Capa do livro: DOENÇA DE PARKINSON E EXERCÍCIO FÍSICO

DOENÇA DE PARKINSON E EXERCÍCIO FÍSICO

Autores: Lilian Teresa Bucken Gobbi - Fabio Augusto Barbieri - Rodrigo Vitório

livro impresso
de R$ 49,90 por
livro digital
de R$ 49,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O conteúdo desta obra é fruto de anos de experiência de pesquisa e prescrição de exercício físico à pacientes com doença de Parkinson. Escrito por membros do Programa de Atividade Física para Pacientes com Doença de Parkinson (PROPARKI) e do Laboratório de Estudos da Postura e Locomoção (LEPLO), da UNESP- Rio Claro, este livro aborda, inicialmente, a fisiopatologia e os sinais e sintomas da doença de Parkinson. O conhecimento da condição clínica e das perspectivas de progressão é fundamental para que o profissional de saúde possa intervir de maneira apropriada, com o objetivo principal de melhorar a qualidade de vida dos pacientes e de promover a desaceleração da progressão natural da doença.

O capítulo “Doença de Parkinson e Exercício Físico: principais evidências científicas” apresenta as principais evidências científicas acerca dos benefícios do exercício físico sobre aspectos clínicos motores e não motores em pessoas com doença de Parkinson. Ainda, são apresentadas as alterações neurais promovidas pelo exercício físico que subsidiam os benefícios observados nos pacientes.

No capítulo seguinte, são apresentadas as características gerais do PROPARKI, com destaque para a progressão da sobrecarga e dos testes utilizados para a avaliação de suas etapas. Também são apresentados detalhes do planejamento das etapas de Adaptação e do Programa de Atividade Física Generalizada. Ainda, os resultados obtidos pelo PROPARKI, em cada uma de suas etapas, são apresentados e discutidos no capítulo “Exercício e Doença de Parkinson: Principais Evidências do PROPARKI”. Nos anexos, o leitor encontrará todas as sessões que constituem as duas etapas do PROPARKI.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-901-5
DOI: 10.24824/978858042901.5
Ano de edição: 2014
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 262
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

DOENÇA DE PARKINSON E EXERCÍCIO FÍSICO

Autores

Lilian Teresa Bucken Gobbi

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física e Técnico Desportivo

pela Escola de Educação Física e Desportos do Paraná (1977), graduação em Pedagogia

pela Universidade Federal do Paraná (1977), mestrado em Ciência do Movimento

Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (1987) e doutorado em

Kinesiology - University of Waterloo (1997). Atualmente é professora livre docente

da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área

de Educação Física, com ênfase em Comportamento Motor, atuando principalmente

nos seguintes temas: desenvolvimento motor, envelhecimento, atividade física, postura,

locomoção e doença de Parkinson.

Fabio Augusto Barbieri

Doutor em Ciências da Motricidade pela UNESP - Rio Claro e doutor em Human

Movement Science pela Vrije Amsterdam University (Amsterdam - Holanda).

Vinculado ao programa de pós-graduação em Ciências da Motricidade (CAPES -

6). Atualmente é pós-doutorando pela UNESP - Rio Claro (FAPESP). Foi docente

substituto da UNESP - Rio Claro e da UFSCAR. Possui graduação em Bacharelado

e Licenciatura em Educação Física pela UNESP - Rio Claro (2004, 2007) e mestrado

em Ciências da Motricidade pela UNESP - Rio Claro (2007). Tem experiência

principalmente nas seguintes áreas da Educação Física: controle motor, anatomia,

biomecânica e envelhecimento.

Rodrigo Vitório

Bacharel em Educação Física (2006) e mestre em Ciências da Motricidade

(2009) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP Rio

Claro). Atualmente, é aluno de doutorado em Ciências da Motricidade na mesma

instituição. Realizou estágio de pesquisa (12/2012 a 07/2013) no Sun Life Financial

Movement Disorders Research and Rehabilitation Centre - Wilfrid Laurier University

(Waterloo, Ontário, Canadá). Tem experiência na área de Educação Física, com

ênfase em Comportamento Motor, atuando principalmente nos seguintes temas: locomoção,

ultrapassagem de obstáculo, doença de Parkinson, predição de quedas,

exercício físico, cinemática e eyetracking.

Marcelo Pinto Pereira

Atualmente cursando o doutorado em Ciências da Motricidade (2010-), possui

Mestrado (2008) na mesma área, ambos pela UNESP de Rio Claro; Também

concluiu o curso de Especialização lato sensu em Fisioterapia Desportiva (2004)

pela Universidade Metodista de Piracicaba e graduação em Fisioterapia (2003) pela

mesma Universidade. Possui experiência na área de Educação Física e Fisioterapia,

com ênfase em Biomecânica Musculo-esquelética e Controle Motor, atuando principalmente

nos seguintes temas: propriocepção, eletromiografia, alterações da marcha

relacionadas a quedas em idosos saudáveis e doença de Parkinson. Desenvolve

projetos de pesquisa relacionados ao controle postural e aos efeitos da vibração

muscular local sobre o desempenho de tarefas motoras como o levantar e andar, o

iniciar a marcha e a própria marcha de indivíduos jovens, idosos e de pessoas com

doença de Parkinson.

Claudia Teixeira-Arroyo

Atuou em academia de ginástica durante 15 anos em atividades aquáticas

para diferentes populações, incluindo o atendimento de grupos especiais como

bebês, gestantes, idosos e pessoas com deficiência. É Bacharel em Educação Física

pelas Faculdades Integradas Fafibe, de Bebedouro/SP. Realizou pesquisa envolvendo

atividades aquáticas, o desenvolvimento psicomotor, o autoconceito e a

qualidade da vida diária de crianças com Paralisia Cerebral. É Mestre em Ciências

da Motricidade, pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Biociência, da

UNESP/RC. Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação do Instituto

de Biociência, da UNESP/RC. Desenvolve pesquisas envolvendo o controle

motor de pacientes com doença de Parkinson e o efeito do exercício nos sinais e

sintomas da doença, no Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção (LEPLO)

e participa ativamente do Programa de Atividade Física para Pacientes com

doença de Parkinson (PROPARKI) na Universidade Estadual Paulista, UNESP,

campus Rio Claro/SP. Docente do Curso de Educação Física, do Centro Universitário

UNIFAFIBE, Bebedouro/SP.

Natalia Madalena Rinaldi

Mestre em Ciências da Motricidade (2011) e graduada em Educação Física -

Bacharelado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007).

Fez especialização em Aprendizagem Motora na Universidade de São Paulo - USP

(2008), foi membro do Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção (LEPLO)

(2008-2011) e voluntária do Programa de Atividade Física para pacientes com

doença de Parkinson - PROPARKI (2008 - 2011) na Universidade Estadual Paulista

(UNESP - Rio Claro). Atualmente é aluna de doutorado no Programa de Pós

Graduação em Reabilitação e Desempenho Funcional da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP), desenvolve pesquisas no Laboratório de Biomecânica e

Controle Motor (LabioCom) da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão

Preto (EEFERP - USP) e membro da Sociedade Brasileira de Comportamento Motor.

Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Comportamento

Motor, atuando nos seguintes temas: controle motor, aprendizagem motora, postura,

locomoção, envelhecimento, risco de quedas e atividade física.

Ellen Lirani-Silva

Licenciada em Educação Física (2009) e mestre em Ciências da Motricidade

(2012) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP Rio

Claro). É membro do Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção (LEPLO)

e participa ativamente do Programa de Atividade Física para pacientes com doença

de Parkinson - PROPARKI (UNESP - Rio Claro). Realizou estágio de pesquisa no Sun Life Financial Movement Disorders Research and Rehabilitation Centre - Wilfrid

Laurier University - Waterloo/Canadá.Tem experiência na área de Educação Física,

com ênfase em Comportamento Motor, atuando principalmente nos seguintes

temas: controle motor, locomoção, informação somatossensorial adicional, doença

de Parkinson, exercício físico, cinemática.

Rosangela Alice Batistela

Bacharel em Educação Física (2008) e mestre em Ciências da Motricidade

(Conceito CAPES 6) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,

Campus de Rio Claro (2012). Foi membro do Laboratório de Estudos da Postura

e da Locomoção (LEPLO – 2006-2012), integrante do Projeto intitulado: “Mobilidade

funcional em Indivíduos com Paralisia Cerebral Espástica” (2006-2009) e

voluntária do Programa de Atividade Física para pacientes com doença de Parkinson

- PROPARKI (2009-2012) na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita

Filho, Campus de Rio Claro. Realizou estágio de pesquisa no período de 14/04/2011

a 14/06/2011 no Sun Life Financial Movement Disorders Research and Rehabilitation

Centre – MDRRC na Wilfrid Laurier University, Waterloo/Ontário/Canadá.

Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Comportamento Motor,

atuando principalmente nos seguintes temas: doença de Parkinson, envelhecimento,

paralisia cerebral, postura, locomoção, tarefa dupla, mobilidade funcional,

amplitude de movimento articular e exercício físico.

Paulo Cezar Rocha dos Santos

Graduado em Bacharelado em Educação Física (2009) e Mestre em Ciências

da Motricidade (2013 - Conceito Capes 6) pela Universidade Estadual Paulista

Júlio de Mesquita Filho. Membro do Laboratório de Estudos da Postura e Locomoção

(LEPLO) da Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho.

Experiência na área de Educação Física, com ênfase em controle motor, futsal,

fadiga muscular, envelhecimento e doença de Parkinson, atuando principalmente

nos seguintes temas: cinemática e cinética do movimento, chute no futsal, análise

do andar livre e adaptativo.

Paulo Henrique Silva Pelicioni

Graduado em Fisioterapia pela Faculdade Anhanguera de Rio Claro (2010)

e aluno voluntário no Programa de Iniciação Cientifica da Faculdade Anhanguera

de Rio Claro (2009/2010). Especialista em Aprendizagem Motora pela Escola de

Educação Física e Esportes, na Universidade de São Paulo. Atualmente é aluno do

programa de Pós-graduação (nível de Mestrado) em Ciências da Motricidade na

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e Bolsista pela Fundação de

Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. É também membro e pesquisador no

Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção da mesma Universidade. Tem

experiência na área de eletroterapia, dor, envelhecimento, doença de Parkinson e

aprendizagem motora.

Luana Carolina de Morais

Graduada em Educação Física (Licenciatura e Bacharelado) pela Faculdade de

Dracena (UNIFADRA) (2007). Atualmente, é mestranda no programa de Ciências

da Motricidade (UNESP- Rio Claro) e participa das atividades do Laboratório de

Estudos da Postura e da Locomoção (LEPLO) e do Programa de Atividade Física

para pacientes com doença de Parkinson - PROPARKI (UNESP/Rio Claro). Tem

experiência na área de Educação Física com ênfase em Comportamento Motor, atuando

principalmente nos seguintes temas: controle motor, aprendizagem motora,

postura, envelhecimento, doença de Parkinson e atividade física.

Lucas Simieli

Formado em Bacharelado em Educação Física pela Universidade Estadual

Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus de Rio Claro. Atualmente é Mestrando

em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita

Filho - Campus de Rio Claro. É membro do Laboratório de Estudos da Postura e

da Locomoção, localizado na mesma Universidade, onde realiza trabalhos relacionados

à demência de Alzheimer, Doença de Parkinson, Fadiga, Envelhecimento,

Tarefa Dupla.

Diego Orcioli-Silva

Graduado em Educação Física na Universidade Estadual Paulista “Júlio de

Mesquita Filho” - Rio Claro (UNESP). Atualmente é aluno do programa de Pós-graduação (nível de Mestrado) em Ciências da Motricidade na UNESP, sob orientação

da Profa. Dra. Lilian Teresa Bucken Gobbi. Membro e pesquisador no Laboratório

de Estudos da Postura e da Locomoção (LEPLO) e estagiário do projeto

Programa de Atividade Física para Pacientes com Doença de Parkinson (PROPARKI).

Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Comportamento

Motor, atuando principalmente nos seguintes temas: locomoção, ultrapassagem de

obstáculo, doença de Parkinson, doença de Alzheimer e exercício físico.

Ana Paula Teixeira Alves

Bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de

Mesquita Filho. Formação completa em Pilates pelo Centro de Ginástica Postural

Angélica (CGPA-SP). Personal trainer, instrutora de musculação e professora de

fitness do Uirapuru Iate Clube - Uberaba - MG. Tem experiência na área de Educação

Física, ginástica de academia, treinamento funcional, musculação, Pilates,

hidroginástica, danças, atividades para idosos sadios e com doença de Parkinson.