Capa do livro: PESQUISA (AUTO) BIOGRÁFICA, FONTES E QUESTÕES

PESQUISA (AUTO) BIOGRÁFICA, FONTES E QUESTÕES

Autores: Maria Helena Menna Barreto Abrahão - Inês Ferreira de Souza Bragança - Mairce da Silva Araújo

livro impresso
de R$ 59,90 por
livro digital
de R$ 59,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O diálogo promovido pela cooperação acadêmica, desenvolvida entre redes de pesquisa da América Latina, Europa e América do Norte, tem possibilitado, nos últimos anos, reflexões e publicações coletivas, que marcam a cada ano os avanços do movimento (auto)biográfico internacional e os modos próprios como as grandes áreas de conhecimento – Educação, História, Literatura, Filosofia, Sociologia, Psicologia e Antropologia – tratam e se apropriam do (auto)biográfico.

Os livros que integram a Coleção Modos de viver, narrar e guardar aprofundam, do ponto de vista epistemológico e teórico-metodológico, aspectos vinculados a diversidades e temporalidades de espaços biográficos e autobiográficos, relacionando-os às formas como o adulto, o jovem e a criança que conta sua história mobilizam memórias e projetos existenciais, de formação, de inserção social, profissional na interface entre resistência, assujeitamento e empoderamento.

A Coleção Modos de viver, narrar e guardar privilegia, numa perspectiva tridimensional, as pesquisas que exploram o extenso e intenso universo de fontes biográficas e autobiográficas, para investigar modos de viver e de narrar com destaque para novas entradas nos espaços virtuais, no mundo da infância, das escritas de resistência e empoderamento, com vistas às múltiplas formas de preservar e de guardar o vivido.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0185-9
DOI: 10.24824/978854440185.9
Ano de edição: 2014
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 338
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

PESQUISA (AUTO) BIOGRÁFICA, FONTES E QUESTÕES

Autores

Sobre as organizadoras:

Maria Helena Menna Barreto Abrahão

Doutora em Ciências Humanas -  Educação, pela UFRGS. Pesquisadora 1 CNPq. Pesquisadora na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS, Brasil. Líder do Grupo de Pesquisa “Profissionalização Docente e Identidade – GRUPRODOCI. Participa como pesquisadora do GP PEAAR, liderado na Universidade de Lisboa por Ana Margarida da Veiga Simão. Tem diversas publicações no país e no exterior. Associada de diversas associações científicas nacionais e internacionais. Sócia Honorária da Associação Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica – BIOgraph, na qual integra o Conselho de Publicação. Idealizadora e presidente do I Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica – I CIPA, realizado na PUCRS, de 08 a 11 de setembro de 2004, iniciando importante movimento de articulação de pesquisadores e de Grupos de Pesquisa (Auto)biográfica, nacionais e internacionais. Presidente do V CIPA em 2012.

Inês Ferreira de Souza Bragança

Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Évora-Portugal, Mestre em Educação e Pedagoga, pela Universidade Federal Fluminense. Pós-Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS). Professora Adjunta da Faculdade de Formação de Professores da UERJ. Docente do Mestrado em Educação: processos formativos e desigualdades sociais. Procientista. É autora do livro "Histórias de Vida e Formação de Professores: Diálogos entre Brasil e Portugal" (2012) e tem vários trabalhos publicados em capítulos de livro e periódicos sobre formação docente, histórias de vida de professores/as, memória e história das escolas. É Vice-Presidente da Associação Brasileira de Pesquisa (Auto)Biográfica (gestão 2012-2014) e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa e Extensão Vozes da Educação: Memória e História das Escolas de São Gonçalo (UERJ).

Mairce da Silva Araujo

Doutora em Educação pela UFRJ – Mestre em Educação pela UFF e Pedagoga pela FGB– Pós-Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Campinas (UNICAMP) e pelo Instituto Politécnico de Leiria (IPL/Leiria), Portugal. Professora Associada da Faculdade de Formação de Professores da UERJ. Docente do Mestrado em Educação: processos formativos e desigualdades sociais. Procientista. Organizadora, em parceria com Jacqueline de Fátima dos Santos Morais, do livro Vozes da Educação: Formação de professores, narrativas, políticas e memórias (2012) e tem vários trabalhos publicados em capítulos de livro e periódicos sobre formação docente, alfabetização, memória e história das escolas.Vice-líder  do Grupo de Pesquisa: Vozes em Educação: História(s), Memória (s), Formação de Professores (as).

Sobre os autores:

 

Denice Barbara Catani

Professora Titular Aposentada da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Atualmente é Professora Sênior da mesma instituição atuando junto ao Programa de Pós Graduação. Bolsista de Produtividade do CNPq, realiza pesquisas acerca de História da Educação, Formação de Professores e Estudos Sócio Histórico Comparados. Tem diversos trabalhos publicados (artigos, livros e capítulos de livros) nas três áreas citadas. Atualmente desenvolve pesquisa sobre as práticas de avaliação da aprendizagem no ensino superior em perspectiva comparada (Brasil e Portugal) e sobre a história das práticas de avaliação no Brasil(1890-1970). Continua realizando os trabalhos de formação em perspectiva autobiográfica iniciados no começo da década de 1990 e que tem fomentado estudos acerca da memória e da escrita autobiográficas.

José Miguel Marinas

È Doutor em Filosofia. Atualmente, é catedrático de Filosofia Política e Sociologia na Universidade Complutense de Madrid. Orienta as pesquisas que desenvolve no âmbito da sociedade de consumo, suas transformações e impactos na formação da subjetividade e os discursos formadores da opinião pública. Também estuda os aspectos éticos e políticos da psicanálise e de que modo esses aspectos se relacionam em nossas sociedades. Marinas é fundador da revista O Rapto da Europa. Com conhecida trajetória de pesquisador é professor convidado de várias universidades latino-americanas e europeias. Livros publicados, mais recentes: Lo político y el psicoanálisis: el reverso del vínculo (2008); La escucha en la historia oral. Palabra dada (2008) y El sintoma comunitario: entre polis y mercado (2006).  

Lourdes Maria Bragagnolo Frison

Doutora em Educação (PUCRS), com doutorado Sanduíche na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa. É professora adjunta do Departamento de Fundamentos Psicológicos da Educação na Universidade Federal de Pelotas. Atua na Graduação e na Pós-Graduação. É líder do Grupo de Estudos e Pesquisa da Aprendizagem Autorregulada – GEPAAR. Participa do Grupo de Pesquisa Profissionalização Docente e Identidade – GRUPRODOCI, liderado na PUCRS por Maria Helena Menna Barreto Abrahão e atua no Grupo de Pesquisa PEAAR, coordenado, na Universidade de Lisboa, por Ana Margarida da Veiga Simão. Desenvolve a pesquisa Autorregulação da aprendizagem na formação dos acadêmicos bolsistas do Programa Institucional de Iniciação à Docência do Curso de Pedagogia da UFPel.  Coordena o Projeto PIBID, na mesma instituição. As principais publicações versam sobre aprendizagem autorregulada, estudo colaborativo, narrativas (auto)formadoras, monitoria e tutoria.

Antonio Bolívar

Doutor em Ciências da Educação. Professor Categrático na Faculdade de Ciências da Educação da Universidade de Granada. Publicou mais de trinta livros e mais de cem artigos em periódicos. Participou, como diretor ou como membro de equipe em mas de vinte projetos de pesquisa. Integra o Grupo de Pesquisa FORCE (Formação de Professores Centrada na Escola), bem como o Grupo de Pesquisa GRUPRODOCI (Profissionalização Docente e Identidade) liderado na PUCRS por Maria Helena Menna Barreto Abrahão. Dirige a revista Profesorado. Revista de Currículum y Formación del Profesorado. É membro de comitês editoriais ou científicos de várias revistas no campo da educação. Desempenhou um relevante papel na introdução na Espanha da abordagem (auto)biográfica em pesquisa com o livro que publicou em coautoria com J. Domingo y M. Fernández denominado La investigación biográfico-narrativa en educación (2001). Outros  livros referidos a esta temática: Ciclo de vida profesional del profesorado de Secundaria: Desarrollo personal y Formación (1999); La identidad profesional del profesorado de Secundaria: Crisis y reconstrucción (2006). Participa en el próximo International Handbook on Narrative and Life History (ed. por A. Antikainen, I. Goodson, M. Andrews y P. Sikes) en la ed. Routledge.

Cristhianny Bento Barreiro

Doutora em Educação, pela PUC-RS. Pesquisadora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense - IFSUL,  Brasil. Líder do Grupo de Pesquisas Narrativas em Educação – GENE.  Participa do Grupo de Pesquisa Profissionalização Docente e Identidade – GRUPRODOCI, liderado na PUCRS por Maria Helena Menna Barreto Abrahão. Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação no IFSUL, atua também como docente no curso de Licenciatura em Computação e nos cursos Lato Sensu desta instituição. Sócia Fundadora da Associação Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica – BIOgraph.

Wolney Honório Filho

Doutor em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998), com pós-doutoramento em Educação, pela FACED/PUCRS. Líder do NEPEDUCA - Núcleo de Estudos e Pesquisa em Educação de Catalão. Participa  Atualmente é professor Associado II da Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão, Departamento de Educação: Curso de Pedagogia e Programa de Pós-Graduação em Educação. Participa do Grupo de Pesquisa Profissionalização Docente e Identidade – GRUPRODOCI, liderado na PUCRS por Maria Helena Menna Barreto Abrahão. É editor da Revista Poiésis Pedagógica. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, Pesquisa (Auto)Biográfica, Memória e Formação de Professores, Educação e Cultura, História das Instituições Escolares.

Jacqueline de Fatima dos Santos Morais

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense. Pedagoga pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Pós-Doutora pela Universidad Pedagógica Nacional (UPN) no México. Professora Adjunta da Faculdade de Formação de Professores da UERJ. Docente do Mestrado em Educação: processos formativos e desigualdades sociais. Procientista. Organizadora, em parceria com Mairce da Silva Araújo, do livro Vozes da Educação: Formação de professores, narrativas, políticas e memórias (2012). Tem vários trabalhos publicados em capítulos de livro e periódicos sobre formação docente, formação em coletivos docentes, alfabetização, memória e história das escolas. É pesquisadora do Núcleo de Pesquisa e Extensão Vozes da Educação: Memória e História das Escolas de São Gonçalo (UERJ).

José Antonio Serrano Castañeda

Doctor en Pedagogía por la Universidad de Barcelona, España. Maestría en Ciencias, especialidad Educación por el CINVESTAV-DIE-IPN. Posdoctor en Educación por la UNEB. Pedagogo por la Universidad Nacional Autónoma de México. Profesor Titular de la Universidad Pedagógica Nacional y docente del Programa de posgrado de la UNAM. Profesor del Programa de Maestría en Desarrollo Educativo y del Doctorado en Educación de la UPN. Pertenece al SNI-1 del CONACYT-México, Profesor PROMEP. Responsable del proyecto Prácticas de Formación, en la UPN. Último texto organizado en colaboración es el núm 62 de la Revista Mexicana de Investigación Educativa: Autobiografía y Educación. Ha publicado libros, capítulos de libro y artículos sobre formación de docentes, teoría educativa, curriculum, narratividad y autobiografía.

Guilherme do Val Toledo Prado

Doutor em Linguística Aplicada, Mestre em Educação e Pedagogo, obtidos na Unicamp. Pós-Doutorado em Didática e Tecnologia Educativa pela Universidade de Aveiro, Portugal. Professor Doutor II da Faculdade de Educação da Unicamp e do Programa de Pós-Graduação da FE/Unicamp. Organizador, em parceria com Rosaura Soligo, do livro “Porque escrever é fazer história” e em parceria com Renata Cristina O.B. Cunha, do livro “Percursos de Autoria”, com vários trabalhos publicados em capítulos de livros e periódicos sobre ensino e formação de professores, narrativas docentes. Líder do GEPEC – Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada. 

Marilia Claret Geraes Duran

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1976), mestrado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988) e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995). Atualmente é professora titular da Universidade Metodista de São Paulo, como professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado). Participou do processo de credenciamento do Curso de Mestrado junto à CAPES, e coordenou o Curso no período 1999/ 2006.Tem experiência na área de Educação, com ênfase na linha de pesquisa Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalho docente, alfabetização e organização da escola em ciclos (tempos e espaços escolares). Coordena o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação de Educadores (FormAção), inscrito no CNPq desde 1998 e associado ao Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade - Educação (CIERS-Ed/Fundação Carlos Chagas - Maison de Sciences de l´Homme de Paris), local em que desenvolveu Estágio Pós-Doutoral, de maio de 2008 a julho de 2009, com a pesquisa: Cursos que formam professores: narrativas autobiográficas e representações sociais de estudantes sobre o trabalho docente. (com financiamento CNPq/Universal - Relatório encaminhado e aprovado pelo CNPq 2012.). Atual Projeto com financiamento CNPq para o trienio 2013/2015: Políticas para o Ensino Fundamental e decorrências na formação de professores uma abordagem psicossocial.

François Bonvin

Graduação em Sociologia na Universidade de Lille (1965), doutorado em Sociologia pela Universidade Paris VII Sorbonne (1980), na França. De nacionalidade suíça,desenvolveu toda a sua carreira de professor pesquisador na França; foi aluno e depois colaborador e colega de Pierre Bourdieu na ÉcoledesHautesÉtudes em SciencesSociales. Tem colaborado desde 1997 em vários projetos de ensino e pesquisa com universidades brasileiras de diversas regiões, sobretudo no Estado de São Paulo (USP, Unicamp, Umesp e Unesp). Atualmente participa de projetos de pesquisa no CERU – Centro de Estudos Rurais e Urbanos. Tem experiência em Sociologia atuando principalmente nos seguintes temas: educação, deficientes físicos, família, migração, cultura.

Zeila de Brito Fabri Demartini

Possui graduação em CIÊNCIAS SOCIAIS pela Universidade de São Paulo (1968), Pós-Graduação em Sociologia pela Universidade de São Paulo (1970) e doutorado em Ciências Humanas - Sociologia pela Universidade de São Paulo (1980). Atualmente é Pesquisadora 1C e consultora ad hoc do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, professora doutora da Universidade Metodista de São Paulo e diretora de pesquisa do Centro de Estudos Rurais e Urbanos. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Pesquisa em Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: histórias de vida, imigração japonesa, portuguesa e africana, educação escolar e não-escolar, infância, estado de São Paulo.

Katia Maria Santos Mota

Doutora em Estudos Luso-Brasileiros na Brown University – EUA. Professora Titular do Departamento de Educação do Estado da Bahia (UNEB). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (UNEB). Vice-coordenadora do Grupo de Pesquisa (Auto)biografia, Formação e História Oral (GRAFHO). Faz pesquisa na área de pluralidade cultural e educação linguística com enfoque teorico-metodológico nas narrativas (auto)biográficas. Sua produção científica versa sobre temáticas referentes às políticas linguísticas e pluralidade cultural; caminhos metodológicos da pesquisa (auto)biográfica e trajetórias de vida de mulheres “silenciadas”.

Ricia Anne Chansky

Es la coeditora de la revista académica, a/b: Auto/BiographyStudies una  revista de literatura de Routledge, Taylor y Francis. Es la convocante del simposio internacional, “Auto/BiographyacrosstheAmericas; Reading BeyondGeographic and Cultural Divides”, el cual fue instrumento en la fundación de la International Auto/BiographyAsociation–Chapter of theAmericas. Es Presidenta del Comité Directivo de esta Asociación. Tambíen funge como coeditora de dos libros prontos a publicarse de Routledge, The Auto/BiographyStudies ReaderyAuto/BiographyacrosstheAmericas. Actualmente, es Profesora Adjunta de literatura y escritura en la Universidad de Puerto Rico en Mayagüez donde enseña Literatura Caribeña. Sus intereses de investigación exploran la práctica entre la domesticidad y el poder en la narrativa de mujeres así como la narrativa diaspórica de espacio y lugar. 

Anamaria Gonçalves Bueno de Freitas

Graduada em Pedagogia (1989). Mestre (1995) e Doutora (2003) em Educação, pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Pós-Doutora em Educação (2010) pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Professora Adjunta da Universidade Federal de Sergipe. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação: intelectuais da educação, instituições educativas e práticas escolares. Atua em pesquisas no: campo da História da Profissão Docente, dos estudos (auto)biográficos, da formação de professores.

Jussara Almeida Midlej Silva

Pedagoga, doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBa),  professora  adjunta B e pesquisadora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB/DCHL), professora do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGed/UESB), líder do Grupo de Estudos em Territorialidades da Infância e Formação Docente (GESTAR/CNPq) e coordenadora do Núcleo de Estudos Formação Docente: Memória, Subjetividade, Territorialidade (GESTAR/FORMATE). Pesquisadora-colaboradora do Grupo de Pesquisa Autobiografia, Formação e História Oral (GRAFHO). Em estágio pós-doutoral na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB).