Capa do livro: POR QUE A PSICOLOGIA NA EDUCAÇÃO?<br> Em defesa da emancipação humana no processo de escolarização<br> Volume 2

POR QUE A PSICOLOGIA NA EDUCAÇÃO?
Em defesa da emancipação humana no processo de escolarização
Volume 2

Autores: Marilda Gonçalves Dias Facci - Alexandra Ayach Anache - Roseli Fernandes Lins Caldas (Orgs.)

livro impresso
de R$ 73,20 por
livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)
 
Consultar frete e prazo de entrega

Sinopse

Psicologia na educação? Por quê? Para quê? O objetivo desta coletânea é apresentar fundamentação teórico-prática sobre a atuação da psicologia em sua interação com a educação. Historicamente, psicologia e educação sempre estiveram próximas, considerando-se a realidade brasileira. Entretanto por muito tempo a psicologia aliou-se à educação para buscar nos indivíduos as explicações para suas mazelas educacionais. Grandes avanços teóricos na área, a partir da década de 1980, possibilitaram um novo compromisso entre psicologia e educação, no sentido de buscar contribuições, em uma perspectiva crítica, para que uma educação de qualidade estivesse ao alcance de todas as pessoas - processo fundamental para a construção da subjetividade e da humanização. Somente pelo acesso ao conhecimento produzido historicamente pelos homens e mulheres, ao longo do tempo, é possível promover a emancipação humana. Uma grande vitória foi conquistada em 2019, quando foi promulgada a Lei 13.935, que dispõe da prestação de serviços de psicologia e serviço social nas redes públicas de educação. Assim, na tentativa de apontar algumas respostas à pergunta feita no título desta obra, nos propomos, por meio dos textos aqui compilados, a apresentar fundamentos teóricos que sustentem a relevância da atuação de psicólogas(os) na educação, bem como expor vários exemplos de práxis realizadas exitosamente pela psicologia nos processos de escolarização.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-0697-7
ISBN DIGITAL:978-65-251-0696-0
DOI: 10.24824/978652510697.7
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 248
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

POR QUE A PSICOLOGIA NA EDUCAÇÃO?<br> Em defesa da emancipação humana no processo de escolarização<br> Volume 2

Autores

ALAYDE MARIA PINTO DIGIOVANNI
Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Integração da América Latina (Prolam/USP). Mestre em Educação (UFPR). Professora adjunta do Departamento de Psicologia da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná. Membro do GT da ANPEPP – Psicologia e Políticas Educacionais, coordenadora do Laboratório Interinstitucional de Psicologia Escolar e Políticas Públicas – LIPEPP, líder do grupo de pesquisa “Psicologia e educação na perspectiva histórico-cultural.

ALEXANDRA AYACH ANACHE
Professora Associada do Departamento de Ciências Humanas, do Centro de Ciências Humanas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação, do Centro de Ciências Humanas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Coordenadora da Linha de Pesquisa CNPQ Desenvolvimento Humano e Educação Especial.

ALGELESS MILKA PEREIRA MEIRELES DA SILVA
Psicóloga, com Especialização em Psicologia Educacional, Mestrado em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Mestrado e Doutorado em Psicologia da Educação pela Universidade de Barcelona (UB). Docente do Curso de Psicologia da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e coordenadora do Núcleo de Estudos em Psicologia e Inovação Educativa (NEPSIN).

ANDREIA MENDES DOS SANTOS
Graduada em Psicologia (PUCRS), possui Mestrado (PUCRS) e Doutorado em Serviço Social (PUCRS). Professora adjunta da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul nos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU) e Ciências Sociais (PPGCSociais). Professora dos cursos de graduação em Pedagogia e Psicologia na mesma instituição. Supervisora de Estágio em Psicologia Escolar e Educacional. Membro da Comissão Coordenadora do PPGEDu, coordenadora da Linha de Pesquisa Pessoa e Educação (PPGEdu), do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Infância(s) e Educação Infantil (Nepiei) e do Grupo de Pesquisa sobre Questões Sociais na Escola. Editora da Revista Educação. Dentre os temas pesquisados incluem-se às questões sociais na escola, interface entre psicologia e educação, psicologia escolar e educacional, inclusão e medicalização da educação.

ARMANDO MARINO FILHO
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Paulista (2003). Pós-Graduação – Especialização em Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes pela Universidade de São Paulo – USP/SP (2006). Mestrado (2008), Doutorado (2012) e Pós-Doutorado (2019) em Educação pela UNESP – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” – Marília SP, com estágio em University of Delaware USA. Professor Adjunto na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Pedagogia e Licenciaturas). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação UFMS – CPTL. Faz parte do Grupo de Pesquisa “Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural”, UNESP Marília e líder do Grupo de Pesquisa GEPEA – “A Teoria Histórico-Cultural para o ensino e aprendizagem” da UFMS Três Lagoas. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Ensino, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação e desenvolvimento da personalidade; Organização da atividade de estudo. Tem experiência em Psicologia Clínica com base na Teoria Histórico-Cultural.

CARLA ANDRÉA SILVA
Psicóloga, com Especialização em Psicologia da Educação (UFPI), Mestrado em Educação (UFPI) e Doutorado em Educação: Psicologia da Educação (PUC-SP). Docente na Universidade Federal do Piauí, Campus Amílcar Ferreira Sobral em Floriano, Curso de Pedagogia. Pesquisadora vinculada ao Núcleo de Estudos e Pesquisas Histórico-críticas em Educação e Formação Humana (NEPSH).

CAROLINE ANDREA POTTKER
Graduada em Psicologia pela Universidade do Vale do Itajaí. Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional e Mestrado em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. Doutoranda em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. É docente do Centro Universitário Ingá- Maringá – Pr. Tem experiência na área de Psicologia Escolar com ênfase em Educação Especial.

EULÁLIA HENRIQUES MAIMONE
Psicóloga e licenciada em Psicologia pela Universidade de São Paulo, campus de Ribeirão Preto. Mestrado, doutorado e pós-doutorado em Psicologia Escolar pela Universidade de São Paulo. Docente em Curso de Psicologia da UNESP de Assis (SP) e Universidade Federal de Uberlândia (MG), onde se aposentou, e do Mestrado em Educação da Universidade de Uberaba (MG). Foi presidente da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) no biênio 2004-2006 e presidiu a Sociedade de Psicologia do Triângulo Mineiro (SPTM) de 2008 a 2011. Antes da carreira universitária, foi diretora da Escola Primária Municipal Vocacional “Carmem Massaroto”, em Ribeirão Preto, onde organizou um Serviço de Psicologia Escolar, com estagiários do Curso de Psicologia da USP.

FAUSTON NEGREIROS
Psicólogo, Pós-Doutorado em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano pela USP. Professor Associado da Universidade Federal do Piauí/UFPI dos Programas de Pós-Graduação (Stricto Sensu) de Psicologia e Ciência Política. Coordenador do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Psicologia Educacional, Desenvolvimento Humano e Queixa Escolar/ PSIQUED. Compõe a diretoria da Associação Brasileira de Psicologia Escolar Educacional/ABRAPEE (gestão 2020-2022). Membro do GT Psicologia e Política Educacional da ANPEPP.

GABRIELA PERES SANTOS
Graduanda em Psicologia Bacharelado da Universidade Presbiteriana Mackenzie e formada em Ensino de Habilidades de Estudo pelo Centro Paradigma é coordenadora da Liga Acadêmica Estudos de Educação, Inclusão e Vulnerabilidade Social. Realizou um projeto de Iniciação Científica com bolsa Mackpesquisa na área da educação e atualmente desenvolve a segunda Iniciação Científica com a mesma modalidade de bolsa e na mesma área.

GABRIELI NIEMAN MELLO
Graduada em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo (UMSP) e em Licenciatura e Bacharelado em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Participou do Grupo de Diálogo Universidade Cárcere Comunidade (GDUCC) e realizou a especialização na Sociedade Rorschach de São Paulo. Leciona aulas de Projeto de Vida e Debates Contemporâneos para alunos do Ensino Médio e é integrante do Projeto Mulheres na História.

HERCULANO RICARDO DE CAMPOS
É professor titular do Departamento de Psicologia da UFRN, onde coordena o Núcleo de Estudos em Psicologia Histórico-Cultural, e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFRN. Possui doutorado em Educação pela UFRN e desenvolveu estudos pós doutorais em Psicologia na UEM. É membro da ISCAR, da ABRAPEE e da ANPEPP, na qual coordena o GT Psicologia e Políticas Educacionais. Atualmente preside a Fundação Estadual do Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Norte. Pesquisa na interface Psicologia-Educação, com base na Psicologia Histórico-Cultural.

IRACEMA NENO CECILIO TADA
Graduada em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Mestre em Psicologia pela Universidade de Brasília. Doutora em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Professora-associada do curso de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Rondônia. Líder do Grupo de Pesquisa “Centro de Pesquisa em Formação da Pessoa”.

LANA DRIÉLLE DE SOUZA MACHADO
Graduanda em Bacharelado e Licenciatura em Psicologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Participou do Grupo de Estudos sobre a Morte e do Grupo de Estudos sobre Educação, Inclusão e Vulnerabilidade Social, integra a equipe responsável pelo projeto de extensão Mulheres na História.

LILIANE DOS GUIMARÃES ALVIM NUNES
Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pelo Instituto de Psicologia da USP/SP; mestrado e graduação em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua como psicóloga escolar e docente da Área de Psicologia Escolar do CAp Eseba/ UFU. Seus estudos abordam os seguintes temas: educação infantil, dificuldades na escolarização nas séries iniciais, saberes e práticas do psicólogo escolar, formação docente e educação inclusiva.

MARILDA GONÇALVES DIAS FACCI
Doutora em Educação Escolar pela faculdade de Ciências e Letras de Araraquara – UNESP (2003); Pós-doutorado pelo Instituto de Psicologia da USP e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS. É professora voluntária do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Estadual de Maringá e professora visitante da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

MARILENE PROENÇA REBELLO DE SOUZA
Psicóloga, Licenciada em Psicologia, Professora Titular do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, Livre-Docência em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo. Docente no Instituto de Psicologia da USP e coordena o Laboratório Interinstitucional de Estudos e Pesquisas em Psicologia Escolar. Orientadora nos Programas de Pós-Graduação de Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano e de Integração da América Latina USP.

MARLI LUCIA TONATTO ZIBETTI
Mestra e doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (2000/2005), com pós-doutorado em Educação (USP/2013). Professora Associada da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Líder do Grupo amazônico de estudos e pesquisas em psicologia e educação (GAEPPE), filiada à ABRAPEE e membro do GT Psicologia e Políticas Educacionais da ANPEPP.

NILZA SANCHES TESSARO LEONARDO
Nilza Sanches Tessaro Leonardo – Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (1988). Mestrado e Doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2001/2004); e estágio Pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia- MG (2019). Atualmente é professora do departamento de Psicologia da UEM e do Programa de pós-graduação em Psicologia da UEM, professora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas – Mestrado Profissional e Diretora Adjunta do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes da UEM. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Escolar, autora de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área de Psicologia e Educação.

PATRÍCIA MORAES CABRAL
Graduanda em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), é membro do Laboratório de Neurociência Cognitiva e Social da UPM desde o início da graduação. Realizou dois projetos de iniciação científica com bolsa FAPESP, na área de desenvolvimento humano e moral.

RAYRA SANTOS DE SOUZA
Cursa Bacharelado e Licenciatura em Psicologia na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) e é coordenadora da Liga Acadêmica Estudos de Educação, Inclusão e Vulnerabilidade Social. Realizou um projeto de iniciação científica na área do desenvolvimento humano com bolsa FAPESP e é integrante do Projeto Mulheres na História.

RENATA PLÁCIDO DIPP
Graduada em Psicologia (ULBRA), Mestre em Psicologia Clínica (PUCRS) e Doutoranda em Educação (PUCRS). Especialista em Gestão Empresarial (FGV) e especialista em Educação Transformadora (PUCRS). Professora e membro da Comissão Coordenadora do Curso de Psicologia da PUCRS. Coordenadora do Serviço de Atendimento e Pesquisa em Psicologia (SAPP/PUCRS). Coordena a representação do Rio Grande do Sul da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE). Os temas que atualmente pesquisa vinculam-se a prática do Psicólogo Escolar e Educacional, às intervenções da psicologia nos Serviços-Escola, a Patologização e Medicalização da Educação, a interface entre Psicologia e Educação e a Inclusão e Diversidade Social.

ROSELI FERNANDES LINS CALDAS
Psicóloga, especialista em Psicologia Escolar, Mestre em Educação, Arte e História da Cultura e Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano. Professora do curso de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Coordenadora do Programa Universidade Aberta do Tempo Útil (3ª idade) da Pró reitoria de Extensão da UPM. Participa do LIEPPE (Laboratório Interinstitucional de Estudos e Pesquisas em Psicologia Escolar – IP USP). Presidente atual da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional – ABRAPEE – gestão 2021 – 2023.

SILVIA MARIA CINTRA DA SILVA
Psicóloga pela PUC Campinas, mestre e doutora em Educação pela Unicamp. Realizou pós-doutorado na USP, no Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e no Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação da PUC - SP. Professora Titular da Universidade Federal de Uberlândia – UFU. Editora da Revista Psicologia Escolar e Educacional. Primeira Secretária da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) – gestão 2020-2022.

SOLANGE PEREIRA MARQUES ROSSATO
Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (2001). Especialização em Educação Políticas Sociais e Atendimento a Família e Mestrado em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (2010). Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Estadual Paulista- UNESP/ Assis (2016). Pós-doutorado em Psicologia na Universidade Estadual de Maringá (2017). Atualmente é professora do Departamento de Psicologia da Universidade Estadual de Maringá, PR. Tem experiência na área de Psicologia Clínica, Social, com ênfase em Psicologia Escolar e Educacional; atuação com: educação, educação especial, infância, adolescência e formação de professores. Experiência como docente da Educação Básica e Superior. Pesquisas em Psicologia Histórico-Cultural, sobre queixa escolar na Educação Especial, atividade docente e políticas públicas referente a esta modalidade de ensino. Projeto de pesquisa sobre a Queixa Escolar no que se refere as dificuldades de aprendizagem, problemas de aprendizagem e alternativas de trabalho do professor.

SONIA DA CUNHA URT
Psicóloga. Pedagoga. Mestre em Psicologia da Educação pela PUC/SP. Doutora em Educação-Psicologia Educacional pela UNICAMP. Estudos de Pós-doutoramento em Educação na Unicamp com estágios na Universidade de Alcalá de Henares/Espanha e na Universidade de Lisboa/Lisboa. Professora Titular Aposentada da UFMS – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Professora Pesquisadora Sênior do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu/UFMS) e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPsi/UFMS). Coordenadora do GEPPE/Diretório CNPq – Grupo de Estudos e Pesquisa em Psicologia e Educação. Participa como membro da ABEP (coordena o Núcleo MS) ABRAPEE e ANPEPP e da Comissão de Educação do CRP 14/MS.

SONIA MARI SHIMA BARROCO
Psicóloga, com pós-doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP), doutorado em Educação Escolar (UNESP/Araraquara) e mestrado em Educação (UEM). Professora Voluntária do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPI/UEM-PR) e Professora Visitante Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI/UNIR-RO – CAPES).

TAMIRIS LOPES FERREIRA
Graduada em Psicologia pela Universidade São Judas Tadeu (2016). Cursa mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Atualmente é secretária administrativa da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional – ABRAPEE. É membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, Grupo Interinstitucional Queixa Escolar, Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional e Movimento de Mulheres Olga Benário.

TATIANA PLATZER DO AMARAL
Psicóloga, Doutora (2004) e Mestre (1998) em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pelo IP-USP. Pós-Doutorado em andamento pelo Laboratório Interinstitucional de Estudos e Pesquisas em Psicologia Escolar – LIEPPE – IP- USP. Experiência na área de Educação e Psicologia Escolar e Educacional.

THAISA DA SILVA FONSECA
Mestra em Psicologia (UFPI). Especialista em Psicologia Escolar e Educacional (CFP). Especialista em Educação Especial/ Educação Inclusiva (Universidade Estácio de Sá). Atua como psicóloga escolar e professora do curso de graduação em Psicologia. Membro da ABRAPEE e do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Psicologia Educacional, Desenvolvimento Humano e Queixa Escolar (PSIQUED).

VIVIANE PRADO BUIATTI
Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia (FACED/UFU). Mestrado e graduação em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Docente do Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia (IPUFU). Temas de estudo e pesquisa: educação especial e educação inclusiva, desenvolvimento humano, aprendizagem, dificuldades no processo de escolarização e formação de professores.

ZÁIRA FÁTIMA DE REZENDE GONZALEZ LEAL
Graduação em psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP, Marília), doutorado em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP), pós-doutorado em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Docente do departamento de psicologia e do programa de pós-graduação em psicologia da Universidade Estadual de Maringá e coordenadora do GT 59, Psicologia e Políticas Educacionais da ANPEPP, biênio 2020/2022.