Capa do livro: A PERGUNTA E OS MÉTODOS: <br>percursos metodológicos em Psicologia

A PERGUNTA E OS MÉTODOS:
percursos metodológicos em Psicologia

Autores: Betânia Diniz Gonçalves - Camila Alves Fior - Vilmar Pereira de Oliveira (Orgs.)

livro impresso
de R$ 80,90 por
livro digital
de R$ 80,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Esta obra problematiza os desafios metodológicos qualitativos subjacentes à construção dos conhecimentos teóricos e conceituais e que fundamentam as pesquisas e intervenções em Psicologia. No diálogo com novas demandas vinculadas às práticas psicológicas, discute os percursos metodológicos inerentes no desenvolvimento dos saberes.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3069-9
DOI: 10.24824/978854443069.9
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 380
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

A PERGUNTA E OS MÉTODOS: <br>percursos metodológicos em Psicologia

Autores

ADRIANA DIAS GOMIDE ARAÚJO
Doutora pela UNICAMP (Faculdade de Educação/ Departamento de Ciências Sociais na Educação). Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, área de concentração: Psicologia Social. Especialista em Psicologia do Trabalho pela Universidade Federal de Minas Gerais e graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1998). Bailarina Clássica sindicalizada pelo SATED Minas, em 25/01/1995. Temas de interesse e pesquisa: memória, cultura popular, educação, dança, grupo, trabalho, território e comunidade.

ALICE OLIVEIRA REZENDE
Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGP) na área de concentração “Estudos Psicanalíticos”/FAFICH da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Graduada em Psicologia (UFMG). Atua como pesquisadora, psicóloga e psicanalista no Centro de Atendimento e Inclusão Social (CAIS) em Contagem (MG), no Espaço de Atenção Psicossocial Freud Cidadão (Belo Horizonte – MG) e em consultório particular. Tem experiência na clínica psicanalítica da neurose, da psicose e do autismo, com crianças, adolescentes e adultos. Principais campos de interesse: psicopatologias graves da infância, constituição subjetiva, clínica psicanalítica e psicanálise nas instituições. Ministrou a disciplina “Saúde Mental da Infância e Adolescência” no Curso de Especialização “Saúde Mental: Política, Clínica e Práxis” (IEC – PUC Minas).

ALINE AGUIAR MENDES
Doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais e mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. É professora adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais/ PUC Minas. Atualmente é Coordenadora de Pesquisa e Pós-Graduação da Unidade São Gabriel/PUC Minas, coordenadora do Projeto Tecendo a Rede e membro da coordenação do Curso de Especialização da PUC Minas: Saúde Mental: práxis, clínica e política. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia e Direito, Psicopatologia, Saúde Mental e Psicanálise.

ALLISSON VASCONSELOS OLIVEIRA
Bacharel em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), com ênfase em Processos Institucionais, é psicólogo e, atualmente, colaborador do Laboratório de Grupos, Instituições e Redes Sociais (L@GIR/UFMG) e pesquisador do Núcleo de Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo (PSILACS/UFMG).

ANNA CLÁUDIA EUTRÓPIO BATISTA D’ANDREA
É Doutora em Educação pela UFMG (2014), Mestre em Psicologia Social também pela UFMG (2004), Especialista em Psicodrama (2007), Psicóloga (2002) e Professora de séries iniciais (1998). Dedica-se a docência com experiência no ensino superior, fundamental e médio; é psicoterapeuta de adolescentes, adultos e famílias; atua com a formação de educadoras/es em temáticas diversas. Tem experiência com responsabilidade social corporativa, tendo trabalhado por 5 anos na área de educação da Fundação Vale. Sua trajetória contempla atividades de desenvolvimento e gestão de projetos sociais e articulação de parcerias. Suas pesquisas se relacionam com a Educação em Sexualidade, relações de gênero e feminismo e metodologias participativas de intervenção. É membro do PRODOC- Grupo de Pesquisa sobre Condição e Formação Docente, da FAE-UFMG.

ANGELA MARIA RESENDE VORCARO
Graduada em Psicologia (PUCMINAS 1979), mestre em Psicologia Clínica (PUCSP 1991) e doutora em Psicologia Clínica (PUCSP 1997). Professor associado Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais aposentado, exerce atividades de orientação de alunos na graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Membro do grupo de pesquisa ANPPEP Psicanálise e Educação, do Centro de Pesquisas OUTRARTE (UNICAMP) e do LEPSI (USP e UFMG). Experiente na área de Psicanálise e cultura, atua principalmente em psicanálise, linguagem, instituições, clínica com bebês, crianças e adolescentes, Jacques Lacan.

BETÂNIA DINIZ GONÇALVES
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (1992), graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1992), mestrado em Psicologia Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (2000) e doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Atualmente é professora adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Diretora da Faculdade de Psicologia da PUC Minas e Editora da Revista Pretextos. Atua como parecerista na Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais, Revista de Saúde Pública (On-line), Revista trabalho-educação e-saúde, Revista Psicologia Política, Revista Psicologia e Sociedade. Participa da ABRAPSO e ABP. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Processos Grupais e Intervenção Psicossocial, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, mulheres, psicologia social, psicologia política, psicologia e identidade, psicologia e grupos.

CAMILA ALVES FIOR
Docente do Departamento de Psicologia Educacional da Faculdade de Educação da UNICAMP. Membro do grupo de pesquisa: Psicologia e Educação Superior. Possui graduação em Psicologia pela UNESP/Bauru, mestrado em Educação pela UNICAMP na área de Ensino, Avaliação e Formação de Professores e doutorado em Educação pela UNICAMP, com estágio de Doutoramento na Universidade do Minho, na área de Psicologia Educacional. Tem experiência na área de Psicologia e Educação, sob o referencial teórico da perspectiva comportamental-cognitiva. Atua principalmente nos seguintes temas: ensino superior, estudante universitário, evasão, busca de ajuda, motivação e envolvimento acadêmico.

CARINA FERREIRA
Acadêmica do curso de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul-UNISC. Atuação voluntária junto ao projeto: “Narrativas de adolescentes sobre drogas e os Serviços de Saúde Mental CAPSia e CAPSad: intersecções possíveis no contexto de Santa Cruz do Sul”.

CARLOS EDUARDO CARRUSCA VIEIRA
Doutor e Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). É professor da Faculdade de Psicologia da PUC Minas e desenvolve estudos no campo da Saúde Mental & Trabalho e Psicologia Organizacional e do Trabalho, com ênfase nas dimensões ergonômicas, organizacionais e psicossociais do trabalho. Docente do curso de Psicologia, da Universidad de La Sabana (Colômbia), no período de novembro a dezembro de 2016. É autor dos livros “Traumas no Trabalho – uma nova leitura do Transtorno de Estresse Pós-traumático” (editora Juruá, 2014), “Assédio: do moral ao psicossocial – desvendando os enigmas da organização do trabalho” (editora Juruá, 2008), “O cotidiano dos vigilantes: trabalho, saúde e adoecimento” (Org. e autor) (editora Fumarc, 2010), e coordenador do setor de Psicologia do Núcleo de Apoio Psicológico aos Vigilantes Vítimas de Violência no Trabalho (NAPSI).

CLAUDIA REGINA BARROSO RIBEIRO
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1988), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014). Atualmente é coordenadora do curso de psicologia e professora Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Trabalho e das Organizações e Orientação Profissional e de Carreira, atuando principalmente nos seguintes temas: consultoria e mudança organizacional, carreira, mundo do trabalho, desemprego, exclusão do trabalho, carreira de populações vulneráveis no mundo do trabalho, trajetórias de vida de trabalho, identidade de trabalho, orientação e reorientação profissional e de carreira, educação e informação profissional, programa de preparação para aposentadoria.

CLÁUDIO EDUARDO RESENDE ALVES

Doutorado em Psicologia na linha de pesquisa dos processos de subjetivação pela PUC Minas (2016), Estágio de Doutoramento no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra/Portugal (2015), Mestrado em Ensino de Ciências pela PUC Minas (2009), Especialização em Educação Afetivo Sexual pela FUMEC (1995) e Graduação em Ciências Biológicas pela PUC Minas (1989). Autor e organizador do livro Educação para as Relações de Gênero: eventos de letramento na escola (2017). Gestor de Políticas Públicas Educacionais do Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte. Professor da Pós-Graduação lato sensu em Psicopedagogia e MBA em Gestão de Pessoas da Faculdade Pitágoras (2016/2017). Professor convidado do Centro de Extensão da Faculdade de Educação da UEMG (2016). Parecerista ad hoc da Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais – UFSJ, Psicologia em Revista – PUC Minas, Revista Psicologia e Sociedade, Revista Estudos e Pesquisas em Psicologia – UERJ e Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia – UFMG/UFU/UFSJ. Membro da Associação Brasileira de Psicologia Social – ABRAPSO. Pesquisador convidado do Programa de Extensão e dos Programas de Pós-Graduação em Psicologia e Ciências Sociais da PUC Minas (2016/2017). Pesquisador acadêmico do GPFEM – Grupo Interdisciplinar de Pesquisas Feministas da PUC Minas (2013 a 2016). Bolsista FIP – Fundo de Incentivo à Pesquisa da PUC Minas (2014). Bolsista CAPES/PDSE na Universidade de Coimbra/Portugal (2015). Tem experiência nas áreas de educação, pedagogia, EJA, psicologia social, psicopedagogia, gestão pessoal, políticas públicas, corporeidade, sexualidade e gênero.

CRISTIANE DE FREITAS CUNHA
Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (1989), Mestrado (1996) e Doutorado (2002) em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal de Minas Gerais. Pós-doutorado pela Universidade de Barcelona (2004). Professora Associada do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. Coordenadora do Curso de Especialização em Saúde do Adolescente da Faculdade de Medicina da UFMG. Coordenadora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência da Faculdade de Medicina da UFMG. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Subjetividade e Cultura do Mestrado Profissional em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência da Faculdade de Medicina da UFMG. Coordenadora do Eixo Adolescência e Violência do Observatório da Saúde da Criança e do Adolescente do Departamento de Pediatria da FM-UFMG. Líder de grupo de pesquisa do CNPq – Sintomas Contemporâneos – Investigação em Medicina e Psicanálise. Membro do OCA – Observatório da Criança e do Adolescente da UFMG. Membro do NIPSE – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Psicanálise e Educação da UFMG.Membro do grupo de pesquisa Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo. Vice-presidente do Comitê de Adolescência da Sociedade Mineira de Pediatria.Coordenadora do Núcleo de Investigação em Psicanálise e Medicina do Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais (IPSM-MG). Coordenadora do Laboratório Janela da Escuta do Centro Internacional de Estudos sobre a Criança (CIEN) do Campo Freudiano. Membro da Escola Brasileira de Psicanálise e da Associação Mundial de Psicanálise. Vice-presidente da ONG Para Elxs. Linhas de pesquisa: Adolescência e Psicanálise: sintomas contemporâneos, saúde violência, território, política.

CRISTINA CAMPOLINA VILAS BOAS
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2002), mestrado em Psicologia/Master 2 Psychanalyse – Université Paris 8 – Vincennes-Saint-Denis (2006) e doutorado em Ciências da Saúde/Faculdade de Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014), esse último contou com financiamento da FAPEMIG. Atualmente é professor Adjunto I da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Integra a equipe do Curso de Capacitação/Extensão CRR Ateliê Intervalo de Redução de Danos da Faculdade de Medicina/UFMG. Acompanha seminaristas em formação. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicanálise; Adolescência; Violência, atuando principalmente nos seguintes temas: adolescente, ato infracional, psicanálise, drogas e escola.

CRISTINA MOREIRA MARCOS
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais(1991), especialização em Saude Mental pela Escola de Saude de Minas Gerais(1994), mestrado em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais(1997), mestrado em Diplôme D’études Approfondies en Psychanalyse pela Université Paris 8 – Vincennes-Saint-Denis(1999) e doutorado em Psychopathologie fondamental et psychanalyse pela Université Paris Diderot(2005). Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Revisor de periódico da Psicologia em Estudo (Impresso), Revisor de periódico da Temas em Psicologia (Ribeirão Preto), Revisor de periódico da Graphos (João Pessoa), Revisor de periódico da Psicologia Clínica (PUCRJ. Impresso) e Membro de corpo editorial da PSICOLOGIA EM REVISTA (ON-LINE). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicanalise. Atuando principalmente nos seguintes temas:escrita, feminino, gozo feminino, estética do sopro.

DIEGO SILVA BEZERRA
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Atualmente é Psicólogo da Prefeitura Municipal de Sabinópolis. Tem experiência na área de Psicologia.

EDGAR MÁRCIO DE FREITAS PAULINO
Graduado em Psicologia pela PUC Minas, campus Betim.

EDNA LINHARES GARCIA
Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (1985), especialista em Psicoterapia Psicanalítica (UNICAMP, 1998) e em Fundamentos Epistemológicos da Psicologia e da Psicanálise (UNICAMP, 1990). Mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1991), doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000). Atualmente atua como professora, supervisora e pesquisadora do Departamento de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul e Integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Promoção de Saúde desta universidade. Foi Coordenadora do Curso de Psicologia e do Serviço Integrado de Saúde Integrada- SIS- da UNISC. Tutora do PET-Saúde mental e do PET Atenção Psicossocial. Representante da universidade no Comitê Municipal sobre Alcool e outras drogas- COMAD. Integra o Comitê de Ética de Pesquisa da UNISC. É vice-líder do grupo de estudos e pesquisa Piera Aulagnier (PUC-SP) e integra o grupo Promoção da Saúde e bem-estar (UNISC). Realiza estudos, pesquisas e intervenções na área de Psicanálise em interface com o campo da Promoção da saúde, Saúde Coletiva, Políticas Públicas, com ênfase nas temáticas de adoção de crianças e adolescentes, de processos de identificação materna e paterna na contemporaneidade, drogas e drogadição em contextos de vulnerabilidade social. Coordenadora do projeto: “Narrativas de adolescentes sobre drogas e os Serviços de Saúde Mental CAPSia e CAPSad: intersecções possíveis no contexto de Santa Cruz do Sul”.

ELISIENE CHAVES FAGUNDES
Mestranda em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (MG). Bolsista CAPES. Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), com ênfase em Processos de Subjetivação. Participou de pesquisa envolvendo temáticas ligadas ao Sistema Único de Saúde e atua, ainda, como apoio técnico voluntário em pesquisa no Campo da Saúde Mental e Trabalho e como Psicóloga Clínica no ambulatório da Medicina do Trabalho no Hospital das Clínicas em Belo Horizonte (MG).

FLÁVIO DURÃES
Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1992) e mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1998). Professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Integra a coordenação do Curso de Especialização Lato Sensu em Clínica Psicanalítica na Atualidade: Contribuições de Freud e Lacan. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicanálise e Saúde Mental.

GESICA JULIÃO
Graduada em Enfermagem pela Universidade de Santa Cruz do Sul-UNISC (2011); Especialista em Saúde Comunitária por Residência Multiprofissional em Saúde pela Universidade Luterana do Brasil-ULBRA (2014). Mestranda em Promoção da Saúde pela UNISC.

GISELLE REIS BRANDÃO

Psicóloga pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993). Doutora em Psicologia Social (2012) pela Universidade Federal de Minas Gerais, Área Concentração: Psicologia do Trabalho, Clínica da Atividade, com formação junto à equipe da Clínica da Atividade, no Conservatoire Nationale des Arts et Métiers (CNAM Paris). Mestre em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004). Professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, nos Cursos de Psicologia, Administração e Engenharia de Produção, nas temáticas sobre trabalho gestão & subjetividade; trabalho-emprego&desemprego. Coordena o Curso de Especialização Lato Sensu em Psicologia Organizacional e do Trabalho, pelo Instituto de Educação Continuada (IEC) da PUC Minas, desde 2006. Experiência em docência e orientação de projetos em cursos de Pós-Graduação na área de gestão de pessoas e negócios, como Fundação Dom Cabral; Fundação Getúlio Vargas, Instituto de Educação Continuada. Experiência em intervenção em organizações familiares e não familiares, nas áreas de recursos humanos, diagnóstico organizacional e desenvolvimento organizacional (1998-2008). Experiência em orientação individualizada a profissionais sobre a gestão do trabalho e de carreira profissional. Experiência recente em intervenção também em Clínica da Atividade junto a profissionais cuidadores de pessoas com deficiências mentais. Interesses de intervenção e de pesquisa voltados à relação trabalho & subjetividade & gestão: a formação e a intervenção em Psicologia voltada ao Trabalho nas organizações e suas configurações; as perspectivas de trabalho do profissional psicólogo nas organizações; categorias profissionais de gestores e de cuidadores; a relação emprego-desemprego e as configurações de trabalho informal e economia solidária no Brasil; a Clínica da Atividade como perspectiva de intervenção e de formação profissional; inclusão social de pessoas com deficiência.

ISABELA MARINHO MACIEL
Graduada em Psicologia pela PUC Minas. Foi extensionista do projeto de extensão Articulando Redes, Fortalecendo Comunidades pela Faculdade de Psicologia da PUC Minas e monitora da Pretextos – Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas. Tem experiência na área de Psicologia Social e Comunitária, com ênfase em Políticas Públicas e Metodologia de Redes. Tem atuado e pesquisado principalmente os seguintes temas: história da psicologia, educação e formação sociopolítica, psicologia social, e metodologia de redes.

ISABELA SARAIVA DE QUEIROZ
Possui graduação (1997) em psicologia, mestrado (2005) e doutorado (2015) em psicologia social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É professora adjunta do departamento de psicologia e coordenadora do Núcleo de Estudos sobre Gênero, Raça e Direitos Humanos (NEGAH) da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), atuando na área de psicologia social, especialmente nas temáticas relacionadas aos direitos humanos, uso de drogas, relações de gênero e relações étnico-raciais. Atualmente (Quadriênio 2017-2020), encontra-se na condição de docente colaboradora recém-doutora no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de São João del Rei (PPG-PSI/UFSJ).

JULIANA MOTTA MEIRELLES
Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela PUC/MG (1981), Especializaçao em Enfermagem pela EE – UFMG (1983) e mestrado em Psicologia pela FAFICH-UFMG (1996). Diretora Clínica do Instituto Raul Soares/FHEMIG. Coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental do Hospital de Ensino – Instituto Raul Soares-FHEMIG. Professora dos Cursos de Especialização “Clínica Psicanalítica na Atualidade e Saúde Mental” do IEC – PUC/MG. Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Psicanálise do Diretório de Pesquisa do CNPQ. Membro do Laboratório Transdisciplinar “Família, parentalidade, parcerias sintomáticas” do Departamento de Psicologia -UFMG. Exerceu a função de Supervisora Clínico – Institucional da Rede de Saúde Mental dos municípios de Nova Lima, Itabira e Santa Luzia. Atualmente atua como supervisora clínico – institucional da rede de saúde mental de Contagem. Psicanalista, membro aderente da Escola Brasileira de Psicanalise – sessão MG. Atuação principal nas seguintes áreas: saúde mental, psicologia, enfermagem, enfermagem psiquiátrica e psicanálise.

KARLA GOMES NUNES
Professora adjunta do Departamento de Medicina da PUC Minas como integrante do Internato em Saúde Mental do curso de Medicina e professora do curso de Psicologia da PUC Betim. Integrante do Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) e do Grupo de pesquisa Coletivo da Saúde – Grupo de Pesquisa em Saúde Coletiva, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Professora adjunta do Departamento de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (em licença interesse). Doutora em Psicologia Social e Institucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS – Bolsista CNPq. Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC – Bolsista CAPES tipo I. Especialista em Temas Filosóficos pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Psicóloga, formada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas/Betim. Experiência em docência, pesquisa e intervenção no campo comunitário e em políticas públicas de saúde e de saúde mental. Prática em projetos de extensão, inserção comunitária, acompanhamento terapêutico e dispositivos clínicos de atenção psicossocial. Atua como interlocutora dos Projetos de Pesquisa e Extensão do GRUPAD.

MAGNER MIRANDA DE SOUZA
Mestrando em Psicologia pela PUC-Minas (2016). Graduado em Letras (1987). . Especialização em Alfabetização e Letramento pela FAE/UFMG (2010). Especialização em Linguagem e Tecnologia pelo CEFET-MG (2014). Complementação de estudos em Psicologia na PUC-Minas (1998 a 2001). Professor da Rede Municipal de Belo Horizonte desde 1994. Acompanhante Pedagógico Escolar do Ensino Fundamental e EJA da Secretaria Municipal de Educação (2010-1013), Assessor de produção de Projetos Político-Pedagógicos Escolares, Analista de Obras Literárias para composição do Kit Literário oficial da SMED/BH. Assessor e produtor de material didático para formação continuada de professores e para uso didático em sala de aula. Membro técnico do Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Belo Horizonte. Analista de políticas públicas de inclusão na educação. Analista de Políticas Públicas de Intersetorialidade na Regional Venda Nova de Belo Horizonte. Pesquisador na PUC-Minas na Pós-Graduação em Psicologia e na Pró Reitoria de Extensão Universitária (2016-2017).

MANOEL DEUSDEDIT JÚNIOR
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996), mestrado em Engenharia de Produção pela mesma Universidade (2000) e doutorado em Psicologia também pela UFMG (2014). Atualmente, é professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais em Betim, onde coordena o Laboratório de Psicologia Organizacional e do Trabalho e o Projeto de Extensão SAIT – Serviços de Atendimento Integral ao Trabalhador. É responsável, ainda, pelas coordenações de Estágio e Atividades Complementares de Graduação do Curso de Psicologia da PUC Minas em Betim. Coordenou o Curso de Especialização em Psicologia Organizacional e do Trabalho no Instituto de Educação Continuada (IEC) de 2005 a 2012. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Saúde Mental e Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalho, saúde mental, subjetividade, ergonomia e políticas públicas de saúde.

MARA MARCAL SALES
Professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (Adjunta IV) e analista de políticas públicas pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. É graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais e licenciada em Psicologia pela mesma universidade. Possui mestrado em Psicologia Social (UFMG, 2003 – Conceito CAPES 04) e doutorado pelo Programa Pós-Graduação em Educação (FAE/UFMG, 2012 – Conceito CAPES 07 ). Foi coordenadora do Laboratório de Psicologia Organizacional e do Trabalho (LaPOT/PUC) no ano de 2009. No curso de Psicologia da PUC São Gabriel participa, atualmente, do colegiado de coordenação didática e do Núcleo Docente Estruturante. É membro, também, do Núcleo Docente Estruturante do curso de Psicologia da PUC Praça da Liberdade. Tem experiência no campo da Psicologia aplicada ao trabalho, com ênfase em Papéis e Estruturas Sociais. Sua atuação abarca principalmente os temas da diversidade no trabalho, o espaço laboral como contexto de enfrentamento de preconceitos e o trabalho e a questão racial.

MARCIA DE BASTOS BRAATZ
Graduanda do Curso de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul-UNISC. Desempenhou atividades como Bolsista de Iniciação Científica na modalidade PIBIC- CNPq (2015-2016), no projeto “ O uso de estilos cognitivos e de agentes pedagógicos no processo de ensino-aprendizagem em sistemas tutores inteligentes” e na modalidade PROBIC/FAPERGS (2016-2017), no projeto de pesquisa “Ambiente computacional para promover a criatividade e a inovação nas organizações”, ambos vinculados ao Programa de Pós-Graduação (mestrado) em Sistemas e Processos Industriais- PPGSPI-UNISC, sob a orientação da Prof.ª Dr.ª Liane Mahlmann Kipper. Atualmente é Bolsista de Iniciação Científica na modalidade PUIC-UNISC, no projeto “Narrativas de adolescentes sobre drogas e os Serviços de Saúde Mental CAPSia e CAPSad: intersecções possíveis no contexto de Santa Cruz do Sul”, vinculado ao Programa de Pós-Graduação (mestrado) em Promoção à Saúde- PPGPS-UNISC, sob a orientação da Prof.ª Dr.. edna Linhares Garcia. Acadêmica do curso de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul–UNISC. Bolsista de Iniciação Científica (PUIC-UNISC), atuação junto ao projeto “Narrativas de adolescentes sobre drogas e os Serviços de Saúde Mental CAPSia e CAPSad: intersecções possíveis no contexto de Santa Cruz do Sul”.

MÁRCIA MANSUR SAADALLAH
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1992), Especialização em Políticas Sociais pela Escola de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e mestrado em Ciencias Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2005). Atualmente é professora assistente III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e vice-presidente do Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais. É membro do grupo de pesquisa no cnpq “1. Psicologia social, trabalho, política e processos psicossociais”. Possui experiência na área de Psicologia Social, com ênfase em Políticas Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia social, políticas sociais, Assistência Social, Redes, participação social, grupos, formação acadêmica.

MARIA LUIZA MARQUES CARDOSO
Professora da PUC Minas desde 2005. Atua nos cursos de Psicologia (campi Coração Eucarístico e Betim) e Relações Públicas (campus Coração Eucarístico). Possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (1999), graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2002) e mestrado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005). Possui ainda formação em Análise Institucional, Esquizoanálise e Esquizodrama pela Fundação Gregório Baremblitt/Instituto Felix Guattari de Belo Horizonte (2003).

MARIANA CECÍLIA NOGUEIRA MORAIS
Graduado em Psicologia pela PUC Minas, Unidade Educacional São Gabriel.

MARINA BARROSO SPÍNOLA
Psicóloga formada pela PUC-Minas com ênfase em Psicologia Clínica (2008). Psicóloga com experiência na área da execução de medida socioeducativa da SEDS (Secretaria de Estado e de Defesa Social de Minas Gerais), a partir de dezembro de 2009 como psicóloga contratada, e de outubro de 2008 a outubro de 2009 como psicóloga voluntária. Experiência de trabalho em programas de prática clínica e social em intituições: Fundação Hemominas (atendimento ambulatorial); Clínica de Psicologia e Psicanálise do Hospital Mater Dei; Casa Freud (Centro de Atenção Psíquica a portadores de sofrimento mental). Pesquisadora do CNPq em psicanálise no Laboratório de Estudos Clínicos do Instituto de Psicologia da PUC-Minas. Formação clínica permanente atualmente através do Curso de Psicanálise do IPSM-MG (Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais): curso em conclusão.

MARISA QUEIROZ NOGUEIRA
Graduada em Psicologia pela PUC Minas.

MAURO LÚCIO HENRIQUE DE CARVALHO
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2016). Atualmente é encarregado administrativo da Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Matriz. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional.

MIRELLE FRANÇA MICHALICK-TRIGINELLI
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2000), mestrado (2005) e doutorado (2018) em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, lecionando disciplinas e supervisionando estágios relacionados ao desenvolvimento humano, neuropsicologia e avaliação psicológica. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Desenvolvimento Humano, atuando principalmente em estudos sobre os processos cognitivos envolvidos na aquisição da leitura e escrita de crianças com desenvolvimento normal e de crianças com transtornos do desenvolvimento.

NATÁLIA SULZBACH
Doutoranda e Mestre (2013) em Ciências Fisiológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), graduação em Fisioterapia pela Universidade do Vale do Itajaí (2007), graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Faculdade Avantis (2017). Tem experiência na área de Fisioterapia Hospitalar, com ênfase em Fisioterapia intensiva adulto e neonatal. Atualmente atua como docente nos cursos de Fisioterapia, Enfermagem e Nutrição da Faculdade Avantis e no curso de Fisioterapia da Unisociesc.

PATRÍCIA PINTO DE PAULA
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais/PUC Minas (1990). Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG (2000). Doutora em Psicologia Social pelo programa de Pós-Graduação do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo/USP (2012). Desde fevereiro de 2000 é professora da PUC Minas, e a partir de 2012 como professora Adjunta da Faculdade de Psicologia PUC Minas. Atua em ensino, pesquisa e extensão com os temas: Psicologia Social e do Trabalho; Saúde Mental e Saúde Coletiva; Políticas Públicas de Saúde; Processos de Trabalho, Gestão e Cuidado em Saúde.

PAULA ÂNGELA DE FIGUEIREDO E PAULA
Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais (1976), graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1990). Especializou-se em clinica da Saúde Mental pela Escola de Saúde de Minas Gerais (1995). Mestrado em Treinamento Esportivo pela Escola de Educação Física da Universidade Federal de Minas Gerais (2001) e doutorado em Psicologia Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no núcleo de pesquisa: Psicanálise e Sociedade (2011). Trabalhou na Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais atendendo no Hospital psiquiátrico Galba Velloso, na Secretaria de Esporte e na Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, mediante aprovação em concurso público. Trabalhou como psicóloga esportiva das categorias do futebol de base do Clube Atlético Mineiro de 2004 a fevereiro de 2012. Atualmente é professora assistente III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais desde 2002. É especialista pelo Conselho Federal de Psicologia em Psicologia Clínica atendendo em consultório particular e tem atuado principalmente nas seguintes áreas: psicanálise, políticas públicas, preparação psicológica de atletas, intervenção comunitária, educação para a cidadania de crianças e jovens e na clínica psicomotora.

RAYSSA MADALENA FELDMANN
Graduanda do curso de Psicologia na Universidade de Santa Cruz do Sul- UNISC. Bolsista de Pesquisa FAPERGS/PROBIC- UNISC no Projeto “Narrativas de adolescentes e os serviços de saúde mental CAPSia e CAPSad: Intersecções possíveis no contexto de Santa Cruz do Sul”, sob orientação da Prof. Dr. Edna Linhares Garcia. Membro da Liga Acadêmica de Psiquiatria – LAP/ UNISC, sob orientação do Prof. Dr. Almerindo Antônio Boff, Presidente do Diretório Acadêmico Eduardo Galeano.

RENATA GATTO
Mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Psicóloga graduada pela mesma instituição. Aluna do curso de Design de Moda da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Possui interesse pelos temas: feminino, amor, sedução, cultura, arte e imagem.

RHAYANE MEDEIROS CARMO
Psicóloga graduada pela PUC MINAS Betim. Participou da pesquisa de Diagnóstico da Criança, do Adolescente e do Jovem até 21 anos em Belo Horizonte (2012), executada pela Cooperativa UNILIVRE. Possui experiência na área de saúde mental. Dedica especial atenção às Políticas Públicas de Saúde e Conselhos de Saúde, tendo participado de algumas pesquisas na temática. Atualmente é psicóloga residente (R1), da Residência Multiprofissional do Instituto Raul Soares – FHEMIG/ Belo Horizonte.

ROBERTA CARVALHO ROMAGNOLI
Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1986), mestrado em Psicologia (Psicologia Social) pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996), doutorado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003) e pós-doutorado em Análise Institucional pela Université Cergy-Pontoise, França (2011). Atualmente é Professor Adjunto III da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Tem experiência na área de Psicologia Clínica, com ênfase em Intervenção Terapêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: família, saúde e saúde mental, assistência social, clínica ampliada, análise institucional e esquizoanálise. Aborda a Psicologia como uma prática teórico-política que aponta para processos de subjetivação que ora são disciplinadores, reprodutores, ora são inventivos. É professora do Programa de Pós-Graduação da PUC-Minas do qual foi coordenadora no período de (2014-2016). É também bolsista produtividade PQ 2 do CNPq e foi pesquisador Mineiro da FAPEMIG (2014-2016).

RONNY FRANCY CAMPOS
Graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) (1988), Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) (1996) (Bolsista CNPq), Doutorado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) (2003) (Bolsista CNPq) e PÓS DOUTORADO na Universidade de São Paulo (USP) (2015) (Bolsista CNPq). Título de especialista em Psicologia Clínica – CRP/04 (2003). É professor adjunto nível IV na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) (em Poços de Caldas). Foi coordenador por 06 (seis) anos consecutivos (2005-2010) do curso de Psicologia da PUC Minas em Poços de Caldas. E há 4 (quatro) anos, vem coordenando a Clínica-Escola da PUC Minas em Poços de Caldas. É professor do curso de Psicologia, e, também, na mesma Universidade, leciona nos cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Publicidade e Propaganda.

SALVADOR ANTONIO MIRELES SANDOVAL
Graduação em Latin American Studies – University of Texas at El Paso (1969), Mestrado em Ciência Política – University of Texas at El Paso (1970), Mestrado em Ciência Política – The University of Michigan at Ann Arbor (1971) e Doutorado em Ciência Política – The University of Michigan at Ann Arbor (1984). Atualmente é Professor Titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, e professor assistente doutor aposentado da Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação. Tem experiência nas áreas de Psicologia Política, Psicologia Social Comunitária, Teorias Sociológicas de Mudanças Sociais, Ciências Sociais da Educação, com ênfase nos seguintes temas: psicologia política, participação política em movimentos sociais, processos de conscientização politica, educação política, educação popular, comportamento político coletivo e conflitos sociais. Realizou pós-doutorado no Center for the Study of Social Change, New School for Social Research, New York (1995), e pesquisador convidado no David Rockefeller Center for Latin American Studies, Harvard University como J.P Lemann Visiting Scholar (2000). Ex-Presidente da Associação Brasileira de Psicologia Social-ABRAPSO, socio-fundador e ex-Presidente da Associação Brasileira de Psicologia Politica-ABPP e fundador da Revista Psicologia Política sendo um dos primeiros co-editores da revista. Professor visitante na Concordia University, Montreal Canadá em 2008 e em 2012. Membro fundador da Associación Ibero-Latino-Americana de Psicologia Politica em 2011. Professor, Departamento de Sociologia, Universidad Autônomo Metropolitana, Cidade do México, México 1974-1978.

SUZANA FALEIRO BARROSO

Graduada em Psicologia pela UFMG (1978). Mestrado em Psicologia – Estudos Psicanalíticos pela UFMG (2001). Especialista em Psicologia Clínica, CRP-MG. Doutora em Teoria Psicanalítica pelo Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da UFRJ (2012). Professora da Faculdade de Psicologia da Puc-Minas. Coordenadora do Laboratório de Estudos Clínicos da Faculdade de Psicologia da Puc-Minas. Psicanalista praticante, membro da EBP-Escola Brasileira de Psicanálise e da AMP-Associação Mundial de Psicanálise.

THAIS MORGANA DOS SANTOS
Acadêmica do curso de Psicologia da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC. Atuação voluntária junto ao projeto “Narrativas de adolescentes sobre drogas e os Serviços de Saúde Mental CAPSia e CAPSad: intersecções possíveis no contexto de Santa Cruz do Sul”.

VILMAR PEREIRA DE OLIVEIRA
Possui graduação em Psicologia (Ênfase: Subjetividade, Instituições e Cultura) pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas/Núcleo Universitário São Gabriel (2012) e mestrado em Psicologia (Concentração: Processos de Subjetivação; Linha de Pesquisa: Processos Psicossociais) pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas/Núcleo Belo Horizonte (2015). Doutorando em Psicologia (Concentração: Psicologia Social; Linha de Pesquisa: Cultura, Modernidade e Subjetividade) na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Alguns temas de interesse: Psicologia Social; Psicologia, Educação e Trabalho; Psicologia, Religião e Espiritualidade; Psicologia e Pesquisa; Cultura, Identidades e Subjetivação; Juventudes; Música; Gênero e Sexualidades; Negritudes, Relações Étnicas e Raciais; Orientação Profissional e Planejamento de Carreira; Narrativas e Histórias de Vida. Atualmente é professor assistente na PUC Minas/Núcleo Universitário São Gabriel, e editor da Pretextos – Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas (ISSN 2448-0738).