Capa do livro: ANÁLISE DO DISCURSO:<br>mo(vi)mento de interpretações

ANÁLISE DO DISCURSO:
mo(vi)mento de interpretações

Autores: Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo - Renata Fonseca Lima da Fonte (org.)

livro impresso
de R$ 56,31 por
livro digital
de R$ 56,31 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Esta coletânea reúne capítulos de diferentes pesquisadores do Brasil, que discutem objetos de estudo distintos, tomando como referência a teoria/procedimento analítico da Análise do Discurso de linha francesa (AD), fundada por Pêcheux, na França e desenvolvida no Brasil por grupos de pesquisadores.

 

A obra interessa a estudiosos e profissionais das áreas de Letras e Linguística, Fonoaudiologia, Jornalismo, Publicidade, Educação, Psicanálise e outros campos afins, por oferecer uma compreensão da perspectiva da Análise do Discurso, a partir da discussão de objetos de estudo variados, de forma a gerar mo(vi)mentos de interpretações.

 

Desse modo, os textos dessa obra, filiados à Análise do Discurso de linha francesa (AD), propõem uma análise de diferentes gestos de interpretação, que se constituem em “diferentes linguagens”, e se inscrevem em materialidades distintas, seja em textos nas páginas da web, em dizeres de sujeitos que (se)significam, em textos midiáticos, verbais e não-verbais. Em cada um desses mo(vi)mentos de interpretação, sentidos irrompem e são retomados, sujeitos se constituem, na relação com a linguagem e a ideologia.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-112-5
DOI: 10.24824/978858042112.5
Ano de edição: 2011
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 176
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

ANÁLISE DO DISCURSO:<br>mo(vi)mento de interpretações

Autores

Bethania Sampaio Corrêa Mariani

Possui graduação em Letras (1982) pela PUC do Rio de Janeiro, mestrado (1989) e doutorado (1996) em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas. Em 2001, fez pós-doutorado na Stanford University, USA. Desde outubro de 1992, é docente 40DE da Universidade Federal Fluminense, onde dá aulas, orienta alunos de graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado e ocupa cargos administrativos. É bolsista 1D do CNPq (com projeto em vigor entre 2008/2011), e em 2008 passou a ser também Cientista do Nosso Estado pela Faperj, com bolsa até 2012. Recebeu auxílio pelo Edital Universal, faixa B, em 2008. É parecerista ad hoc dessas mesmas Institutições bem como da UERJ, FAPERJ, FAPESP, FAPEMIG, CAPES, UNESB, PUCCAMP. É membro de ABRALIN, da ALED e integra Comitê Editorial de Revistas Científicas. É especialista em Análise do Discurso e em História das Ideias Linguísticas. Faz, também, formação em Psicanálise na Escola Lacaniana do Rio de Janeiro desde 2000. Organizou um livro em 2006 sobre Análise do Discurso e Psicanálise. Publicou, em 1998 e 2004, dois livros com o resultado de suas pesquisas de doutorado e pós-doutorado, além de artigos em revistas científicas e capítulos de livros. Em setembro de 2008, ganhou a bolsa Cientistas do Nosso Estado, da FAPERJ. Nesse ano, apenas 06 pesquisadores da área de Letras foram contemplados com a bolsa. Em julho de 2009, fundou, com outros 9 professores de Universidades diferentes o Grupo de Teoria do Discurso (GTDIS), um grupo cadastrado no GRPESQ do CNPq e que tem como interesse aprofundar os estudos em Análise do discurso e psicanálise.. Em dezembro de 2009, com a colaboração do Núcleo de Tecnologia da Informação (UFF), com o apoio de recursos oriundos de Edital Universal (CNPq) e com as professoras Vanise G. de Medeiros e Silmara Dela da Silva (pós-doutoranda FAPERJ), fundou e organizou o site do Laboratório Arquivos do Sujeito (LAS), que coordena desde então. Em maio de 2010, organizou o I Simpósio do GTDIS, na UFF e lançou o livro As ideias linguísticas no governo JK, que organizou com a profa. Vanise Medeiros, livro que resulta de pesquisas anteriores com apoio da FAPERJ. Além disso, continua como chefe de departamento (até outubro de 2010), cargo que ocupa há 5 anos, continua ministrando aulas na PG e Graduação, orientando mestrandos e doutorandos e supervisionando pós-doutorandos. Vale dizer que, em setembro de 2008, ganhou a bolsa-prêmio Cientistas do Nosso Estado, da FAPERJ. Nesse ano, apenas 06 pesquisadores da área de Letras foram contemplados com a bolsa no Estado do Rio de Janeiro.

 

Evandra Grigoletto

Possui graduação em Letras Português Francês pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (1997). Durante a realização da Graduação, no período de 1994 a 1997, participou do programa PET, recebendo bolsa da CAPES. Realizou mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000) e doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente, é professora Adjunto I da Universidade Federal de Pernambuco e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPE. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: sujeito, mídia, novas tecnologias, religião, divulgação científica, sentido e heterogeneidade.

 

Fabiele Stockmans De Nardi

Possui graduação em Licenciatura em Língua Moderna, Habilitação em Línguas e Literaturas de Língua Portuguesa e Espanhola, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002) e Doutorado em Estudos da Linguagem/ Teorias do texto e do Discurso pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007). Atualmente é professor Adjunto I da Universidade Federal de Pernambuco, atuando na área de Língua Espanhola. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Teorias do Texto e do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de língua materna e estrangeira; produção de textos e leitura; análise do discurso, com ênfase em questões de língua, identidade e cultura.

 

Fernanda Correa Silveira Galli

É graduada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Assis), onde também obteve o título de Mestre em Letras - área de Filologia e Linguística Portuguesa. Possui doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com estágio-sanduíche na FPCE (Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação) da Universidade de Lisboa, Portugal (2007). Atualmente, integra o grupo “Discurso e memória: movimentos do sujeito”, cadastrado junto ao Diretório de Grupos do CNPQ, e desenvolve pesquisa de pós-doutorado na FFCLRP/USP, com financiamento da FAPESP. É pesquisadora do E-L@DIS (Laboratório Discursivo: sujeito, rede eletrônica e sentidos em movimentos), também financiado pela FAPESP, e coordena o Grupo Estudos sobre Internet (GNET), vinculado ao Laboratório Discursivo. Tem experiência na área de Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura, escrita e novas tecnologias – mais especificamente, a linguagem no espaço digital da internet.

 

Isabela Karina Leal Salgueiro Marques

Possui graduação em Letras pela Universidade Católica de Pernambuco. Concluiu o PIBIC, com bolsa, tendo trabalhado questões de Afasia, sob o ponto de vista linguístico-discursivo, em Grupo de Convivência de sujeitos afásicos na mesma instituição.

 

Juliana de Souza Falcão

Graduada em Fonoaudiologia pela Universidade Católica de Pernambuco (2002). Especialista em Patologias da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco e Motricidade Orofacial pelo Centro de Especilaização em Fonoaudiologia Clínica. Mestre em Ciências da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco. Atua nas áreas de Linguagem e Motricidade Orofacial, em atendimentos clínico e hospitalar de crianças, adultos e idosos. Realiza pesquisas nos temas sobre: linguagem, Aquisição e Desenvolvimento da linguagem, Análise de Discurso e Idoso.

 

Larissa Petrusk Santos Silva

Possui graduação em Letras pela Universidade Católica de Pernambuco. Concluiu o PIBIC, com bolsa do CNPq, tendo trabalhado questões de Gagueira, sob o ponto de vista linguístico-discursivo, em Grupo de Terapia de sujeitos gagos na mesma instituição. Mestranda do Programa de Ciências da Linguagem da Universidade Católica de Pernambuco.

 

Lucília Maria Sousa Romão

Possui graduação em Letras (1988) pelo Centro Universitário Barão de Mauá de Ribeirão Preto e doutorado direto (2002) em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e Livre-docência em Ciência da Informação pela mesma instituição. É docente com dedicação exclusiva da Universidade de São Paulo, onde dá aulas e orienta alunos de graduação, mestrado, doutorado e supervisiona pós-doutorado. É bolsista de Produtividade em Pesquisa 2 do CNPq (2009). Parecerista ad hoc do CNPQ e FAPESP; membro de ABRALIN, ALED, ALFAL, GEL e GT de Análise do Discurso da ANPOLL. Especialista em Análise do Discurso, atua principalmente na investigação de materialidades discursivas ligadas aos seguintes temas: memória, mídia, questão agrária, textualidade digital e leitura. Publicou livros, além de artigos em revistas científicas e capítulos de livros. Coordena o Grupo de Pesquisa Discurso e memória: movimentos do sujeito, cadastrado junto ao Diretório de Grupos do CNPQ, e o E-L@DIS, Laboratório Discursivo - sujeito, rede eletrônica e sentidos em movimentos, financiado pela FAPESP.

 

Maria de Fátima Vilar de Melo

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1981), cursou o DEA (Diplôme dÉtudes Approfondies) em Psychologie du développement et des acquisitions de l"enfant ) na Université René Descartes - Paris V - Sorbonne (1992-1993), Mestrado em Psicologia (Psicologia Cognitiva) pela Universidade Federal de Pernambuco (1985) e o doutorado em Psychologie foi realizado também na Université René Descartes - Paris V - Sorbonne (1998-1999). Atualmente é professora adjunta IV da Universidade Católica de Pernambuco, lecionando no curso de graduação Psicologia e no Mestrado em Ciências da Linguagem. No que concerne à atividade de pesquisa, vem trabalhando com temas concernentes às relações sobre linguagem/discurso e sujeito do inconsciente, principalmente através do estudo de situações que problematizam esta relação: afasia, autismo, psicose, aquisição da língua materna, aquisição de língua estrangeira e a produção de textos literários. A compreensão referente à constituição subjetiva é ancorada nos estudos realizados no campo da Psicanálise freud-lacaniana. Os trabalhos realizados com afasia lhe levou a coordenar, com a profa Nadia Azevedo, o Grupo de Convivência de Afásicos na Universidade Católica de Pernambuco.

 

Maria Lúcia Paulino Mendes

Possui graduação em Relações Públicas pela Universidade Católica de Pernambuco (1989), é mestre em Ciências da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco (2010), é especialista em Cultura Pernambucana pela Faculdade Frassinete do Recife - FAFIRE e em Metodología de la Enseñanza de la Lengua Española pela Universidad de Valladolid/España. e atualmente é professora titular de espanhol do ensino fundamental e médio do Colégio Militar do Recife, atuando principalmente nos seguintes temas: discurso, linguagem, língua, cultura popular, gênero, história e ideologia.

 

Nadia Pereira da Silva Gonçalves de Azevedo

Doutora em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 2006), fonoaudióloga pelo Instituto Brasileiro de Medicina de Reabilitação (IBMR, Rio de Janeiro, 1978), especialista em Patologias da Linguagem (UNICAP, 1984), especialista em Linguagem pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia (CFFa, 2006), mestre em Fonoaudiologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP, 2000). Atualmente é professora adjunto I da Universidade Católica de Pernambuco, atuando na Graduação em Fonoaudiologia e pós-graduação em Linguagem. É coordenadora, professora e pesquisadora do Mestrado em Ciências da Linguagem da Universidade Católica de Pernambuco. Compõe o Banco Nacional de Avaliadores Institucionais e de Curso (MEC) desde 2006, já tendo avaliado diversos cursos no Brasil. Tem experiência nas áreas de Fonoaudiologia e Linguagem, atuando principalmente nos seguintes temas: aquisição e distúrbios de linguagem, discurso, linguagem, gagueira e afasia. Desde o seu mestrado, passou a trabalhar com linguagem na perspectiva discursiva. Dedica-se ao tema linguagem/discurso e sujeito, sobretudo através do estudo de situações que problematizam esta relação: afasia,  gagueira, atraso de linguagem. Essa dedicação lhe levou a coordenar com a professora Fátima Vilar o Grupo de Convivência de Afásicos na Universidade Católica de Pernambuco. Além disso, coordena grupos terapêuticos com sujeitos gagos crianças, adolescentes e adultos na mesma universidade. É líder, juntamente com a Profª Fátima Vilar de Melo, do grupo de pesquisa Linguagem, Distúrbio e Multidisciplinaridade, certificado pela instituição (Universidade Católica de Pernambuco), formado em 2002, tendo como área predominante: Linguística, Letras e Artes, constituído no Mestrado em Ciências da Linguagem. No momento, participa de dois projetos com fomento do CNPq: um em parceria com a Profª Drª Carla Cardoso, do Centro Universitário Jorge Amado, que enfoca o trabalho cognitivo com sujeitos idosos sem lesão neurológica e com afasia, realizado em Salvador e Recife, que, além de fomento para equipamentos, gerou quatro bolsas para alunos da Universidade Católica de Pernambuco. Recentemente, teve aprovado um projeto, como coordenadora, no Edital Universal do CNPq, intitulado Sommercamp: Terapia intensiva da gagueira em adolescentes e adultos no Recife-Pernambuco- Brasil. Nesta pesquisa, trabalharão os Professores Jorg Mussman e Maria do Carmo Oliveira, da Universidade de Giessen, Alemanha.

 

Renata Fonseca Lima da Fonte

Possui graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Católica de Pernambuco (2003), mestrado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (2006) e especialização em saúde Pública pela Universidade de Pernambuco (2009). Doutoranda em Linguística da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de fonoaudiologia educacional e clínica com ênfase em linguagem, atuando principalmente nos seguintes temas: aquisição da linguagem, prosódia, cegueira e gagueira.

 

Ricardo Beliel

Graduado em jornalismo e pós-graduado em Fotografia; professor na Faculdade Estácio de Sá e no Ateliê da Imagem; fotógrafo do jornal O Globo; trabalhou para a imprensa alternativa (Movimento, Beijo, Bondinho, Soma, etc.); para Manchete, Placar, Veja, Isto É, Jornal do Brasil, agência F-4 e O Estado de São Paulo. Editor de Fotografia da revista Manchete e sub-editor no jornal Lance, do qual fiz parte da equipe fundadora. Trabalhou com a agência GLMR & Saga Associés. Realiza projetos para inúmeras revistas e jornais nacionais e internacionais Recebeu da Organização Internacional de Jornalistas o prêmio Interpressphoto e da Confederação de Jornalistas da União Soviética o prêmio Alexander Rodchenko. Finalista cinco vezes do Prêmio Abril de Jornalismo, sendo vencedor em três anos consecutivos. Finalista com a jornalista Beatriz Cardoso do Prêmio Esso de Jornalismo com uma reportagem sobre a expedição da Funai para estabelecer o primeiro contato pacífico com os índios korubo na floresta amazônica. Participou de mais de 70 exposições em locais como Kunsthaus, em Zurich, Museo Carillo Gill, na cidade do México, Museo de Bellas Artes, em Caracas, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Cultural Espaço Telemar e no Centro Cultural Justiça Federal, no Rio de Janeiro, e Museu de Arte de São Paulo.

 

Silmara Cristina Dela Silva

Doutora em Linguística (2008) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mestre em Estudos Linguísticos, com concentração em Análise Linguística (Estudos do Texto e do Discurso), pela Unesp-São José do Rio Preto (2004) e bacharel em Comunicação Social (Jornalismo) pela Unesp-Bauru (1998). Atualmente, é docente do Departamento de Letras e do Programa de Mestrado em Ciências da Linguagem, da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), e realiza pesquisa de pós-doutoramento no Departamento de Ciências da Linguagem, da Universidade Federal Fluminense (UFF). Tem experiência como docente nas áreas de Linguística e Comunicação Social (habilitações em Jornalismo e Publicidade e Propaganda), bem como na produção de reportagem e edição de jornais. Atua nas áreas de Comunicação e Linguística, e seus estudos têm como foco principal a conexão entre a Análise de Discurso e o Jornalismo.

 

Tatiana Maria Corrêa Cavalcanti

Mestre em Ciências da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco. Possui graduação em Fonoaudiologia pela Universidade Católica de Pernambuco (2007). Atualmente é fonoaudióloga escolar e bolsista pela FACEPE com pesquisa na área de gagueira e Análise de Discurso. Tem experiência na área de Fonoaudiologia clínica e Educacional, com ênfase em tratamento dos Distúrbios da Linguagem, atuando principalmente nos seguintes temas: gagueira, distúrbio de linguagem e análise do discurso. Experiência em ministrar cursos de Oratória.

 

 

 

Vanise Gomes de Medeiros

Graduada em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1991), mestre em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1996), e doutora em Letras pela Universidade Federal  Fluminense (2003) – tendo feito doutorado-sanduíche na Universidade Paris 3, França (2001-2002), como bolsista do CNPq. Foi professora da PUC-Rio (de 1992 a 2003); professora da graduação e da pós-graduação da UERJ (de 2003 a 2009), onde orientou bolsistas de iniciação científica e alunos de mestrado; foi coordenadora do mestrado na área de Língua Portuguesa na UERJ e organizou, em parceira com Del Carmem, a Revista Matraga nº. 22. Desde 2009 é professora adjunta, com dedicação exclusiva, da Universidade Federal Fluminense (UFF), dando aulas, na graduação e na pós-graduação, e orientando alunos (em iniciação científica, mestrado e doutorado). Em 2009, recebeu o prêmio Jovem Cientista do Estado (FAPERJ) com projeto Dizer (d)o brasileiro: a questão da língua e do sujeito . Em 2010, lançou o livro Ideias Linguísticas: formulação e circulação no período JK, organizado em parceria com Bethania Mariani. Integra como pesquisadora, o Laboratório Arquivos do Sujeito, coordenado por Bethania Mariani.