Capa do livro: SENTIDOS DAS MUDANÇAS NO TRABALHO NO BRASIL E NA FRANÇA

SENTIDOS DAS MUDANÇAS NO TRABALHO NO BRASIL E NA FRANÇA

Autores: Aparecida Neri de Souza - Angela Maria Carneiro Araujo - Cécile Guillaume Cédric Lomba - Fabiana Sanches Grecco - Fábio Luis Barbosa dos Santos João Luis Dias Zafalão - Liliana Rolfsen Petrilli Segnini Liliane Bordignon de Souza - Ricardo Antunes - Ricardo Colturato Festi Sabine Fortino - Selma Borghi Venco - Sophie Pochic - Thais de Souza Lapa

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 1 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O livro é resultado de pesquisa coletiva intitulada “Trabalho no Brasil e na França. Sentido das mudanças e mudanças de sentido”. Por meio de pesquisas empíricas em diferentes setores econômicos, são questionados o papel do Estado e das políticas na estruturação do mercado, organização e relações do trabalho; os movimentos sociais, inclusive sindicais; e a constituição da cidadania na contemporaneidade.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3702-5
DOI: 10.24824/978854443702.5
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 288
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

SENTIDOS DAS MUDANÇAS NO TRABALHO NO BRASIL E NA FRANÇA

Autores

RICARDO ANTUNES
Sociólogo, professor titular de sociologia do trabalho, Departamento Sociologia, IFCH, UNICAMP. Pesquisador CNPq. Autor, entre outros, de O privilégio da servidão. O novo proletariado de serviços na era digital, editora Boitempo; Os sentidos do trabalho (12. ed. rev. ampl., editora Boitempo, publicado nos EUA, na Inglaterra, Holanda, Itália, Argentina), organizador de Riqueza e miséria do trabalho no Brasil, volumes I, II e III, editor Boitempo. Coordena as coleções Mundo do Trabalho (Boitempo) e Trabalho e Emancipação (Expressão Popular). Colabora em revistas acadêmicas no Brasil e no exterior.

CÉDRIC LOMBA
sociólogo, diretor de pesquisas no Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), Diretor adjunto do Centre de Recherches Sociologiques et Politique de Paris (CRESPPA, Unidade mista de pesquisa e ensino). Pesquisas sobre Sociologia das Práticas de trabalho; sociologia das classes sociais e mundo operário. Autor, entre outros, de La restructuration permanente de la condition ouvrière. De Cockerill à ArcelorMittal (editions du Croquant), Desestabilización y aprendizage de los sindicatos en permanentes reestructuraciones. El caso de la siderurgia en Belgica (1975-2014) (CIESCS).

LILIANA ROLFSEN PETRILLI SEGNINI
socióloga, professora titular de sociologia trabalho-educação, Departamento de Ciências Sociais, FE, UNICAMP. Pesquisadora CNPq. Autora, entre outros de Mulheres no trabalho bancário (Edusp); Organização, trabalho e gênero (co-organizadora com Helena Hirata, editora Senac); Trabalho, imigração e relações de gênero no contexto da mundialização: músicos do Leste europeu no Brasil (Revista ALAST).

FÁBIO LUÍS BARBOSA DOS SANTOS
historiador, professor Departamento de Relações Internacionais, UNIFESP. Autor, entre outros, de: Uma história da onda progressista sul-americana (1998-2016) (Editora Elefante); Origens do pensamento e da política radical na América Latina (Edidora Unicamp).

THAIS DE SOUZA LAPA
doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, IFCH, UNICAMP, com a orientação de Marcia de Paula Leite. Autora, entre outros, dos artigos: Divisão sexual do trabalho sob a ordem neoliberal (Temáticas); Desigualdade salarial por sexo: persistências, transformações e desafios (Revista da ABET).

FABIANA SANCHES GRECCO
doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, IFCH, UNICAMP, com a orientação de Angela Araujo. Autora, entre outros, dos artigos: Trabalhos domésticos sob a ótica da teoria da reprodução social (Revista Mediações); Por uma ciência econômica feminista (Temáticas).

ANGELA MARIA CARNEIRO ARAUJO
cientista política, Departamento de Ciências Políticas, IFCH, UNICAMP. Pesquisadora CNPq. Autora, entre outros, de: O trabalho reconfigurado – ensaios sobre Brasil e México (co-autoria com Marcia de Paula Leite, editora Anablume); O trabalho na economia solidária – entre a precariedade e a emancipação (co-autoria com Marcia de Paula Leite e Jacob Carlos Lima).

SABINE FORTINO
socióloga, pesquisadora na equipe Genre, Travail, Mobilités no Centre de Recherches Sociologiques et Politique de Paris (CRESPPA, Unidade mista de pesquisa e ensino), professora na Universidade Ouest Nanterre La Défense. Autora, entre outros de, La mixité au travail (La Dispute); Crise sociale et précarité, travail, modes de vie et résistances en France et en Espagne (co-autoria com Benjamin Tejerina, Beatrizet Cavia e José Calderon, editora Champ Social).

APARECIDA NERI DE SOUZA
socióloga, professora Departamento Ciências Sociais e Educação, FE, UNICAMP. Pesquisadora CNPq. Linha de Pesquisa Trabalho e Educação. Autora, entre outros, de: Sou professor, sim senhor (editora Papirus); Universidade, ciência e política (capítulo do livro Diálogos entre Argentina, Brasil y Uruguay, coordenado por Liliana Martignoni e Marisa Zelaya); Trabalho docente nas universidades públicas – olhares cruzados: Brasil e França (Revista Espacios en Blanco).

JOÃO LUIS DIAS ZAFALÃO
mestrando em Educação, Linha de Pesquisa Trabalho e Educação, FE, UNICAMP. Orientação de Aparecida Neri de Souza. Professor de história em escola pública do estado de São Paulo. Autor, entre outros, de O Chão da Escola e a saúde das professoras e professores (Revista Desafios na Educação); Do que adoecem os/as professores/as (co-autoria com Aparecida Neri de Souza, capítulo de livro organizado por Carlos Bauer et al. Sindicalismo e associativismo dos trabalhadores em educação no Brasil, volume 3, Paco editorial).

SOPHIE POCHIC
socióloga, pesquisadora no Centre Maurice Halbwachs (unidade mista de pesquisa CNRS, EHESS, ENS). Suas pesquisas são sobre gênero, trabalho em perspectiva comparada, sociologia dos sindicatos, mobilizações contras as discriminações. Autora, entre outros, de: Inégalités de genre dans les administrations (co-autoria com Catherine Marry, Laure Bereni, Alban Jacquemart, Anne Revillard, editora Dunod); Le plafond de verre de l’Etat (co-autoria com Paul Bouffartigue, Charles Gadea, editora Dunod); Cadres, classes moyennes, vers l'éclatement ? (editora Armand Colin).

CECILE GUILLAUME
socióloga, research fellow no Centre for Research in Equality and Diversity (CRED) at Queen Mary, University of London, pesquisadora no Centre Maurice Halbwachs (unidade mista de pesquisa CNRS), Autora, entre outros, de: Femmes, restructurations et services publics dans les instituitions pénitentiaires britanniques (co-autora com Gill Kirton, editora La Découverte); Syndicalisme et représentations des femmes au travail (co-autoria com Sophie Pochic, editora La Découverte).

SELMA VENCO
Socióloga, professora Departamento Políticas, Administração e Sistemas Educacionais, FE, UNICAMP. Autora, entre outros, de: As engrenagens do telemarketing (Arte Escrita editora, Fapesp); O trabalho docente na rede pública de ensino do estado de São Paulo-Brasil no contexto da Nova Gestão Pública (Revista Educación, Politica y Sociedad); Situação de quase uberização dos docentes paulistas? (revista da ABET).

LILIANE BORDIGNON DE SOUZA
doutoranda em Educação, FE, UNICAMP, orientação de Aparecida Neri de Souza, linha de pesquisa Trabalho e Educação. Autora, entre outros, de: A permanência das desigualdades de sexo na formação de técnicos de nível médio (revista Labor); O Programa Mulheres Mil e o Cooperativismo no Brasil (Revista Trabalho Necessário).

RICARDO COLTURATO FESTI
sociólogo, professor no Colégio Técnico de Limeira, UNICAMP. Doutor em Sociologia pela Unicamp com a tese “O Mundo do Trabalho e os Dilemas da Modernização: percursos cruzados da sociologia francesa e brasileira (1950-1960)”. Estágio de pesquisa (doutorado sanduíche) na l'École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris (EHESS), entre 2015 e 2017. Autor, entre outros, de: Fábrica sem patrão: a experiência de gestão operária na Cerâmica Zanon, Argentina (editora Lutas Anticapital); Uma sociologia da sociologia do trabalho na França (Revista Brasileira de Ciências Sociais).