Capa do livro: “FUI O CRIADOR DE MACUMBAS EM DISCOS”: <br>protagonismo negro e a trajetória de Getúlio Marinho da Silva no pós-abolição carioca (1895-1964)

“FUI O CRIADOR DE MACUMBAS EM DISCOS”:
protagonismo negro e a trajetória de Getúlio Marinho da Silva no pós-abolição carioca (1895-1964)

Autores: Fernanda Epaminondas Soares

Getúlio Marinho da Silva, também conhecido como “Amor”, foi um grande artista baiano que viveu no Rio de Janeiro durante as primeiras décadas do século XX. Homem negro, músico e bailarino mestre-sala, declarava ter criado as “macumbas” em disco. Através de sua trajetória é possível pensar identidade negra, protagonismo negro e relações raciais.

Impresso
de R$ 90,38 por
R$ 69,52
Digital
de R$ 90,38 por
R$ 63,27

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5578-523-4
ISBN DIGITAL:978-65-5578-522-7
DOI: 10.24824/978655578523.4
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 322
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

“FUI O CRIADOR DE MACUMBAS EM DISCOS”: <br>protagonismo negro e a trajetória de Getúlio Marinho da Silva no pós-abolição carioca (1895-1964)
FERNANDA EPAMINONDAS SOARES
É carioca. Doutoranda e mestra em História Social pela Universidade Federal Fluminense, é formada em bacharelado e licenciatura em História pela mesma universidade. Vencedora do primeiro prêmio no concurso de monografias "Prêmio Sílvio Romero de Monografias sobre Folclore e Cultura Popular" de 2016, do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/IPHAN. A autora também atua como professora e desempenha trabalhos com pesquisa e consultoria acadêmica.