Capa do livro: A TRADUÇÃO E SUAS INTERFACES:<br>múltiplas perspectivas

A TRADUÇÃO E SUAS INTERFACES:
múltiplas perspectivas

Autores: Valdecy de Oliveira Pontes - Roseli Barros Cunha - Ednúsia Pinto de Carvalho - Maria da Glória Guará Tavares

livro impresso
de R$ 45,90 por
livro digital
de R$ 45,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Diversidade, alteridade e interatividade são palavras-chave da agenda de um mundo que se diz globalizado. A primeira enseja debates calorosos que nos convidam a uma contínua revisão de parâmetros com relação ao Diferente. A segunda coloca-nos frente ao Outro e, associada à primeira, conduz a uma (auto)reflexão: no esforço por compreender, aceitar e respeitar o Outro, eu me (re)conheço. A terceira, tomada à superfície, implica o domínio de aplicativos: rostos mergulhados numa tela, pequena ou grande. Estar presente e, ao mesmo tempo, ausente. Num plano mais profundo, porém, a interatividade – ou, se preferirmos, a interação – é o elo entre essas palavras-chave. O Diverso, o Outro, o espaço a ser preenchido entre mim e o Outro: tópicos desejados para a agenda de um mundo contemporâneo, que já são compromissos, desde sempre, da essência do traduzir.

É no domínio desse espaço intermediário e produtivo, proposto a todos pela tradução como desafio, que surge agora um novo livro a retraçar o contínuo entre o mundo “de fora” e o mundo “de dentro” da tradução: A tradução e as suas interfaces: múltiplas perspectivas, do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, da Universidade Federal do Ceará. Neste livro estão fotografados estágios atuais das pesquisas de professores e estudantes no domínio da tradução. Mas se engana quem achar que essas fotos só registram um passado recente. São fotos interativas, no melhor sentido, já que, a cada leitura, estabelecem novas redes de relações e sugerem novas parcerias. Ao reler a multiplicidade de aspectos envolvidos na tradução, seja da perspectiva da interação entre sujeitos, seja da difusão de conhecimento, este livro aborda, no fundo, a comprovada marca dos Estudos da Tradução e, por extensão, a comprovada lacuna do mundo contemporâneo: fronteiras esmaecidas, ao invés de setores estanques. Diálogos, ao invés de isolamento. Hiato ainda a ser vencido.

João Azenha Junior
Universidade de São Paulo 

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0440-9
DOI: 10.24824/978854440440.9
Ano de edição: 2015
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 208
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

A TRADUÇÃO E SUAS INTERFACES:<br>múltiplas perspectivas

Autores

ADRIANA SILVINA PAGANO

Professora Titular de Tradução da Faculdade de Letras da Universidade Fe­deral de Minas Gerais (UFMG). É Doutora pela UFMG e fez seu pós-doutora­mento na Universidade de Massachusetts, Amherst, Estados Unidos, e na Univer­sidade do Sarre, Saarbruecken, Alemanha. Atua no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da UFMG e é pesquisadora do Laboratório Experimental de Tradução (LETRA) da UFMG. É coautora de Traduzir com Autonomia (São Paulo: Contexto, 2000), Competência em tradução: cognição e discurso (Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2005) e organizadora de Metodologias de pesquisa em tradução (Belo Horizonte: FALE, 2001). Possui artigos e capítulos em diver­sas publicações nacionais e estrangeiras.

ANDRÉ LUIZ ROSA TEIXEIRA

Graduado em Letras com ênfase em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Minas Gerais e atualmente mestrando do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da FALE/UFMG. É pesquisador vinculado ao Laborató­rio Experimental de Tradução (LETRA), onde foi bolsista de iniciação científica da FAPEMIG no projeto Relações coesivas na produção do texto traduzido: um estudo orientado para a modelagem do desempenho experto em tradução. Parti­cipa do grupo de pesquisa Modelagem Sistêmico-Funcional da Tradução e da Produção Textual Multilíngue, coordenado pela Profa. Dra. Adriana S. Pagano e registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase Estudos da Tradução e como Professor de inglês do Centro de Extensão da FALE/UFMG.

ANTÔNIO AMARANTE REIS CINTRA

Graduando em Letras (habilitação em Inglês com ênfase em Estudos da Tradu­ção) na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Já participou de projetos do Laboratório Experimental de Tradução (LETRA) e atualmente realiza pesquisa sobre modelagem sistêmico-funcional na tradução. Além das atividades acadêmicas, traba­lha como tradutor e revisor de textos.

BRUNA ALMEIDA JARDIM

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Uni­versidade Federal de Minas Gerais, onde obteve seu título de bacharel em Letras (habilitação em Inglês com ênfase em Estudos da Tradução). É pesquisadora do Laboratório Experimental de Tradução (LETRA) da UFMG e participa de pro­jetos de pesquisa sobre a modelagem sistêmico-funcional da produção textual multilíngue.

CARLOS AUGUSTO VIANA DA SILVA

Professor adjunto do Departamento de Letras Estrangeiras da Universidade Federal do Ceará - UFC. É doutor, com tese sobre Mrs. Dalloway e a reescritura de Virginia Woolf na literatura e no cinema pelo Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da Universidade Federal da Bahia-UFBA. Integra o corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFC, atuando na linha de pesquisa “Estudos Comparados de Literaturas de Línguas Modernas”. Atualmente desenvolve o projeto de pesquisa intitulado “A Adaptação de Textos Literários para as Telas” e ocupa cargo de Vice-Coordenador do Programa.

CÉLIA M. MAGALHÃES

Professora Titular do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Letras/ UFMG e pesquisadora do CNPq. Seu interesse de pesquisa está no estilo da tra­dução e dos tradutores de textos literários, na retradução e no uso inovador da semiótica social multimodal no estudo de representações da tradução em capas e outros materiais metatextuais. É coautora do livro Traduzir com autonomia (Con­texto, 2000) e (co)organizadora dos livros Competência em tradução (Editora UFMG, 2005) e Representação social em corpus de tradução e mídia (Editora UFMG, 2013). É também autora de uma série de capítulos de livros e artigos em periódicos nacionais e internacionais nas suas áreas de interesse de pesquisa.

DANIELA NOGUEIRA DE SOUZA

Graduada em Comunicação Social/Jornalismo, pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e em Letras (habilitações em Português e em Inglês), pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). É mestranda do Programa de Pós- Graduação em Estudos da Tradução (POET), na UFC. Tem especialização em Formação de Tradutores, pela Uece, e cursa Especialização em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais, no Centro Universitário Estácio FIC. É editora no jornal O Povo (Fortaleza/CE) e trabalha também como tradutora e revisora de textos em português e em inglês.

EDNÚSIA PINTO DE CARVALHO

Doutora em Linguística, pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística- UFC, possui mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará (2005). Atualmente é professora da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, com ênfase em Língua Alemã, atuan­do principalmente nos seguintes temas: ensino/aprendizagem de línguas estran­geiras; linguística de corpus, terminologia de base textual, metadiscurso, escrita acadêmica, hedges (marcas de atenuação retórica), retórica contrastiva, reformu­lação textual, ensino de leitura em língua estrangeira.

ÉLIDA GAMA CHAVES

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

GLÓRIA GUARÁ TAVARES

Atualmente é professora Adjunto IV do Departamento de Letras Estrangei­ras (DLE) da Universidade Federal do Ceará. Possui especialização em Metodo­logia do Ensino de Inglês como Língua Estrangeira pela Universidade Federal do Ceará (2001), mestrado em Letras (Inglês e Literatura Correspondente) pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004) e doutorado em Letras (Inglês e Literatura Correspondente) pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Em 2007, realizou estágio de doutorado Sanduíche ( CAPES) na Universidade de Auckland sob a supervisão de Rod Ellis. Tem experiência na área de Letras, atuan­do principalmente nos seguintes temas: aspectos cognitivos da produção oral em L2, atenção e aquisição de L2, ensino baseado em tarefas (task-based approach), interação em ambientes virtuais de aprendizagem de L2, aspectos cognitivos da tradução. É colaboradora da POET (Pós-graduação em Estudos da Tradução)- UFC, atuando na pesquisa acerca de aspectos cognitivos da tradução e tradução e aquisição de línguas. Faz parte do grupo de pesquisa AQUILES - Aquisição de Inglês como Língua Estrangeira: questões teóricas, questões pedagógicas e ques­tões de metodologia de pesquisa.

JÉSSICA NÓBREGA

Mestre em Linguística Aplicada com ênfase na área de Tradução e Acessibili­dade. Ex-Bolsista de Mestrado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES) vinculada ao Programa de Pós-graduação de Linguística Aplicada (PosLa). Graduada em Letras Português pela Universidade Estadual do Ce­ará (UECE). Ex-bolsista de Iniciação Científica IC-UECE e FUNCAP na pesquisa ELABORAÇÃO DE UM MODELO DE AUDIODESCRIÇÃO COM SUBSÍDIOS DOS ESTUDOS DE MULTIMODALIDADE, SEMIÓTICA SOCIAL E ESTUDOS DA TRADUÇÃO. Atua principalmente nos seguintes temas: audiodescrição, acessi­bilidade, tradução audiovisual e roteiros de audiodescrição.

KÍCILA FERREGUETTI

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Minas Gerais, onde obteve seus títulos de bacharel em Letras (habilitação em Italiano com ênfase em Estudos da Tradução) e Mestre em Linguística Aplicada. É pesquisadora do Laboratório Experimental de Tradução (LETRA) da UFMG e participa do grupo de pesquisa Modelagem Sistêmico-Fun­cional da Tradução e da Produção Textual Multilíngue, coordenado pela Profa. Dra. Adriana S. Pagano e registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq.

MANUEL LARRÚ-SALAZAR

Professor Associado do Departamento de Literatura da Universidade Nacio­nal Mayor de San Marcos, Peru. Publicou artigos em revistas especializadas tais como Letras, Escritura y Pensamiento, Lymen, San Marcos, Boletín de la Acade­mia Peruana de la Lengua, Insula Barataria, entre outras. Integra desde 1997 a equipe editorial da Revista Letras Escritura y Pensamiento (UNMSM). Foi dire­tor da Escola Acadêmica Profissional de Literatura entre 2007 e 2013. Atualmente é membro do Conselho da Faculdade de Letras e Assessor do Vice-Reitorado de Pesquisa da UNMSM.

MARILEIDE DIAS ESQUEDA

professora adjunta em regime de dedicação exclusiva da Universidade Fe­deral de Uberlândia (UFU), onde leciona teoria e prática da tradução no Curso de Bacharelado em Tradução do Instituto de Letras e Linguística. Possui mestrado e doutorado em Tradução pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp. É membro do grupo de pesquisa Translatio (UFU-CNPq) e tem pesquisas nos seguintes temas: formação de tradutores, tecnologias aplicadas à tradução e tradu­ção audiovisual. Faz parte da diretoria da Associação Brasileira de Pesquisadores em Tradução para o triênio 2014-2016.

MARISA FERREIRA ADERALDO

Doutora em Letras, na área dos Estudos da Tradução, pela Universidade Federal de Minas Gerais. É professora adjunta da Universidade Estadual do Ceará e atua principalmente no ensino de língua e literatura espanhola e hispa­noamericana. Entre os livros traduzidos destacam-se “Os caracteres morais” (ABC Ed., 2005) de Teofrasto e “A Idade de Ouro: dedicada aos meninos da América” (Forgráfica Ed., 2006), de José Martí. Atualmente desenvolve pes­quisas na subárea da tradução audiovisual acessível voltada a pessoas com deficiência visual (audiodescrição), com ênfase no compartilhamento de obras de artes visuais bidimensionais em meios eletrônicos e outras imagens em livros didáticos e paradidáticos.

MÁRLUCE COAN

Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina; professora do Departamento de Letras Vernáculas e do Programa de Pós-Gra­duação em Linguística da Universidade Federal do Ceará; bolsista de produtivi­dade do CNPq e coordenadora dos grupos de pesquisa SOCIOLIN-CE (Grupo de pesquisas sociolinguísticas do Ceará) e SOCIOLIN-LE (Grupo de pesquisas sociolinguísticas em Línguas Estrangeiras).

PATRÍCIA ARAÚJO VIEIRA

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Ceará, especia­lização no Ensino da Língua Portuguesa pela Universidade Estadual do Ceará e mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará. Atual­mente é doutoranda do Programa em Linguística Aplicada da Universidade Es­tadual do Ceará, desenvolvendo pesquisa em Tradução Audiovisual por meio de rastreamento ocular. É professora assistente no Departamento Letras Libras e Es­tudos Surdos da Universidade Federal do Ceará desde 2014. Tem experiência em estudos com ênfase nos seguintes temas: LIBRAS, leitura e escrita em português como segunda língua e legendagem para surdos e ensurdecidos.

PEDRO HENRIQUE LIMA PRAXEDES FILHO

Professor Associado da Universidade Estadual do Ceará (UECE), onde atua como docente e orientador no Curso de Letras e docente, pesquisador e orientador no Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PosLA) do Centro de Humanidades. É licenciado em Letras/Inglês e Literaturas Correspondentes pela UFC, especialista em Ensino de Línguas Estrangeiras/Inglês pela UECE, mestre em Letras/Língua Inglesa pela UECE, doutor em Letras/Linguística Aplicada/ Aprendizagem de Inglês como Língua Estrangeira pela UFSC e realizou estágio pós-doutoral em Linguística Aplicada/Tradução Audiovisual/Audiodescrição no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (PosLin) da UFMG. Tem realizado pesquisa em Desenvolvimento de Segunda Língua e TAV-AD em inter­face com a Linguística Sistêmico-Funcional.

RAYANE CAVALCANTE SOUSA

Universidade Estadual do Ceará (UECE), graduanda em Letras Espanhol.

RODRIGO ARAÚJO E CASTRO

Graduado em Letras com ênfase em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Minas Gerais e atualmente mestrando, bolsista do CNPq, do Progra­ma de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da FALE/UFMG. É pesquisador vinculado ao Laboratório Experimental de Tradução (LETRA), onde desenvolve sua pesquisa de mestrado no escopo do projeto Modelagem da produção textual em ambiente multilíngue. Participa do grupo de pesquisa Modelagem Sistêmico­-Funcional da Tradução e da Produção Textual Multilíngue, coordenado pela Profa. Dra. Adriana S. Pagano e registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase Estudos da Tradução e como tradutor autônomo, principalmente de resumos e artigos acadêmicos.

ROGÉRIA COSTA PEREIRA

Possui graduação em Letras Francês-Português pela Universidade Federal do Ceará (1991), graduação em Letras Alemão pela Universidade Federal do Ce­ará (1993) e mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (1997). Atualmente é professora ens básico, técnico e tecnológico da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Línguas Estrangeiras Modernas, atuando principalmente nos seguintes temas: tic e ensino de língua estrangeira, aquisição língua estrangeira, ensino do alemão como língua estrangeira, aquisição pronúncia e aquisição segunda língua.

ROSELI BARROS CUNHA

Professora-adjunta do Departamento de Letras Estrangeiras e dos progra­mas de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (POET) e de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade Federal do Ceará (UFC). Doutora (2005), Mestre (1999), Licenciada e Graduada (1995) em Letras (Português e Espanhol) pela Universidade de São Paulo (USP). Tradutora de Terra sem Mapa (2008), de Ángel Rama e autora de Transculturación narrativa: seu percurso na obra crítica de Ángel Rama (2007) entre outros artigos sobre literatura, tradução e cultura. Criadora e coordenadora do GELTTE/UFC/CNPq (Grupo de Estudos de Literatu­ra, Tradução e suas Teorias).

SILVIA MALENA MODESTO MONTEIRO

Possui graduação em Letras - Português, Inglês e Literaturas pela Universi­dade Federal do Ceará, especialização em tradução pela Universidade Federal do Ceará e mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará. Atualmente é aluna do Curso de Doutorado do Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada da Universidade Estadual do Ceará, na linha de Multilingua­gem, Cognição e Interação, desenvolvendo pesquisa em Tradução Audiovisual, mais especificamente com surdos, através de rastreamento ocular. É professora assistente da Universidade Estadual do Ceará desde 2003. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Inglesa, atuando principalmente nos se­guintes temas: tradução audiovisual, tradução, ensino e aprendizagem de língua inglesa, leitura em língua inglesa, formação de professores e ambientes virtuais.

SIMONE DOS SANTOS MACHADO NASCIMENTO

Professora da Casa de Cultura Britânica - CCB da Universidade Federal do Ceará - UFC. É mestre em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará - UECE, com pesquisa em tradução, legendas, cultura e modelos cognitivos idealizados. Atualmente, é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras da UFC, atuando na linha de pesquisa “Estudos Comparados de Literaturas de Línguas Modernas”, cujo projeto de tese almeja investigar “O princípio do Ice­bergem contos escritos por Hemingway e sua adaptação para as telas”.

THIAGO DE OLIVEIRA

Possui graduação em Letras (2013), Bacharelado em Inglês com ênfase em Estudos da Tradução, pela Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (FALE/UFMG). Participou do grupo de pesquisa Modelagem Sistêmico­-Funcional da Tradução e da Produção Textual Multilíngue, coordenado pela Profa. Dra. Adriana S. Pagano e registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Atualmente é membro do grupo de pesquisa GRAMALU (Gramática da Língua em Uso) da UFMG.

TITO LÍVIO CRUZ ROMÃO

Concluiu Doutorado em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina, Graduação em Letras (Francês, Inglês e Português) pela Universidade Estadual do Ceará, Mestrado em Linguística Aplicada/Tradução (Alemão, Francês e Português) pela Johannes-Gutenberg Universität Mainz (Alemanha) e Especialização em Interpretação de Conferências (Simultânea e Consecutiva – Alemão/Português) pela Ruprecht Karl-Universität Heidelberg (Alemanha). Desde 2012 é Coordenador de Assuntos Internacionais da Universidade Federal do Ceará (UFC) e, desde 2011, Tradutor Público e Intérprete Comercial nomeado pela Junta Comercial do Estado do Ceará para a língua alemã. Desde 1993 é professor de língua e cultura alemã no Curso de Letras Português-Alemão e, desde 2014, professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (POET) da UFC. É tradutor de livros, capí­tulos de livros, artigos e revistas do alemão, francês e inglês.

VALDECY DE OLIVEIRA PONTES

Possui doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2012) e pós-doutorado em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). É Professor Adjunto, na graduação em Letras-Espanhol e no Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução (POET), da Universidade Federal do Ceará. Um dos Líderes do Grupo de Pesquisas Sociolinguísticas em Língua Estrangeira (SO­CIOLIN-LE - CNPQ). Pesquisador do Grupo de Pesquisas Sociolinguísticas do Ceará (SOCIOLIN -CE- CNPQ) e Membro do Grupo de Estudos de Literatura, Tradução e suas Teorias (GELTTE - UFC- CNPQ). Atuando, principalmente, nos seguintes temas: espanhol como língua estrangeira, aspecto, modalidade, pretéritos perfeito e imperfeito, tempo verbal, ponto de referência, tradução e ensino de língua estrangeira, material didático de espanhol como língua estrangeira.

VERA LÚCIA SANTIAGO ARAÚJO

Doutora em Letras pela Universidade de São Paulo com pós-doutorado pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente atua no Programa de Pós-Gra­duação em Linguística Aplicada (PosLA) da Universidade Estadual do Ceará e pesquisadora nível 2 do CNPq. Tem experiência na área de Linguística Aplicada, com ênfase em tradução, atuando principalmente nos seguintes temas: tradução audiovisual, legendagem para surdos e ensurdecidos e audiodescrição.

 

REVISÃO GERAL: ALEXANDRA ARAÚJO

Graduada em Letras/Francês-Português; Mestre e Doutoranda em Linguís­tica pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora de Língua Francesa e de Língua Portuguesa na Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Participa dos grupos de pesquisa GESLA (UniRitter/RS); SOCIOLIN-LE (UFC) e GEPIG (UNIFAP). É revisora de textos acadêmicos e atua em pesquisas que envolvam as categorias gramaticais Tempo, Aspecto e Modalidade (TAM) e materiais didáti­cos, bem como pesquisas sociolinguísticas. Vincula-se às áreas de conhecimento da Linguística Aplicada; Sociolinguística; Análise e Descrição Linguística; Estu­dos da Linguagem e Gestão.