Capa do livro: RETRATOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL:<br>ambivalências, impasses e possibilidades

RETRATOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL:
ambivalências, impasses e possibilidades

Autores: Liduina Farias Almeida da Costa

livro impresso
de R$ 52,90 por
livro digital
de R$ 52,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A consolidação de um novo patamar da proteção social no Brasil contemporâneo, conforme projetado na Constituição Federal de 1988 – e particularmente na Política Nacional de Assistência Social – requer esforços de reflexão crítica, organização coletiva e movimentos da sociedade civil para fazer ressurgir a dinâmica da política como experiências de múltiplos sujeitos na definição dos destinos da cidade e da conquista da emancipação política, caminhos estratégicos para pro duzir cotidianamente uma emancipação humana capaz de articular justiça social, equidade e igualdade de direitos com reconhecimento e respeito às diferenças.

Para tanto, o desafio traduz-se em radicalizar a democracia por dentro e para além dos limites postos pela civilização do capital. Neste percurso, a ampliação, ressignificação e/ou construção de espaços públicos democráticos torna-se uma possibilidade estratégica para materializar a cidadania ativa e os direitos (civis, políticos, sociais e tantos outros), ainda nos limites indispensáveis da emancipação política neste Brasil desigual.

... Entretanto, ao considerar o CEAS/CE como “caso particular do possível”, pode-se afirmar que os demais conselhos gestores da política pública de assistência social – mesmo tendo metade dos seus conselheiros pertencentes e/ou engajados aos segmentos sociais mais pobres do país, destituídos de direitos de cidadania por quase cinco séculos e vistos em inúmeras análises, como os de menor capital político, ou sem capital político algum – também podem desempenhar importantes papéis no fortalecimento da democracia participativa em curso no país, mesmo com todas as suas vicissitudes.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0262-7
DOI: 10.24824/978854440262.7
Ano de edição: 2015
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 194
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

RETRATOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL:<br>ambivalências, impasses e possibilidades

Autores

LIDUINA FARIAS ALMEIDA DA COSTA

Assistente Social, Mestra e Doutora em Sociologia, com Pós-doutorado também em Sociologia, pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora da Universidade Estadual do Ceará (UECE), integrante do Curso de Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade e do Curso de Mestrado Profisional em Planejamento e Políticas Públicas. Quase paralelamente ao trabalho acadêmico trabalhou, por mais de duas décadas, na efetivação de Políticas de Desenvolvimento Regional/Territorial no Nordeste e de Saúde Pública/Sistema Único de Saúde. É membro do Núcleo de Pesquisas Sociais (NUPES/UECE) e do Grupo de Pesquisa “Políticas Sociais, Trabalho e Cidadania”. Desenvolve pesquisas sobre políticas públicas e sociais com foco no acesso a essas políticas, na sua avaliação sob a ótica dos sujeitos e nas relações entre conselhos gestores e democracia participativa. É autora de vários artigos científios e livros produzidos em perspectiva interdisciplinar, englobando áreas como Serviço Social, Sociologia, Saúde Coletiva e Ciência Política.

MARIANA PINHEIRO PESSOA ANDRADE AGUIAR

Assistente Social, Doutoranda em Psicologia na Universidade de Fortaleza.Possui Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade; Especialização em Saúde Pública e Graduação em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará. Analista do Seguro Social do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), participa dos Grupos de Pesquisa “Políticas Sociais, Trabalho e Cidadania” (UECE) “Família, Vulnerabilidade e Resiliência” (UNIFOR). É membro do Laboratório de Estudos dos Sistemas Complexos: Casais, Família e Comunidade (Lesplexos/UNI-FOR). Tem experiências nas áreas de Proteção Social, Políticas Públicas, Seguridade Social/Assistência Social.

LEILA MARIA PASSOS DE SOUSA

Assistente Social, Mestra em Sociologia e Doutora também em Sociologia. Professora da Universidade Estadual do Ceará, na qual integra o quadro docente do curso de Serviço Social. É pesquisadora do Laboratório de Direitos Humanos, Cidadania e Ética (LABVIDA/ UECE) e do Laboratório de Seguridade Social e Serviço Social (LASSOSS/UECE). Atua principalmente nos seguintes temas: Questão Social e em sua expressão-limite da pobreza e extrema pobreza, Estado e Políticas Sociais; Violência / violência contra crianças e adolescentes/ infância e família/violência sexual intrafamiliar; sociedade civil e espaços públicos; voluntariado contemporâneo, solidariedade e cidadania/ democracia; cultura/ sociabilidade contemporânea e política.

MARIA SÔNIA LIMA NOGUEIRA

Assistente Social, Doutoranda em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual do Ceará. Mestra em Políticas Públicas e Sociedade, Especialista em Saúde da Família e Saúde Mental pela mesma universidade. Atua principalmente nos seguintes temas: Políticas Sociais, Sociologia e processos de trabalho, Sociologia da saúde, Política de saúde, Saúde mental, Saúde da família e comunidade, Avaliação de serviços de saúde, Política de Assistência Social e cidadania, Gestão do Sistema Único de Assistência Social e Família. Servidora pública da Secretaria Municipal de Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome de Fortaleza, integrante da equipe da Gestão do SUAS.

KARLA EMANUELLE ROCHA NOGUEIRA

Assistente Social, Mestra em Políticas Públicas e Sociedade. Possui experiência profissional na Política de Assistência Social, como técnica da Coordenação de Gestão do Sistema Único de Assistência Social da extinta Secretaria Municipal de Assistência Social de Fortaleza. Atua na Política de Previdência Social como assistente social do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), dedicando-se a investigações na área da Seguridade Social/Assistência Social e Proteção Social.

DANYELLE ALVES DA CRUZ

Assistente Social, Mestra em Planejamento e Políticas Públicas e Especialista em Serviço Social, Políticas Públicas e Direitos Sociais, pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Foi Secretária Municipal de Assistência Social do município de Itapiuna/CE, no período de 2006 a 2008, e atualmente é Assistente Social da Prefeitura Municipal de Caucaia/CE. É membro do grupo de pesquisa Política Social Trabalho e Cidadania (UECE) que possuí como temas de trabalho: avaliação de políticas públicas, assistência social, programas socioassistenciais, território e políticas públicas. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Gestão de Assistência Social.

MONIQUE JOELMA TAVARES DE SOUZA

Assistente Social, Mestra em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará. É membro do grupo de pesquisa “Política Social Trabalho e Cidadania” que possuí como temas de trabalho: avaliação de políticas públicas, assistência social, programas socioassistenciais, território e políticas públicas e, como mestranda desenvolveu pesquisa sobre conselhos gestores da política de assistência social. Trabalhou como assistente social na Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará (STDS). Atua em equipes multiprofisionais de saúde mental e de inclusão escolar de pessoas com defiiência.