Capa do livro: RACISMO E NEOLIBERALISMO NA AMÉRICA LATINA:<br>Descolonização e desracialização<br>Coleção:<br>Encontrando-nos. Racismo e Neoliberalismo na América Latina - Volume 2

RACISMO E NEOLIBERALISMO NA AMÉRICA LATINA:
Descolonização e desracialização
Coleção:
Encontrando-nos. Racismo e Neoliberalismo na América Latina - Volume 2

Autores: Cristina Gomes (Org.)

livro impresso
de R$ 44,90 por
livro digital
de R$ 44,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Este livro analisa as raízes histórico-coloniais do racismo no Brasil, na Bolívia, na Colômbia e no México, aprofundando em suas origens desde a colonização, a escravização de indígenas e africanos durante séculos, a biopolítica de extermínio, submissão, superexploração e negação de suas identidades e culturas; a reprodução da biopolítica de eliminação desses povos até os dias atuais com a renovação de conceitos e discursos eugenistas e discriminatórios, de sua repetição cotidiana em diferentes espaços privados e públicos, nas instituições, nas comunidades, nas famílias, nas relações sociais, no Estado, legitimando e aprofundando as desigualdades estruturais baseadas nos preconceitos de gênero, geracionais, étnico-raciais e de classe social.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-0359-4
ISBN DIGITAL:978-65-251-0354-9
DOI: 10.24824/978652510359.4
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 174
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

RACISMO E NEOLIBERALISMO NA AMÉRICA LATINA:<br>Descolonização e desracialização<br>Coleção:<br>Encontrando-nos. Racismo e Neoliberalismo na América Latina - Volume 2

Autores

CRISTINA GOMES (ORGANIZADORA)
Médica, doutorado em População e Desenvolvimento, com experiência nas áreas de pobreza, desigualdades, racismo e discriminação, políticas públicas orientadas a jovens, idosos, famílias, mulheres, indígenas e afrodescendentes nas áreas de saúde, proteção e previdência social. Foi assessora regional do UNFPA para América Latina e o Caribe, atualmente é professora da FLACSO-México.

PENILDON SILVA FILHO
Comunicação Social, mestrado e doutorado em Educação pela UFBA, fundador da Organização não Governamental Oficina de Cidadania, tem experiência na área de Educação Básica e Superior, Cidadania e Ações Afirmativas. Exerceu de janeiro de 2007 a fevereiro de 2011 o cargo de Diretor Geral do Instituto Anísio Teixeira, é docente e Pró-reitor de Ensino de Graduação da UFBA.

GERMÁN VÁZQUEZ SANDRÍN
Doutorado em Estudos das sociedades latino-americanas, especialidade em Demografia, pela Sorbornne Université (Paris III). Mestre em População pela FLACSO-México. Professor da Universidade Autónoma do Estado de Hidalgo (UAEH), membro do Sistema Nacional de Investigadores (SNI) nível 2 e coordenador da Red Mexicana de Estudios sobre Poblaciones Indígenas desde sua fundação em 2007.

ALETHEA GABRIELA CANDIA CALDERÓN
Socióloga, mestrado pela FLACSO-México, tem experiência em pesquisa de dados quantitativos e qualitativos e no uso de diversos softwares estatísticos e CAQDAS. Trabalhou com o UNFPA, Conselho Nacional de População (México) e Universidad Autónoma Metropolitana. Na Bolívia foi a responsável pela Pesquisa de Domicílios e pelo Observatório Turístico Cultural de Sucre.

ROSALINDA MORALES GARZA
Socióloga pela Universidad Autónoma de Nuevo León, UANL, mestre em História do México no Instituto Cultural Helénico e doutora em Administração Pública na Universidad Anáhuac. Especialista em gestão de assuntos públicos, educação, direitos humanos e gênero. Membro do Conselho Assessor do Instituto CULTURA DH, A.C. e da Rede Mujeres por la Educación. MUXED.

JOY HELENA GONZÁLEZ-GÜETO
Docente, narradora, poeta e investigadora. Doutoranda em Ciências Sociais na FLACSO, México. Linguista e literata pela Universidade de Cartagena (Colombia), mestrado em Desenvolvimento e Cultura pela Universidade Tecnológica de Bolívar (Colombia). Tem experiência como docente em diversas universidades na Colômbia e como conferencista convidada em universidades espanholas e latino-americanas.

MARISOL ALCOCER PERULERO
Doutorado em Ciencias Sociais na FLACSO-México; pós-doutorado no CIESAS e período de investigação na The University of California, Santa Cruz, tem experiência no tema de feminicídio com enfoque interseccional; professora no Instituto Internacional de Estudios Políticos Avanzados “Ignacio Manuel Altamirano”, IIEPA-IMA-UAGRo, Universidade de Guerrero, colabora com o OVICOM-Hannah Arendt.