Capa do livro: MODERNIDADE E MODERNIZAÇÃO EM O SELVAGEM DA ÓPERA E A MÁQUINA DE MADEIRA

MODERNIDADE E MODERNIZAÇÃO EM O SELVAGEM DA ÓPERA E A MÁQUINA DE MADEIRA

Autores: Márcia Mucha

livro impresso
de R$ 35,90 por
livro digital
de R$ 35,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Nesta obra são contempladas algumas representações da modernidade e da modernização em dois romances da literatura brasileira contemporânea: O selvagem da ópera (1994), de Rubem Fonseca, e A máquina de madeira (2012), de Miguel Sanches Neto. Ambas as narrativas, de ficção histórica, põem em xeque o Brasil do Segundo Império com críticas às suas políticas sociais, tecnológicas e culturais, na tentativa de superar os entraves relegados pelo regime colonial e escravocrata. Nessa perspectiva, investe-se na trajetória dos protagonistas: o maestro Antônio Carlos Gomes e o inventor da máquina de escrever, o padre Francisco João de Azevedo. O sangue negro do primeiro e as origens humildes de ambos funcionam como paradigma de um Brasil que quer se modernizar, mas que não se enquadra em um modelo importado, eurocêntrico.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-0345-7
ISBN DIGITAL:978-65-251-0341-9
DOI: 10.24824/978652510345.7
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 130
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

MODERNIDADE E MODERNIZAÇÃO EM O SELVAGEM DA ÓPERA E A MÁQUINA DE MADEIRA

Autores

MÁRCIA MUCHA
Nasceu em 1982, em Guarujá do Sul, extremo oeste de Santa Catarina. Em 2001 mudou-se para o litoral do Paraná, onde vive até hoje. É doutoranda em Letras pela UFPR, mestre em Estudos de Linguagens pela UTFPR, professora e pesquisadora.