid-19); é Vice Coordenadora NEABI, colaboradora nos núcleos CENI e no NAC do referido Campus.

DOUGLAS DE OLIVEIRA E OLIVEIRA
Mestre em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Pará. Graduado em sociologia pela da Universidade Federal do Pará. Professor do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – IFPA. É coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros (NEAB) no IFPA Campus Abaetetuba. Tem experiência na área de Ciências Sociais, com ênfase em Sociologia, atuando principalmente com as seguintes temáticas: violência no ambiente escolar; conflito; diálogo; relação social, mediação de conflitos, cotidiano escolar.

FABRICIO NILO LIMA DA SILVA
Doutor em Ciência Animal (Ecologia Aquática e Aquicultura) pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Graduado em Aquicultura pelo IFPA. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)- Campus Vigia.

IEDA PALHETA MORAES
Mestranda do programa (PROFHISTÓRIA/ PPGEH-UFPA). Graduada em História pela Universidade Federal do Pará. Especialista em Patrimônio Cultural e Educação Patrimonial pela Faculdade Integrada Brasil Amazônia (FIBRA). Especialista em História Agrária da Amazônia Contemporânea pela Universidade Federal do Pará. Professora da Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc-PA).

JULIA SIQUEIRA MOREAU
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais da Universidade Federal do Espírito Santo. Mestra em Ciências Florestais pela mesma instituição. Graduada em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Espírito Santo. Professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. Tem experiência na área de Recursos Florestais, com ênfase em silvicultura e meio ambiente.

MARLEY ANTONIA SILVA DA SILVA
Doutora em História pelo PPHIST/UFPA. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. Atuou na Educação Básica como docente na Secretaria Estadual de Educação do Pará (2008-2017). Participa dos seguintes grupos de pesquisa: Gepeam (Grupo de Estudos e Pesquisas da Escravidão e Abolicionismo na Amazônia), Gephase (Grupo de Estudo e Pesquisa em História da Amazônia, Sociedade e Educação), Geirer (Grupo de Estudos Interdisciplinares em Relações étnico-raciais), Gehlda (Grupo de Estudo em História do Livro Didático da Amazônia), Lincea (Linguagem, Cultura e Educação na Amazônia), LICTI (Linguagens, Culturas, Tecnologias e Inclusão). Desenvolve Pesquisas sobre Amazônia Colonial, Relações étnico-racial, Ensino de História e Trajetórias de Mulheres Negras.

MAYCO BRUNO CRUZ COSTA
Mestre em Ensino de História pela Universidade Federal do Pará (PROFHISTÓRIA/ PPGEH-UFPA). Especialista em “Amazônia: História, espaço e cultura” pela Faculdade Integrada Brasil Amazônia (Fibra) e graduado em História pela Universidade Federal do Pará. Professor da Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc-PA).

ODALÉIA MARIA BARBOSA GUEDES
Graduada em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal do Pará. Especialista em ensino de História. Professora da prefeitura municipal de Ipixuna do Pará. Tem experiência na área de História e em educação para relações étnico-raciais.

RAYME TIAGO RODRIGUES COSTA
Mestre em Ensino de História pela Universidade Federal do Pará. Graduado em Licenciatura e Bacharelado em História pela Universidade Federal do Pará. Professor do Ensino Básico Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA). Especialista em História e Cultura Afro-Brasileira pela Universidade Candido Mendes. Possui experiência em conservação de acervo, higienização e catalogação de documentos pelo Centro de Memória da Amazônia- UFPA. Pesquisa a relação da educação das relações étnico-raciais com o protagonismo feminino negro com base teórica do feminismo negro.

RODRIGO MOREIRA VIEIRA
Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista, Campus de Marília. Graduado em sociologia. Integrante do Neabi/Breves. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Campus Breves.

WAGNER LUIZ NASCIMENTO DO NASCIMENTO
Mestre em Desenvolvimento Rural Sustentável e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – Campus Castanhal. Engenheiro Agrônomo. Técnico em Agropecuária com habilitação em Agroindústria, pela Escola Agrotécnica Federal de Castanhal (EAFC/Pa). Desenvolve a função de Pesquisador no Programa Incubadora Tecnológica de Desenvolvimento e Inovação de Cooperativas e Empreendimentos Solidários (INCUBITEC) no IFPA – Campus Castanhal. Professor Substituo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) – Campus Breves. Áreas de atuação: Agricultura Familiar; Desenvolvimento Rural Sustentável; Organizações e Movimentos Sociais; Empreendimentos Econômicos Solidários e Cooperativas; Povos e Comunidades Tradicionais; Administração e Gestão de Empreendimentos da Agricultura Familiar.