Capa do livro: MULHERES EM TRÂNSITO:<br>intercâmbios, formação docente, circulação de saberes e práticas pedagógicas

MULHERES EM TRÂNSITO:
intercâmbios, formação docente, circulação de saberes e práticas pedagógicas

Autores: Alexandra Lima da Silva - Evelyn de Almeida Orlando - Maria José Dantas

livro impresso
de R$ 62,90 por
livro digital
de R$ 62,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O livro reúne trabalhos de pesquisadores das diferentes regiões do Brasil e também de outros países, com o intuito de explorar as múltiplas possibilidades em torno da temática de mulheres viajantes pensando aspectos referentes aos intercâmbios, à formação docente, à circulação de saberes e práticas pedagógicas em distintas realidades educacionais.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0512-3
DOI: 10.24824/978854440512.3
Ano de edição: 2015
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 246
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

MULHERES EM TRÂNSITO:<br>intercâmbios, formação docente, circulação de saberes e práticas pedagógicas

Autores

ANA MARIA BANDEIRA DE MELLO MAGALDI
Possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981), mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (1990) e doutorado em História pela Universidade Federal Fluminense (2001). Atualmente é professora adjunta de História da Educação da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, atuando no Programa de Pós-graduação em Educação (ProPEd). Tem experiência nas áreas de História e de Educação, com ênfase em história da educação brasileira, produzindo investigações relacionadas principalmente aos seguintes temas: debates educacionais brasileiros, história da família e da mulher, relações família/educação, relações família/escola, catolicismo e educação e história da profisão docente.

ANAMARIA GONÇALVES BUENO DE FREITAS
Graduada em Pedagogia pela Faculdade de Filosofi Ciências e Letras “Imaculada Conceição” em Santa Maria-RS. Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP e Pós-Doutoramento na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. É professora Adjunta IV do Departamento de Educação da Universidade Federal de Sergipe (UFS); Professora do Núcleo de Pós-Graduação em Educação da UFS e Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação: Intelectuais da Educação, Instituições Educacionais e Práticas Escolares. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação, cultura escolar, educação feminina, formação de professores, biografis docentes e instituições escolares. É autora do livro Vestidas de Azul e Branco: um estudo sobre as representações de exnormalistas do Instituto de Educação Rui Barbosa (1920-1950).

BLANCA SUSANA VEGA
Doctora en Humanidades, Maestra y Licenciada en Psicología. Actualmente es profesora investigadora en el Instituto de Ciencias Educativas y la Facultad de Psicología de la Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México. Há participado en congresos nacionales e internacionales sobre historia de la educación, historia de las mujeres e investigación educativa. Entre los proyectos de investigación que há participado se encuentran La trata sexual de mujeres y niñas en San Luis Potosí (2013), La inclusión educativa en el nivel médio superior. Estudio de casos desde la narrativa de los sujetos (2014). Actualmente coordina el proyecto Estudio diagnóstico sobre la situación socioeducativa de estudiantes con discapacidad que ingresan, egresan y desertan de sus estúdios superiores en la UASLP. Entre sus interesses de investigación se encuentran los estudios sobre sujetos en situación de vulnerabilidad en la educación, narrativas biográfias y los estúdios sobre historia de mujeres.

CARLA SIMONE CHAMON
Possui graduação em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1992), mestrado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1996) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005). Atualmente é professora titular do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Tem experiência na área de História, com ênfase em História da
Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: historia da educação brasileira, processo de escolarização em Minas Gerais, mulheres e educação, escolarização e mundo do trabalho, história do ensino profisional, intelectuais da educação, redes de sociabilidades.

CAROLINA AKIE OCHIAI SEIXAS LIMA
Professora de Latim, Filologia Românica e Língua Portuguesa no
Departamento de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Doutoranda em História (PPGHis – Programa de Pós-graduação em História/ UFMT). Pesquisadora do VIVARIUM –Laboratório de Estudos da Antiguidade e do Medievo/ Núcleo Centro-Oeste. Possui graduação em Letras (1999). Pósgraduação em Descrição Linguística (2002). Mestrado em Estudos de Linguagem (2007), todos os cursos pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Coordenou Projeto de Extensão – Latim I e II e orientou graduandos no Projeto – Tutoria em Língua Portuguesa e no Projeto – Monitoria em Latim. Publicou em 2012 a obra “Guia de Estudos Latinos”. Ainda, coordenou por 3 anos a Revista Acadêmica “Borboletras” no Departamento de Letras/ UFMT, campus Cuiabá. Foi coordenadora do Curso de Letras (UFMT) entre os anos de 2009 e 2012.

EDNARDO MONTEIRO GONZAGA DO MONTI
Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – ProPEd/UERJ, com período de estágio e aperfeiçoamento no exterior fianciado pela CAPES – exercido na Universidad Alcalá de Henares (Madri - Espanha) –, Mestre em Educação pela Universidade Católica de Petrópolis – Rio de Janeiro, Especialista em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música – Centro Universitário (CBM-CEU). Fez os cursos de graduação em Música (piano) e Licenciatura Plena em Educação Artística – Habilitação em Música também no CBM-CEU e o de Licenciatura Plena em Pedagogia na Universidade Nove de Julho. Foi membro da equipe que elaborou o currículo de Artes/Música da rede de escolas da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro SEEDUC. Atuou como regente coral do sistema PETROBRAS (2008-2014), como Coordenador Geral Acadêmico e professor dos cursos de graduação e pós-graduação do CBM-CEU. Hoje trabalha como avaliador do Ministério da Educação - MEC/INEP nos processos de regulação para autorização e reconhecimento de cursos de graduação e como professor da Universidade Federal do Piauí. Tem artigos publicados em congressos acadêmicos internacionais e em periódicos científicos do Brasil, Espanha, Portugal, México e Argentina.

MARIA DEL ROSARIO CASTAÑÓN RODRÍGUEZ
Professora Titular de música da Facultad de Educación de la Universidad de Valladolid (Espanha. É doutora Honoris Causa pelo Consejo Iberoamericano).

MARIA JOÃO MOGARRO
Possui graduação em licenciatura em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1982), mestrado em História Cultural e Política pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (1989), doutorado em Ciências da Educação, especialidade de História da Educação, pela Universidade de Lisboa (2004) e doutorado em Pedagogia pela Universidade de Extremadura (2001). Atualmente é professora coordenadora sem agregação da
Escola Superior de Educação de Portalegre e investigadora da UI&D de Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.

PAULA SEIGUER
É doutora em História (Universidad de Buenos Aires) e investigadora do CONICET. É professora adjunta do mestrado em História Social (Filosofía e Letras, UBA), investigadora do Instituto Ravignani e cofundadora do GIEPRA (Grupo Interdisciplinario de Estudios sobre el Pluralismo Religioso en la Argentina). Diretora do projeto UBACyT 2013-2015: “Diversidad religiosa en la Argentina. Antecedentes, características y perspectivas”. Dedica-se a pesquisar a história do protestantismo na Argentina e na América Latina.

SARA BEATRIZ GUARDIA
É escritora e Investigadora de la Facultad de Ciencias de la Comunicación de la Universidad de San Martín de Porres (Lima - Perú). Diretora Fundadora del Centro de Estudios La Mujer en la Historia de América Latina, CEMHAL. Diretora da Comisión del Bicentenario Mujer e Independencia en América Latina. Diretora da Cátedra José Carlos Mariátegui. Autora de los siguientes libros: Mujeres de Amauta (Caracas, 2014). El poder de la palabra. Edición virtual (Lima, 2014). Mujeres Peruanas. El otro lado de la Historia (Lima, 2013, 5ta Edición). La quinua. Alimento de las culturas andinas. (Lima, 2013). Una mirada femenina a los clásicos (Lima, 2010). José Carlos Mariátegui. Una visión de género (Lima, 2006). La flr morada de los Andes
(Lima, 2004). Una fista del sabor. El Perú y sus comidas (Lima, 2000). Voces y cantos de las mujeres (Lima, 1999). El amor como acto cotidiano (Lima, 1994). Edición y compilación: Las mujeres en los procesos de Independencia de América Latina (Lima, 2013). Viajeras entre dos mundos (Lima, Dourados, 2012). Las mujeres en la Independencia de América Latina (Lima, 2010). Mujeres que
escriben en América Latina (Lima, 2007). Escritura de la historia de las mujeres en América Latina (Lima, 2005). Coedición: Sara Beatriz Guardia - Sandro Mariátegui. Mariátegui en el siglo XXI. Textos críticos  Lima, 2012). Sara Beatriz Guardia – Juan Andreo. Historia de las Mujeres en América Latina (Murcia, España, 2002).