Capa do livro: RELAÇÕES DE PODER:<br>autoridades regionais e imigrantes Italianos nas Colônias Conde d'EU, Dona Isabel, caxias e  Alfredo Chaves  1875 A 1889

RELAÇÕES DE PODER:
autoridades regionais e imigrantes Italianos nas Colônias Conde d'EU, Dona Isabel, caxias e Alfredo Chaves 1875 A 1889

Autores: Terciane Ângela Luchese

livro impresso
de R$ 39,90 por
livro digital
de R$ 39,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O livro “Relações de Poder: Autoridades regionais e imigrantes italianos nas colônias Conde d’Eu, Dona Isabel, Caxias e Alfredo Chaves – 1875 a 1889” apresenta uma análise do processo de ocupação das primeiras colônias de italianos no Rio Grande do Sul, privilegiando as relações estabelecidas entre as autoridades pertencentes à Comissão de Terras, os diretores de colônia,  a força policial e os imigrantes. Aborda a legislação que regulamentou a imigração e a colonização imperial, apresentando os diretores e as comissões de terra das colônias, enfocando suas funções, nomeações, mudanças e dificuldades administrativas enfrentadas. Também apresenta as ações das autoridades, especialmente as dos diretores, na efetivação do processo de colonização dos núcleos imperiais. O livro busca esclarecer as reais condições dos núcleos pela atividade administrativa destes funcionários e pela realidade vivenciada pelos imigrantes. Trata-se da história de como as autoridades se relacionaram com os colonos, apresentando os conflitos e as negociações.

As autoridades coloniais, destinadas para administrarem estes núcleos, foram elos de ligação entre os imigrantes e as esferas maiores do poder político brasileiro. Nas colônias, diretores e demais funcionários sistematizaram o processo de povoamento e relacionaram-se diretamente com os imigrantes. Enfrentaram manifestações, conflitos, discórdias, angústias e dificuldades para administrarem as colônias.

Muitos destes diretores permaneceram por um espaço de tempo breve devido às constantes dificuldades enfrentadas. Outros sofreram a oposição direta dos colonos que, enfrentando dificuldades de adaptação e de sobrevivência, não exitaram em organizar-se e exigir os pagamentos dos subsídios, dos trabalhos nas estradas e mesmo a distribuição dos víveres que lhes haviam sido prometidos. Conflitos de interesse, discórdias entre os próprios imigrantes, problemas com alguns sacerdotes e com a cobrança de impostos foram "desordens" constantes que precisaram ser administradas pelos diretores. Alguns souberam, através do consenso convencer, impor ordem e respeito na colônia, outros, utilizaram a força policial e, por vezes acabaram por causar novos problemas.

 

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-62480-12-6
DOI: 10.24824/978856248012.6
Ano de edição: 2009
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 136
Formato do Livro: 15x21 cm
Número da edição:1

Sumário

RELAÇÕES DE PODER:<br>autoridades regionais e imigrantes Italianos nas Colônias Conde d'EU, Dona Isabel, caxias e  Alfredo Chaves  1875 A 1889

Autores

Terciane Ângela Luchese

Doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Brasil (2008)

Professor Doutor Adjunto I da Universidade de Caxias do Sul, Brasil.