Capa do livro: PRÁXIS<BR>Linguagem e Educação<BR>edição comemorativa (10 anos)<br>COLEÇÃO CIÊNCIAS ABERTA, N° 2

PRÁXIS
Linguagem e Educação
edição comemorativa (10 anos)
COLEÇÃO CIÊNCIAS ABERTA, N° 2

Autores: Jorge LuÃís de Freitas Lima-Rilmara Rôsy Lima-Sérgio Nunes de Jesus

livro impresso
de R$ 46,93 por
livro digital
de R$ 46,93 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Em nossa área, as revistas brasileiras têm duração limitada: nascem e morrem mesmo em grandes universidades. Obviamente há exceções, dentre elas destaque-se a revista da Universidade Federal do Paraná, talvez com mais anos de edições mantendo a periodicidade. A revista de Estudos Portugueses e Africanos (EPA), da Unicamp, nasceu e morreu mesmo num contexto em que faltam periódicos que tematizem a produção literária de Portugal e dos países africanos lusófonos. Certamente hoje as mortes serão menores em função das exigências de publicação de órgãos financiadores da pesquisa, mas os autores correm atrás de revistas bem qualificadas num sistema de avaliação que desconsidera por completo as funções sociais da publicação dos estudos feitos: uma revista sindical não tem qualquer valor mesmo que tenha 100 mil ou mais leitores. Uma revista do interior, vinculada ou não a pequenas instituições, cuja manutenção se faz com enormes esforços, concorre com outras de grandes universidades e institutos de pesquisa, porque os critérios criados não levam em conta os objetivos da revista e mesmo a qualidade de seus textos. Quando não se chega ao absurdo de reclassificar, para baixo, revistas que se mantém financeiramente com assinaturas pela razão absurda de não ter financiamento!

PRÁXIS, dez anos depois! Um feito que se deve à obstinação de Sérgio de Jesus e seus companheiros. Dez anos mostrando que é possível fazer uma boa revista, acadêmica, com textos buscados em diferentes fontes. Uma revista plural e digna.  

João Wanderley Geraldi

Professor titular aposentado do

Departamento de Linguística da Unicamp

                                                                                                           

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-8042-794-3
DOI: 10.24824/978858042794.3
Ano de edição: 2013
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 156
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

PRÁXIS<BR>Linguagem e Educação<BR>edição comemorativa (10 anos)<br>COLEÇÃO CIÊNCIAS ABERTA, N° 2

Autores

Celso Ferrarezi Junior

 

Paulistano de nascimento, atualmente residente em Alfenas, MG. Possui Licenciatura em Letras Português/Inglês (1989), mestrado (1997) e doutorado (1998) em Linguística com enfoque em Semântica e pós-doutorado (2005) pela Universidade Estadual de Campinas também em Semântica. É autor de vários livros literários e científicos, estes na área de linguagem e ensino de línguas, dentre os quais “Gramática do Brasileiro” (2008), “Introdução à Semântica de Contextos e Cenários: de la langue à la vie” (2010) e “Semântica para a Educação Básica” (2008), "Guia do Trabalho Científico" (2011) e “Sintaxe para a Educação Básica” (2012). Também escreveu mais de 200 artigos científicos e de opinião publicados no Brasil e no exterior. Atualmente é professor do Instituto de Ciências Humanas e Letras da Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL/MG. Tem experiência de ensino e de pesquisa na área de Linguística, com ênfase em Semântica, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de línguas, alfabetização, descrição e teorias semânticas da linguagem.

 

Davys Sleman de Negreiros

 

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (1999) e mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos (2002). Tem experiência docente tanto na Graduação, como também, na Pós-Graduaçao Lato Sensu na área de Metodologia Científica, Sociologia da Educação e Ciência Política, atuando e publicando textos em revistas Nacionais e Internacionais, principalmente nos seguintes temas: tecnologia, inovação e ciência; mídia e política; eleições; guerra eleitoral; agenda-setting; recursos humanos; É Membro de Corpo Editorial, Editor e Avaliador de inúmeras Revistas Científicas; É membro/pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política da Universidade Federal de São Carlos ((NEMP-UFSCar) e do Grupo de Investigación sobre Democratización de América Latina en Perspectiva Comparada Asociación Latinoamerica de Ciencia Política (DALC-ALACIP); Ex-Diretor Acadêmico da Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (FACIMED), Ex-Diretor Acadêmico da Faculdade de Rolim de Moura (FAROL), Ex-Chefe de Gabinete da Prefeitura do Município de Rolim de Moura, Ex-Diretor de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia campus Colorado do Oeste, Atualmente é Diretor de Ensino e Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia campus Cacoal, Vice-Presidente do Comitê de Ética em Pesquisa e Inovação (CEPI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, Avaliador ad hoc FIES-Técnico/PRONATEC do MEC/SISTEC/ SETEC e Avaliador ad hoc Institucional e de Cursos de Graduação do MEC/INEP.

 

Jorge Luís de Freitas Lima (Org.)

 

É acadêmico matriculado no Programa de Pós-Graduação em sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Possui graduação em DIREITO pela Universidade Federal de Rondônia (1999) e graduação em LETRAS pela Universidade Federal de Rondônia (1993), especialista em Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Inglesa. É docente na UFAM. Exerceu atividade docente na área de Língua Portuguesa e Metodologia da Pesquisa nos cursos de Letras, Direito, Pedagogia, Ciências Contábeis, Administração de Empresas, Economia, Sistemas de Informação e Psicologia das Faculdades Integradas de Cacoal/UNESC. Exerceu a docência como professor substituto na Universidade Federal de Rondônia. Tem experiência nas áreas de Língua Portuguesa e Metodologia da Pesquisa, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura e interpretação, práticas de leitura e Linguística Aplicada. Exerce a função de Coordenador Acadêmico do Instituto de Natureza e Cultura da Universidade Federal do Amazonas (INC/UFAM).

 

João Wanderlei Geraldi

 

Professor titular aposentado do Departamento de Linguística da Unicamp, João Wanderley Geraldi fez sua carreira universitária nesta Universidade: concluiu o mestrado em 1978; o doutoramento em 1990, defendeu a livre docência em Análise do Discurso em 1995 e tornou-se professor titular em 2003. Na Unicamp foi Diretor do Instituto de Estudos da Linguagem e Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários. Nos últimos anos dedicou-se aos estudos bakhtinianos, ao mesmo tempo em que continuou seu trabalho na área de ensino de língua portuguesa. Atuou no exterior nas universidades portuguesas do Porto e de Aveiro, e na Universität Siegen, da Alemanha. Publicou mais de centa de artigos e capítulos de livros. Seus dois últimos livros têm o selo da Pedro & João Editores – Ancoragens: Estudos Bakhtinianos e A aula como acontecimento. 

 

Ligiane Pessoa dos Santos Bonifácio

 

É licenciada em Letras com Habilitação em Língua e Literatura Portuguesa pela Universidade Federal do Amazonas (2004). Especializou-se em Língua Portuguesa com Ênfase em Produção Textual na Universidade Federal do Amazonas (2005). Cursou o mestrado em Ciências da Linguagem na Universidade do Sul de Santa Catarina (2011). Trabalhou com o Ensino superior nas Universidades: La Salle, Uninorte, UEA, ministrando aulas de Língua Portuguesa, Comunicação e Expressão, Leitura e Produção Textual e Linguística. Trabalhou com formação de professores na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (SEMED - Manaus). Atualmente, é professora na Universidade Federal do Amazonas e tem lecionado as disciplinas de Linguística, Estágio Supervisionado, Morfossintaxe, Sintaxe e Morfologia. Tem artigos publicados em revista científica e em anais de congressos na área de Letras e Linguística.

 

Marinho Celestino de Souza Filho

 

Graduado em Letras: Língua Portuguesa e suas respectivas Literaturas, pós-graduado em Língua Portuguesa e Mestre em Linguística com alguma experiência no Ensino Fundamental e Médio, atuando nessas modalidades de Ensino desde 1992 e com experiência também no Ensino Superior, atuando nessa modalidade de Ensino desde 2000, além disso, atuou e ainda atua no ensino de pós-graduação. Atualmente, professor da Cadeira de Língua Portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia - Campus Ariquemes – RO (IFRO).

 

Nair Ferreira Gurgel do Amaral

 

Nascida em Coxim/MS, mora em Rondônia/Porto Velho desde 1972 (41 anos). Possui Licenciatura em Letras Português/Inglês (1987), UNIR/RO. Mestrado em Linguística/Análise do Discurso (1996), UNICAMP/SP. Doutorado em Linguística/Análise do Discurso (2002), UNESP/Araraquara-SP. Pós-Doutorado pela Faculdade de Educação (2011), UNICAMP/SP. Autora de livros na área da linguagem, cultura e educação, tem publicado artigos em revistas relacionadas aos temas de variação da linguagem, alfabetização e letramento, pluralidade cultural, leitura, produção de textos e educação. É líder do Grupo de Estudos Integrados sobre a Aquisição da Linguagem (GEAL), desde 2000 e desenvolve projetos de pesquisas em comunidades ribeirinhas. Lotada no Departamento de Línguas Vernáculas da Universidade Federal de Rondônia/UNIR. Participa também de dois programas de Mestrado: o de Educação e o de Letras.

 

 

Rilmara Rôsy Lima (Org.)

 

Nascida em São Luís-MA. Possui licenciatura Plena em Letras pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) (1998). Mestre em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) (2003). Especialização em Didática e Tendências Pedagógicas (Faculdade de São Luís em Jaboticabal/SP - 2008). Licenciatura em Pedagogia (UNINOVE em Bauru/SP - 2011). Lecionou como professora substituta na UFSCar no curso Imagem e Som e na UNICEP no curso Publicidade e Propaganda. Coordenadora e colaboradora do Jornal A Folha de São Carlos. Leciona Língua Portuguesa na Rede Municipal de São Carlos/SP. Atualmente é coordenadora do Projeto Apoio em Língua Portuguesa na Secretaria Municipal de Educação de São Carlos/SP. Doutoranda em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos, membro do Laboratório de Estudos Epistemológicos e de Discursividades Multimodais/LEEDIM – UFSCar/CNPq.

 

Sérgio Nunes de Jesus (Org.)

 

Graduado em Letras pela Universidade do Estado da Bahia-UNEB (1997). Mestre em Linguística pela Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) (2008). Doutor em Ciências da Educação pela Universidade Tecnológica Intercontinental (UTIC), Py (2010). É autor e organizador de livros literários e científicos, estes na área de linguagem, ensino e discurso, dentre os quais as Revistas: “Ad Litteram” (2003-2004), “Literarius” (2004-2010), “Práxis: linguagem e educação” (2003-2013), “Sentidos” (2008-2011), “Práticas Discursivas Amazônicas” (2011-2013); Livros: “Palavras” (2003), “Relendo a infância, v. 1 e 2. (2003), “Fantasias de Crianças” (2004),  “Literaturas Soltas” (2004), “A poética da desordem no limite da arte: atos & fatos” (2004), “Contrapontos em linguagem & educação” (2005), “A caminho da literatura: tessitura & linguagens” (2005), ”O diálogo em Bakhtin: interlocutores e discurso” (2006), “Manual de metodologia da pesquisa” (2006),  “Verso & prosa: antologia de poesias, contos e crônicas” (2006), “Paixão às avessas” (2007), “Educação, cultura & cidadania” (2009), “Reflexos” (2010), “Contos que a vida conta” (2011), “Discurso policial: a subjetividade em Boletins de Ocorrência (sob a perspectiva da Violência doméstica)” (2011), e “Celso Ferrarezi Jr.: linguagem, discurso, educação – entremeios e leituras” (2012). Membro do Conselho Consultivo do Movimento Internacional Lusófono, Portugal – MIL (2012). Membro Consultivo Permanente da Editora CRV (2012). Editor e coordenador das Revistas: Práxis (linguagem & educação) (2003); Sentidos/UNESC-RO (2008); Práticas Discursivas Amazônicas/IFRO (2010); Revista de Desenvolvimento e Inovação/IFRO (2013) e Informativo InfoEXT/IFRO (2013). Parecerista ad hoc da EDUFRO-UNIR (2010). Membro do Conselho Consultivo da Revista Norte Científico/IFRR (2010). Membro do Conselho Consultivo da Revista Igapó da Universidade Federal do Amazonas-UFAM (2010). Atualmente lidera o Grupo de Pesquisa Língua(gem), cultura e sociedade: saberes e práticas discursivas na Amazônia/IFRO, CNPq (2010). Avaliador do SETEC-MEC (2013). Desenvolve pesquisa na área de Estudos da Linguagem: As materialidades discursivas nas práticas de violências contra a mulher. Membro Fundador da Academia de Letras de Cacoal-RO. Professor e pesquisador no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO. Escritor, músico e poeta.