Capa do livro: CELA

CELA

Autores: Tom Castro

Cela: aquilo que te restringe. Aquilo clausura, te inexpande, ou te introspecciona. Aquilo “onde”, nunca “lugar”, no qual se está sem querer, se está, e se sai só com a mente. Até que se encerre seu período de clausura, ainda que esse nunca se acabe.
Os textos que compõem este livro tratam das digressões sobre os temas menos relevantes da vida e sobre os mais relevantes também, em mesma medida. São textos acadêmicos, porque o exercício do pensamento requer a disciplina empírica, metódica, e tomam notas de referências da mais absoluta grandeza – ou pequenez. E não são textos acadêmicos porque são provenientes de uma escola infundada ou insensata, mas útil. A escola da licença poética, essa escola que passeia pelos rumores tanto da vontade quanto da mentira, tanto da displicência quanto da verdade, essa que é a mais peripatética das escolas, porque só te abandona quando o raciocínio e o fascínio também se retiram.
Este não é um livro-ensaio, porque está tudo acabado, pronto. As palavras reescritas nele estão prontas desde antes de serem ditas ou escritas. Este é um livro-ensaio para a polissemia, porque não está, nem estará, pronto de interpretações. É o ensaio de onde eu saio, é a cela onde eu entro.

Impresso
de R$ 38,87 por
R$ 29,90
Digital
de R$ 38,87 por
R$ 27,21

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3165-8
DOI: 10.24824/978854443165.8
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 70
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

CELA
TOM CASTRO
Pai, filho, marido, irmão, professor, empregado do governo, autor de meia dúzia de convicções poéticas, investigador da própria vida, amante de sorrisos. Poesia, teatro, dança, música, cinema e comida simples. Com um pouquinho de força sou até ator. O estudante de sempre. De tudo. Sou aplicado em me convencer de que tudo pode ser divertidamente simples e de que a vida não é um mistério, é só a vida, cheia de coisas deliciosas, impressionantes e cruéis para serem ou não serem vividas.