Capa do livro: REPRESENTAÇÕES COMPARTILHADAS SOBRE EMPREGO E DEFICIÊNCIA

REPRESENTAÇÕES COMPARTILHADAS SOBRE EMPREGO E DEFICIÊNCIA

Autores: Rinaldo Correr

livro impresso
de R$ 54,90 por
livro digital
de R$ 54,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Chegamos ao final da primeira década, no terceiro milênio. Nesse cenário, figuram um emaranhado de problemas, que são dimensionados, principalmente por uma política que se sustenta no sonho neoliberal, no qual o Estado (mínimo) se desfigura e o livre mercado regula as relações humanas. Esse é o espaço psíquico propício para o surgimento de novas utopias. As antigas, que foram engendradas no seio da sociedade moderna, foram pulverizadas pelos fracassos no campo socioeconômico e pelo desencantamento dos avanços científicos e tecnológicos, especialmente ao longo do século XX. Neste livro, as reflexões são originárias de um estudo realizado entre os anos de 2003 e 2004 em um município da região Oeste do Estado de São Paulo. As questões, erigidas a partir da imersão nos dados empíricos, redirecionam o foco das discussões atuais para além das práticas denominadas “inclusivistas”. Essas práticas se orientam pela necessidade de se atuar na realidade imediata, reduzindo o impacto da desigualdade social, geradora de sofrimento e impossibilidade de apropriação dos bens culturais, disponíveis a uma ínfima parcela da sociedade. Considerando os atravessamentos históricos, sociais, familiares, culturais, a relação constituída entre a sociedade e a deficiência, torna crônico um imaginário social duplamente equivocado sobre pessoas com deficiências. Em decorrência disso, é possível constatar, tanto na esfera particular como na esfera institucional, por um lado, ações de tratamento compensatório e atitudes marcadas por variados graus de filantropia e assistencialismo; por outro lado, um discurso ocultado, de difícil acesso, coloca a deficiência em um patamar protegido, em especial no seio das relações do mundo do trabalho. Esta hipótese, que é essencialmente analítica, traz para o centro do debate um contraponto do discurso corrente: as ações inclusivas encontram resistências ocultas que transformam a figura da pessoa com deficiência no depositário dos medos e das incertezas não significáveis que rondam o universo das relações de trabalho. Estimamos que, ao analisar a colocação de pessoas com deficiências no mercado de trabalho sob a perspectiva dos empregadores, os resultados possam auxiliar o planejamento e a implementação de programas adequados às necessidades identificadas. A utilização dos pressupostos de uma teoria psicanalítica das relações grupais demarca um território teórico-metodológico, que vem sendo construído como alternativa para a construção dos conhecimentos em Psicologia Social. Nossa preocupação, ao publicar esse livro, é pensar nas ações impelidas ou determinadas pela ideias postas pela Inclusão Social (ou combate à Exclusão) e de como encontrar caminhos para ressignificar os reais problemas nas relações que ocorrem no mundo do trabalho.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-62480-50-8
DOI: 10.24824/978856248050.8
Ano de edição: 2010
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 266
Formato do Livro: 15x21 cm
Número da edição:1

Sumário

REPRESENTAÇÕES COMPARTILHADAS SOBRE EMPREGO E DEFICIÊNCIA

Autores

RINALDO CORRER

Formado em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Bauru, SP). Iniciou sua carreira docente como professor na UNESP/Bauru, na área de Psicologia do Desenvolvimento. Na mesma época em que trabalhava como Psicólogo na Sociedade Para Reabilitação e Reintegração do Incapacitado – SORRI, ingressou no Programa de Mestrado em Educação na UNESP – Campus de Marilia/SP, no qual concluiu a Dissertação (2000) abordando uma estratégia para a construção de um espaço comunitário mais acolhedor. O estudo concluído resultou no livro “Deficiência e inclusão social: Construindo uma nova comunidade” (2003) pela Editora EDUSC. Iniciou seus trabalhos docentes na Universidade Sagrado Coração (USC) em 1998, onde atualmente é professor no Curso de Psicologia e Coordenador do Curso de Especialização Latu Sensu em Psicologia Jurídica.  Foi coordenador da comissão gestora do Conselho Regional de Psicologia – subsede Bauru/SP (1998 – 2002) e membro da diretoria da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia – ABEP (2002-2005). Nesse período, participou na organização da obra “Práticas psicológicas e reflexões dialogadas” (2005) publicada pela editora Casa do Psicólogo. Fez doutorado em Psicologia Social e do Trabalho, no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo – IPUSP, no qual produziu a Tese de Doutorado (2007) indicada pelo Programa de Pós-graduação em Psicologia Social e do Trabalho do IPUSP para concorrer a prêmio CAPES de Teses no mesmo ano e inspirou a elaboração deste livro.