Capa do livro: UNIVERSIDADE E PARTICIPAÇÃO: <br>inclusão, interculturalidade e inovação pedagógica – desafios e possibilidades em foco

UNIVERSIDADE E PARTICIPAÇÃO:
inclusão, interculturalidade e inovação pedagógica – desafios e possibilidades em foco

Autores: Mônica Pereira dos Santos - José Guilherme de Oliveira Freiras - Ângela Maria Venturini - Jonathan Aguiar

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Os textos deste livro socializam as discussões que aconteceram na quinta edição do Seminário Internacional Inclusão em Educação – Universidade e Participação (UP-V): Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica. Os autores compartilham e problematizam ideias, culturas, estudos, inquietações, contradições e inovações acerca de suas experiências, bem como as teorizações sobre educação na interface com os temas do Seminário. Mais do que um livro, esta obra é a materialização de múltiplos saberes e fazeres que buscam contribuir para uma educação mais inclusivamente orientada, mais intercultural e mais pedagogicamente inovadora e que tem como foco de interesse o desenvolvimento de uma educação laica, pública, gratuita, entendida como um direito, e portanto, participativa e democrática para a espécie humana.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-86087-27-7
ISBN DIGITAL:978-65-86087-36-9
DOI: 10.24824/978658608727.7
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 220
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

UNIVERSIDADE E PARTICIPAÇÃO: <br>inclusão, interculturalidade e inovação pedagógica – desafios e possibilidades em foco

Autores

MÔNICA PEREIRA DOS SANTOS (ORG.)
Professora Associada da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possui graduação em Psicologia, Mestrado e PhD em Psicologia e Educação Especial pela Universidade de Londres. Atualmente, é coordenadora do Observatório Estadual de Educação Especial (OEERJ), diretamente vinculado ao Observatório Nacional (ONEESP) e do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe), que congrega mais de 25 Universidades, brasileiras e estrangeiras. Preside a Comissão Executiva do Fórum Permanente UFRJ Acessível e Inclusiva, e Coordena o Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFRJ. Autora de três livros sobre inclusão em Educação e publicou vários artigos sobre a temática. É membro do conselho editorial da Revista Espaço, do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), da Revista Brasileira de Educação Especial, da Revista Conhecimento e Diversidade e da Revista Poiesis Pedagógica. Atuou como gestora nacional da Gerência de Educação do Departamento Nacional do SESC entre 2004 a 2007 e Coordenadora do Programa Nacional Escola de Gestores/MEC (2009-2011). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Psicologia da Educação, Políticas Educacionais e Inclusão em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Perspectiva Omnilética de Inclusão em Educação, Interculturalidade em Educação, Direitos Humanos, Formação de Professores, Ensino-aprendizagem, Psicologia da Aprendizagem, Psicologia do desenvolvimento, Psicologia Escolar, Psicologia Social, Psicopedagogia, Educação Especial. Fundadora e coordenadora do LaPEADE – Laboratório de Pesquisa, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação. Orienta monografias de graduação, de especialização, dissertações de mestrado e teses de doutorado.

JOSÉ GUILHERME DE OLIVEIRA FREITAS (ORG.)
Possui graduação em Licenciatura Plena em Física – Fundação Técnico Educacional Souza Marques (1978-1981), Pós Graduação em Psicopedagogia Diferencial da Aprendizagem – PUC-RJ (1995-1996), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001-2004), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005-2010) e Pós Doutorado em Educação-UFRJ (2012-2013). Atua como Pesquisador no Laboratório de Pesquisas, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação – LaPEADE/UFRJ na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, desde 2005, e como Coordenador do Grupo de Estudos sobre Sexualidades, Identidades, Diversidades e Inclusão GESEI/LaPEADE desde 2014.

ANGELA MARIA VENTURINI (ORG.)
Professora do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ/FAETEC/SECTIDS). Possui graduação em Psicologia pela Universidade Santa Úrsula (1974), graduação em Licenciatura em Psicologia pelo Centro Universitário de Brasília (1970-1973) e Mestrado em Psicologia Social e Personalidade pela FGV/RJ (1988). Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRJ. Pesquisadora do Laboratório de Pesquisa, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação (LaPEADE/FE/UFRJ) desde 2008. Pesquisadora do Observatório Estadual de Educação Especial do RJ (OEERJ/LaPEADE/FE/UFRJ), no período 2011-2017, vinculado ao Observatório Nacional de Educação Especial (ONEESP/UFSCar/SP). Pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre sexualidades, Identidades, Diversidades e Inclusão (NESEI/LaPEADE/FE/UFRJ), desde 2015. Coordenadora da Pós-Graduação Lato-Sensu – O processo de Letramento e Alfabetização do aluno com Deficiência Visual (Cegueira ou Baixa Visão) – da Educação Infantil ao 1º Ano do Ensino Fundamental.

JONATHAN AGUIAR (ORG.)
Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro sendo bolsista CAPES. Mestre em Educação na linha de pesquisa Ética, Inclusão e Interculturalidade pela UFRJ/CAPES (2018). Especialização em Psicopedagogia e Educação Inclusiva pela Faculdade de Educação São Luís (2017). Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade de Educação da UFRJ (2016). Normalista pelo Instituto de Educação Carmela Dutra (2010). Pesquisador científico do Laboratório de Pesquisa, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação (LaPEADE/UFRJ) e Membro do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPE). Compõe a Secretaria Executiva do Fórum Estadual da Alfabetização do Rio de Janeiro – FEARJ; e desenvolve pesquisas no âmbito do Laboratório Integrado de Estudos de Alfabetização e Linguagem (LIA). É Formador Regional desde 2017 do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) realizando formação continuada de professores e gestores nos municípios do Rio de Janeiro. Anteriormente atuou como pesquisador do Grupo de Pesquisa Criar e Brincar: o lúdico no processo de ensino-aprendizagem (2012-2018), como também professor substituto do Colégio de Aplicação da UFRJ (2017-2018) e, professor-orientador convidado do Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública Municipal pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (2018-2019); Professor convidado do curso de Pós-graduação Especialização em Educação Física Escolar na Perspectiva Inclusiva, vinculado à Escola de Educação Física e Desportos (2018).

ADRIANA CAMPANI
Possui graduação em Pedagogia e Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutorado pela Universidade Federal do Ceará, com Estágio de Doutoramento na Universidade de Lisboa-UL (2008), sob orientação do Prof. Dr. Antonio Nóvoa. Tem Pós-doutorado em Desenvolvimento Curricular pela Universidade do Minho em Portugal. É professora efetiva classe associada, Pro-Reitora Adjunta de Ensino de Graduação, Procuradora Institucional (P.I.) e membro da Comissão Própria de Avaliação – CPA da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Coordena na UVA o Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica no Ensino Superior – OIIIIPe por meio do Acordo de Cooperação entre a UFRJ/UVA, com mais 18 universidade, sendo 5 internacionais. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Pedagogia Universitária – GEPPU/UVA. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Currículo, Formação de Professores e Pedagogia Universitária.

ANA CLAUDIA BORTOLOZZI MAIA
É Licenciada em Psicologia (1992) e Psicologia (1993) pela UNESP, Bauru. Mestre em Educação Especial (1997), pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCar e Doutora em Educação (2003) pela UNESP, Marília. Fez pós-doutorado (2009) no Núcleo de Estudos da Sexualidade -NUSEX (UNESP, Araraquara) e em 2017 no exterior, no Instituto de Educação da Universidade do Minho (Braga, Portugal). É professora efetiva desde 1995 e concursada na disciplina Educação Sexualidade. Atualmente, é Professora Associada, Livre-docente em Educação Sexual, Inclusão e Desenvolvimento Humano. É Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa Sexualidade, Educação e Cultura (GEPESEC) e coordenadora do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Educação Sexual (LASEX). Tem experiência na área da Sexualidade e Deficiências e atua em diferentes temáticas: Educação em Sexualidade, Educação Especial e Inclusiva, Sexualidade e Deficiências, Sexualidade e Desenvolvimento Humano: infância, adolescência, idade adulta e avançada, estigma e diversidade, formação de professores etc. Autora dos livros -Sexualidade e Deficiência- (Ed Unesp), -Inclusão e Sexualidade na voz de pessoas com deficiência física- (Ed. Juruá), e coautora em livros infantis: -Sem mais segredos: Juju, uma menina muito corajosa - (Ed. Multifoco), - As descobertas de Mari: autismo e amizade (Ed. Moura SA), dentre outras produções.

CAROLINA BARREIROS DE LIMA
Possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro com bolsa Mestrado NOTA 10 – Faperj; Pós-graduação em Administração e Supervisão Escolar pela Universidade Cândido Mendes; e Graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é Assessora do Instituto de Educação Roberto Bernardes Barroso – Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

CELESTE AZULAY KELMAN
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1972), mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1995, bolsista CNPq) e doutorado em Psicologia pela Universidade de Brasília (2005, bolsista CNPq). Foi professora adjunta da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e professora adjunta da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, atuando na Graduação e na Pós-Graduação. Desde 2010 atua na Universidade Federal do Rio de Janeiro. É Professora Associada, integrando o corpo docente da Faculdade de Educação da UFRJ, atuando na Graduação e na Pós-Graduação. No Programa de Pós-Graduação coordena a linha de pesquisa Inclusão, Ética e Interculturalidade. Fundadora e coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Surdez – GEPeSS do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. É autora do livro “Sons e Gestos do Pensamento: um estudo da linguagem egocêntrica na criança surda”, coautora e organizadora do livro “Surdez: comunicação, educação e inclusão” e de outros livros. Tem 32 capítulos em livros com temas na área de Educação Especial/Inclusiva e surdez, 4 artigos publicados em periódicos estrangeiros e 31 em publicações nacionais em temas como educação inclusiva, surdez, educação especial e linguagem.

CLAUDENICE MARIA VÉRAS NASCIMENTO
Possui graduação em Pedagogia, especialização em Gestão Escolar pela Universidade Católica de Brasília (2003), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (2011) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (2016). Atualmente é coordenadora pedagógica na Universidade Vila Velha. Coordenou o Projeto de Pesquisa: A avaliação da aprendizagem e seus impasses na Educação de Jovens e Adultos. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em política pública, atuando principalmente nos seguintes temas: política educacional; gestão escolar; trabalho docente; educação superior; avaliação institucional e planejamento educacional.

DILTON RIBEIRO COUTO JUNIOR
Graduado em pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com especialização em docência superior pela Universidade Gama Filho (UGF) e em educação infantil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/Rio). É mestre, doutor e pós-doutor (bolsa CNPq/PDJ) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (ProPEd) da UERJ. Durante o doutorado, realizou estágio sanduíche na University of California – Irvine (UCI) (bolsa CAPES/PDSE), sob supervisão da professora Dra. Annette Schichter. Desde 2005 integra o Grupo de Pesquisa Infância, Juventude, Educação e Cultura (IJEC); também integra o Grupo de Estudos em Gênero e Sexualidade e(m) Interseccionalidades (Geni). Atualmente realiza o pós-doutorado (bolsista CAPES/PNPD) no Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas (PPGECC) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro/Baixada Fluminense (UERJ/FEBF) sob supervisão do professor Dr. Ivan Amaro. É professor no PPGECC/UERJ/FEBF e professor colaborador no Programa de Mestrado Profissional em Rede em Ensino de Biologia (ProfBio) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

DISNEYLÂNDIA MARIA RIBEIRO
É Professora Adjunto I do Departamento de Educação, do CAMEAM/UERN; Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará. Mestra em Educação pela Universidade Federal do Pernambuco. Especialista em Educação, na área de Formação do Educador pelo CAMEAM/UERN (2007), graduada em Pedagogia (2003) pelo CAMEAM/UERN. Atuou como professora da Educação Básica no período de 2006 a 2010, principalmente nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Atuou no período de 07/2012–03/2014 na coordenação do Curso de Pedagogia, pelo Plano Nacional de Formação de Professores no CAMEAM/UERN. Atuou como coordenadora da Comissão Setorial de Avaliação do Curso de Pedagogia no período de 04/2012 a 03/2014. É pesquisadora institucional vinculada ao Núcleo de Estudos em Educação. Tem interesse de pesquisa em Educação Inclusiva, Educação Especial, Saberes e Formação Docente.

ELIZABETE BASSANI
Possui graduação em Psicologia (1989), mestrado em Psicologia (1995) e doutorado em Educação (2013) – Universidade Federal do Espírito Santo. Tem experiência em docência do ensino superior e em psicologia clínica e escolar. Desenvolve pesquisa e extensão tendo como principal tema a medicalização da educação. Atualmente é professora Adjunto II no Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

FRANCISCA GENY LUSTOSA
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Ceará (1999), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2003) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2009). Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará, ministra as disciplinas de Educação Especial, Educação Inclusiva, Práticas de Ensino em Educação Inclusiva e Letramento e Alfabetização. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Inclusiva, atuando principalmente nos seguintes temas: prática pedagógica, alunos com deficiência, inclusão, alfabetização e letramento. É Coordenadora do Grupo Pró-Inclusão: Pesquisa e Estudos sobre Educação Inclusiva, Práticas Pedagógicas e Formação de Professores (www.proinclusao.ufc.br). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-FACED/UFC) na Linha de Desenvolvimento e Linguagem da Criança (LIDELEC/UFC). Assessora e Consultora de Angola (INEE/MEA) para a elaboração de iniciativas que visem à promoção da Educação Especial Inclusiva e Formação de Professores (de 2008 aos dias atuais). Pesquisadora-membro do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe). Membro da Comissão de Direitos Humanos da UFC.

GISLENE CHATACK
Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2017). Mestranda do Programa de Pós-graduação em Educação da UFRJ. Desde o ano de 2016 é integrante do grupo de pesquisa Criar e Brincar: o lúdico no processo de ensino e aprendizagem (LUPEA). Atualmente é professora substituta da Escola de Educação Infantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

ISABEL LOUSADA
Isabel Lousada (n. Lisboa 1962): Possui os graus de Licenciatura LLM (1984), Mestre (1989) e Doutor (1999) em Estudos Anglo-Portugueses. Investigadora Auxiliar de nomeação definitiva da FCSH – UNL; Investigadora Integrada do CICS.NOVA – Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais; Investigadora colaboradora do CLEPUL – Centro de Culturas e Expressões Lusófonas e Europeias da UL. Colabora com a rede WWH – Women Writers in History; Sócia da AEIHM – Asociación Española de Investigación de Historia de las Mujeres; Sócia da Sociedade Portuguesa de Geografia – vogal da secção de História da Medicina; Sócia da APE – Associação Portuguesa de Escritores.

ITACIANE MENDES DA ROCHA CAMPOS
Pós-graduada em Gestão (FACIMAB-PA); Pós-graduada em Educação Especial (FSF-MA); Especialista em Tecnologias em Educação (PUC-RJ); Especialista na Área da Deficiência da Visão (IBC-RJ); Graduada em Pedagogia (UNIFAP). Professora da Área de Educação Especial do Quadro Efetivo do Governo do Estado do Amapá; atuou como professora em Cursos de Graduação e Pós-graduação; Mestranda em Gestão de Empresas com linha de Pesquisa em Educação com foco em Educação Especial e Inclusiva.

KAROLINE FRANCIS MARCONDES DA SILVA
Graduanda da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

KÁTIA PAULINO DOS SANTOS
Doutora em Gestão pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro de Portugal, revalidado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pelo Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento. Mestre em Planejamento e Políticas Públicas pela Universidade Estadual do Ceará – UECE e Bacharel e Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Amapá – UNIFAP. Atualmente é Reitora da Universidade do Estado do Amapá (UEAP), referente ao quadriênio 2018-2022. Professora vinculada ao Colegiado de Pedagogia da UEAP, atuando nas Disciplinas Educação, Diversidade e Interculturalidade; Sociedade, Trabalho e Educação; Educação e Relações Étnico-Raciais. É pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Educacionais e Gestão – GEPPEG/UEAP. Integra o OIIIIPe – Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica. É professora convidada do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas, da Universidade Estadual do Ceará (MPPP/UECE).

LEANDRO TEOFILO DE BRITO
Pós-Doutorando e Doutor em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ). Nesta mesma instituição é membro do Grupo de Estudos sobre Diferença e Desigualdade na Educação Escolar da Juventude (DDEEJ). Licenciado em Educação Física e Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Realiza pesquisas sobre os seguintes temas: Gênero e Sexualidade, com ênfase no campo de estudos sobre Homens e Masculinidades; Identidade e Diferença; Juventude e Educação; Inclusão em Educação. Docente do Colégio Pedro II, Campus Engenho Novo II, atuando na Educação Básica e no curso de Pós-Graduação Lato-sensu em Educação Psicomotora; nesta instituição é também membro do Laboratório de Criatividade, Inclusão e Inovação Pedagógica (LACIIPED) e do Núcleo de Estudos e Ações em Gênero e Sexualidade (ELOS).

MANOELLA SENNA
Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGE/UFRJ), na linha de Inclusão, Ética e Interculturalidade. Mestra em Educação pelo PPGE/UFRJ, na linha Inclusão, Ética e Interculturalidade, com Bolsa CAPES (2015–2017). Possui MBA em Gestão Escolar pela Universidade de São Paulo (Esalq/USP). Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisadora do Laboratório de Pesquisa, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação – LaPEADE/UFRJ. Durante a graduação, foi bolsista de Iniciação Científica da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e atuou no Observatório Nacional da Educação Especial (ONEESP) e no Observatório da Educação Especial no Rio de Janeiro (OEERJ) (2011–2014). Área de Estudos/Atuação: Inclusão em Educação; Gestão Educacional/Escolar; Orientação Educacional.

MARCELO BENTO SOUZA
Possui graduação em Pedagogia pelo Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), da Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC).

MARIA VITÓRIA CAMPOS MAMEDE MAIA
Professor Associado da UFRJ em Psicologia da Educação, Professora do Programa de Pós-graduação em Educação da UFRJ, Pós-doutoranda em Design Pedagógico pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2019), Doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2005), Mestre em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1986). Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário de Brasília (1998) e em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1982). Coordenadora e fundadora do Espaço de Atendimento Psicopedagógico ao aluno da Faculdade de Educação – UFRJ – EAP. Coordenadora do grupo de pesquisa Criar & Brincar: o lúdico no processo de ensino-aprendizagem – LUPEA. Pesquisadora associada da Universidade Federal do Paraná (Núcleo de pesquisa do Desenvolvimento Humano e Núcleo de Psicanálise) com convênios já estabelecidos com o Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenções Sociais da PUC-Rio.

MARIANA SILVA DE ALBUQUERQUE
Licenciada em Educação Física na Escola de Educação Física e Desportos (EEFD) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Estudante de Graduação na Escola de Educação Física e Desportos (EEFD) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Integrante do Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre Inclusão e Diferenças na Educação Física Escolar (LEPIDEFE). Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Extensão – PIBEX.

MÁRCIA MARIA E SILVA
Márcia Maria e Silva é Professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Leciona nas áreas de Linguagem e Didática. Coordena o Projeto " Literatura e Biblioteca " desenvolvendo rodas de conversa e oficinas com estudantes de diferentes cursos. Faz parte do Núcleo de Didática e Formação de Professores (UFF). Integra o Programa de Inovação e Assessoria Curricular da UFF, mediando oficinas de formação continuada para professores universitários. Desenvolve pesquisa sobre saberes docentes e discentes na formação de professores. Cursou doutorado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ – Maracanã), na linha de Infância, Juventude e Educação. Cursou mestrado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), na linha de Estudos do Cotidiano da Educação Popular. Tem Especialização em Literatura Infantil (UFF). Possui graduação em Pedagogia (UFF) e Letras (UERJ), tendo trabalhado como professora e pedagoga na educação básica por anos.

MARINA RAMOS COIADO
Graduada em Psicologia pela Universidade do Sagrado Coração (2018) de Bauru. Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus Bauru.

MICHELE PEREIRA DE SOUZA DA FONSECA
Doutora em Educação (PPGE/UFRJ), Mestre em Educação (PPGE/UFRJ), licenciada em Educação Física (EEFD/UFRJ). Professora adjunta da Escola de Educação Física e Desportos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EEFD-UFRJ). Coordenadora de Extensão da EEFD-UFRJ. Fundadora e Coordenadora do LEPIDEFE – Laboratório de Estudos e Pesquisas sobre Inclusão e Diferenças na Educação Física Escolar (EEFD-UFRJ). Coordenadora da Pós-Graduação gratuita em Educação Física Escolar na Perspectiva Inclusiva (UFRJ). Membro do Comitê Científico GTT Inclusão e Diferenças do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE). Tem experiência na área de Educação Física escolar, formação docente e inclusão em educação.

MÔNICA VASCONCELLOS DE OLIVEIRA
Doutora em Educação, Professora Associada da Universidade Federal Fluminense (UFF) – Faculdade de Educação/Programa de Pós-Graduação em Educação. Com experiência nas áreas de Educação e Educação Matemática tem desenvolvido projetos de pesquisa com apoio da CAPES, CNPq, FAPERJ e FUNDECT referentes aos seguintes temas: formação de professores e práticas pedagógicas, saberes docentes, profissionalização docente, educação e interdisciplinaridade, desenvolvimento profissional e início da docência. Coordena o Formar – Grupo de Pesquisa em Didática, Formação de Professores e Práticas Pedagógicas/CNPq e o Núcleo de Didática e Formação de Professores da UFF. Integra o Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe) e desde 2014 é tutora do Programa de Educação Tutorial – PET-MEC/SESu. Em função disso, coordena, na UFF, o Grupo PET Conexões de Saberes formado por alunos de diferentes licenciaturas (UFF) que de modo coletivo desenvolvem estudos, produzem material didático, elaboram e implementam projetos interdisciplinares em escolas públicas da região, além de realizarem pesquisas relacionadas aos temas mencionados.

MONIQUE CORTE
Possui graduação em Educação Física pelo Centro Universitário Augusto Motta (2017) e Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013). Atualmente é técnica de handebol da Associação Atlética Acadêmica de Relações Internacionais, integrante do LEPIDEFE da Universidade Federal do Rio de Janeiro e técnica de handebol da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Handebol, natação e Inclusão.

MYLENE CRISTINA SANTIAGO
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é professor adjunto e vice coordenadora do Núcleo de Apoio à Inclusão da Universidade Federal de Juiz de Fora. Pesquisadora do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Currículo, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, inclusão em educação, currículo e atendimento educacional especializado.

PATRÍCIA DE CARVALHO BAIOCO DEL PIERO
Graduada da Universidade Federal do Espírito Santo.

PILAR MIGUEZ
Professora pesquisadora da Universidad Pedagógica Nacional (UPN) Ciudad de México. Professora nos programas de Licenciatura em Educação Indígena, Especialização de gênero na educação e Mestrado em Desenvolvimento Educacional. Doutora em Investigação Psicológica. Universidad Iberoamericana. Ciudad de México. Mestrado em Ciências da Educação. Universidad Autónoma de Querétaro (UAQ). Ciudad de Querétaro. Licenciatura em Psicologia. Universidad Nacional Autónoma de México. (UNAM). Ciudad de México.

RAIMUNDA NONATA MARTINS OLIVEIRA
Possui graduação em Abi – Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2019) e ensino-médio-segundo-grau pela E. E. F. M. Frei Lauro Schwarte (2005). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tópicos Específicos de Educação.

REGINA MARIA DE SOUZA CORREIA PINTO
Possui graduação em Português-Francês pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (1977), graduação em Português-Inglês pela UFRJ (1998) e Mestrado em Interdisciplinar Linguística Aplicada pela UFRJ (2004). Possui Doutorado em Educação (2018), do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Faculdade de Educação (FE), da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É membro do Laboratório de Pesquisa, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação (LaPEADE), da UFRJ, coordenado pela Profa. Dra. Mônica Pereira dos Santos. Professora de Inglês- Colégio Pedro II, Campus São Cristóvão III. Ex diretora pedagógica do mesmo Campus (2013-2015). Interesse, principalmente, nos seguintes temas: Educação; Inclusão em Educação; Formação de Professores; Ensino de Língua Estrangeira.

REJANY DOS S. DOMINICK
Licenciada em Educação Física (1984) e em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1986). Mestra em Educação pela Universidade Federal Fluminense (1993) e doutora em História, Filosofia e Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Atualmente é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense. Coordena projetos de Extensão, de Pesquisa e de Inovação Social articulados às tecnologias na educação. É uma das editoras da Revista Aleph, que tem como categoria geradora as experiências instituintes. Tem pesquisado a formação de professores dos anos iniciais e as tecnologias na escola básica.

REJANE LUCIA AMARANTE DE MACEDO DO NASCIMENTO
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro- UERJ (2004), Pós-graduação em Psicopedagogia – UCAM (2007), Gestão Escolar- Especialização em Educação Básica – UERJ (2007) e Gestão Educacional- Administração, Supervisão e Orientação Educacional – UCB (2011). É Mestre em Educação da FFP / UERJ (PPG-EDU Processos Formativos e Desigualdades Sociais). É professora das Séries Iniciais e Orientadora Educacional da Rede Municipal de Maricá, Tutora do FNDE/ MEC – Programa Formação pela Escola (EAD) e atualmente coordena o Núcleo de Pesquisa, Extensão, Diversidade e Inovação (NUPEDI) na Secretaria de Educação de Maricá. É membro do Grupo de Pesquisa Coletivo Diferenças e Alteridade em Educação.

RITA DE CÁSSIA SILVA DE SOUZA DA SILVA
Possui Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2016). Na área profissional é professora II da Prefeitura Municipal de Duque de Caxias.

SANDRA CORDEIRO DE MELO
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Petrópolis (1998), Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2004), Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010) e Pós-Doutorado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. É Professora Adjunta IV do Departamento de Fundamentos da Educação, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atuou como Assessora Pedagógica da Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro durante os anos de 2010-2011. É Coordenadora do Laboratório de Inclusão, Mediação Simbólica, Desenvolvimento e Aprendizagem – LIMDA da Faculdade de Educação da UFRJ, vice coordenadora do LaPEADE – Laboratório de Pesquisas, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação – da Faculdade de Educação da UFRJ, e membro do NETEDU – Núcleo de Etnografia em Educação – UERJ. Atualmente desenvolve pesquisas sobre Inclusão em Educação. desenvolvimento, aprendizagem, Transtorno do Espectro Autista e Síndrome de Down.

SARAH CRISTINA DA CONCEIÇÃO SOARES
Graduanda da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

VERA LUCIA MESSIAS FIALHO CAPELLINI
Professora Pesquisadora Produtividade (CNPQ). Graduada em Pedagogia pela Universidade Metodista de Piracicaba (1991), Mestrado (2001) e Doutorado (2004) em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos. Realizou em 2012 Pós-Doutorado na Universidade de Alcalá- Espanha. Profa. Adjunto do Depto. de Educação, do Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem e do Programa de Mestrado Profissional em Docência para a Educação Básica, da FC/ UNESP- Bauru. Vice-Diretora da Faculdade de Ciências – FC/UNESP-Bauru (2017-2021). Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial- ABPEE (2017-2020). É membro do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação pedagógica (OIIIIPe).

VERLANE CÉLIA AMORIM COSTA
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Amapá (2007). Tem experiência na área de Educação Inclusiva, ministrou cursos e palestras na área de Educação Especial, possui experiências na área de tecnologia assistiva. Desenvolve suas atividades na Secretaria de Estado da Educação, na Coordenadoria de Educação Básica e Profissional.

VERÔNICA LIMA DOS REIS
Atualmente é pós-doutoranda no programa de pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem da Universidade Estadual Paulista (Unesp Bauru). Possui Doutorado em Educação Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP Araraquara (2018), Mestrado em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP Bauru (2009), Especialização em Psicologia da Saúde: Práticas clínicas e hospitalares (2009), Especialização em Neuropsicologia (2013), graduação em Psicologia pela Universidade do Sagrado Coração (2002). Atuou como pesquisadora no curso de Especialização em Educação Especial na área de Altas Habilidades / Superdotação, modalidade semipresencial, pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Tem experiência na educação de nível técnico para o desenvolvimento social e na educação superior (graduação e pós-graduação lacto sensu) na modalidade presencial e à distância. Desenvolve estudos na interface Psicologia e Educação, em temáticas relacionadas à Inclusão, especialmente em Altas Habilidades/Superdotação e Sexualidade. Faz parte do Grupo de Pesquisa: A inclusão da pessoa com deficiência, TGD e superdotação e os contextos de aprendizagem e desenvolvimento. É membro do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação pedagógica (OIIIIPe), ambos cadastrados no CNPQ.