Capa do livro: EDUCAR PARA A NAÇÃO:<br>cultura política, nacionalização e ensino de história nas décadas de 1930 e 1940

EDUCAR PARA A NAÇÃO:
cultura política, nacionalização e ensino de história nas décadas de 1930 e 1940

Autores: Cristiani Bereta da Silva (Org)

livro impresso
de R$ 69,90 por
livro digital
de R$ 69,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

As análises apresentadas pelos artigos que compõem esta coletânea se articulam em torno de um objetivo comum: pensar as culturas políticas, as políticas para a educação e o ensino de História nas décadas de 1930 e 1940. As discussões realizadas partem da premissa que entre o final do século XIX até a década de 1940 a escrita de uma História Pátria ocupou importante papel nas preocupações de intelectuais e políticos brasileiros. Com o recrudescimento do nacionalismo observado após a Revolução de 1930 e, mais especialmente, no Estado Novo (1937-1945), o antigo diagnóstico de que a ausência de sentimento patriótico impunha riscos à unidade nacional se articularia a um amplo projeto político que pretendeu atingir diferentes setores do país, entre eles o educativo. Nesse movimento, a preocupação em se construir e consolidar uma dada consciência nacional colocou a História e seu ensino no centro dos debates das reformas educacionais e permitiu que ela alcançasse relevo em diferentes atividades privilegiadas nas escolas primárias e secundárias.Festas cívicas, associações auxiliares da escola, tais como os jornais escolares e as Ligas Pró-Língua Nacional – que faziam parte do cotidiano de muitas escolas - valorizavam e faziam usos de certos passados, as quais destacavam a importância da língua portuguesa, a riqueza e a grandeza da pátria, os deveres cívicos e patrióticos e as celebrações de datas, heróis e mitos nacionais.      A preocupação com a formação do “espírito nacional”, a centralidade da unidade nacional nos discursos, a pretensa homogeneização cultural são chaves de leitura importantes para se compreender as políticas educacionais e o ensino de História no período, e são temas enfrentados pelos autores e autoras que participam desse livro.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0169-9
DOI: 10.24824/978854440169.9
Ano de edição: 2014
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 302
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

EDUCAR PARA A NAÇÃO:<br>cultura política, nacionalização e ensino de história nas décadas de 1930 e 1940

Autores

Caroline Antunes Martins Alamino

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em História da UFSC. Graduada em História (Centro Universitário Fundação Santo André, 2010); mestra em História (UDESC, 2013).Bolsista Capes.

Clarícia Otto

Doutora em História (UFSC, 2005). Professora do Departamento de Metodologia de Ensino e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSC.

Cristiani Bereta da Silva 

Doutora em História (UFSC, 2003). Professora do Departamento de História e dos Programas de Pós-Graduação em História, em Educação e do Mestrado Profissional em Ensino de História da UDESC. Bolsista produtividade do CNPq.

Elison Antonio Paim

Doutor em Educação (UNICAMP, 2005). Professor do Departamento de Metodologia de Ensino, do Programa de Pós-Graduação em Educação edo Mestrado Profissional em Ensino de História da UFSC.

Flávio Welker Merola Gentil

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em História da UDESC. Graduado em História (UDESC, 2013). Bolsista Capes. GeaneKantovitz - Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSC. Graduada em História (UFSC, 2000); mestra em Educação (UFSC, 2011). Bolsista Capes.

Giani Rabelo

Doutora em Educação (UFRGS, 2008). Professora da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), desde 1996. Atua no Curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESC.  Líder do Grupo de Pesquisa História e Memória da Educação(GRUPEHME) e coordenadorado Centro de Memória da Educação do Sul de Santa Catarina - virtual (CEMESSC).

Jean Carlos Moreno

Doutor em História (UNESP, 2013). Professor do Colegiado de História e do Programa de Pós-Graduação em Historia da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP). Líder do Grupo de Pesquisa em Ensino de História da UENP/CNPq.

João Henrique Zanelatto

Doutor em História (PUC/RS, 2007. Professor do Curso de História e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). 

Lara Rodrigues Pereira

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSC. Graduada em História (UFSC, 2007); mestra em História (UDESC, 2013). Bolsista Capes.

Luciana Rossato

Doutora em História (UFRGS, 2005). Professora do Departamento de História, do Programa de Pós-Graduação em História e do Mestrado Profissional em Ensino de História da UDESC. Coordenadora de área do PIBID/UDESC. Líder do Grupo de Pesquisa: Ensino de História, memória e culturas.

Luis Reznik

Doutor em Ciência Política (IUPERJ,2000). Professor da Faculdade de Formação de Professores e do Programa de Pós-Graduação em História Social da UERJ, campus de São Gonçalo.

Maíra Pires Andrade

Graduanda do Curso de História da UDESC. Bolsista de Iniciação Científica do CNPq.

Nucia Alexandra Silva de Oliveira

Doutora em História (UFSC, 2005). Professora do Departamento de História e do Mestrado Profissional em Ensino de Historia da UDESC. Coordenadora do Laboratório de Ensino de História LEH/UDESC.

Stefanie Schreiber

Graduanda do Curso de História da UDESC. Bolsista de Iniciação Científica do CNPq.

Thais Cardozo Favarin

Graduanda do Curso de História da UDESC. Bolsista de Iniciação Científica do CNPq.