Capa do livro: ANTONIN ARTAUD:<br>por uma cultura de crueldade

ANTONIN ARTAUD:
por uma cultura de crueldade

Autores: Maísy de Medeiros Freitas

livro impresso
de R$ 30,90 por
livro digital
de R$ 30,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A crueldade é utilizada então para dizer o que Artaud buscava no teatro, e como teatro e vida para ele se fundem, podemos dizer que este poeta reivindica a crueldade na existência como a própria força de viver. E aqui é preciso atentar para o termo crueldade em seu sentido ampliado, posto que ele usa-o em sua acepção filosófica, retomando a origem etimológica da palavra. [...] Nessa perspectiva pensamos uma Cultura da Crueldade, exercida na vida e pela vida. Uma cultura que não se distancia da existência, mas que nela mesma se faz e refaz, corporificando as formas em constante estado de criação.
É então munido com a crueldade latente que Artaud engendra uma nova ideia do teatro, do homem, capaz de produzir uma cultura viva, de forças. Seja na França, no palco ou fora dele, no México, junto aos índios tarahumaras, ou ainda nos manicômios pelos quais passou durante um longo período de internamento, Artaud resiste num constante processo de criação e recriação de si, de seu CsO, da existência de uma vida na arte, uma existência cruel.  A Crueldade em Artaud será então transversalizada de modo que possamos compreender a cultura como uma manifestação da crueldade entendida como força, necessidade e urgência em possuir a vida.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0458-4
DOI: 10.24824/978854440458.4
Ano de edição: 2015
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 84
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

ANTONIN ARTAUD:<br>por uma cultura de crueldade

Autores

MAÍSY DE MEDEIROS FREITAS

Natural de Assu-Rn, é professora de arte, filosofia e sociologia, bem como de disciplinas voltadas para a área da educação. Pesquisadora, poeta, atriz, cantora e bailarina, com formação inicial em dança do ventre. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Arte, Teatro, Teatro da Crueldade, Arte-educação, Ensino-aprendizagem, Corpo e movimento. Graduada em Pedagogia (Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA - 2003) e Artes Cênicas (Universidade Federal do Rio Grande do Norte-UFRN - 2007), possui ainda Especialização em Psicopedagogia (Universidade Castelo Branco - UCB - 2008) e Mestrado em Ciências Sociais (UFRN - 2010). Integrante da Cia Arte e Riso de Umarizal-RN e do Coletivo Fulô – RN/CE/PE, participa do Movimento Escambo Popular Livre de Rua.