Capa do livro: ARGUMENTAÇÃO E ENSINO DE CIÊNCIAS

ARGUMENTAÇÃO E ENSINO DE CIÊNCIAS

Autores: Silvania Sousa do Nascimento - Christian Plantin

livro impresso
de R$ 53,63 por
livro digital
de R$ 53,63 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Os estudos sobre a argumentação foram retomados na segunda metade do século XX, principalmente, com os trabalhos de Toulmin sobre a estrutura dos argumentos, os de Olbrechts-Tyteca que contribuíram para assimilar os termos retórica e argumentação, os de Ducrot sobre a argumentação inscrita na língua e os do próprio Plantin sobre a argumentação nas interações. A argumentação vem retomando o cenário de pesquisa como podemos perceber em recentes publicações (VAN EEMEREN et al. 2007; Walton et al. 2008 e BUTY e PLANTIN, 2009).  No contexto do Ensino de Ciências, tal discussão vem ganhando corpo em diversos grupos de investigadores que buscam compreender a argumentação para além da retórica, do convencimento de uma audiência, mas como um objeto de aprendizagem. No decorrer desta obra, diferentes pesquisadores discutem o papel central da argumentação nas interações sociais de sala de aula, presenciais ou não, e as especificidades do argumentar em situações de ensino. Os diferentes níveis de escolarização são problematizados na perspectiva de atores sociais envolvidos em ensinar e aprender as Ciências. A diversidade e a riqueza dos dados empíricos, aqui apresentados, evidenciam a presença marcante da argumentação, enquanto abordagem analítica do processo de construção de conceitos científicos.  A diversidade também está presente na forma de tratamento do corpus extenso e variado, que nessa obra, apresenta uma tipologia de formas de transcrições, registro em áudio e vídeo, notação de gestos e transcrição em suportes midiáticos como um fórum virtual. Dessa maneira, podemos destacar como a reflexão sobre a argumentação representa um desafio teórico de novas formas de interrogar situações educativas.

 

A argumentação é essencialmente a relação de um sujeito com o outro, presente fisicamente ou não, silencioso ou não, representado por uma pessoa, uma parte de si mesmo, uma instância virtual, ou seja, uma “voz” contraditória de onde emerge uma “questão”. Esse movimento discursivo, fundado na presença do “outro” é fundamental no processo de desenvolvimento do pensamento e da aprendizagem. Jean Piaget já destacava a evolução da fala egocêntrica na direção do outro como um necessário conflito representado pelo pensamento do diferente, como uma forma de desenvolvimento cognitivo. Já autores como Lev Vygotsky, Mikhail Bakthin, largamente citados nesse livro, indicaram que no desenvolvimento do pensamento científico existe uma anterioridade da interação social à relação com o “outro”. Dessa forma temos a alteridade como elemento fundamental na argumentação.

 

A contribuição dessa obra é a discussão central da natureza do discurso científico, não somente argumentativo em seu processo de embate entre as evidências empíricas e a comunidade dos especialistas, mas uma retórica particular que entra em sala de aula através da orquestração do professor.


Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-62480-11-9
DOI: 10.24824/978856248011.9
Ano de edição: 2009
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 166
Formato do Livro: 15x21 cm
Número da edição:1

Sumário

ARGUMENTAÇÃO E ENSINO DE CIÊNCIAS

Autores

Dr. Christian Plantin

É pesquisador do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS, France), do Laboratório ICAR (Interactions, Corpus, Apprentissages, Représentations), Unidade de Pesquisa e Pós-graduação CNRS – Universidade de Lyon 2 e École Normale Supérieure Lettres et Sciences Humaines. Sua pesquisa está vinculada principalmente à argumentação e a construção das emoções em curso de falas. Ele é autor das obras Essais sur l’argumentation (Kimé, 1990), L’argumentation (Le Seuil, 1995), L’argumentation – Histoire, théorie, perspectives (PUF, 2005), traduizida para o português Argumentação: História, teoria, perspectivas (2008, éd. Parabola). Em colaboração como Dr. Christian Buty, organizou a obra coletiva Argumenter en classe desciences – du débat à l’apprentissage (2008, INRP). Atualmente prepara um livro consagrado às emoções e às falácias. Mais detalhes em: http://icar.univ-lyon2.fr/Membres/cplantin/index.htm

Email: Christian.Plantin@univ-lyon2.fr

 

Dra. Silvania Sousa do Nascimento

É pesquisadora do Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq), do Laboratório LEME: (Laboratório de Estudos Museus e Escola) e do Programa de Pós graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Sua pesquisa está vinculada principalmente à argumentação na Educação Científica em espaços escolares e não escolares. No Ensino de Ciências possui várias publicações de artigos de pesquisas em abordagens interdisciplinares da argumentação no ensino de física e astronomia. Mais detalhes em http://lattes.cnpq.br/8112771055918724

E-mail: silnascimento@ufmg.br