Capa do livro: COMO NOS TORNAMOS PESQUISADORES?<BR>Bastidores de Pesquisas em Educação Matemática

COMO NOS TORNAMOS PESQUISADORES?
Bastidores de Pesquisas em Educação Matemática

Autores: Jaqueline Araújo Civardi - José Pedro Machado Ribeiro - Marcos Antonio Gonçalves Júnior

livro impresso
de R$ 46,91 por
livro digital
de R$ 46,91 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

     

       “Fico grato e feliz pela oportunidade de apreciar o presente livro. Ao me deparar com o mesmo me senti motivado a refletir sobre o título: Como nos tornamos pesquisadores? Antes de nos tornarmos pesquisadores, pensamos que a pesquisa acontece de forma linear e pontual - problemas, objetivos, métodos, dados, análises, resultados e conclusões. No entanto, esse processo é permeado por angústias, limitações, dúvidas, inseguranças, mudanças de paradigmas que a pesquisa nos propicia no decorrer da caminhada. Reconhecer estes componentes como intrínsecos à pesquisa, é aprender com o novo que ora é construído e ora se constrói, em uma trama de significados que o fazem ser significantes pela reflexão, pela interpretação, pelo olhar inquietante do pesquisador. É esse movimento, de construir, reconstruir e intervir que se constitui a atividade investigadora. Como convite ao caro leitor desse trabalho deixo as palavras do poeta Fernando Pessoa porque parecem oportunas ao iniciante na pesquisa, em especial, em Educação Matemática: “Pedras no caminho! Guardo todas. Um dia vou fazer um castelo”.”



                                                                  Roberto Barcelos Souza

                                                                  Aluno da Pós-Graduação em Educação

                                                                  em Ciências e Matemática da UFG

 

     

        “Angústia, dúvidas, desafios, conflitos, inquietações. Estes são termos que dificilmente serão encontrados em um livro sobre metodologia da pesquisa científica habitual, mas no entanto representam perfeitamente o ofício do pesquisador, seja ele iniciante ou experiente. É justamente essa faceta humana que este livro vem contemplar, aproximando a entidade que conhecemos por “pesquisador” daqueles que estão entrando no campo da pesquisa acadêmica, sejam graduandos ou pós-graduandos. Neste diálogo, nós, pesquisadores que iniciamos a nossa caminhada, tomamos conhecimento que não estamos sozinhos nos percalços da pesquisa, que o pesquisador não nasce pesquisador, mas assim se faz ao longo de seu ofício, que afinal, descobrimos, é feito a partir de imperfeições.”

                             

                          

                                                                 Rafaela Silva Rabelo

                                                                 Aluna da Pós-Graduação em Educação

                                                                 em Ciências e Matemática da UFG

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-62480-75-1
DOI: 10.24824/978856248075.1
Ano de edição: 2010
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 122
Formato do Livro: 15x21 cm
Número da edição:1

Sumário

COMO NOS TORNAMOS PESQUISADORES?<BR>Bastidores de Pesquisas em Educação Matemática

Autores

Jaqueline Araújo Civardi (Org.)

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Goiás – UFG (1995), mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1999) e doutora pelo programa de Didática das Ciências Experimentais e da Matemática, pela Universidade de Barcelona (2004). Atualmente é professora adjunta da UFG, atuando no Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação - CEPAE e no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática dessa universidade. Sua atuação em pesquisa refere-se à aprendizagem da Geometria, demonstração Geométrica, ensino e aprendizagem de matemática e afetividade.

 

José Pedro Machado Ribeiro (Org.)

Bacharel em Matemática pela Universidade Federal de Goiás – UFG (1991), mestre em Matemática pela Universidade de Brasília (1995) e doutor em Educação pela Universidade de São Paulo – USP (2006). Atualmente é professor adjunto do Instituto de Matemática e Estatística da UFG, desde 1997, atuando na Licenciatura em Matemática, no Programa de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática e na Licenciatura Intercultural Indígena. Suas principais áreas de pesquisa são: etnomatemática, educação escolar indígena, história da educação matemática e tecnologia educacional e vídeos educativos.

 

Marcos Antonio Gonçalves Júnior (Org.)

Licenciado em Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP (2001), campus São José do Rio Preto, e mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina (2004). Atualmente é professor assistente da Universidade Federal de Goiás, no Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação – CEPAE/UFG e coordena o Núcleo de Educação Matemática de Goiás – NuEM-GO. Tem pesquisado sobre o Estágio na Formação de Professores de Matemática e sobre Desenvolvimento Profissional, com interesse também em Resolução de Problemas, Investigação Matemática em sala de aula e as relações entre a Matemática e as artes contemporâneas.

 

Maria Bethânia Sardeiro dos Santos

Licenciada em Matemática pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade Federal de Goiás – UFG (1994), mestre em Educação pela UFG (2000). É professora assistente no Instituto de Matemática e Estatística da UFG. Seus trabalhos estão vinculados à Formação de Professores e reflexões sobre a Didática da Matemática. Atualmente é aluna de doutorado do programa de Educação Matemática da PUC-SP.

 

Maria de Fátima Teixeira Barreto

Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Goiás – UFG (1987), mestre e doutora em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (1998 e 2005). Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Educação da UFG e do Programa de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática dessa universidade. Tem atuado principalmente nos seguintes temas: Educação Matemática no Ensino Fundamental, contextualização do conhecimento matemático em sala de aula, oralidade e escrita na produção do conhecimento matemático.

 

Regina da Silva Pina Neves

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Goiás – UFG (1994), Mestre em Educação pela Universidade de Brasília (2002) e Doutora em Psicologia, pela Universidade de Brasília (2008). Atualmente é professora adjunta do IME/UFG, atuando no Curso de Licenciatura em Matemática. Suas principais áreas de pesquisa são: Formação de professores, avaliação educacional, ensino e aprendizagem na Educação Básica e mídias educativas.

 

Rogério Ferreira

Graduado em Matemática pela Universidade Federal de Goiás - UFG, Campus Catalão (1991), mestre em Matemática pela UFG (1995), doutor (2005) e pós-doutor (2009) em Educação pela Universidade de São Paulo - USP. Atualmente é professor adjunto no Instituto de Matemática e Estatística da UFG, atuando na Licenciatura Intercultural Indígena e no Programa de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática. Suas principais áreas de pesquisa são: etnomatemática, educação escolar indígena e tecnologia educacional. Como nos tor namos pesquisadores? Bastidores de pesquisas em Educação Matemática 121

 

Wellington Lima Cedro

Licenciado em Matemática pela Universidade Federal de Goiás – UFG (1997), mestre e doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (2004 e 2008). Atualmente é professor adjunto do Instituto de Matemática e Estatística da UFG e do Programa de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática dessa universidade. Tem pesquisado sobre a formação de professores de matemática e as atividades de ensino e aprendizagem, tendo como base teórica a perspectiva histórico-cultural. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Atividade Pedagógica (GEPAPe/FEUSP).