Capa do livro: “FUI O CRIADOR DE MACUMBAS EM DISCOS”: <br>protagonismo negro e a trajetória de Getúlio Marinho da Silva no pós-abolição carioca (1895-1964)

“FUI O CRIADOR DE MACUMBAS EM DISCOS”:
protagonismo negro e a trajetória de Getúlio Marinho da Silva no pós-abolição carioca (1895-1964)

Autores: Fernanda Epaminondas Soares

livro impresso
de R$ 66,34 por
livro digital
de R$ 66,34 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Getúlio Marinho da Silva, também conhecido como “Amor”, foi um grande artista baiano que viveu no Rio de Janeiro durante as primeiras décadas do século XX. Homem negro, músico e bailarino mestre-sala, declarava ter criado as “macumbas” em disco. Através de sua trajetória é possível pensar identidade negra, protagonismo negro e relações raciais.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5578-523-4
ISBN DIGITAL:978-65-5578-522-7
DOI: 10.24824/978655578523.4
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 322
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

“FUI O CRIADOR DE MACUMBAS EM DISCOS”: <br>protagonismo negro e a trajetória de Getúlio Marinho da Silva no pós-abolição carioca (1895-1964)

Autores

FERNANDA EPAMINONDAS SOARES
É carioca. Doutoranda e mestra em História Social pela Universidade Federal Fluminense, é formada em bacharelado e licenciatura em História pela mesma universidade. Vencedora do primeiro prêmio no concurso de monografias "Prêmio Sílvio Romero de Monografias sobre Folclore e Cultura Popular" de 2016, do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/IPHAN. A autora também atua como professora e desempenha trabalhos com pesquisa e consultoria acadêmica.