Capa do livro: O JUDICIÁRIO NOS ESTADOS UNIDOS E NO BRASIL:<br> análises críticas e pesquisas comparadas

O JUDICIÁRIO NOS ESTADOS UNIDOS E NO BRASIL:
análises críticas e pesquisas comparadas

Autores: Fernanda Duarte - Rafael Mario Iorio Filho - Roberto Kant de Lima (Orgs.)

O Judiciário norte-americano tem sido, historicamente, posto como modelo para seus congêneres, inclusive o brasileiro. Presente nas formas constitucionais, leis e normas, no pensamento jurídico, nos debates intelectuais e conflitos políticos, o Judiciário norte-americano assume entre nós o caráter de ideal normativo, que ofereceria um conjunto de fórmulas para superar os problemas práticos da justiça na sociedade brasileira. Há o senso comum de que o Judiciário brasileiro teria sido ‘copiado’ do seu modelo, e, consequentemente, teria fortes semelhanças com ele.
Mas a simplicidade dos termos e, consequentemente, da comparação, é apenas aparente. “Judiciário” refere-se a agentes, normas, organizações, discursos, práticas, rituais, rotinas, conceitos, maneiras de pensar e de agir, ideais normativos etc., que são socialmente constituídos, variados segundo regiões, contextos, domínios, e que se transformam historicamente, e portanto são produtos locais, marcados num tempo e inscritos em uma determinada cultura.
Adotando um olhar atento, a presente obra  pretende  explorar as diferenças entre o Judiciário nos Estados Unidos e no Brasil, evidenciando sua multiplicidade e apresentando análises sobre o  debate acadêmico a respeito do Judiciário norte-americano, suas teorias, práticas e decisões judiciais. Seu interesse está em colocar em questão as pretensões normativas daquele modelo, mas também levar em conta o seu potencial reflexivo para o entendimento do nosso próprio Judiciário.

Impresso
de R$ 87,41 por
R$ 67,24
Digital
de R$ 87,41 por
R$ 61,19

Confira nosso catálogo na Amazon!

Amazon Kindle
Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete
Consultar frete e prazo de entrega:

Desconto no frete*!

Nas Compras de:

3 livros - 50% de desconto

5 livros - frete gratuito

* O desconto será aplicado no envio da modalidade Impresso Normal
(Sem rastreio e sem aviso de entrega)

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0693-9
DOI: 10.24824/978854440693.9
Ano de edição: 2015
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 310
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

O JUDICIÁRIO NOS ESTADOS UNIDOS E NO BRASIL:<br> análises críticas e pesquisas comparadas
BIANCA GARCIA NERI
Professora da Universidade Estácio de Sá, Mestranda em Direito Público e Evolução Social pela UNESA (2014-2016), Especialização em Direito Processual Civil pela EMERJ (2013-2014), Graduação em Direito pela UCAM(2011). Integrante do grupo de pesquisa Núcleo de Estudo de Direito, Cidadania, Processo e Discurso - PPGD/UNESA. Membro do Laboratório de Estudos Teóricos e Analíticos sobre o Comportamento das Instituições (LETACI/PPGD/UFRJ), com o apoio do CNPq e da FAPERJ. Advogada especializada na área cível.

CARLOS ALBERTO LIMA DE ALMEIDA
Doutor (2012) e Mestre (2005) em Política Social pela UFF. Mestre em Educação pela UNIVERSO (2003). Especialista em prevenção às drogas e escola pela UFF (2004).  Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Direito da Universidade Estácio de Sá. Coordenador Adjunto da Área de Ciências Sociais da Universidade Estácio de Sá. Pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Direito, Cidadania, Processo e Discurso. Professor auxiliar I da Universidade Estácio de Sá. Pesquisador do Grupo Política Social e Pobreza, da Escola de Serviço Social da UFF. Conselheiro Titular da 16ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Estado do Rio de Janeiro (OAB Niterói).

CARLOS EDUARDO ADRIANO JAPIASSÚ
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito – Mestrado e Doutorado – da Universidade Estácio de Sá, Professor Associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Secretário Geral da Associação Internacional de Direito Penal (AIDP).

DAVID RITCHIE
Professor de direito e de filosofia na Mercer University, Macon, Georgia, U.S.A.; Doutor em Filosofia. É vinculado ao Carnegie Council for Ethics in International Affairs, New York, N.Y na qualidade de Global Ethics Fellow. Autor de "The Confines of Modern Constitutionalism. Pierce Law Review, Vol. 3, No. 1, 2004.

FERNANDA DUARTE
Professora permanente do PPGD da Universidade Estácio de Sá. Professora adjunta da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense. Doutora em Direito Constitucional pela PUC/RJ. Juíza Federal da 3º Vara Federal de Execuções Fiscais/SJRJ. Coordenadora do Laboratório Fluminense de Estudos Processuais, LAFEP/UFF. Pesquisadora do INCT-InEAC - Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos. É vinculada ao Carnegie Council for Ethics in International Affairs, New York, N.Y na qualidade de Global Ethics Fellow. Autora do livro "Princípio constitucional da igualdade". 2. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2003.

FREDERICO POLICARPO
Professor de Políticas Públicas na UFF e pesquisador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (InEAC/UFF). Doutor em Antropologia pelo Programa de Pós Graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense (PPGA/UFF), com estágio de doutorado sanduíche de 1 ano nos EUA, vinculado a Universidade da Califórnia/Hastings School of the Law (UCHastings). Publicou “Velhos usuários e jovens traficantes? Um estudo de caso sobre a atualização da nova Lei de Drogas na cidade do Rio de Janeiro”. Dilemas: Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, v.6, p.11-37, 2013.

GEORGE E. BISHARAT
Professor of Law, University of California, San Francisco, Hastings College of the Law, trabalhou anteriormente como advogado da Defensoria Pública de San Francisco, CA, USA. É formado em Direito e Ph D em Antropologia pela Harvard University, tendo sido sua tese publicada sob o título Palestinian Lawyers and Israeli Rule: Law and Disorder in the West Bank (University of Texas Press, 1989). Ele escreve frequentemente sobre Direito e Política no Oriente Médio, em revistas acadêmicas e para a mídia em geral nos EUA e em outros países. No Brasil, publicou Anthropology and Law as two sibling rivals. Antropolítica: Revista Contemporânea de Antropologia, Niterói, n. 34, p. 121-136, 1. sem. 2013 e The Plea Bargain Machine, Dilemas. Revista de Estudos de Conflito e de Controle Social, Rio de Janeiro, vol 7, n.3 JUL-AGO-SET, p. 767-795, 2014.

LUCIANA BENEVIDES DE SCHUELER
Advogada. Mestranda em Direito Público e Evolução Social – Direitos Fundamentais e Novos Direitos – UNESA-RJ.

MÁRCIO FILGUEIRAS
Professor de Ciências Sociais e Humanas do Instituto Federal do Espírito Santo, campus Montanha. Doutor em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense. Pesquisador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INEAC). Pesquisador do Organon (sediado na Universidade Federal do Espírito Santo). Parte desta pesquisa foi realizada com financiamento Capes-Fulbright durante estágio sandwich no Departamento de Antropologia da Universidade de Stanford, Califórnia. Durante o restante do doutorado, na Universidade Federal  Fluminense, usufrui por dois anos de bolsa Capes nacional. É autor de “Entre barracões e módulos de pesca: pescaria, meio ambiente e espaços públicos na Barra do Jucu (Vila  Velha, ES)”. In: LIMA, R. K. (org.) Antropologia e direitos humanos 5. Brasília/Rio de Janeiro: ABA, 2008. Pp. 277 – 317.

MARIA CAROLINA CANCELLA DE AMORIM
Graduada em Direito pela UFRJ e  Pós Graduada em Direito Público e Privado pela EMERJ. Mestranda em Direito pela UNESA, na linha de pesquisa Acesso à justiça e efetividade do processo. Professora de Direito Processual Civil dos cursos de graduação e pós-graduação em Direito da UNESA. Professora da EMERJ.

MATHEUS GUARINO SANT’ANNA LIMA DE ALMEIDA
Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da UFF. Bacharelando em Direito pela UFF e aluno integrante do Laboratório Fluminense de Estudos Processuais LAFEP/FD-UFF. É pesquisador em formação (graduando) do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia - Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT-InEAC).

OSMAR SHINEIDR SOARES DE OLIVEIRA
Especialista em Direitos da Infância e Juventude pelo ISMP/RJ, Pós-graduando em Direito e Processo Civil (UNESA), Mestrando em Direito na Universidade Estácio de Sá.

RAFAEL MARIO IORIO FILHO
Professor permanente do PPGD da Universidade Estácio de Sá. Coordenador da área de Ciências Sociais da Universidade Estácio de Sá. Coordenador do Grupo de Pesquisa Diretório CNPq/PPGD UNESA Núcleo de Estudos sobre Direito, Cidadania, Processo e Discurso. Doutor em Direito pela UGF. Doutor em Letras Neolatinas pela UFRJ. Pesquisador do INCT-InEAC - Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos. Bolsista Pós-Doutorado Júnior do CNPq. Autor do livro "Uma questão da cidadania. O papel do Supremo Tribunal Federal na Intervenção Federal (1988 - 2008)”. Curitiba: CRV, 2014.

ROBERTO KANT DE LIMA
Antropólogo, professor do Departamento de Segurança Pública da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense, Pesquisador 1-A do CNPq e Cientista do Nosso Estado/FAPERJ. Coordenador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos – INCT-InEAC (www.uff.br/ineac). Autor, entre outros livros, de Ensaios de Antropologia e de Direito, Rio de Janeiro, Lumen Juris, 2008.