Capa do livro: EDUCAÇÃO PARA A DIVERSIDADE:<br>experiências inovadoras na formação docente

EDUCAÇÃO PARA A DIVERSIDADE:
experiências inovadoras na formação docente

Autores: Vilma Aparecida de Pinho - Raquel Lopes (Orgs.)

Os artigos que compõem esta coletânea são resultado de um empreendimento de coragem, de ousadia e, acima de tudo, de entusiasmo e encantamento pela educação como devir, como possibilidade. Assim, o livro nasce encravado no cotidiano de estudantes e professores envolvidos em experiências de ensino, pesquisa e extensão, materializadas  em sessões de estudos dirigidos, seminários e orientações individuais, elementos fundamentais na formação docente, que provocavam reflexões e posicionamentos éticos e políticos dos autores em face das diferentes realidades por eles estudadas. Tivemos como escopo principal ampliar e consolidar práticas que estreitassem laços entre a universidade e a escola de educação básica, tanto por meio do ensino, via formação continuada, quanto por meio da pesquisa, via estágio supervisado com inserção de alunos (as) nos contextos de educação escolar e não escolar. Interessou-nos, muito mais do que provocar eventuais rupturas teórico-epistemológicas, abrir espaço para o que de novo vem se fazendo na formação de professores, instituindo a pesquisa como eixo estruturante da formação acadêmico-científica. Por isso, mas também devido ao tempo como cronologia e como subjetividade, socializamos os conhecimentos produzidos como etapas progressivas de formação de sujeitos que, em diferentes abordagens e em diferentes tempos, demonstram sensibilidades, criatividade, empenho e, sobretudo, compromisso com a construção do conhecimento na perspectiva da diversidade – diversidade que, para além de um discurso ou bandeira de luta, é aqui concebida como traço inerente à vida e, como tal, nos instiga a compreendê-la, do lugar onde estamos e atuamos como sujeitos que ensinam, que aprendem e que, acima de tudo, refletem sobre seu fazer.

Impresso
de R$ 77,53 por
R$ 59,64
Digital
de R$ 77,53 por
R$ 54,27

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0899-5
DOI: 10.24824/978854440899.5
Ano de edição: 2016
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 270
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

EDUCAÇÃO PARA A DIVERSIDADE:<br>experiências inovadoras na formação docente

VILMA APARECIDA DE PINHO
A organizadora da obra Vilma Aparecida de Pinho, em nome de Sofia Albres Pinho Falcão, faz homenagem às crianças que conferem uma realidade de alegria, arte e aventura à educação brasileira. Viva as crianças! A pesquisadora fez mestrado em Educação na UFMT (2004), doutorado em Educação no Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal Fluminense – UFF (2010) e Pós-Doutorado em Educação Física no PPGEF- da Universidade Federal de Mato Grosso (2015). É professora Adjunta da Universidade Federal do Pará (UFPA), Campus Universitário de Altamira, Faculdade de Educação. É coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Afro-brasileiros e Indígenas/GEABI/UFPA e pesquisa sobre Relações étnico-raciais e Educação; Infância, Diversidade e Direitos Humanos; Corpo e Cultura. Coordenou o PROINT – Projeto Integrado Pesquisa, Ensino e Extensão: Interdisciplinaridade, ensino, pesquisa e extensão em práticas pedagógicas inovadoras no laboratório de Pedagogia, cujo objetivo foi potencializar o Laboratório de Pedagogia como espaço dialógico e de mediação permanente na articulação: ensino, pesquisa e extensão por meio de atividades nucleadoras e práticas pedagógicas inovadoras, assim como articular mecanismos de formação que desenvolvessem nos alunos de Pedagogia uma consciência crítica em relação à pesquisa como ferramenta de autonomia intelectual em relação aos métodos de pesquisas, intervenção e criação na Educação Básica.

RAQUEL LOPES
Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará em Co-Tutela com a Universidade Paris XIII (2009), mestre em Letras/Linguística (2002) e Licenciada em Letras/Português (1997) também pela UFPA. Atualmente, é Coordenadora do Curso de Licenciatura em Educação do Campo da UFPA/Campus de Altamira, onde também realiza pesquisa na área dos Estudos do Letramento, Variação Linguística e Educação Diferenciada. Em 2010/2011, quando era vinculada ao Curso de Letras, coordenou o Projeto Integrado/PROINT: Os desafios do novo Projeto Pedagógico da Licenciatura em Letras de Altamira: outros olhares sobre a formação do Professor de Língua Portuguesa e Literatura na região da Transamazônica, de onde se originou a ideia desta publicação.

ALCIONE CARDOSO DE SOUZA
Pedagoga pela Universidade Federal do Pará.   

ALCIONE SOUSA DE MENESES
Possui mestrado em Ciências Sociais com ênfase em Sociologia (UFPA-IFCH). É graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (2003), onde atua como Professora Assistente no Educação do Campo. Tem experiência em Formação Docente e Planejamento Educacional. Realiza pesquisa e extensão nas seguintes temáticas: campesinato; identidade; docência; Pedagogia da Alternância e Memória.

ARLETE MÁRCIA DE PINHO
Possui graduação em Filosofia-Bacharelado e Licenciatura, pela Universidade Federal de Mato Grosso (2011), quando foi bolsista do programa Conexões de Saberes. Atualmente faz o Mestrado em Educação no PPGE/IE – no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMT, no qual desenvolve estudos sobre crianças-infâncias indígenas.

BELENI SALÉTE GRANDO
Professora Adjunta da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, onde atua como docente na Faculdade de Educação Física e do Programa de Pós-Graduação em Educação. É Doutora em Educação e Pós-Doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina com estudos sobre a educação do corpo nas sociedades indígenas da América Central e nas relações interétnicas em Mato Grosso, numa perspectiva da Educação Intercultural, que compreende o Corpo como pessoa que se educa na relação com o Outro, mediado pelas culturas que, de forma conflitiva, reforçam o domínio da cultura eurocêntrica e autoritária da sociedade capitalista atual. Coordena o COEDUC – Grupo de Pesquisa sobre Corpo, Educação e Cultura/CNPq (2005).


DIONY DA SILVA FREITAS

Graduado em Pedagogia e Bolsista do PROINT (2011/2012) – Projeto Integrado Pesquisa, Ensino e Extensão: Interdisciplinaridade, ensino, pesquisa e extensão em práticas pedagógicas inovadoras no Laboratório de Pedagogia.
 

ELISA AUGUSTA LOPES COSTA
Doutoranda em Letras: Ensino de Língua Portuguesa e Literatura pelo PPGL/UFT. Mestre em Estudos de Linguagem com ênfase em Literatura e Estudos Culturais. Atua tanto na área de Língua Portuguesa como de Literatura, bem como na Prática de Ensino e Estágio Supervisionado. Atualmente é Professora e pesquisadora da Faculdade de Letras/Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará, Campus Altamira, ministrando as disciplinas de Latim, Linguística Românica, História da Língua Portuguesa, Semântica, Tipologia e Gêneros Textuais, Prática de Ensino e Estágio Supervisionado em Língua Portuguesa e Literatura. Foi membro da Coordenação do Núcleo Docente Estruturante – NDE deste Curso.


FLÁVIO BEZERRA BARROS

Possui Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE, 2000), Mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 2002) e Doutorado em Biologia da Conservação (2011) pela Universidade de Lisboa, Portugal. É Professor Adjunto e Diretor do Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural (NCADR) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Atua como docente-pesquisador nos Programas de Pós-Graduação em Agriculturas Amazônicas (NCADR-UFPA) e Antropologia (IFCH-UFPA), tendo sido coordenador no primeiro (2012-2015). Participa ainda como professor permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). É editor-chefe (junto a William Assis e Gutemberg Guerra) da Revista Agricultura Familiar: Pesquisa e Desenvolvimento, da UFPA. É membro da Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia (SBEE), da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade (ANPPAS). Tem experiência em ensino, pesquisa, extensão em área interdisciplinar, com enfoque nos seguintes temas: Etnoconservação e Desenvolviemento Rural, Etnobiologia e Etnoecologia, Uso e Manejo de Recursos Naturais, Relação Sociedade e Natureza, Unidades de Conservação de Uso Sustentável (Reservas Extrativistas) e Educação do Campo.

GILCILENE DIAS DA COSTA
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEDU/UFRGS). Professora Adjunto IV da Universidade Federal do Pará (UFPA). Vice-Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação e Cultura (PPGEDUC/UFPA/CUNTINS). Coordenadora do Grupo de Pesquisa PHILIA – Filosofia, Linguagem e Alteridade na Educação (UFPA). Pesquisadora nas áreas de Educação e Cultura, Filosofia da Diferença, Filosofia da Linguagem, Currículo, Arte, Literatura, com interfaces ao pensamento de Nietzsche e Deleuze.

IRLANDA DO SOCORRO OLIVEIRA MILÉO
Doutora em Educação: Currículo pela Pontifícia Universidade Católica - São Paulo, mestre em Educação - Políticas Públicas pela Universidade Federal do Pará (2007) e Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (2003). Atualmente é professora assistente da Universidade Federal do Pará/Campus Universitário de Altamira. Tem experiência na área de Educação e Poder Local, com ênfase em Política Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: currículo, educação, formação de professores, gestão, sistemas de ensino e políticas educacionais.

JOSÉ VALDINEI ALBUQUERQUE MIRANDA
Doutor em educação pela UFRGS. Professor efetivo da Universidade Federal do Pará, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação e Cultura (UFPA/PPGEDUC). Vice-coordenador do Grupo PHILIA – Filosofia Linguagem e Alteridade na Educação.

JOCIVANE SANTOS BARROS
Graduada em Pedagogia e Bolsista do PROINT (2010/2011) – Projeto Integrado Pesquisa, Ensino e Extensão: Interdisciplinaridade, ensino, pesquisa e extensão em práticas pedagógicas inovadoras no laboratório de pedagogia.  

LÉIA GONÇALVES DE FREITAS

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (2001), especialista em Desenvolvimento de Recursos Humanos (UFPA, 2002); Doutoranda em Educação na Universidade Federal do Pará – UFPA (2016) e Mestra em Educação, Linguagens e Tecnologias pela Universidade Estadual de Goiás (UEG, 2014). Discute questões relacionadas à formação de professores com ênfase na Educação Infantil; Pedagogia em Ambiente não Escolar (Educação em Saúde, Pedagogia Hospitalar, Pedagogia Social e Pedagogia Empresarial) e Educação para as Relações Étnico-raciais negras na UFPA/Campus de Altamira, onde atua como professora do Curso de Pedagogia e pesquisadora do Grupo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas.

 

LEONARDO LUCAS DE SOUSA

Estudante do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Pará/Campus de Altamira (2010). Atualmente, estuda Terapia Ocupacional, no Campus de Guamá, em Belém.

PAULA DINIZ BRAGA
Estudante do Curso de Letras/Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará/Campus de Altamira e Bolsista do PROINT (
2010/2011) - Os desafios do novo Projeto Pedagógico da Licenciatura em Letras de Altamira: outros olhares sobre a formação do Professor de Língua Portuguesa e Literatura na região da Transamazônica.

RENAN RABELO CORRÊA
Licenciado em Letras/Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Pará/Campus de Altamira (2015) e Bolsista do PROINT (2010/2011) - Os desafios do novo Projeto Pedagógico da Licenciatura em Letras de Altamira: outros olhares sobre a formação do Professor de Língua Portuguesa e Literatura na região da Transamazônica (2010/2011). Atualmente, é professor de Língua Portuguesa na rede municipal de Altamira/PA.    

RENATA CECIM BICELLI FARRAPO
Graduada em Pedagogia e Bolsista do PROINT (2011/2012) – Projeto Integrado Pesquisa, Ensino e Extensão: Interdisciplinaridade, ensino, pesquisa e extensão em práticas pedagógicas inovadoras no laboratório de pedagogia.  

ROZINALDO RIBEIRO DA SILVA

Licenciado em Pedagogia (1999) e Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Pará (2005). É professor efetivo da Universidade Federal do Pará/Campus Universitário de Altamira-UFPA/Faculdade de Educação, onde trabalha com a disciplina Política e Legislação da Educação. Tem experiência em Educação Básica (Prefeitura Municipal de Altamira/PA e SEDUC/PA) e Superior, tendo sido Professor Substituto da Universidade Federal do Pará por duas vezes, atuando, principalmente, nos temas Trabalho, Educação e Emancipação, Legislação Educacional, Política Educacional e Formação de Professores. Ocupou, também, o cargo de Assessor Técnico da Delegacia Regional do Trabalho no Pará (MTE/DRT/Pa). É pesquisador vinculado ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação do Centro de Educação da Universidade Federal do Pará. Também é pesquisador cadastrado no Diretório do Grupo de Pesquisa do CNPq Trabalho, Educação e Educação Profissional.