Capa do livro: COGNIÇÃO, LINGUAGEM E REALIDADE<br> <br> Coleção Filosofia da mente e ciências cognitivas - Volume 1

COGNIÇÃO, LINGUAGEM E REALIDADE

Coleção Filosofia da mente e ciências cognitivas - Volume 1

Autores: Léo Peruzzo Júnior - Laura Candiotto (Orgs.)

livro impresso
de R$ 48,50 por
livro digital
de R$ 48,50 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

As fronteiras entre cognição, linguagem e realidade têm despertado, cada vez mais, a consolidação de um espaço particular na história da filosofia e nas ciências cognitivas, sobretudo se considerarmos o tratamento que a questão recebeu a partir do enclausuramento da primeira aos limites da estrutura cerebral. Sendo assim, um dos principais desafios de investigação não se remete apenas em saber o lugar que a cognição ocupa no mundo mas como, a partir dela, temos a possibilidade de experienciar a nossa própria condição de seres humanos. Afinal, como uma malha biológica, formada exclusivamente por receptores neurais, seria capaz de ter a sensação de falar conscientemente de si mesma? Ou, dito de outro modo, por que razões os processos evolutivos teriam sido responsáveis por colocar a cognição, seja ela humana ou não, como uma espécie de instância privilegiada na natureza? É diante de tais problemas que esta obra, resultado de um esforço de cooperação técnica e acadêmica internacional, pretende elucidar e dissolver alguns labirintos conceituais sobre a condição que nos torna humanos.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5868-756-6
ISBN DIGITAL:978-65-5868-758-0
DOI: 10.24824/978655868756.6
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 188
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

COGNIÇÃO, LINGUAGEM E REALIDADE<br> <br> Coleção Filosofia da mente e ciências cognitivas - Volume 1

Autores

ALBERTO CUPANI
Possui graduação em Licenciatura em Filosofia - Universidad Nacional de Córdoba, Argentina (1967) e doutorado em Filosofia - Universidad Nacional de Córdoba (1974). Pós-doutorado na Universidade de Paris 7 (1994-1995). Pesquisador do CNPq de 1987 a 2008. Lecionou em diversas universidades da Argentina e na UFSM (Brasil). Professor titular em DE da Universidade Federal de Santa Catarina até sua aposentadoria em março de 2013. A sua área de docência (graduação e pós-graduação) e pesquisa é a Filosofia da Ciência, investigando principalmente os seguintes temas: ciência e valores, racionalidade e objetividade da ciência, ciência e controle da Natureza, filosofia da tecnologia, epistemologia das ciências humanas, filosofia da História. Autores mais estudados: Thomas Kuhn, Mario Bunge, Paul Feyerabend, Hugh Lacey.

AMANDA LUIZA STROPARO
Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Mestra em Filosofia pela PUCPR. Doutoranda em Filosofia pela mesma instituição, na linha de Ontologia e Epistemologia, na área de Filosofia da Mente e sob orientação do Prof. Dr. Léo Peruzzo Júnior. A dissertação investigou a tese da mente estendida de Andy Clark como uma crítica a propostas cerebrocentristas da filosofia da mente. Também é pós-graduanda em Psicologia Analítica pela UniBrasil. Atua com psicoterapia em consultório particular fundamentando-se na Psicologia Analítica e na Logoterapia. Possui interesses nos seguintes campos do conhecimento: Filosofia da Mente, Filosofia da Ciência, Ciências Cognitivas, Mente Estendida, Mente Incorporada, Pós-Humanismo, Transumanismo, Psicologia Analítica, Logoterapia e Educação.

BORTOLO VALLE
Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Especialização em Filosofia da Educação e em Didática do ensino Superior, ambos pela PUCPR. Mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PUCPR, professor da Faculdade Vicentina de Filosofia - FAVI e professor titular do Centro Universitário Curitiba - UNICURITIBA. Tem trabalhado com as disciplinas de Filosofia e Direito, Filosofia Antiga e Medieval, Filosofia da Linguagem. As pesquisas em desenvolvimento têm sido nucleadas sobre o pensamento de Wittgenstein, mais especificamente sobre a questão do “inefável”, bem como sobre o tema da estética no autor. Desenvolve ainda projetos de pesquisa sobre a questão do corpo em Edith Stein, da mística em Simone Weil bem, como sobre o tema do exílio em Maria Zambrano bem como filosofia da ciência a partir de Karl Popper. Foi professor convidado na Universidade Católica de Moçambique com orientação de tese de doutoramento em Humanidades nos anos 209-2020. Atualmente é, também, professor convidado na Universidade Nacional Timor Larosae (Timor Leste).

CRISTINA BOSSO
Doutora em Filosofia pela Faculdade de Filosofia e Letras da Universidad Nacional de Tucumán, Argentina, onde também é docente da Cátedra de Antropologia Filosófica. É autora de diversos artigos em revistas especializadas, tendo participado de congressos no Brasil, Peru, México, entre outros.

JELSON R. DE OLIVEIRA
Professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (1999), especialização em Sociologia Política e mestrado em História da Filosofia Moderna e Contemporânea pela mesma Universidade (2004) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos, com pesquisa sobre a Amizade em Nietzsche. Realizou estágio pós-doutoral na Universidade de Exeter (Reino Unido), com bolsa CAPES (2016). Foi professor do Mestrado em Direitos Humanos da PUCPR (2015-2017), coordenador do Curso de Licenciatura em Filosofia (2009-2011) e do Programa de Pós-graduação - mestrado e doutorado (2012-2013; 2018-2020) da PUCPR, onde foi também Diretor de Graduação (2014-2015). É membro do Grupo de Pesquisa Hans Jonas do CNPq, é membro e ex-coordenador do GT Hans Jonas; membro do GT de Filosofia da tecnologia e da técnica e do GT Genealogia e crítica da ANPOF (Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia). É membro da “The Posthuman Latin-American Network” e diretor-fundador da Cátedra Hans Jonas da PUCPR, criada em 2020. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Ética e História da Filosofia Contemporânea, Fenomenologia da vida, Filosofia da Técnica e da Tecnologia, Filosofia do Meio Ambiente e Ética Ambiental, atuando principalmente em torno de autores como Nietzsche, Schopenhauer e Hans Jonas. Atualmente é bolsista produtividade da Fundação Araucária.

LAURA CANDIOTTO
Doutora em Filosofia pela Università Ca´ Foscari, Venezia, onde realizou pós-doutorado e foi pesquisadora visitante. Trabalhou como Marie Curie Research Fellow na Universidade de Edimburgo e, atualmente, é pesquisadora Sênior da Fundação Alexander von Humboldt na Freie Universität de Berlin, Alemanha. Seus interesses de pesquisa estão centrados em Filosofia das Emoções, Filosofia da Mente, Epistemologia Social e História da Filosofia.

LÉO PERUZZO JÚNIOR
Pós-Doutor em Filosofia pela Università Ca’ Foscari, Venezia. Professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado e Doutorado da Pontifícia Universidade Católica do Paraná / PUCPR, do Centro Universitário Franciscano do Paraná - UNIFAE/PR e da Faculdade Vicentina - FAVI. Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Editor-Chefe da Aurora Journal of Philosophy (Qualis A2). Além do Brasil, realizou conferências na Espanha, Portugal, Itália, Coréia do Sul, México, Peru e Argentina. É membro da British Wittgenstein Society e da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica. Também é Membro dos Grupos de Pesquisa Mente, Linguagem e Sociedade (Cnpq) e Soluções de Conflito (Direito, Cnpq). Pesquisa os seguintes temas: a) Epistemologia / Filosofia da Ciência / Filosofia da Linguagem: Representação Mental do Conteúdo Moral; Modelos de Realismo Científico; Linguagem, Realidade e Cognição; b) Filosofia do Direito: linguagem, regras e textura aberta do Direito no positivismo jurídico.

MAGDA VICINI
Possui graduação em Desenho e Plástica pela Universidade de Passo Fundo (RS,1985), mestrado em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP, 2003) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (SP,2011). Publicou o livro Arte de Joseph Beuys: pedagogia e hipermídia (2006). Atualmente é professora no Instituto Federal do Paraná – IFPR/Palmas e está realizando pós-doutorado no Núcleo Diversitas /FFLCH/USP (2019-2021). Atua principalmente nos seguintes temas: Fundamentos da arte, arte, Joseph Beuys, hipermídia, pós-humanismo crítico e cultural, etnia Kaingang, produção partilhada do conhecimento.

MASSIMO DI FELICE
Possui graduação em Sociologia - Università degli Studi La Sapienza (1993), doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2001) e pós-doutorado em Sociologia pela Universidade Paris Descartes V, Sorbonne (2012). É professor da Universidade de São Paulo, ministrando aulas na graduação e pós-graduação da Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP). É professor visitante nas Universidades, Università Roma III (Itália), Université Paul-Valéry Montpellier III (França), Universidade Lusófona (Portugal). Tem experiência na área de Sociologia, Antropologia e Comunicação, nos últimos anos, suas pesquisas vêm aprofundando o estudo das redes complexas em três dimensões. A primeira, o estudo das alterações da condição habitativa, a partir da difusão de interações em redes informativas com o meio ambiente, cujo resultado está contido nas obras Paisagens pós- urbanas - o fim da experiência urbana e as formas comunicativas do habitar (2009), Pós-humanismo (2010) e Redes Digitais e Sustentabilidade - as relações entre o homem o meio ambiente na época das redes (2012); a segunda dimensão, o estudo do significado das alterações da ação nas redes digitais, pesquisa internacional sobre o net-ativismo que recebeu o apoio da Fapesp (Auxílio à Pesquisa Regular), e gerou além de diversos artigos internacionais e a publicação dos livros Do público para as redes (2008) e Net-ativismo: as ecologias das interações nas redes digitais, da ação social ao ato conectivo (2017); a terceira dimensão, o estudo sobre o comum digital e a superação da ideia humano-técnica e industrial da comunicação. Seu mais recente livro “A cidadania digital”, publicado no Brasil (Editora Paulus, 2020) e na Itália (Editora Meltemi, 2019), com apoio da Fapesp (Auxílio à Pesquisa Regular) consagra novas perspectivas da participação e da cidadania no contexto das plataformas digitais É autor de vários ensaios e artigos publicados em diversas revistas europeias, como La critica Sociologica (Univ. La Sapienza, Roma), Ágalma (Univ. Tor Vegata, Roma) e Sociétés (Ceaq, Univ. Sobornne). No Brasil, coordena a coleção Atopos (Editora Annablume), coleção Era Digital (Editora Difusão) e Clássicos para Comunicação (Editora Paulus).

MURILO KARASINSKI
Possui Graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), MBA em Gestão Estratégica de Empresas pelo ISAE/FGV, Especialização em Direito Tributário Empresarial pela PUCPR e Especialização em Ética também pela PUCPR. Mestrado e Doutorado em Filosofia, ambos pela PUCPR. Dedica-se ao estudo de temáticas relacionadas à inteligência artificial, biotecnologia, transumanismo, pós-humanismo e à cognição. Atualmente, é professor da Escola de Direito e da Escola de Educação e Humanidades da PUCPR.

VALDIR BORGES
Possui graduação em Filosofia (1985) e Matemática (1990), ambas pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Pós-Graduação: Mestrado em Filosofia (2006) e Doutorado em Educação (2010), também pela PUCPR. Em 1998 graduou-se em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Chile. Tem experiência nas áreas de Filosofia, Educação, Teologia, Matemática e Direitos Humanos. Desde 2008 atua como Professor no Departamento de Filosofia e na Escola de Educação e Humanidades da PUCPR. É autor de livros e artigos nas áreas de Filosofia, Educação, Ética, Teologia e Direitos Humanos. Participa efetivamente, desde o ano de 2017, do grupo de pesquisa “Formação continuada dos gestores das instituições de educação do Estado do Paraná”, e a partir de 2019 do Grupo de Pesquisa “Políticas Educacionais: Concepções e Práticas vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado) da PUCPR e ao CNPq.