Capa do livro: DA MADEIRA AO AGRONEGÓCIO: <br> uma análise sobre o mercado especulativo e a eficiência técnica no estado de Mato Grosso

DA MADEIRA AO AGRONEGÓCIO:
uma análise sobre o mercado especulativo e a eficiência técnica no estado de Mato Grosso

Autores: Wylmor Constantino Tives Dalfovo - Aleido Díaz Guerra

livro impresso
de R$ 51,00 por
livro digital
de R$ 51,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Da Madeira ao Agronegócio trata, fundamentalmente, sobre uma análise do mercado especulativo e a eficiência técnica no Estado de Mato Grosso, e pretende mostrar ao leitor os resultados alcançados numa série de pesquisas desenvolvidas sobre o Agronegócio no Estado de Mato Grosso, com o intuito de ajudar a conhecer mais a realidade das empresas madeireiras e sua participação no desenvolvimento socioeconômico.
O livro pretende cumprir esse objetivo a partir dos resultados da utilização de alguns métodos de análise econômica, conhecidos, porém pouco utilizados na prática empresarial, sobretudo nas empresas madeireiras.
O livro é direcionado fundamentalmente para profissionais ligados às atividades do agronegócio e da agricultura em geral, facilitando a utilização das ferramentas tratadas no texto e em condições de avaliar os resultados alcançados.
A análise dos resultados do modelo estimador e do teste utilizados para responder a problemática levantada para o presente estudo, de que existe correlação entre o aumento da emissão de gases de efeito estufa e a produção das commodities selecionadas, é positiva. Porém, como o teste de Wooldridge mostrou, não são apenas estas atividades que aumentam as emissões, existem outras variáveis que também possuem relação com o aumento dos GEE’s.
O trabalho mostra que existe ineficiência técnica quando se comparam empresas consideradas "novas" em relação a empresas consideradas "velhas". Nos municípios estudados, esta ineficiência independe do tempo de atuação da empresa (sua idade), ou seja, tanto empresas "novas" quanto "velhas" demonstraram índices de ineficiência em todos os municípios pesquisados. Desta forma, a hipótese inicial da pesquisa, de que não existe ineficiência técnica, foi refutada.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3159-7
DOI: 10.24824/978854443159.7
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 136
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

DA MADEIRA AO AGRONEGÓCIO: <br> uma análise sobre o mercado especulativo e a eficiência técnica no estado de Mato Grosso

Autores

ABGAIL CORREIA ZIMERMANN
Economista pela Universidade do Estado de Mato Grosso – Campus Universitário de Sinop.

ALEIDO DÍAZ GUERRA
Formado em Engenharia Agronômica pela Universidade da Havana (1972), formado também em Licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade da Havana (1982), doutorado em Ciências Econômicas pela Universidade da Havana em 1990 e revalidado pela Universidade Nacional de Brasília (UNB) em 2008. Aposentado da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Com experiências anteriores na Universidade de Cuiabá (UNIC), Faculdade de Sinop (FASIP) ambas no município de Sinop-MT. Atualmente, professor interino do curso de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT) no campus de Sinop-MT. Com experiência docente nas áreas de Economia, administração e Ciências Sociais, com ênfase em Economia e administração Agrícola e Florestal com enfoque sustentável, Economia Ambiental, Economia Ecológica, Elaboração e Análise de Projetos de viabilidade econômica financeira, Economia Agroindustrial, Metodologia Científica e Técnicas de Pesquisas, Economia Internacional, Pesquisa de mercado, Economia Brasileira, Economia Solidária, Cooperativismo e Agronegócio. Pesquisas desenvolvidas, principalmente, em: Desenvolvimento Sustentável, Agricultura em geral, Ciências Sociais, Economia Solidária, na direção Pedagógica e Técnico-científica da Educação Superior e na coordenação de Projetos e Grupos de Estudos.

ARGEMIRO LUÍS BRUM
Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul. Graduação em Tecnólogo em Cooperativismo pela Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul. Mestrado em Economia Agrícola pelo Institut Agronimique Méditerranéen de Montpellier. Doutorado em Economia Internacional pela Ecole des Hautes Etudes em Scienses Sociales. Atualmente é professor titular da Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul, consultor de empresas nacionais e internacionais na área do agronegócio, coordenador da Central Internacional de Análises Econômicas e de Estudos de Mercado Agropecuário (CEEMA/DACEC/UNIJUÍ). Membro do Colegiado de Coordenação do Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional (UNIJUÍ). Possui experiências na área da Economia com ênfase em Relações Comerciais, Política Comercial, Integração Econômica e Mercados Agropecuários, atuando principalmente nos temas relacionados a economia, economia internacional, negociações comerciais multilaterais, mercados, soja, grãos em geral e produção.

ÉRICA BASÍLIO TAVARES
Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Mestranda em Agronegócio pela Universidade Federal de Goiás, na área de concentração em Sustentabilidade e Competitividade dos Sistemas Agroindustriais.

DÉBORA CRIS DA SILVA FEITOSA
Economista pela Universidade do Estado de Mato Grosso – Campus Universitário de Sinop reside atualmente na cidade de Luís Eduardo Magalhães aonde exercendo suas atividades profissionais.

MARCOS ROBERTO CORSINI FERREIRA
Economista pela Universidade do Estado de Mato Grosso, reside no município de Sinop e tem como atividade empresarial o setor madeireiro.

THAIS ROSALINO
Economista pela Universidade do Estado de Mato Grosso – Campus Universitário de Sinop e Mestre em Economia pela Universidade Federal de Mato Grosso.

WYLMOR CONSTANTINO TIVES DALFOVO
Doutor em Economia pela UFPE. Mestre em Desenvolvimento pela UNIJUÍ-RS. Professor do Curso de Ciências Econômicas da Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas - FACISA-UNEMAT, lotado no Campus Universitário de Sinop. Possui experiência na área de Avaliação de Impacto de Política. Pesquisa temas na área da Economia Regional, Economia Agrícola.