Capa do livro: EDUCAÇÃO DOMICILIAR NO BRASIL: <br>mo(vi)mento em debate

EDUCAÇÃO DOMICILIAR NO BRASIL:
mo(vi)mento em debate

Autores: Maria Celi Chaves Vasconcelos (Org.)

livro impresso
de R$ 77,90 por
livro digital
de R$ 77,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Este é um livro que está absolutamente inscrito no seu tempo. Traduz uma temática contemporânea e discorre acerca dela, ao mesmo tempo, com sobriedade e clareza. Ao abordar a temática da educação domiciliar, os autores aqui reunidos propuseram-se a escapar da tentação da adesão ou rejeição automáticas. Não se trata apenas de ser contra ou a favor do ensino doméstico.
Busca-se, isso sim, averiguar seus fundamentos históricos, sociológicos e filosóficos, de modo a assumir a complexidade que está e esteve colocada nas múltiplas práticas daquilo que internacionalmente é conhecido como homeschooling. O ensino domiciliar era já demandado por alguns setores da sociedade antes da pandemia. Com o ensino remoto organizado em virtude da presença do coronavírus em diferentes sociedades ao longo de todo mundo, essa temática adquire hoje um novo significado. Este livro traz à tona essa problemática. Porém, tanto quanto o ensino domiciliar, os diferentes capítulos da presente obra abordam os sentidos postos na educação escolar, o lugar social da escola na vida coletiva e comunitária, o rito de passagem que constitui esse ir para a escola das novas gerações. Como contraponto, dialogam com outras possibilidades de ensino, para além da escola. Trata-se de um importante livro para especialistas e para todos aqueles que têm pela educação apreço e curiosidade intelectual.

Carlota Boto
Professora Titular / Faculdade de Educação
Universidade de São Paulo (USP).

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5868-569-2
ISBN DIGITAL:978-65-5868-566-1
DOI: 10.24824/978655868569.2
Ano de edição: 2021
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 398
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

EDUCAÇÃO DOMICILIAR NO BRASIL: <br>mo(vi)mento em debate

Autores

ADALBERTO CARVALHO RIBEIRO
Professor Associado III da Universidade Federal do Amapá (Unifap), vinculado ao Departamento de Educação. Pesquisador permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) da Unifap. Leciona a disciplina Sociologia da Educação nos cursos de Graduação. Doutor em Ciências: desenvolvimento socioambiental, pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Realizou estágio de Pós-Doutoramento no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa (IE/UL). Coordenador Nacional do Grupo de Trabalho/GT 14 – Sociologia da Educação – da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação (ANPEd) para o biênio 2019-2021. Autor e organizador de livros, capítulos de livros e artigos científicos dentre eles: Homeschooling e controvérsias: da identidade à pluralidade – o drama da socialização, publicado na Práxis Educativa em 2020.

ALEXSANDRO VIEIRA PESSOA
Graduado em Pedagogia pela Faculdade de Ensino Regional Alternativa (Fera). Mestre em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS). Professor efetivo da Prefeitura Municipal de Taquarana. Professor na Universidade Paulista (Unip). Apresentou a dissertação intitulada Práticas Pedagógicas na educação domiciliar: um estudo de caso em Aracaju-SE.

ALINE LYRA
Professora de Educação Básica efetiva do Colégio Pedro II. Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGE/UFRJ). Pedagoga formada pela UFRJ. Foi bolsista Proex/Capes durante o curso de Mestrado (2017-2019). Pesquisa e escreve sobre educação domiciliar e desescolarização. Foi professora contratada pelo Governo do Distrito Federal (GDF), pelo Colégio de Aplicação da UFRJ (CAp/UFRJ) e pela Escola de Educação Infantil da UFRJ (EEI/UFRJ). Foi professora efetiva da Rede Municipal da Estância Balneária de Ilhabela/SP. Trabalhou na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRJ (PPGE/UFRJ).

ANA CLAUDIA FERREIRA ROSA
Mestra em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO). Participou do Grupo de Estudos e Pesquisa “DIALOGUS: educação, formação e humanização com Paulo Freire” pela UFSM. Participa do grupo de Estudo: “Pesquisa, Inovação, Ciência e Educação” (IFTO); Grupo de Estudo Pesquisa em Educação Matemática – IFTO (pesquisador). Atualmente, participa como membro do Grupo de Estudo e Pesquisa em Política Educacional, Formação e Trabalho Docente (Gestrado/UFPA). Associada da ABdC, Anfope e ANPEd.

ANDRÉ DE HOLANDA PADILHA VIEIRA
Mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Doutorando em Sociologia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Membro do Laboratório de Pesquisa em Ensino Superior (Lapes/UFRJ) e analista de pesquisa e avaliação da Fundação Roberto Marinho. Tem publicações nas áreas de estratificação educacional, classes sociais e desigualdade no mercado de trabalho. Autor da Monografia Escola? Não, obrigado: Um retrato da homeschooling no Brasil, apresentada para a conclusão do Bacharelado em Sociologia – Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Brasília (2012).

ANTONIO JORGE GONÇALVES SOARES
Professor Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Faculdade de Educação. Pesquisador Bolsista Produtividade PQ-CNPq 1D e Cientista do Nosso Estado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Realizou estágios de Pós-Doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Universidade do Porto-Fade-UP. É líder do Laboratório de Pesquisas em Educação do Corpo-CNPq (Labec) e membro-pesquisador do Grupo de Estudos de Sistemas Educacionais-CNPq (Grupo de Estudos de Sistemas Educacionais (Gesed) e colabora com outros grupos de pesquisa (Núcleo de Estudos e Pesquisa de Educação e Sociedade Contemporânea-UFSC; Proteoria-Ufes). Atua como editor de Seção da Revista Contemporânea de Educação (RCE-UFRJ) e como editor de Seção Journal Physical Education.

ARLETE MARIA MONTE DE CAMARGO
Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 2004. Realizou estágio Pós-Doutoral na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É Professora Titular aposentada da Universidade Federal do Pará (UFPA) e atua, presentemente, no Programa de Pós-Graduação em Educação (UFPA) na Linha Formação de Professores, Trabalho Docente, Teorias e Práticas Educacionais, como professora visitante. Integra como líder os seguintes grupos de pesquisa: Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação Superior (Gepes/UFPA) e o Grupo de Estudo e Pesquisa de Política Educacional, Formação e Trabalho Docente (Gestrado/UFPA). Associada à ANPEd e à Anpae.

BRUNO ANTONIO PICOLI
Professor da área de Ensino de História da Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Chapecó, e Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É líder do Grupo de Pesquisa em Educação, Violência e Democracia (Grupevd) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) que pesquisa temas relacionados à Educação Histórica, neoliberalismo, neoconservadorismo, direitos humanos, formação de professores e políticas educacionais a partir da Filosofia da Educação.

CARLOS ROBERTO JAMIL CURY
Mestre em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutor em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Fez seu PósDoutorado, em 1994, junto à Faculdade de Direito do Largo São Francisco da Universidade de São Paulo (USP). Em seguida, junto à Université de Paris (René Descartes), em 1995, continuou seus estudos pós-doutorais. Entre 1998-1999, fez outros estudos de Pós-Doutorado na École des Hauts Études en Sciences Sociales, EHESS, França. Em 2011, fez um estágio Pós-Doutoral na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É professor titular (aposentado) da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da qual é professor emérito. Foi membro do Conselho Nacional de Educação (1996-2004) e Vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC (2018-2019). É professor desde 1966.

CLEBER FRANCISCO ALVES
Pós-Doutorado em Direito pela Universidade de Londres (Institute of Advanced Legal Studies): bolsista Capes (Proc. BEX 10.766/13-8). Doutor e Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC- Rio). Realizou pesquisas, como Visiting Fellow na Universidade de Baltimore (EUA) e na Universidade de Montpellier (França). Desde 2005, participa do International Legal Aid Group (ILAG), representando o Brasil. É um dos Coordenadores Gerais do Global Access to Justice Project (www.globalaccesstojustice.com). É Professor Associado da Faculdade de Direito e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito (Mestrado e Doutorado) da Universidade Federal Fluminense (UFF) e Professor titular da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Petrópolis. Desde 1994; é Defensor Público do Estado do Rio de Janeiro. É membro titular da Academia Fluminense de Letras, da Academia Petropolitana de Letras e da Academia Petropolitana de Educação.

ÉDISON PRADO DE ANDRADE
Bacharel em Direito (Centro Universitário Padre Anchieta/1996-2000); Mestre e Doutor em Educação (Universidade de São Paulo, 2004-2007, 2009-2014). Advogado, Consultor e Procurador Judicial de famílias praticantes de educação domiciliar. Idealizador, fundador e gestor da Associação Brasileira de Defesa e Promoção da Educação Familiar (ABDPEF). Ex-Professor de Graduação e Pós-Graduação de diversas instituições de Ensino Superior; Consultor Governamental; Ex-Servidor Público Federal, Estadual e Municipal. Professor Convidado da Escola de Governo de São Paulo.

FABIANA FERREIRA PIMENTEL KLOH
Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Mestra em Educação pela Universidade Católica de Petrópolis. Especialização lato sensu em Administração Escolar pela Universidade Cândido Mendes. Licenciatura em História pela Universidade Católica de Petrópolis, Especialização lato sensu pela UERJ na modalidade Residência Jurídica. Especialização em Educação Ambiental pela Universidade Católica de Petrópolis. Graduada em Direito pela Universidade Católica de Petrópolis. Professora da rede pública municipal de Petrópolis/RJ, concursada desde 1996. Professora de Direito Constitucional e Legislação do Ensino em cursos de atualização de profissionais do Direito e preparatórios para concursos públicos. Pesquisadora da educação domiciliar desde 2012. Orientadora Educacional do Colégio de Aplicação da Universidade Católica de Petrópolis. Membro titular da cadeira n. 38 na Academia Petropolitana de Educação. Professora convidada na Universidade Católica de Petrópolis na área de Direito Constitucional.

GABRIELE NIGRA SALGADO
Licenciada e Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar (2008). Mestra (2011) e Doutora (2018) em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Realizadora do documentário Conficções (2018), que retrata os questionamentos e os processos vivenciados pela pesquisadora durante sua investigação de Doutorado sobre Experiências Alternativas de Educação em Florianópolis-SC, no qual foram abordados coletivos de educação não formal, escolas alternativas e uma família unschooling.

GABRIELA FREITAS DE ALMEIDA
Pedagoga e Mestra em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), onde desenvolveu pesquisa sobre formas de educação alternativas e contra hegemônicas. Atuou como professora da Educação Básica (Educação Infantil), tanto em instituições alternativas quanto em escolas públicas. Atualmente, é pesquisadora no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), na área de avaliação da Educação Básica. Sua área de interesse focaliza áreas de filosofia, sociologia, história da educação, políticas educacionais e no estudo de práticas educativas alternativas e não formais.

LUCIANE MUNIZ RIBEIRO BARBOSA
Mestra e Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, é professora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no Departamento de Políticas, Administração e Sistemas Educacionais (Depase). Pesquisadora do Laboratório de Políticas Públicas e Planejamento Educacional (LaPPlanE). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Políticas Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: Direito à Educação; Políticas Educacionais; Educação Domiciliar/Homeschooling; Educação Infantil; Estado e Educação.

LUÍS EDUARDO MAESTRELLI BIZZO
Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre e Doutor em Ciências pela da Universidade de São Paulo (USP), com estágio Pós-Doutoral na UFSC. É professor universitário, ministrando aulas, principalmente nas séries iniciais de cursos de Ciências Biológicas e da Saúde das instituições Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Centro Universitário – Católica de Santa Catarina em Joinville e Faculdade Anhanguera de Joinville.

MARIA CELI CHAVES VASCONCELOS (ORG.)
Professora Titular na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), atuando no Departamento de Políticas, Avaliação e Gestão da Educação (Depag) e no Programa de Pós-Graduação em Educação (ProPEd), na Linha de Pesquisa: Instituições, Práticas Educativas e História. Pós-Doutora em Educação na Universidade do Minho (UMinho), Portugal. Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Membro do Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro (CEE/RJ). Autora do livro – A casa e os seus mestres: a educação no Brasil de oitocentos. Coordena o Grupo de Pesquisa História e memória das políticas educacionais no território fluminense. Bolsista de Produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Cientista do Nosso Estado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj).

MAYARA LUSTOSA SILVA PESSOA
Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Mestra em Serviço Social pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), com a apresentação da dissertação Educação domiciliar no Brasil: Trajetória e organização a partir de 1990. Pesquisadora da temática no âmbito do Serviço Social em diálogo com a Educação.

NELIO MARCO VINCENZO BIZZO
Graduado em Ciências Biológicas, é docente da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e atua na Graduação e Pós-Graduação. Tem se dedicado a pesquisas no campo da Biodiversidade e Educação e História da Ciência. É coordenador científico do Núcleo de Pesquisa em Educação, Divulgação e Epistemologia da Evolução (EDEVODarwin), da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP e do Projeto Temático Biota/Fapesp-Educação (2018-2023), que articula cinco instituições acadêmicas (USP, Universidade Federal do ABC – UFABC, Unifesp, Universidade Municipal de São Caetano do Sul  – USCS e Instituto Butantan). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, história da ciência aplicada ao ensino de ciências, ensino de evolução, e metodologia de ensino da ciência. É bolsista 1A do CNPq (2016-2021).

PEDRO HENRIQUE DA SILVA MELGAÇO RAMOS
Doutor e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas). Tem especialização lato sensu em Avaliação de Impactos Ambientais pela PUC-Minas. Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Bacharel Licenciado em Geografia pela PUC-Minas. Diretor e Professor de instituições de Educação Básica e Ensino Superior desde 2011. Presidente de Conselho Superior de Faculdades. Membro do Núcleo Docente Estruturante. Presidente da Comissão Permanente de Avaliação (CPA). Expositor de temas educacionais. Organizador de eventos.

VITÓRIA MARIA TERRA
Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atualmente, é professora de Educação Básica I na Rede Municipal de Campinas. Desenvolveu a pesquisa “Homeschooling e as mães professoras: desafios para a formação e prática docente”, em 2019, sob a orientação da Prof.ª Dr.a Luciane Muniz Ribeiro Barbosa, no âmbito do Laboratório de Políticas Públicas e Planejamento Educacional (LaPPlanE/Unicamp).