Capa do livro: AS INTERFACES DA GRAMÁTICA VOL I

AS INTERFACES DA GRAMÁTICA VOL I

Autores: Ronald Taveira da Cruz

livro impresso
de R$ 67,07 por
livro digital
de R$ 67,07 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A proposta dessa coletânea é discutir a linguagem humana, se concentrando em modelos e teorias linguísticas, além de análises descritivas e processos de aquisição da gramática de uma língua.  Em qualquer gramática há “níveis linguísticos” ou “interfaces da gramática”, como o prosódico, fonológico, fonético, morfológico, sintático, semântico e pragmático. O interesse é analisar como esses níveis se interagem, já que sua divisão parece ser apenas um fator didático: ou seja, a ordem de uma língua não depende apenas do nível sintático, ela também é influenciada pela prosódia. Ou quando o foco influencia na “marca” do referente discursivo ou quando o elemento morfológico indicativo de gerúndio possibilita uma leitura semântica diferenciada. Ou seja, queremos saber como a gramática trabalha nas interfaces, como as interfaces influenciam umas às outras, operam em harmonia, possibilitam uma gramática.

Este primeiro volume de As interfaces da Gramática explora três interfaces: a relação entre a (i) sintaxe-semântica-pragmática, (ii) sintaxe-prosódia- estrutura informacional, (iii) sintaxe- morfologia. Além dessas, uma parte é dedicada à aquisição da linguagem em relação às interfaces linguísticas e extralinguísticas. Os capítulos são distribuídos em dois grupos (o básico e o avançado): no básico, os textos podem ser usados em sala de aula (graduação e pós-graduação) com exposição de conceitos básicos dentro da linguística, com os quais se torna possível uma ciência da linguagem, além de analisar alguns estudos feitos sobre o português brasileiro (PB).  No avançado, os conceitos linguísticos também são trabalhados, porém alguns autores exploram certos modelos teóricos, trazendo reflexões avançadas sobre fenômenos linguísticos do PB e de outras línguas, com experimentos com falantes nativos. Dessa forma, este livro destaca a importância do estudioso da área tanto em dominar conceitos básicos dentro da linguística, discriminando-os (estudos básicos) quanto discutir modelos teóricos ou experimentos realizados (estudos avançados).

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-467-6
DOI: 10.24824/978858042467.6
Ano de edição: 2012
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 280
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

AS INTERFACES DA GRAMÁTICA VOL I

Autores

Cristiane Lazzarotto-Volcão

Mestre e Doutora em Letras (Linguística Aplicada) pela Universidade Católica de Pelotas. Atualmente é professora do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas da Universidade Federal de Santa Catarina, onde ministra aulas nos Cursos de Graduação em Letras e Fonoaudiologia e integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Linguística. Temas de interesse: fonética e fonologia, aquisição da linguagem, ensino de língua portuguesa, desvios fonológicos.

 

Diego Rafael Vogt

Graduado em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é aluno do curso de pós-graduação em linguística da mesma universidade, em nível de mestrado. Concentra seus estudos nas áreas de Sintaxe, Semântica e Pragmática, pesquisando, principalmente, temas voltados à semântica dos indexicais e demonstrativos, teorias da referência e quantificação nominal.

 

Gabriel de Ávila Othero

É formado em Letras Português e Letras Português/Inglês pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos (2000); é Especialista em Estruturas da Língua Portuguesa pela Universidade Luterana do Brasil - ULBRA (2002); é Mestre (2004) e Doutor (2008) em Linguística Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS; fez Pós-Doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2009-2010). É professor adjunto do Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. É o editor-chefe da Revista Virtual de Estudos da Linguagem - ReVEL (ISSN 1678-8931, www.revel.inf.br , Qualis B2) desde 2003. Também mantém uma coluna semanal em um jornal de circulação diária, a Coluna Língua Portuguesa. Tem experiência na área de Linguística, Língua Inglesa e Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: Gramática, Sintaxe, Linguística Computacional e Teoria da Otimidade.

 

Gustavo Andrade Nunes Freire

Possui graduação pela Universidade de Brasília (2005) e mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Em 2008, foi professor substituto do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas desta mesma universidade e colaborador da Fundação de Amparo a Pesquisa e Extensão Universitária, atuando no ensino de línguas estrangeiras modernas (2006-2008). Atualmente é doutorando do curso de pós-graduação em Linguística no Instituto de Estudos da Linguagem, na UNICAMP. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Teoria e Análise Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: aquisição da linguagem, sintaxe gerativa, ensino de línguas estrangeiras modernas, leitura e produção textual e educação à distância.

 

Izabel Christine Seara

Doutora em Linguística (2000) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É Professora Adjunto IV da UFSC, atuando na Graduação em Letras - Português e no Programa de Pós Graduação em Linguística na área: Teoria e Análise Linguística (Linha de Pesquisa: A fala do ponto de vista perceptual-acústico-articulatório e os modelos fonológicos). Tem Pós-Doutorado pela Université Paris 3 - Sorbonne Nouvelle (Paris-França), realizado no Laboratoire de Phonétique et Phonologie. Seus temas de pesquisa são: entoação - prosódia e suas interfaces, detalhamento acústico de segmentos de fala, síntese e reconhecimento de fala e interfonologia francês/português brasileiro.

 

José Ferrari Neto

Possui graduação em Letras pela Universidade Católica de Petrópolis (1999), especialização em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000), mestrado (2003) e doutorado (2008) em Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica - RJ (2003). Tem experiência em docência e pesquisa na área de Linguística, com ênfase em Psicolinguística e Aquisição da Linguagem. Foi Professor Assistente de Língua Portuguesa e Linguística Geral na Universidade Católica de Petrópolis (RJ) e Professor de Linguística na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atualmente é Professor Adjunto I de Linguística e Língua Portuguesa na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), atuando no LAPROL (Laboratório de Processamento Linguístico).

 

Lovania Roehrig Teixeira

Possui graduação em Letras (Língua Portuguesa e Literatura Brasileira) pela Universidade de Passo Fundo (2006). É Mestre em Linguística pelo Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Suas áreas de interesse são Semântica, Pragmática e Filosofia da Linguagem, tendo como subáreas semântica do discurso ficcional, modalidade e indexicais no Português Brasileiro.

 

Luciana Santos Brito

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Professora do Colégio Diocesano de Parnaíba LTDA. Psicopedagoga. Áreas de interesse: aquisição de linguagem e ensino-aprendizagem.

 

Lucilene Lisboa de Liz

Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado de Santa Catarina. Atua em Teoria e Análise Lingüística, especificamente dentro do quadro da Gramática Gerativa, pesquisando temas como: construções triargumentais, complementos indiretos, propriedades preposicionais, questões relativas à morfologia gerativa. Mais recentemente também atua na interface linguística/educação, pesquisando temas como aprendizagem da escrita, aquisição de linguagem, voltados para alfabetização e letramento. Possui graduação em Letras- Português, mestrado em lingüística na Universidade Federal de Santa Catarina (2005) e doutorado em lingüística na mesma universidade(2009).Desde março de 2012 atua como Diretora de Pesquisa e Pós-Graduação no CEAD/UDESC.

 

Luisandro Mendes de Souza

Licenciado em Letras (Português e Inglês) pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória (2003), mestre (2006) e doutor (2010) em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atua principalmente nos seguintes temas: aspectos da semântica das línguas naturais tais como quantificação, comparação, predicados graduais, com interface em sintaxe e pragmática.

 

Maria Cristina Figueiredo Silva

Possui graduação em Linguística e Português pela Universidade de São Paulo (1985), mestrado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (1988) e doutorado na Université de Genève (1994). É professora atualmente da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atua em Teoria e Análise Linguística, especificamente dentro do quadro da Gramática Gerativa, pesquisando temas como: o sujeito nulo em português brasileiro, a comparação entre o português brasileiro e o português europeu, questões de morfologia gerativa e, mais recentemente, o fenômeno da ordem das palavras na interface fonologia-sintaxe.

 

Núbia Saraiva Ferreira Rech

Graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997). Mestre em Teoria e Análise Linguística pela mesma instituição (2005), com a dissertação: Estruturas Monoargumentais do Português Brasileiro à Luz da Hipótese Inacusativa, orientada pelo Prof. Dr. Mathias Schaf Filho. Doutora em Teoria e Análise Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009), com a tese: Auxiliares: uma Subclasse dos Verbos de Reestruturação, orientada pelo Prof. Dr. Carlos Mioto. É professora da Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Teoria e Análise Linguística, investigando principalmente os seguintes temas: predicação e auxiliaridade verbal.

 

Paula Fabrícia de Oliveira Mendonça

Graduada em licenciatura plena em letras inglês pela Universidade Estadual do Piauí e pedagogia pela Universidade Federal do Piauí. Professora de inglês da rede pública de ensino e Psicopedagoga. Área de interesse: semântica formal e ensino-aprendizagem segunda língua.

 

Renato Miguel Basso

Professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), doutor e mestre em Linguística pela Unicamp. Tem pesquisado desde a graduação questões relativas a eventos em línguas naturais, como aspecto verbal e acionalidade. No mestrado, estudou o fenômeno da detelização e no doutorado estuda a semântica das relações anafóricas entre eventos. Em parceria com o prof. Rodolfo Ilari, publicou o livro O português da gente. Em cooperação com outros pesquisadores, publicou um livro de introdução à semântica formal e um manual sobre a história da língua portuguesa. Contribuiu com os capítulos sobre o verbo, a preposição, o advérbio e o artigo definido para o volume 2 da Gramática do Português Culto Falado no Brasil.

 

Roberta Pires de Oliveira

Graduação em Letras (Universidade Estadual de Campinas (1985)), mestre em Linguística (Universidade Estadual de Campinas (1991)) e doutora em Linguística (Katholieke Universiteit Leuven (1995)). Pós-doutorado no Massachussets Institute of Techonology (MIT), de 2004 a 2005, e em Harvard University, de 2012 a 2013. É professora na Licenciatura em Letras e na Pós-Graduação em Inglês da Universidade Federal de Santa Catarina e professora efetiva da Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Paraná. Áreas de atuação: Semântica e Pragmática de vertente formal; Filosofia da Linguagem; Educação. Desde 2009, coordena o projeto de cooperação internacional Capes/Cofecub, Nominais Nus no PB: a interface sintaxe-semântica, juntamente com a profa. Carmen Dobrovie-Sorin, CNRS-LLF, Paris 7. Desde 2007 coordena a primeira Licenciatura em Letras a distância da Universidade Federal de Santa Catarina.

 

Ronald Taveira da Cruz

Possui graduação em Letras pela Universidade Católica de Brasília (2002) e mestrado (2005) e doutorado (2008) em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Linguística, Filosofia e Psicologia, com ênfase em Teoria e Análise Linguística, Filosofia da Linguagem, Psicolinguística, Psicopedagogia e Literatura Comparada. Professor da Universidade Federal do Piauí.

 

Sandra Quarezemin

Possui graduação em Letras Português pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), mestrado e doutorado em Linguística também pela UFSC. Atualmente é coordenadora do curso Letras-Português a distância da UFSC e professora dessa instituição. Atua em Teoria e Análise Linguística, especificamente dentro do quadro da Gramática Gerativa. Pesquisa temas como: a focalização de constituintes em português brasileiro, as sentenças clivadas, a periferia esquerda da sentença e, mais recentemente, a estrutura sintática do domínio nominal.