Capa do livro: PSICOLOGIA SOCIAL JURÍDICA: <br> Novas perspectivas da psicologia na interface com a justiça

PSICOLOGIA SOCIAL JURÍDICA:
Novas perspectivas da psicologia na interface com a justiça

Autores: Cláudia Regina Brandão Sampaio - Camilla Felix Barbosa de Oliveira - André Luiz Machado das Neves - Munique Therense - Adriano Beiras (Orgs.)

livro impresso
de R$ 82,02 por
livro digital
de R$ 82,02 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A obra apresenta temas que permitem a atualização do debate sobre a Psicologia na interface com a Justiça. Constitui-se como um convite ao leitor a atentar às práticas da perspectiva da Psicologia Social Jurídica; articular os marcadores sociais da diferença, como gênero e raça, à problemática da violência; densificar a discussão sobre criminologia crítica, famílias e parentalidades; bem como situar-se diante dos desafios éticos e políticos que circundam a formulação e efetivação de políticas públicas. Recomenda-se a leitura aos psicólogos e a todos aqueles que possuem interesse na compreensão das demandas que chegam ao Sistema de Justiça.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-86087-20-8
ISBN DIGITAL:978-65-86087-05-5
DOI: 10.24824/978658608720.8
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 426
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

PSICOLOGIA SOCIAL JURÍDICA: <br> Novas perspectivas da psicologia na interface com a justiça

Autores

ADRIANO BEIRAS
Professor do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutor Europeu em Psicologia Social pela Universidade Autônoma de Barcelona (UAB), Espanha. Psicoterapeuta Relacional Sistêmico. Terapeuta de Casais e Famílias (Especialização pelo Familiare Instituto Sistêmico, Fpolis). Coordenador do Núcleo de Pesquisas Margens (Modos de Vida, Família e Relações de Gênero) na UFSC. Vice-coordenador do grupo de pesquisa do CNPq NPPJ- Núcleo de Pesquisa em Psicologia Jurídica. Áreas de interesse: masculinidades, violências, gênero, família, construcionismo social, psicologia jurídica, grupos reflexivos de gênero, políticas públicas.

ANA ANDRÉA BARBOSA MAUX
Psicóloga do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), Doutora em Psicologia (UFRN). Docente do UNIFACEX e pesquisador do Grupo de Estudo Subjetividade e Desenvolvimento Humano (GESDH/ UFRN). Áreas de interesse/ temas de investigação: adoção, infância e juventude, infertilidade e psicologia jurídica.

ANA VLÁDIA HOLANDA CRUZ
Doutora (2014) e Mestre (2010) em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) atuando, respectivamente, no Grupo de Pesquisa Marxismo & Educação (bolsista CNPQ) e no Núcleo de Estudos Socioculturais da Infância e da Adolescência. Graduada na Universidade de Fortaleza. Foi bolsista na modalidade Programa Institucional de Doutorado Sanduiche no Exterior (PDSE – CAPES) na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS/CEIFR), em Paris, sob a orientação do professor Dr. Michael Löwy. Atua em Psicologia Social, Direitos Humanos e Psicologia na Interface com a Justiça. Atualmente é professora no Centro Universitário Fanor Wyden – UNIFANOR WYDEN e na UniAteneu.

ANAHÍ ESPÍNDOLA PÉREZ
Doctora en Psicología social del Programa Doctoral Persona y Sociedad en el Mundo Contemporáneo de la Universidad Autónoma de Barcelona. Economista y maestra en sociología por la Benemérita Universidad Autónoma de Puebla. Obtuvo el título de doctora en junio de 2017 con la tesis: Ejercicio Profesional de Operadoras Jurídicas que Atienden Programas de Acceso a la Justicia para Mujeres en Situación de Violencia. Se tituló de la maestría con el trabajo. Entre la agenda y la práctica: dificultades en el combate a la violencia en el ámbito doméstico. Inició junto con tres compañeras el Observatorio de Violencia Social y de Género de la Ciudad de Puebla, perteneciente a la Universidad Iberoamericana, que después se integró como parte del Instituto de Derechos Humanos Ignacio Ellacuría SJ, donde colaboró durante 4 años. Sus líneas de investigación se enmarcan en los temas de: violencia, acceso a la justicia para mujeres en situación de violencia, desaparición de mujeres, e indicadores de violencia contra las mujeres desde la perspectiva de género y derechos humanos.

ANALICIA MARTINS DE SOUSA
Psicóloga Clínica e Jurídica. Graduada em Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ (2004). Especialista em Psicologia Jurídica – UERJ (2006). Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ (2009). Doutora em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ (2014). Pós-doutorado em Comunicação e Cultura pela Escola da Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro – ECO-UFRJ (2017). Professora do Curso de Graduação em Psicologia da Universidade Veiga de Almeida (UVA-RJ). Autora dos livros “Síndrome da Alienação Parental: um novo tema nos juízos de família” (Cortez Editora, 2010) e “Bullying, Assédio Moral e Alienação Parental – A Produção de Novos Dispositivos de Controle Social” (Juruá Editora, 2015). Integrante do Grupo de Pesquisa Núcleo de Pesquisa em Psicologia Social Jurídica (NPPJ).

ANDRÉ LUIZ MACHADO DAS NEVES
Psicólogo, doutor em Saúde Coletiva, na área de concentração em ciências humanas e saúde, pelo Instituto de Medicina Social (IMS) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e especialista em Psicologia Educacional com ênfase em psicopedagogia preventiva pela Universidade do Estado do Pará (UEPA). É Professor e pesquisador efetivo da Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Professor do mestrado no programa de pós-graduação em segurança pública, direitos humanos e cidadania da Escola Superior de Ciências Sociais (ESO) da UEA. É líder do Grupo de Pesquisa: Núcleo de Estudos Psicossociais sobre Direitos Humanos e Saúde (NEPDES) e pesquisador do Laboratório de Desenvolvimento e Educação da Faculdade de Psicologia da UFAM. Integrante da regional Norte da ABRAPSO como Secretário (Gestão 2020-2021). Foi Vice-presidente regional Norte da ABRAPSO (Gestão 2018-2019). Atualmente segue três eixos distintos e interligados de pesquisa: o primeiro consiste nos estudos sobre corpo, gênero e sexualidade na educação, saúde coletiva e segurança pública. O segundo eixo, consiste no fato de buscar aprimoramentos e desenvolvimentos técnicos nas pesquisas sobre psicologia do desenvolvimento humano e aprendizagem. O terceiro eixo corresponde aos estudos sobre psicologia social e comunitária, na perspectiva dos direitos humanos, participação e ativismo.

AUGUSTO CESAR DOROTEU DE VASCONCELOS
Psicólogo Judiciário, com Especialzação em Psicologia do Desenvolvimento e Mestre em Processos Psicossociais pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), com ênfase em Justiça Restaurativa. Atuando desde 2010 na Equipe Técnica Interprofissional da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santarém – TJE/PA. Facilitador e Formador de Facilitadores de Círculos Restaurativos pela Terre des Hommes Brasil. Autor de dois Livros em Psicologia Jurídica pela editora Novas Edições Acadêmicas: Justiça Restaurativa e Sistema Socioeducativo: uma experiência no coração da Amazônia e O Impacto do Divórcio Destrutivo nos Estilos Parentais: contribuições à realização de estudos psicossociais. Ex-docente do curso de graduação em Psicologia na Fundação Esperança – IESPES -, onde lecionou principalmente a disciplina de Psicologia Jurídica.

AYLA BIANCA SILVA CHAVES
Psicóloga. Mestre em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais. Ex extensionista voluntária do projeto “Diálogos familiares em grupo: “construindo caminhos para a convivência familiar após a separação conjugal” (DPsi/FAFICH/UFMG).

CAMILLA FELIX BARBOSA DE OLIVEIRA
Psicóloga, doutoranda em Antropologia Social pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e mestre em Psicologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social (PPGPS) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Integrante do Grupo de Pesquisa Núcleo de Pesquisa em Psicologia Social Jurídica (NPPJ) e do Grupo de Pesquisa: Núcleo de Estudos Psicossociais sobre Direitos Humanos, Educação e Saúde (NEPDES). Atuou como professora na Rede Internacional de Universidades Laureate – Uninorte Manaus (2015-2018), como professora substituta na Universidade Federal do Amazonas (2018-2019), como coordenadora do Núcleo Abrapso Manaus (2018-2019) e como professora responsável pelas atividades de estágio e extensão no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – Polo Avançado (2018-2019).

CLÁUDIA REGINA BRANDÃO SAMPAIO
Doutora em Ciências/Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz/RJ (ENSP/FIOCRUZ). Realizou estágio pós-doutoral em Psicologia Social e Comunitária pela Manchester Metropolitan University (MMU) no Reino Unido, com bolsa da CAPES. Possui graduação em Psicologia e mestrado em Educação. É professora associada da Faculdade de Psicologia da Universidade Federal do Amazonas e integra o quadro de docentes do Programa de Mestrado em Psicologia da mesma universidade. Coordena o Laboratório de Intervenção Social e Desenvolvimento Comunitário – LABINS. Tem experiência nas áreas de Psicologia Social e Comunitária, Psicologia Jurídica, Psicologia, Arte e Estética. Desenvolve pesquisa e extensão principalmente junto aos seguintes temas: adolescentes e contextos de vulnerabilidade; arte, processos psicossociais e intervenção, subjetividade, cultura e processos identitários, análise de serviços de atenção a indivíduos e grupos em vulnerabilidade; medidas socioeducativas e políticas públicas.

DANIEL TERENCE OCONNOR (TRADUTOR)
Mestre em Literatura Pós-colonial, University of Leeds, Reino Unido, 1996 e Mestre em Gestão de Informação, Manchester Metropolitan University, Reino Unido, 2000. Graduado em Inglês, Literatura, University of Leeds, Reino Unido, 1993. É especialista em revisão acadêmica (em inglês) e tradução (português-inglês) de textos acadêmicos em várias disciplinas. Tem atuado como tradutor junto a projetos desenvolvidos por Fundações de Amparo à Pesquisa no Brasil.

DAVID TIAGO CARDOSO
Mestre (2018) e Doutorando em Psicologia, na área de Psicologia Social e Cultura pela Universidade Federal de Santa Catarina (2018), pesquisador no grupo de pesquisa MARGENS: modos de vida, família e relações de gênero, possui graduação em Psicologia pela Universidade do Vale do Itajaí (2006). Atualmente é psicólogo no Sistema Único de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, SC, além de Professor Colaborador na Universidade do Vale do Itajaí, nos cursos de Psicologia e Nutrição. Tem experiência nas áreas de Assistência Social e Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando com pessoas em situação de vulnerabilidades e riscos sociais. Presta consultoria na área de Políticas Públicas e Demandas Familiares em Contexto de Vulnerabilidade e Risco Social.

FERNANDA HERMÍNIA OLIVEIRA SOUZA
Psicóloga. Doutora em Psicologia Social pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e pela Université Paul – Sabatier- Toulouse III (França). Mestrado em Psicologia Social pela Universidade Federal de Sergipe. Especialista em Psicologia Jurídica Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Integrante do Grupo de Pesquisa – CNPq denominado Núcleo de Pesquisa em Psicologia Jurídica (NPPJ) que tem como objetivo pesquisar questões relacionadas à Psicologia Jurídica segundo a vertente que dialoga com a Psicologia Social. Professora da Faculdade Pio Décimo.

LARISSA F. OTONI DE PAULA
Psicóloga formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Durante a graduação, foi bolsista de iniciação científica da FAPEMIG Edital 01/2015– Demanda Universal. Mestranda bolsista da FAPEMIG do Programa de Pós-graduação em Psicologia da UFMG.

LAURA CRISTINA EIRAS COELHO SOARES
Docente do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFMG. Doutora e Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. Especialista em Psicologia Jurídica pela UERJ. Coordenador do grupo de pesquisa do CNPq NPPJ- Núcleo de Pesquisa em Psicologia Jurídica.

LEONOR M. CANTERA ESPINOSA
Doctor of Philosophy (PhD) por la Universidad de Puerto Rico. Doctora en Psicología Social con Premio Extraordinario por la Universidad Autónoma de Barcelona. Profesora Titular de Psicología Social de la Universitat Autònoma de Barcelona (UAB) y Directora del Departamento de Psicología Social de la Facultad de Psicología de la UAB. Coordinadora del grupo de investigación de la violencia en la pareja y el trabajo-VIPAT. Sus áreas de interés son: violencia, género, trabajo, comunidad, criminología. Autora y coautora de diversas publicaciones sobre estas temáticas. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-4541-5993 Link de referências: http://ddd.uab.cat/search?ln=ca&p=leonor+cantera&f=author&action_search=Cerca&c=artinf&sf=&so=d&rm=&rg=10&sc=1&of=hb

LISANDRA ESPÍNDULA MOREIRA
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003), mestrado em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008) e doutorado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2013). Está vinculada ao Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais, professora dos cursos de Psicologia e Direito e do Programa de Pós Graduação em Psicologia. Atua principalmente nos seguintes temas: Psicologia Social, Relações de gênero, Políticas Públicas e Psicologia Jurídica.

MAÍRA MARCHI GOMES
Psicóloga Policial (Polícia Civil de Santa Catarina). Graduada em Psicologia (UFPR), Dra. Psicologia (UFSC), Msc. Antropologia Social (UFSC). Esp. Saúde Mental, Psicopatologia e Psicanálise (PUC-PR), Esp. Dependência Química (PUC-PR), Esp. Direito Penal e Criminologia (UFPR), Esp. Psicologia Jurídica (PUC-PR), Esp. Panorama Interdisciplinar do Direito da Criança e do Adolescente (PUC-PR), Esp. Sistema de justiça: mediação, conciliação e justiça restaurativa (Unisul).. Integrante do Laboratório de Psicanálise, Processos Criativos e Interações Políticas (UFSC), Laboratório de Estudos das Violências (UFSC), Grupo de Pesquisa Sistema de Justiça e Justiça Restaurativa (UFSC) e do Grupo de Pesquisa Centro de Estudos das Toxicomanias Dr. Claude Olievenstein (UFRJ). Professora da Faculdade Estácio de Sá – Florianópolis. Ministra disciplinas relacionadas ao Gerenciamento de Eventos Críticos, Mediação de Conflitos, Entrevista e Interrogatório em capacitações a operadores de Segurança. Colaboradora da Revista Caos Filosófico.

MARÍA GABRIELA LUGONES
Centro de Investigaciones de la Facultad de Filosofía y Humanidades (CIFFyH).
Universidad Nacional de Córdoba, Argentina.

MICHELLY BEZERRA DOS SANTOS
Assistente Social, especialista em política de assistência social a infância e juventude na perspectiva do SUAS. Áreas de interesse: adoção, infância e juventude, serviço social sociojurídico.

MUNIQUE THERENSE
Doutora em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ. Mestre em Psicologia, Especialista em Psicologia Clínica e Psicóloga, sendo todas as formações pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Psicóloga do Tribunal de Justiça do Amazonas.

ORNETTE D. CLENNON
Dr. Ornette D. Clennon É pesquisador colaborador e professor visitante da Universidade Federal do Amazonas, onde contribui com a temática da psicologia comunitária decolonial. Ornette também foi Pesquisador Visitante em estudos críticos de raça no Health, Psychology and Communities Research Centre, na Manchester Metropolitan University, onde liderou o Cluster de Pesquisa Critical Race and Ethnicity. Ornette escreve para Midia Diversified e Open Democracy e é Embaixador do Envolvimento Público do National Co-ordinating Centre for Public Engagement (NCCPE). O trabalho de Ornette foi reconhecido com o Prêmio NCCPE de Novas Parcerias 2011 da NCCPE. Ele é ativista comunitário nos níveis local, nacional e internacional e trabalha com Making Education a Priority (MEaP), The Ubele Initiative, Locality, Comunidade Alci Matos (Manaus, Brasil), Década Internacional das Nações Unidas para Pessoas de Ascendência Africana (UNIDPAD) ) Aliança das Organizações da Sociedade Civil, MACC (Manchester Community Central) e Centro Nacional de Recursos para Educação Complementar (NRCSE).Ornette é largamente publicado, Entre seus últimos livros estão “Alternative Education and Community Engagement: Making Education a Priority” (Palgrave Macmillan, 2014), “Urban Dialectics, The Market and Youth Engagement: The Black Face of Eurocentrism?” (Nova Science Publishers, 2015), “International Perspectives of Multiculturalism: The Ethical Challenges” (Nova Science Publishers, 2016), “The Polemics of CLR James and Contemporary Black Activism” (Palgrave Macmillan, 2017) and “Black Scholarly Activism between the Academy and Grassroots: A Bridge for Identities and Social Justice” (Palgrave Macmillan, 2018).

PEDRO PAULO GASTALHO DE BICALHO
Psicólogo, especialista em Psicologia Jurídica, mestre e doutor em Psicologia. Professor associado do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Psicologia e ao Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos. É membro do Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura e do grupo de trabalho População em Situação de Privação de Liberdade do Conselho Nacional de Direitos Humanos. Bolsista de Produtividade em Pesquisa (CNPq)

RARÕ CHAVES E RESENDE
Graduando em Psicologia pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas – UFMG. Bolsista de Iniciação científica contemplado no Edital PRPq – 05/2016 – UFMG. Ex extensionista voluntário do projeto “Diálogos familiares em grupo: “construindo caminhos para a convivência familiar após a separação conjugal” (DPsi/FAFICH/UFMG).

RENATA GHISLENI DE OLIVEIRA
Psicóloga graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Especialista em Psicologia Jurídica pelo Conselho Federal de Psicologia (2013). Possui Mestrado em Psicologia Social e Institucional pela UFRGS e Doutorado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP com financiamento da CAPES (2011-2013) e do CNPq (2013-2014). Fez Estágio Doutoral Sanduíche no Laboratorio de Sociología Juridica da Universidad de Zaragoza – España com bolsa da CAPES. Atualmente, faz residência pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação em Direito – área de concentração Direito e Justiça – da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), pesquisando saúde mental e formação no âmbito do ensino jurídico, sob viés da interseccionalidade com financiamento da CAPES. Integra o Núcleo de Pesquisa em Psicologia Jurídica do CNPq. Tem experiência docente e de pesquisa nas seguintes áreas e temáticas: Psicologia Jurídica, Psicologia Social, Análise Institucional, Saúde Mental, Modos de subjetividade, Processos formativos e Interseccionalidade.

SAMUEL SAMPAIO FERNANDES DA COSTA (TRADUTOR)
Concluiu com louvor o Mastering in English pelo Centro de Cultura Anglo-Americana em 2012, tendo realizado capacitação obtendo proficiência em nível Nativo na Língua Inglesa pela Manchester English Academy, Reino Unido, em 2014. É professor e instrutor de Língua Inglesa em nível avançado. Vem atuando como tradutor de textos acadêmicos na área de Ciências Humanas e Ciências Sociais e tradução simultânea de comunicações orais em eventos científicos.