Capa do livro: SANGUE QUE NÃO SECA: <br>O Estado Islâmico, a crise de hegemonia e as novas estratégias do imperialismo

SANGUE QUE NÃO SECA:
O Estado Islâmico, a crise de hegemonia e as novas estratégias do imperialismo

Autores: Rodrigo Medina Zagni

livro impresso
de R$ 46,00 por
livro digital
de R$ 46,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Trata-se de um estudo sobre o processo de ascensão do Estado Islâmico e do reavivamento da doutrina da Guerra Global contra o Terrorismo, levada a cabo pelos Estados Unidos e pela Organização do Tratado do Atlântico Norte, articulados à estratégia do “caos construtivo”, frente à crise de hegemonia norte-americana e do papel que, no espectro internacional, desempenha sua economia de guerra.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-2215-1
DOI: 10.24824/978854442215.1
Ano de edição: 2018
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 148
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

SANGUE QUE NÃO SECA: <br>O Estado Islâmico, a crise de hegemonia e as novas estratégias do imperialismo

Autores

RODRIGO MEDINA ZAGNI
Professor de História das Relações Internacionais da Universidade Federal de São Paulo, onde também coordena o curso de pós-graduação em “Conflitos Internacionais e Globalização” e o Grupo de Pesquisa “Conflitos armados, massacres e genocídios na era contemporânea”. Historiador graduado pela Universidade de São Paulo, concluiu doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina da USP com a tese que sagrou-se vencedora no prêmio “Tese Destaque USP” na modalidade interdisciplinar. É autor de onze livros, dentre os quais “Identidades em guerra: imperialismo e cultura nas relações entre Estados Unidos e América Latina durante a Segunda Guerra Mundial” (Curitiba: CRV, 2015) e “Conflitos armados, massacres e genocídios: constituições e violações do direito a existência na era contemporânea” (Belo Horizonte: Fino Traço, 2013).